Titulo da pagina inicio dia 23 de abril até 23 de junho



Baixar 0,54 Mb.
Página11/11
Encontro02.09.2018
Tamanho0,54 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11
"E não deixe o estrangeiro, que se houver unido ao SENHOR, dizer: Certamente o SENHOR me separará do seu povo; nem tampouco diga o eunuco: Eis que sou uma árvore seca. Porque assim diz o SENHOR a respeito dos eunucos, que guardam os meus sábados, e escolhem as coisas que me agradam, e abraçam a minha aliança: Também lhes darei na minha casa e dentro dos meus muros um lugar e um nome, melhor do que o de filhos e filhas; um nome eterno eu darei a cada um deles, que nunca se apagará. E aos filhos dos estrangeiros, que se unirem ao SENHOR, para o servirem, e para amarem o nome do SENHOR, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não os que profanarem, e os que abraçarem a minha aliança, também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos. Assim diz o Senhor DEUS, que congrega os dispersos de Israel: Ainda ajuntarei outros aos que já se lhe ajuntaram".


25 Para informações adicionais ver Lição 2.3.

26 Sua própria viagem da morte à vida, ver Jonah Mints.

27 Sabe-se que já existia uma comunidade de crentes, embora não se sabe muito sobre ela.

28 Donnelly vê a comparação entre a relutância de Pedro em ir com Cornélio em Atos 10 como um paralelo. Deus envia, mas a Igreja está relutante em ir.

29 Donnelly observa que esta é uma única frase Paulina encontrada em sua carta, mas não uma frase que Lucas tende a usar. Isso mostra o detalhe e a autenticidade do livro de Atos.

30 Paulo refere-se a este evento em 2 Corintios 11:33, dizendo que ele foi contrabandeado para fora de uma janela para evitar ser capturado.

31 Esta seção em Lucas também inclui a fundação da Igreja em Antioquia, mas veremos sobre isso na próxima lição.

32 Ver Conybeare 334 para uma ampla discussão sobre dons espirituais no Novo Testamento.

33 Pollock, página 64, argumenta que Simão (Simeão), era o Simão de Cirene, pai de Alexandre e Rufo, o mesmo que um dos romanos selecionou para carregar a Cruz de Jesus. Seu filho foi para Roma e Paulo menciona a sua mãe e ele. Isso nos dá alguma indicação sobre a vida próxima da família em Antioquia.

34 O plural indica muitos judeus e sinagogas.

35 Pollock observa que Sergio Paulo foi curador do Rio Tibre. Foi um procônsul e se reportava ao Senado. Foi um cientista notável. Fontes seculares nos dizem que ele publicou livros importantes sobre a natureza. Ele é citado pelo famoso escritor clássico, Plínio, o velho, na História Natural.

36 Conybeare observa que a cegueira milagrosa, assim como as ações de Pedro com Ananias e Safira, são exceções entre os milagres usuais no Novo Testamento. No Antigo Testamento, os milagres eram muitas vezes sinais de julgamento, mas no Novo Testamento eram geralmente obras de misericórdia. Em ambos esses casos excepcionais, o Evangelho foi ameaçado por mentirosos, hipócritas e impostores, que tentaram perverter, distorcer e enganar. Deus ordenou estes eventos (20).

37 O sermão na Pisídia foi semelhante ao sermão de Pedro no Dia de Pentecostes. Se compararmos os sermões de Pedro, Estevão e Paulo, as semelhanças são impressionantes, indicando que essa era a maneira comum para a pregação do evangelho aos judeus, tanto por Paulo ou por qualquer um dos apóstolos.

38 Pollock, pág. 91, assinala que os milagres de Paulo era a continuação da obra de Cristo quando Ele estava na terra. Para mais detalhes de como o Senhor estava dando testemunho através de Paulo e do uso dos milagres em Atos. (ver lição 6,2.5).

39 Pollock afirma que Timóteo acompanhou Paulo de volta, de Antioquia até a sua cidade natal, Listra. Ele se baseia na ordem das cidades como foi registrado em 2 Timóteo 3:11, que diz: "Tu, porém, tens seguido minha doutrina, modo de viver, intenção, fé, longanimidade, amor, paciência, perseguições e aflições que me aconteceram em Antioquia, em Icônio e em Listra; quantas perseguições sofri, e o Senhor de todas me livrou".

40 Pollock, pág. 89, observa que os magistrados teriam mudado com a chegada do Ano Novo.

41 A questão é complexa. Os judeus tiveram muitas preocupações. Socialmente, a tomada do evangelho para os Gentios era um novo foco e havia um medo de que se muitos gentios se juntassem à Igreja, isso poderia transformar a Igreja de uma instituição judaica, aramaica, e centrada em Jerusalém para uma Igreja de Gentios social e culturalmente, ressaltando a circuncisão e a lei. O perigo disso seria reduzido. Também existia um medo de que através de uma minimização do papel da lei, a santidade na religião poderia ser ameaçada. Muitos dos judeus de Jerusalém não pensariam sobre todas implicações teológicas. Isso levou a uma mente como a do Apóstolo Paulo desse conta de esclarecer essas implicações. Podemos observar que estas questões são semelhantes às que os judeus enfrentaram no discurso de Estêvão relativas à lei e ao templo. Os judeus rejeitaram as reivindicações de Estêvão, mas agora os cristãos, judeus e gentios tinham que enfrentar a questão dentro da Igreja.

4


42 Existem muitas datas para a carta de Paulo aos Gálatas, (ver anexo 1), mas a data inicial é a mais provável.

* Também conhecida com o nome de "Trôade"

43 Para mais informações a respeito do entendimento grego sobre a ressurreição (Ver Wright 33-84)

44 Lucas aponta quarto importantes derramamentos do Espírito Santo. Um foi em Jerusalém para os Judeus, seguida por outro na Sumária para as ovelhas perdidas da casa de Israel. O terceiro evento ocorreu em Cesárea com Cornélio, um gentio temente a Deus, e, finalmente, na Ásia quando o evangelho é estabelecido no coração dos gentios.

45 Ver Apêndice 2 para uma descrição mais completa do fenômeno.



4


46 Taylor, pg. 100 afirma: “O poder sobrenatural do Salvador estava em sua própria vontade. Ele realizava seus milagres quando, onde e como quisesse. Sua capacidade de fazer tal obra não era uma coisa delegada, mas inerente em sua própria personalidade divina; mas era bem diferente com seus representantes oficiais. Eles são operados apenas através de sua sugestão, por isso, a operação de milagres por eles era subserviente não ao se próprio prazer, mas à sua sabedoria. Paulo podia executar sinais sobrenaturais apenas quando especialmente ordenado pelo Espírito Santo para fazê-lo. Ele não tinha o privilégio de fazer essas coisas quando assim o desejasse”.



47 Sabemos através de Atos 2:10, Priscila e Áquila são daqui, Paulo havia escrito à igreja de Roma, de Corinto em 57 d.C. e Lucas menciona que ele foi encontrado por dois delegados da igreja romana no caminho de Roma.

48 Este verso também é citado em Lucas 8:10, 13:13-15 Mt (inteiramente citado), 4:12 Marcos, João 12:39ss



49



1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©livred.info 2019
enviar mensagem

    Página principal