Xadrez fundamental



Baixar 2,36 Mb.
Página28/34
Encontro27.09.2018
Tamanho2,36 Mb.
1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   ...   34


Concluindo, podemos afirmar que as combinações de bloqueio e liberação de casas têm destacada importância na galeria das combinações enxadrísticas.

30

Fundamentos de tática: Capítulo XIII

MI Alexandru Segal



Combinações baseadas na eliminação e expulsão de peças do adversário

Nada pode ser mais natural que o desejo de qualquer atacante de eliminar ou expulsar as peças do adversário que estão no caminho da realização de suas intenções.

Para atingir este objetivo são utilizadas na prática enxadrística inúmeras combinações, numerosas ciladas contendo uma gama muito larga de idéias. Na verdade encontramos desde a tomada imediata da peça defensora até a expulsão ou desvio através dos meios mais sutis.



Muitas vezes o tema principal da combinação é acompanhado de outras combinações secundárias (cravadas, ataque duplo etc) isto significando que esta categoria de combinações tem exemplos muito variados.





A posição do diagrama é o resultado de uma famosa partida disputada na Olimpíada de Munique, em 1958, entre o ex-campeão mundial Mikhail Tal e um dos melhores mestres ingleses H. Golombek.

O rei negro parece bastante bem guarnecido e após a retirada do cavalo branco as pretas poderiam consolidar a posição com Cd5, por isso, Tal sacrifica o seu cavalo para realizar uma combinação típica no tema de expulsão de peça defensora. 1.Tf4! bxc5 2.Txh4 Txh4 3.Dg7+!! (as pretas têm uma torre e um cavalo a mais, mas a penetração da dama branca é decisiva. Isto representou o objetivo das brancas, sendo que a combinação significa um ataque de mate ao rei preto) 3...Re8 4.Dg8+ Rd7 5.Dxf7 Rd6 6.De7+ e as negras abandonaram.


A decisão das pretas é certa, pois se 6...Rd5 7.Dxc5+ Re4 8.De4++. Uma excelente realização de Mikhail Tal.








O exemplo que mostramos agora necessita um estudo atento, pois pode ser bastante enganoso. Olhando superficialmente parece que as brancas vencem com facilidade com o lance 1.Dxh5. Neste caso percebe-se que se 1...gxh5 segue 2.Bh7++ e se 1...Bxg5 2.Dh8++, portanto aparentemente não existe defesa para as pretas. Porém, Vera Menchik, primeira campeã mundial tendo conquistado o título contra Sônia Kraf num match cujo diagrama que ora apresentamos refere-se a 14ª partida, percebeu que seria errado 1.Dxh5 por causa de 1...Dxh2+ (recurso engenhoso que salvaria a partida, pois se agora 2.Dxh2 Cxh2 3.Rxh2 Bxg5 e a posição continuaria igual), portanto, sendo 1...Dxh2+ o lance salvador é necessário procurar algo que expulse ou desvie a dama preta. Pensando dessa forma surge claramente a continuação certa que ocorreu na partida. 1.Td7! após este lance as pretas abandonaram, pois se 1...Dxd7 2.Dxh5 (o que agora tem caráter de mate sem defesa), e se 1...Dxh2+ 2.Dxh2 Cxh2 3.Txe7! Cxf1 4.Txb7 e as brancas ganham facilmente por causa do material excedente. Sem dúvida uma boa partida de Vera Menchik, a melhor jogadora de antes da segunda guerra mundial.

31





Na posição do diagrama respectivo, Mackenzie com as brancas já tinha sacrificado uma peça para manter o rei no centro. Começa agora uma combinação decisiva com sacrifício de torre, dama e bispo dando mate com as únicas peças restantes. 1.Txe5+ dxe5 2.Dxe5+ Dxe5 (primeiro desvio) 3.Bc6+ Txc6 (segundo desvio) 4.Td8++.




Analisando a posição do diagrama ao lado podemos perceber que qualquer xeque na coluna "h" seria decisivo embora as brancas possam defendê-lo com Ch3 ou Th3. Mas uma só dessas defesas são insuficientes por causa da possibilidade de um sacrifício em "h3" que abriria decisivamente a diagonal do bispo de b7. Esta constatação leva a idéia da combinação que segue. 1...Dxg5! (uma das peças que defende o ponto h3 deve ser eliminada) 2.fxg5 Th8+ 3.Th3 Txh3+ 4.gxh3 c5+ 5.De4 Bxe4++.





1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   ...   34


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal