Romantismo



Baixar 41,04 Kb.
Encontro19.08.2017
Tamanho41,04 Kb.





COLÉGIO IMACULADA CONCEIÇÃO


Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio.
Curitiba, 27 de julho de 2009.


ROMANTISMO

O século XIX foi agitado por fortes mudanças sociais, políticas e culturais, causadas por acontecimentos do final do século XVIII que foram a Revolução Industrial que gerou novos inventos com o objetivo de solucionar os problemas técnicos decorrentes do aumento de produção, provocando a divisão do trabalho e o início da especialização da mão-de-obra, e pela Revolução Francesa que lutava por uma sociedade mais harmônica, em que os direitos de livre expressão da personalidade do artista fossem respeitados, traduziu-se essa expectativa na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Do mesmo modo, a atividade artística tornou-se complexa. Os artistas românticos procuraram se libertar das convenções acadêmicas .



Características gerais

-valorização dos sentimentos

- valorização da natureza como princípios da criação artística;
- os sentimentos do presente tais como: Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

PINTURA: exprimia a imaginação e as emoções dos artistas, que substituíram as cores límpidas e brilhantes e as composições harmoniosas do neoclassicismo por cenas de atividade violenta, dramatizadas por pinceladas vigorosas, cores ricas e sombras profundas

Características da pintura:

- Aproximação das formas barrocas;


- Pinceladas vigorosas;
- Valorização das cores e do claro-escuro;
- Dramaticidade

Temas da pintura:

-Fatos reais da história nacional e contemporânea da vida dos artistas;

-  Natureza revelando um dinamismo equivalente as emoções humanas;

-Mitologia Grega



Principais artistas:

GOYA  - Nasceu no pequeno povoado de Fuendetodos, Espanha, em 1746. Morreu em Bordeaux, em 1828. Goya e sua mitologia povoada por sonhos e pesadelos, seres deformados, tons opressivos.Durante a última parte de sua vida, Goya cobriu as paredes de sua Quinta de Sordo com famosas “ pinturas negras “, as últimas e mais misteriosas. Senhor absoluto da caricatura do seu tempo. Trabalhou temas diversos: retratos de personalidades da corte espanhola e de pessoas do povo, os horrores da guerra, a ação incompreensível de monstros, cenas históricas e as lutas pela liberdade.
Obra destacada: Os Fuzilamentos de 3 de maio de 1808.

TURNER - representou grandes movimentos da natureza, mas por meio do estudo da luz que a natureza reflete, procurou descrever uma certa atmosfera da paisagem. Uma das primeiras vezes que a arte registra a presença da máquina (locomotiva).

DELACROIX - é considerado um dos mais importantes representantes do Romantismo francês. O pintor que soubr resaltar os sentimentos da cor escreveu ... nem sempre a pintura precisa de um tema”. As cores se libertam e se fortalecem dando a impressão, às vezes, de serem mais importantes que o próprio conteúdo da obra. E isso seia de vital importância para a pintura das primeiras vanguardas.

PINTURA DO ROMANTISMO BRASILEIRO

Foi a principal expressão das artes plásticas do Brasil na segunda metade do século XIX. Essa produção pictórica se inseriu na evolução do movimento Romântico e coincidiu aproximadamente com o período do Segundo Reinado, mas suas características foram bastante singulares.



Características do Romantismo Brasileiro:

-Temas nacionalistas, que visava sob interesse de Dom Pedro II propagar a imagem de um Brasil civilizado, algo não presente na realidade do país naquela época.

-Exuberância da natureza nas figuras populares, da imagem do índio e tudo que fortalecia uma visão de identidade nacional.

-A pintura dessa época, ocorreu no círculo, quase que exclusivo, da Academia Imperial de Belas Artes, a escola de Arte referencial do país na época. Os nossos principais artistas daquele momento foram: Manuel de Araújo Porto-alegre, Pedro Américo, Victor Meirelles, Rodolfo Amoedo e Almeida Junior.



VICTOR MEIRELLES - nasceu na pequena cidade de Nossa Senhora do Desterro, hoje Florianópolis, em 18 de maio de 1832, um menino pobre, filho de imigrantes portugueses, que ainda na infância ocupava seu tempo desenhando bonecos e paisagens da ilha. A vocação precocemente revelada foi estimulada pelos seus pais e apreciada pelas autoridades oficiais da época. Com quatorze anos ganhava uma bolsa para freqüentar a Academia Imperial de Belas Artes no Rio de Janeiro, e aos vinte anos com a tela “ São João Batista no Cárcere” (1852). A partir de então, seu nome se transformaria numa das maiores expressões das Artes Plásticas no Brasil do Século XIX. Autor da mais popular das telas brasileiras “ A Primeira Missa no Brasil” reproduzida nos cadernos escolares, selos, cédulas monetárias e livros de arte, Victor Meirelles deixou um extraordinário acervo, minuciosos esboços em papel e óleo sobre tela. Faleceu no Rio de Janeiro a 22 de fevereiro de 1903.

Obras: Nossa Senhora do Desterro (1847), Felipe Camarão, estudo para a Batalha de Guararapes

ALMEIDA JUNIOR- José Ferraz de Almeida Junior,, provavelmente o primeiro artista plástico brasileiro a retratar nas telas o homem do povo e seu cotidiano, em contraste com a monumentalidade nas artes plásticas no Brasil que até então predominava. A forma inovadora como tratava a luz e ainda hoje é comentada e apreciada. Desde menino Almeida Junior demonstrou inclinações artísticas e teve no padre Miguel Pacheco seu primeiro incentivador, foi ele que obteve recursos para que o futuro artista, já então com 19 anos pudesse ir estudar no Janeiro.

Obras: As lavadeiras, (1875), Caipira Picando Fumo (1893) e Violeiro (1899).

Para seu conhecimento:

A palavra romantismo designa uma maneira de se comportar, de agir, de interpretar a realidade. O comportamento romântico caracteriza-se pelo sonho, por uma atitude emotiva diante das coisas e esse comportamento pode ocorrer em qualquer tempo da história.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal