Xadrez fundamental



Baixar 2,36 Mb.
Página3/34
Encontro27.09.2018
Tamanho2,36 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   34


Uma combinação original e elegante que tem como tema a expulsão das peças defensoras, que será estudado num próximo capítulo.

13

Fundamentos de tática: Capítulo V

MI Alexandru Segal


Divisão das combinações em 10 tipos
O número de combinações é muito grande. Entretanto podem ser classificadas em relação a idéia (tema que está em sua base; a idéia citada representa o elemento tático). A prática mostrou que existem muitas formas de combinações, mas podemos classificá-las em dez categorias:

Cravada ou descravada de peças.

Peças sobrecarregadas.

Interferência das linhas de ação do adversário.

Ataque duplo e xeque descoberto.

Abertura de linhas e diagonais.

Fraqueza da última linha.

“Zugzwang”.

Bloqueio ou liberação de uma casa.

Eliminação e expulsão de peças do adversário.

Bloqueio e captura de peças.




Por cravada se define uma situação em que uma peça não pode se movimentar porque, ao fazê-lo, abre linhas de ação de uma peça própria, criando, dessa maneira, uma desvantagem. Na prática encontramos a cravada sob duas formas:

a. Cravada absoluta – quando a peça cravada não pode se movimentar em hipótese alguma, pois deixaria o rei em xeque.


b. Cravada relativa – quando, através do movimento da peça cravada, se deixa no “ar” uma peça de valor superior a peça que deu causa à cravada.

Portanto, podemos resumir que a cravada, diminui a liberdade de uma peça em grande grau (quando relativa) ou completamente (quando absoluta).


Por isso, a possibilidade de uma cravada constitui, muitas vezes, a premissa de uma combinação possível.

14

Essa posição surgiu após 24 lances.






1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   34


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal