Spotlight segredos revelados



Baixar 1,77 Mb.
Página3/3
Encontro03.05.2017
Tamanho1,77 Mb.
1   2   3

JOHN SLATTERY (Ben Bradlee Jr.) é um ator indicado ao Emmy e veterano do cinema, do teatro e da televisão. Ele recebeu quatro indicações ao Emmy de Melhor Ator Coadjuvante de Série Dramática no papel de Roger Sterling na série da AMC aclamada pela crítica, Mad Men. A série foi o primeiro programa de um canal básico de TV a cabo a ganhar o Emmy de Melhor Série Dramática, e voltaria a ganhar em 2009, 2010 e 2011. Também venceu o Globo de Ouro de Melhor Série Televisiva Dramática em 2009 e 2010, e voltou a ser indicada em 2011.

Slattery dirigiu cinco episódios de Mad Men e, recentemente, dirigiu seu primeiro longa-metragem, God’s Pocket, baseado no romance de Pete Dexter, a partir de um roteiro adaptado com Alex Metcalf. O filme é estrelado pelo falecido Philip Seymour Hoffman, Richard Jenkins, Christina Hendricks e John Turturro. God’s Pocket teve sua estreia no Festival de Cinema de Sundance de 2014 e foi lançado posteriormente pela IFC Films.

Mais recentemente, atuou nas telonas na comédia de Seth MacFarlane, Ted 2, contracenando com Mark Wahlberg e Amanda Seyfried; Ant-Man, de Peyton Reed, com Paul Rudd, Corey Stoll, Evangeline Lilly e Michael Douglas; e Bluebird, que estreou no Festival de Cinema de Tribeca de 2013 e é coestrelado por Amy Morton, Adam Driver e Margo Martindale. Ele também foi visto em Wet Hot American Summer: First Day of Camp, a ansiosamente aguardada reboot da Netflix do clássico cult de David Wain, Wet Hot American Summer.

Seus créditos cinematográficos anteriores incluem Iron Man 2, The Adjustment Bureau, Flags of Our Fathers, Charlie Wilson’s War, Reservation Road, O Sorriso de Monalisa (Mona Lisa Smile), The Station Agent, Bad Company, Traffic e In Our Nature.

O ator é instantaneamente reconhecível por seus numerosos papéis em televisão ao longo dos anos, entre eles, em Desperate Housewives (que lhe deu uma indicação ao SAG Award de Melhor Elenco) e a quarta temporada da série popular Arrested Development. Seus demais créditos televisivos incluem ainda Homefront, Ed, K Street e o drama Jack & Bobby. Ele também foi visto em participações especiais memoráveis em Sex and the City, Will & Grace, Judging Amy e 30 Rock.

Na Broadway, atuou na montagem da peça ganhadora do prêmio Pulitzer, Rabbit Hole, com a qual foi indicado ao prêmio Drama League Award; na revival de Betrayal, de Harold Pinter; e de Laughter on the 23rd Floor, de Neil Simon, coestrelada por Nathan Lane. Seus créditos off-Broadway incluem a montagem original de Three Days of Rain, que lhe deu a Slattery o LA Drama Critics Award e uma indicação ao Drama Desk.

Natural de Boston, ele mora atualmente em Nova York, com a mulher e o filho.
BRIAN D’ARCY JAMES (Matt Carroll) foi indicado três vezes ao prêmio Tony, a primeira com seu desempenho como Nick Bottom no musical de sucesso, Something Rotten, no papel-título de Shrek the Musical (com o qual ganhou os prêmios Outer Critics Circle Award e Drama Desk Award) e no papel de Sidney Falco de Sweet Smell of Success.

James será visto na nova comédia de Tina Fey e Amy Poehler, Sisters, lançada nos cinemas em dezembro de 2015.

No teatro, James cativou o público e a crítica no papel original do Rei George em Hamilton, de Lin-Manuel Miranda, no Public Theater. Estrelou também a montagem do Public Theater de Giant e interpretou Banquo na montagem do Lincoln Center de Macbeth, coestrelada por Ethan Hawke e dirigida por Jack O’Brien. Antes disso, foi elogiadíssimo pela crítica por seu desempenho na Broadway em Time Stands Still, contracenando com Laura Linney, Christina Ricci e Eric Bogosian no Cort Theatre. James interpretou o papel original de Dan Goodman na ganhadora do prêmio Pulitzer Next to Normal, no Second Stage Theatre, e reprisou o papel na montagem subsequente da Broadway.

James venceu um prêmio OBIE por sua atuação como um gângster azarado em The Good Thief, de Conor McPherson. Seus demais créditos na Broadway e off-Broadway incluem The Wild Party, Port Authority (ganhadora do prêmio Lucille Lortel), The Lieutenant of Inishmore, The Apple Tree, Dirty Rotten Scoundrels, Titanic, Carousel e Blood Brothers.

Seus créditos cinematográficos incluem Time Out of Mind, Admission, Bird in a Box, The Fitzgerald Family Christmas, Friends with Kids e Ghost Town.

Na televisão, o ator talvez seja mais conhecido coestrelando como Frank Houston a série da NBC, Smash, contracenando com Debra Messing. Ele também teve um papel recorrente em The Big C, contracenando com Laura Linney, e foi visto no telefilme da HBO, Game Change. Mais recentemente, atuou em Law & Order: SVU. Seus créditos televisivos adicionais incluem o piloto de Hoke (estrelado por Paul Giamatti), Ironside, The Good Wife, Person of Interest, Rescue Me e Cashmere Mafia.

Como concertista, James se apresentou em locais grandes e pequenos de todo o mundo, com destaque para a Casa Branca, o Madison Square Garden e o Carnegie Hall. Seu álbum solo de estreia, From Christmas Eve to Christmas Morn, é muito popular nas festas natalinas e inclui sua canção original, Michigan Christmas.

James mora em Nova York com a mulher e a filha.


STANLEY TUCCI (Mitchell Garabedian) é um ator indicado ao Oscar® que atuou em mais de 50 filmes e inúmeros programas de televisão. Ele foi visto em mais de uma dúzia de peças de teatro, tanto na Broadway quanto off-Broadway, e tem trabalhado atrás das câmeras como escritor, diretor e produtor. Tucci alcançou seu maior público até hoje como Caesar Flickerman na franquia cinematográfica Jogos Vorazes (Hunger Games), uma sensação de bilheteria e um sucesso de crítica.

Tucci também coestrelou com Mark Wahlberg em Transformers: Age of Extinction, dirigido por Michael Bay; Wild Card, estrelado por Jason Statham e Sofía Vergara; e A Little Chaos, dirigido por Alan Rickman e estrelado por Kate Winslet.

Tucci foi indicado ao Oscar®, ao Globo de Ouro, aos prêmios BAFTA, SAG e ao Broadcast Film Critics Award por sua atuação em Um Olhar do Paraíso (The Lovely Bones), de Peter Jackson. Ele ganhou um Emmy e um Globo de Ouro por seu papel no telefilme, Winchell, dirigido por Paul Mazursky. Anteriormente, ganhou um Globo de Ouro por sua brilhante interpretação do tenente-coronel Adolf Eichmann em Conspiracy, da HBO.

Tucci estreou Blind Date no Sundance Film Festival, depois de dirigir, estrelar e co-escrevendo este remake de Theo van Gogh. Ele também dirigiu Joe Gould’s Secret, no qual co-estrelou com Ian Holm. Big Night, o primeiro filme de Tucci como codiretor, corroteirista e ator, deu-lhe inúmeros prêmios, incluindo o Prêmio Waldo Salt Screenwriting no Festival de Cinema de Sundance de 1996, um reconhecimento de excelência da National Board of Review, um Independent Spirit Award, o prêmio da Crítica do Festival de Cinema de Deauville de 1996 e os prêmiso da New York Film Critics e da Sociedade de Críticos de Cinema de Boston.

Tucci escreveu, dirigiu, coproduziu e estrelou The Imposters, exibido na seleção oficial do Festival de Cinema de Cannes de 1998 e adquirido pela Fox Searchlight Pictures no final daquele ano. Esta farsa dos anos 1930 foi estrelada por Tucci e Oliver Platt como dois atores sem trabalho que se encontram a bordo de um navio de cruzeiro com passageiros interpretados por Steve Buscemi, Alfred Molina, Lili Taylor e Hope Davis.

O trabalho do ator na televisão inclui papéis de convidado especial em Bull, Equal Justice, Wiseguy, The Equalizer, Thirtysomething e The Street. Tucci recebeu indicações ao Emmy por seu trabalho em Murder One e Plantão Médico (ER), ganhando o Emmy de Melhor Ator Convidado em Série de Comédia por Monk.

Seus créditos no teatro incluem Frankie & Johnny in the Clair de Lune, Execution of Hope, The Iceman Cometh, Brighton Beach Memoirs e The Misanthrope. Ele também se apresentou em uma série de peças off-Broadway joga no Yale Repertory Theater e SUNY Purchase, onde ele estudou interpretação.

Tucci fez sua estréia como diretor na Broadway com uma montagem revival de Ken Ludwig de Lend Me a Tenor, estrelada por Tony Shalhoub. A produção recebeu uma indicação ao Tony de Melhor Revival.

Publicado em 2012, The Tucci Cookbook entrou para a lista de Best Sellers do New York Times. The Tucci Table: Cooking with Family and Friends chegou às lojas em 2014.

Tucci integra o conselho de administração do Food Bank de Nova York.


JAMEY SHERIDAN (Jim Sullivan) é um ator veterano que atuou em algumas das séries mais aclamadas da televisão. Recentemente, estreloou a popular série Smash, com Debra Messing, Jack Davenport e Anjelica Houston, e interpretou o vice-presidente William Walden na emocionante Homeland, contracenando com Claire Danes e Mandy Patinkin. Sheridan e Patinkin já haviam contracenado anteriormente em Chicago Hope de David E. Kelley.

De 2001 a 2006, Sheridan estrelou mais de 100 episódios de Law & Order: Criminal Intent. No telefilme de Jay Roach premiado com o Emmy, Game Change, estrelado por Julianne Moore e Ed Harris, interpretou o confidente de John McCain, Mark Salter.

Seus créditos cinematográficos incluem o thriller sofisticado, Syriana, estrelado por George Clooney, e o drama de Ang Lee aclamado pela crítica, The Ice Storm, estrelado por Kevin Klein e Joan Allen.
BILLY CRUDUP (Eric MacLeish) vem sendo consistentemente elogiado por inúmeros desempenhos memoráveis no teatro e no cinema. Mais recentemente, estrelou The Stanford Prison Experiment, da IFC Films, que estreou no Festival de Cinema de Sundance em janeiro de 2015. O filme é baseado no famoso experimento realizado pela Universidade de Stanford no verão de 1971.

Crudup fez sua estreia cinematográfica em Sleepers, de Barry Levinson, coestrelando com Robert De Niro, Brad Pitt e Jason Patric, seguido de Todos Dizem Eu Te Amo (Everyone Says I Love You), dirigido por Woody Allen e estrelado por Goldie Hawn e Julia Roberts, e Inventing the Abbotts, de Pat O’Connor, coestrelado por Jennifer Connelly. Como protagonista de Without Limits, a história do lendário fundista, o corredor Steve Prefontaine, o ator venceu o prêmio National Board of Review Award de Revelação do Ano.

Em seguida, foi indicado a um Independent Spirit Award com Jesus’ Son, coestrelado por Samantha Morton, Holly Hunter e Denis Leary. Voltou a contracenar com Jennifer Connelly no aclamado Waking the Dead e tambéme estrelou o filme de Cameron Crowe ganhador o Oscar®, Quase Famosos (Almost Famous), com Frances McDormand e Kate Hudson.

Seus demais créditos cinematográficos incluem Glass Chin, dirigido por Noah Buschel e coestrelado por Corey Stoll; a estreia diretorial de William H. Macy, Rudderless, com Anton Yelchin; Blood Ties, dirigido por Guillaume Canet e coestrelado por Clive Owen; o sucesso de bilheteria Comer Rezar Amar (Eat Pray Love), com Julia Roberts, Javier Bardem e James Franco; Public Enemies, dirigido por Michael Mann e coestrelado por Johnny Depp e Christian Bale; Watchmen, dirigido por Zack Snyder e coestrelado por Patrick Wilson; Charlotte Gray, coestrelado por Cate Blanchett; a fantasia de Tim Burton, Peixe Grande e Suas Histórias (Big Fish), também coestrelada por Ewan McGregor, Helena Bonham Carter e Albert Finney; Stage Beauty, coestrelado por Claire Danes; Trust the Man, coestrelado por Julianne Moore; Missão Impossível 3 (Mission: Impossible 3), dirigido por J.J. Abrams e coestrelado por Tom Cruise; e The Good Shepherd, dirigido por Robert De Niro e coestrelado por Matt Damon e Angelina Jolie.

Crudup ganhou o Tony de 2007 de Melhor Ator com seu desempenho na montagem da Broadway de The Coast of Utopia. Também foi indicado ao Tony por seus papéis em O Homem Elefante (The Elephant Man), The Pillowman e Arcadia. Recentemente, estrelou duas peças da Broadway, No Man’s Land e Waiting for Godot (coestrelando com Ian McKellen, Patrick Stewart e Shuler Hensley).

O ator estreou na Broadway como Septimus Hodge, de Arcadia, de Tom Stoppard, na montagem dirigida por Trevor Nunn. O papel deu a Crudup vários prêmios, incluindo o Outer Critics Circle Award (Melhor Estreia) e o Theater World Award. Ele também foi honrado com o Clarence Derwent Award de Melhor Estreia na Broadway.

Seus demais créditos teatrais incluem Bus Stop, de William Inge, a montagem do Roundabout Theatre de Three Sisters (indicada ao Drama Desk), Édipo (Oedipus, com Frances McDormand), a montagem do New York Shakespeare Festival de Measure for Measure, e a temporada off-Broadway de The Resistible Rise of Arturo Ui, coestrelada por Al Pacino e Steve Buscemi.

Crudup conclui o mestrado em Humanas pela New York University e também cursou a Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill. Atualmente, ele mora em Nova York.

 
SOBRE OS CINEASTAS
TOM McCARTHY (Diretor, Roteirista, Produtor) era conhecido principalmente como um ator dedicado até que estourou na cena cinematográfica com seu aclamado primeiro longa-metragem, O Agente da Estação (The Station Agent), lançado em 2003 pela Miramax Films. O filme estreou no Festival de Cinema de Sundance, onde foi honrado com o Prêmio do Público e o Prêmio Waldo Salt de Roteiro. O filme também foi premiado com o BAFTA de Melhor Roteiro Original e ganhou dois prêmios Independent Spirit, incluindo o John Cassavetes Award (conferido ao melhor filme feito com menos de US$ 500.000 ou menos). A National Board of Review o nomeou o terceiro na sua lista dos 10 melhores filmes do ano. O Agente da Estação foi nomeado a três SAG Awards, incluindo o de Melhor Elenco e também foi indicado ao WGA de Melhor Roteiro Original. O filme ganhou prêmios em vários festivais de cinema, incluindo os de San Sebastian, Estocolmo, Cidade do México e Aspen.

McCarthy rodou em seguida o igualmente aclamado The Visitor (2007), ganhando o prêmio de Melhor Roteiro da San Diego Film Critics Society, o Satellite Award de Melhor Roteiro e o Independent Spirit Award de Melhor Direção. Ele foi nomeado para um Writers Guild Award e recebeu o Grande Prêmio Especial no Festival de Cinema de Deauville. Richard Jenkins recebeu uma indicação ao Oscar® de Melhor Ator e o próprio filme foi indicado a diversos prêmios, incluindo um Image Award, um prêmio Gotham e um prêmio David di Donatello.

Em 2009, McCarthy compartilhou o crédito de argumento com Pete Docter e Bob Peterson no sucesso de animação Up: Altas Aventuras (Up), com o qual recebeu uma indicação ao Oscar®. Em 2011, ele escreveu e dirigiu Win Win, estrelado por Paul Giamatti e Amy Ryan, que foi lançado pela Fox Searchlight sob grande aclamação da crítica. No ano passado, escreveu e dirigiu Trocando os Pés (The Cobbler), estrelado por Adam Sandler e Dustin Hoffman. O filme estreou no Festival de Cinema de Toronto e foi lançado pela RLJ/Image Entertainment.

Além de sua escrever e dirigir, McCarthy continua sua carreira como ator. Ele fez sua estréia no cinema com o filme de 1992, Crossing the Bridge, e atuando posteriormente em filmes como Flags of Our Fathers, Syriana, Boa Noite, e Boa Sorte (Good Night, and Good Luck), Year of the Dog, Entrando Numa Fria (Meet the Parents), Todos os Homens do Rei (All the King’s Men), Duplicidade (Duplicity), 2012 e Um Olhar do Paraíso (The Lovely Bones). Ele foi destaque na última temporada da série da HBO aclamado pela crítica, The Wire, e teve um papel regular na série Boston Public.


JOSH SINGER (Roteirista) é um aclamado roteirista de cinema e televisão que conta histórias instigantes que trazem personagens reais interessantes, desafiadores e inspiradores para a tela. Ele fez sua estréia como roteirista de longa-metragem com o drama da WikiLeaks, The Fifth Estate, dirigido por Bill Condon e estrelado por Benedict Cumberbatch e Daniel Brühl. Ele está atualmente trabalhando em dois projetos: um filme de Neil Armstrong a ser dirigido por Damien Chazelle (para a Universal) e uma cinebiografia musical sobre Leonard Bernstein a ser dirigida por Martin Scorsese (para a Paramount).

Antes de escrever filmes, Cantor trabalhou em uma série de programas de televisão aclamados pela crítica, incluindo a série cult de ficção científica da Fox, Fringe, o sucesso de longa duração da NBC, Law & Order: SVU, e o drama da NBC vencedor do Emmy, The West Wing, que rendeu a Singer duas indicações ao WGA Award.

O roteirista se formou em Matemática e Economia pela Universidade de Yale. Ele se bacharelou em Direito pela Harvard Law School e concluiu um MBA pela Harvard Business School.

Nascido na Filadélfia, ele mora atualmente em Los Angeles, com a mulher, a romancista Laura Dave.


MICHAEL SUGAR (Produtor) é sócio da proeminente produtora e agência de talentos, Anonymous Content. Desde que ingressou na AC, em 2005, Sugar continuou a expandir uma lista impressionante de talentos literários e clientes, incluindo Steven Soderbergh, Richard Linklater, Cary Fukunaga, Edgar Wright, Marc Webb, Andrew Adamson, Scott Burns e Robin Wright.

Atualmente, é produtor executivo da aclamada série dramática da Cinemax, The Knick, estrelada por Clive Owen e dirigida por Steven Soderbergh. Na indústria do cinema, seus créditos como produtor incluem The Fifth Estate, estrelado por Benedict Cumberbatch e Daniel Brühl, e Big Miracle, estrelado por Drew Barrymore e John Krasinski.

Sugar possui uma lista dinâmica em desenvolvimento com projetos cinematográficos como Cold Comfort, a ser dirigido por Marc Webb para a Fox; The Burglary, escrito por Scott Burns e produzido pela Lionsgate/Participant Media; 40 Days of Dating, a ser produzido por Michael Sucsy e Lorene Scafaria para a Warner Bros.; Noble Assassin, dirigido por Cary Fukunaga para a Dreamworks; e Toymageddon, a ser dirigido por Justin Lin para a Fox.
STEVE GOLIN (Produtor) é fundador e sócio-gerente da Anonymous Content, uma empresa de desenvolvimento, produção e gestão de talentos. Nos últimos 20 anos, ele desenvolveu uma reputação de cultivar a liberdade artística, mantendo a viabilidade comercial, trabalhando no cinema, na televisão, em comerciais, videoclipes e novas mídias.

Golin é produtor de mais de 40 produções do cinema e da televisão. Uma delas, Babel, de Alejandro González Iñárritu, foi homenageada com várias indicações ao Globo de Ouro e ao Oscar(r), ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme e levou para casa o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Cinema de Cannes de 2006. Outros destaques incluem Quero Ser John Malkovich (Being John Malkovich, 1999) de Spike Jonze, Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças (Eternal Sunshine of the Spotless Mind, 2004), de Michel Gondry. 


ROCKLIN/FAUST (Produtora) foi fundada em 2009 pelos diretores Blye Faust e Nicole Rocklin. Juntos, eles desenvolveram e produziram uma longa lista que inclui o thriller, The Perfect Guy, estrelado por Michael Ealy, Sanaa Lathan e Morris Chestnut, lançado pela Screen Gems em 11 de setembro de 2015. Faust e Rocklin estão atualmente desenvolvendo uma variedade de outros projetos no cinema e na televisão com parceiros que vão desde a HBO Films ao Disney Channel. 

Faust se bacharelou em Direito pela UCLA e advogou no escritório de Century City da firma de advocacia internacional O'Melveny & Myers, LLP, bem como na Alschuler Grossman Stein & Kahan, LLP, baseada em Los Angeles. Rocklin se formou pela Universidade de Wisconsin, Madison, com uma especialização dupla em História e Estudos Afro-americanos. Sua carreira em desenvolvimento começou na Jerry Bruckheimer Films.


KATE CHURCHILL (Coprodutora) é uma produtora independente que passou os últimos três anos desenvolvendo e produzindo projetos com o roteirista e diretor Tom McCarthy. Churchill foi coprodutora do último filme de McCarthy, Trocando os Pés (The Cobbler), estrelado por Adam Sandler, Dustin Hoffman, Steve Buscemi, Ellen Barkin e Method Man. Ela está produzindo atualmente Abundant Acreage Available, escrito e dirigido por Angus MacLachlan (Junebug, Goodbye to All That), com um elenco encabeçado por Amy Ryan, Tracy Letts e Beau Bridges. As filmagens começam em janeiro de 2016.

Antes de trabalhar em longas-metragens, Churchill produziu documentários e peças teatrais. Ela começou sua carreira como primeira diretora de produção da Lookingglass Theatre Company de Chicago. Ela, então, passou aos documentários, trabalhando durante os próximos 15 anos em seis continentes diferentes, produzindo, dirigindo e escrevendo documentários premiados para a National Geographic e a PBS. Ela dirigiu de forma independente, escreveu e produziu Enlighten Up! A Skeptic’s Journey into the World of Yoga, um documentário lançado nos cinemas que o iTunes elegeu como um dos 20 melhores documentários de 2009.

Embora atualmente baseada em Nova York, Churchill continua a ser uma fiel torcedora dos Red Sox.
JEFF SKOLL (Produtor Executivo) é um filantropo e empresário social que trabalha para concretizar sua visão de um mundo sustentável de paz e prosperidade. Ele fundou a Participant Media, em 2004, com a crença de que uma história bem contada tem o poder de inspirar e acelerar uma mudança social. Os 52 filmes da Participant até a presente data recebiram, coletivamente, um total de sete Oscars(r) em 36 indicações. Esses títulos incluem Vidas Cruzadas (The Help), Contágio (Contagion), Lincoln, Boa Noite e Boar Sorte (Good Night and Good Luck), Syriana, Uma Verdade Inconveniente (An Inconvenient Truth), Waiting for 'Superman' e Food, Inc.

Como o primeiro funcionário em tempo integral e presidente do eBay, Skoll desenvolveu o plano de negócios inaugural da empresa, ajudou a liderar sua bem-sucedida oferta pública inicial de ações e cocriou a Fundação eBay. Ao longo dos últimos 15 anos, Skoll criou um portfólio inovador de empresas filantrópicas e comerciais, cada uma um catalisador social distinto. Juntas, essas organizações galvanizam a disposição pública e mobilizam recursos críticos para acelerar o impacto social em grande escala. Sua abordagem é única: promover impacto social, investindo em uma série de esforços que integram histórias poderosas com dados e abordagens empresariais.

O Grupo Jeff Skoll apoia suas organizações, que incluem a Fundação Skoll, o Grupo de Investimento Capricorn, a Participant Media e o Skoll Global Threats Fund. Skoll criou a Fundação Skoll, em 1999, para seguir a sua visão de um mundo mais pacífico, próspero e sustentável. A fundação promove a mudança em grande escala, conectando, celebrando e investindo em empreendedores sociais, bem como em inovadores que ajudem a resolver os problemas mais urgentes do mundo.

O Capricorn Investment Group foi criado em 2000 para demonstrar que é possível investir de forma rentável ao mesmo tempo que se promove uma mudança sustentável e positiva. Hoje, a Capricorn gerencia os ativos do próprio Skoll, da Fundação Skoll e de outros que lutam por resultados extraordinários de investimento, aproveitando as forças do mercado para acelerar o impacto.

Em 2008, a Participant lançou seu hub digital, TakePart.com, a principal fonte de notícias, opinião e entretenimento socialmente relevantes. Em 2013, a Participant se expandiu para a televisão com a sua nova rede, Pivot, que está disponível para cerca de 45 milhões de domicílios. Para cada um de seus filmes e programas de televisão, a Participant cria uma campanha de ação social única, concebida para dar ao público ações específicas relativas ao assunto abordado no projeto.

Skoll fundou o Skoll Global Threats Fund em 2009, cujo foco inicial incide sobre cinco questões globais que poderiam abalar o mundo, se não forem controladas: as alterações climáticas, a segurança da água, as pandemias, a proliferação nuclear e o conflito no Oriente Médio.

Skoll possui um bacharelado em Engenharia Elétrica pela Universidade de Toronto e um MBA pela Stanford Graduate School of Business. Ele foi nomeado Oficial da Ordem do Canadá, em 2012. Seus outros prêmios recentes incluem um tributo à sua carreira no Gotham Independent Film Awards (2012) e o Prêmio de Liderança W. Gardner John (2012).
JONATHAN KING (Produtor Executivo) supervisiona o desenvolvimento e produção da linha de lançamentos de longas-metragens narrativos da Participant Media. A produção da empresa é impulsionada pela ideia de que uma boa história bem contada pode fazer uma diferença real no mundo de hoje. Para a Participant, King supervisionou a produção de filmes como The Help, Contagion, The Best Exotic Marigold Hotel, Lincoln, No, Snitch, Cesar Chavez e A Most Violent Year, bem como o novo lançamento, Deepwater Horizon.

Antes de ingressar na Participant, trabalhou tanto como um produtor quanto como executivo em empresas como a Focus Features, Laurence Mark Productions e Miramax Films. Alguns dos filmes em que trabalhou incluem Dreamgirls, The Lookout, Encontrando Forrester (Finding Forrester), Studio 54, Guinevere e Judas Kiss.

King começou sua carreira cinematográfica no escritório da MGM/UA de Nova York, onde ele adquiria livros, peças e filmes independentes. Atualmente, ele integra o conselho consultivo da Outfest Legacy Project, uma parceria com a UCLA Film and Television Archive que restaura e preserva obras importantes de cinema gay. Ele também integra o Conselho Consultivo do Reitor da Florida State University Film School e é membro do conselho administrativo do John Alexander Project, uma nova organização sem fins lucrativos dedicada a estimular e apoiar o jornalismo investigativo inovador.
PIERRE OMIDYAR (Produtor Executivo) é um empresário e filantropo mais conhecido como um dos fundadores do eBay, uma plataforma online que dá às pessoas igualdade de acesso à informação, oportunidades e as ferramentas para seguirem os seus objectivos. Omidyar criou o eBay em 1995 sob a premissa de que as pessoas são basicamente boas e hoje eBay permite que mais de 200 milhões de compradores e vendedores se conectem e prosperems em seus interesses compartilhados. Ele continua exercendo o cargo de presidente do conselho.

Depois que o eBay se tornou uma empresa pública em 1998, Omidyar e sua esposa Pam cofundaram a Fundação Omidyar para apoiar organizações sem fins lucrativos. Simultaneamente, a vasta escala do eBay e acelerado impacto social demonstravam que o negócio também poderia ser uma ferramenta eficaz para a criação do bem social. Em resposta, eles ampliaram seu alcance em 2004 formando uma nova entidade, a Omidyar Network, para fazer investimentos em empresas com fins lucrativos, bem como organizações sem fins lucrativos.

Desde então, eles também criaram HopeLab, Humanity United, Democracy Fund e Ulupono Initiative. Junto com a Omidyar Network, as cinco entidades filantrópicas formam o núcleo do Grupo Omidyar, que representa os interesses filantrópicos, pessoais e profissionais de Pierre e Pam Omidyar. Trabalhando em muitos sectores e geografias, os Omidyar já investiram mais de US$ 1 bilhão de dólares em causas como direitos humanos, sustentabilidade, o avanço econômico de grupos carentes, tecnologia para melhorar a saúde infantil e reimaginação do jornalismo. Em 2011, eles foram homenageados com a Medalha de Filantropia Carnegie pelo impacto duradouro do seu trabalho.

Omidyar é atualmente CEO e editor da First Look Media, uma organização de notícias dedicada a reimaginar o jornalismo na era digital, e da Honolulu Civil Beat, um serviço de notícias baseado no Havaí, que incentiva uma maior participação cívica através da mídia. Ele também é chairman do eBay e administrador da Universidade Tufts, do Instituto Santa Fé e da Punahou School. Anteriormente, foi membro do Comitê de Bolsas de Estudos da Casa Branca, de 2009 a 2013.


XAVIER MARCHAND (Produtor Executivo) é presidente da eOne Features, baseada na Entertainment One, uma empresa de entretenimento líder internacional especializada na aquisição, produção e distribuição de conteúdos de cinema e televisão. Suas operações empregam mais de 1.300 pessoas no Canadá, Reino Unido, Benelux, Espanha, Austrália e nos EUA. Em sua função atual, Marchand supervisionou a produção do drama épico de guerra de Saul Dibb, Suite Française, Woman in Black: The Angel of Death, de Tom Harper, do thriller de guerra, Eye in the Sky, dirigido por Gavin Hood e estrelado por Helen Mirren e Aaron Paul, que terá sua estréia mundial no 40º Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Marchand concluiu recentemente a produção da eOne, A Message from the King, um thriller de vingança a ser dirigido por Fabrice Du Welz, com o astro em ascensão Chadwick Boseman.

Antes de sua nomeação como presidente de produção em janeiro de 2014, Marchand foi um dos quatro executivos que chefiavam a Alliance Films. Ele entrou para a Alliance em 2004, como diretor-executivo das suas empresas europeias, Momentum Pictures, no Reino Unido, e Aurum Producciones, na Espanha.

Anteriormente, Marchand foi um dos fundadores e diretor da Haystack Productions, que produziu ou coproduziu filmes como Dirty Deeds, de David Caesar, Birth, de Jonathan Glazer, Clean, de Olivier Assayas, e Palais Royal, de Valérie Lemercier. Antes da Haystack, Marchand ocupou cargos sêniores na Polygram (presidente de distribuição internacional), Portman Entertainment (MD), Warner Bros. (vice-presidente sênior de distribuição de cinema para a Europa, Oriente Médio e África) e Sovereign Films (presidente de vendas e distribuição cinematográficas para a Europa e América Latina).


BARD DORROS (Produtor Executivo) é gerente e produtor da Anonymous Content. Atualmente, Dorros está produzindo Triple 9, dirigido por John Hillcoat e estrelado por Chiwetel Ejiofor e Casey Affleck, bem como Bastille Day, dirigido por James Watkins e estrelado por Idris Elba e Richard Madden. Os projetos anteriores da produtora incluem Fun Size e a série popular da HBO, True Detective, criada por Nic Pizzolatto.
MICHAEL BEDERMAN (Produtor Executivo) trabalhou em mais de 40 longas-metragens e produções da televisão ao longo das duas últimas décadas. Anteriormente, colaborou com o roteirista e diretor Tom McCarthy em Trocando os Pés (The Cobbler), de 2014. Atualmente, Bederman está trabalhando na pré-produção de Collateral Beauty, dirigido por Alfonso Gomez-Rejon e estrelado por Will Smith.

Seus créditos adicionais incluem Kill the Messenger, de Michael Cuesta, Arbitrage, de Nicholas Jarecki, The Adjustment Bureau, de George Nolfi, Lullaby, de Andrew Levitas, Every Secret Thing, de Amy Berg, The English Teacher, de Craig Zisk, e Twelve, de Joel Schumacher.

Bederman mora em Nova York, com a mulher e os três filhos do casal.
MASANOBU TAKAYANAGI (Diretor de Fotografia) filmou longas-metragens como o ainda não lançado Black Mass (dirigido por Scott Cooper), True Story (dirigido por Rupert Goold), Out of the Furnace (dirigido por Scott Cooper), Silver Linings Playbook (dirigido por David O. Russell), The Grey (dirigido por Joe Carnahan) e Warrior (dirigido por Gavin O’Connor).

Nascido no Japão, concluiu um mestrado em Cinematografia pelo American Film Institute. Filmou inúmeros longas-metragens, comerciais, documentários e e videoclipes. Em 2003, a American Society of Cinematographers (ASC) o honrou com o prêmio John F. Seitz Heritage Award de Fotografia. Naquele mesmo ano, ele também ganho o prêmio Kodak de Melhor Fotografia no Festival Internacional de Curtas-Metragens de Palm Springs. Em seguida, a Kodak o convidou para o Festival de Cinema de Cannes como um dos novos cineastas mais promissores do mundo.


TOM McARDLE (Montador) já montou cinco filmes do diretor Tom McCarthy. Mais recentemente, McArdle teve um filme incluído na lista dos “Top 10 Filmes Independentes” da National Board of Review durante três anos consecutivos: Win Win (2011), Hello I Must Be Going (2012) e In a World… (2013). Escrito e dirigido por Lake Bell, In a World… foi exibido na mostra competitiva do Festival de Cinema de Sundance e venceu o Waldo Salt Screenplay Award. Incluindo Hello I Must Be Going, exibido como filme da noite de abertura, McArdle teve nove filmes exibidos em sua estreia em Sundance.

Seus quatro filmes anteriores com Tom McCarthy foram The Station Agent (2003), The Visitor (2008), Win Win (2011) e Trocando os Pés (The Cobbler, 2014). Esses filmes ganharam prêmios em Sundance e no Independent Spirit Awards, entre outros.

Seus créditos adicionais incluem Tenure (2008), God’s Pocket (2014), Star Maps (1997) e Laws of Gravity (1992).

McArdle cresceu em Garden City, Nova York, onde, em 1987, ele estabeleceu o recorde de Long Island para a corrida de 3,2 km (em pista fechada), uma marca que permaneceu imbatida até 2014. Ele cursou a faculdade Dartmouth, onde cursou Literatura e Cinema. Atualmente, o montador divide seu tempo entre Los Angeles e Nova York.


STEPHEN CARTER (Desenhista de Produção) assinou a produção de alguns dos filmes visualmente mais impressionantes da última década. Seus créditos como diretor de arte incluem Birdman: ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) (Birdman: Or (The Unexpected Virtue of Ignorance), de Alejandro González Iñárritu, O Legado Bourne (The Bourne Legacy), de Tony Gilroy, The Adjustment Bureau, de George Nolfi, Rent, de Chris Columbus, e Across the Universe, de Julie Taymor. Carter foi desenhista de produção de Trocando os Pés (The Cobbler), dirigido por Tom McCarthy e estrelado por Adam Sandler; Kill Your Darlings, dirigido por John Krokidas e estrelado por Daniel Radcliffe; e Forgiven, de Paul Fitzgerald.

Seus créditos televisivos incluem a série de Tom Fontana, The Jury, dirigida por Barry Levinson; Sex and the City, que lhe valeu uma indicação ao Emmy; e as transmissões da NBC dos Jogos Olímpicos de Torino (2006), Pequim (2008), Vancouver (2010) e Londres (2012).

Formado pela Tisch School da NYU e pela Playwright’s Horizons, seus créditos teatrais incluem La bohème, dirigida por Baz Luhrmann; Falsettos, dirigida por James Lapine; Fool Moon, dirigida por Bill Irwin e David Shiner; Fantasio, dirigida por Garland Wright; e A Lesson from Aloes, dirigida por Athol Fugard.
WENDY CHUCK (Figurinista) ajuda atores e diretores a criarem uma realidade de tempo, lugar e emoções que transportam os espectadores ao coração de um filme. Ela colaborou com alguns dos atores e diretores mais aclamados da indústria, incluindo Jack Nicholson, George Clooney, Any Poehler, Melissa McCarthy, Alexander Payne e Matthew Weiner. Usando tecidos, padrões e cores, ela vestiu personagens tão diversos quanto um idoso de Montana convencido de que um prêmio de US$ 1 milhão de dólares o aguardava em Nebraska, um advogado de Honolulu cuja esposa foi infiel e um estudante manipulador determinado a conseguir uma cadeira no conselho estudantil.

Lançamentos mais recentes e dignos de destaque incluem San Andreas, passado logo após um terremoto que devasta a Califórnia, e Tammy, uma comédia estrelada e coescrita por Melissa McCarthy. Em seguida, virá Michelle Darnell, que reúne Chuck com Melissa McCarthy e Ben Falcone.

Chuck venceu o prêmio do Costume Designers Guild Award de Melhor Figurino Contemporâneo de 2003 com seu trabalo em About Schmidt, dirigido por Alexander Payne e estrelado por Jack Nicholson. Ela foi indicada novamente na mesma categoria com The Descendants (2012), dirigido por Payne e estrelado por George Clooney, e Nebraska (2014), estrelado por Bruce Dern. Payne e Chuck também trabalharam juntos em Sideways, estrelado por Paul Giamatti, e Election, estrelado por Reese Witherspoon.

Chuck assinou os figurinos do fenômeno conhecido como Crepúsculo (Twilight), protagonizado por Kristen Stewart e Robert Pattinson, bem como a comédia de Ben Stiller sobre uma invasão alienígena, The Watch.

Em 1994, o Australian Film Institute indicou Chuck ao prêmio de Melhor Figurino de Época com Country Life, estrelado por Greta Scacchi e Sam Neill.

Seus demais créditos cinematográficos incluem Varsity Blues, estrelado por Jon Voight; Bad Santa, estrelado por Billy Bob Thornton; e The Ring 2, estrelado por Naomi Watts e Sissy Spacek.



Com formação acadêmica em moda em sua cidade natal de Brisbane, Austrália, Chuck aperfeiçoou seus conhecimentos de confecção de figurinos e alfaiataria na ABCTV e na Opera Australia de Sydney. Antes de entrar para a produção de cinema, foi figurinista do Museum of the Moving Image, de Londres.




1   2   3


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal