Segunda Guerra Mundial (1) Conflito matou milhões de pessoas Ana Paula Corti* Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação



Baixar 106,2 Kb.
Página2/3
Encontro11.09.2017
Tamanho106,2 Kb.
1   2   3

O Dia D e o ataque americano a Hiroshima


Ana Paula Corti*
Especial
 para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Soldados norte-americanos em combate



No Oriente, onde o Japão já desenvolvia uma política expansionista análoga à de Hitler, outro fato veio reverter os rumos da guerra, a partir do bombardeio japonês à ilha de Pearl Harbour, pertencente aos Estados Unidos, no final de 1941. Atacados por um aliado de Hitler, os americanos tinham agora um motivo para intervir diretamente na guerra, em vez de apenas prestar apoio econômico aos ingleses.

A partir daí, a guerra se estendeu pelo mundo inteiro. Assistiu-se também a um velocíssimo desenvolvimento bélico norte-americano, o que colocaria o país na posição de maior potência militar ao longo do século 20.

Na Europa, a guerra envolvia a população civil, além da militar, e provocou uma grande devastação humana operada pelo avanço nazi-fascista. Já nos oceanos Pacífico e Índico, as batalhas se travavam entre navios e aviões ou em territórios cuja população local - muitas vezes indígena - não se envolvia no conflito. Mesmo assim, o número de mortos e feridos foi grande entre os militares, em especial do Japão e dos Estados Unidos, os principais protagonistas das batalhas nessa região.



1   2   3


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal