Rio Grande/RS, Brasil



Baixar 13,25 Kb.
Encontro11.09.2017
Tamanho13,25 Kb.

13ª Mostra da Produção Universitária

.

Rio Grande/RS, Brasil, 14 a 17 de outubro de 2014.


RELACIONANDO AS COMIDAS TÍPICAS DE FESTA JUNINA COM ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL
SANTOS, Karoline Mattos dos1, 2, 4; PEREIRA, Camila1, 2, 4; ALVES, Marcelo1, 2, 4; COSTA, Marilia1, 2, 4; ESPERANÇA, Márcia 1, 3; FILGUEIRA, Daza de Moraes Vaz Batista1,4.
VOTTO, Ana Paula de Souza1, 4

karolinemattos@furg.br
Evento: Seminário de Ensino

Área do conhecimento: Biologia geral
Palavras-chave: PIBID, investigação; festas culturais; hábitos alimentares.
1 INTRODUÇÃO
O trabalho foi realizado no dia 27 de junho de 2014, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Cipriano Porto Alegre, em conjunto com as turmas dos anos iniciais e as turmas de oitavo ano, através do PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência), com a supervisão da professora de ciências Marcia, tendo como objetivo trabalhar por meio de observação e investigação, as turmas 981 e 982, durante a festa junina através da alimentação dos estudantes, relacionando as comidas típicas que os mesmos trouxeram com alimentação saudável. A utilização das festas culturais é apropriada para trabalhar as questões alimentares, podendo assim relacionar o cardápio da festa com os hábitos alimentares, quantidades que são ingeridas e a preferência por determinados alimentos.
2 REFERENCIAL TEÓRICO
Segundo um dos objetivos gerais dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) de Ciências Naturais o aluno deve ser capaz de conhecer características fundamentais do Brasil nas dimensões sociais, materiais e culturais, sendo assim, é de fundamental importância valorizar o universo cultural do estudante, pois ele aprende com os pais, os irmãos, os colegas e outros adultos, além da escola. Aprende também com filmes, televisão, rádio, discos, livros, revistas, computadores, bem como em festas, shows, eventos desportivos, quando vai aos museus ou aos jardins zoológicos, bem como com os livros escolares (BRASIL, 1997).

Desta forma, o trabalho com festas juninas nas escolas oferece novas aprendizagens aos estudantes, pois além de aprender sobre a cultura do nosso país pode-se abranger outros conhecimentos em diversas áreas de aprendizagem. A festa junina pode ser utilizada como recurso didático para trabalhar as questões da área da ciência, como relacionar as comidas típicas com a saúde do corpo.



3 PROCEDIMENTO METODOLÓGICO

No primeiro momento foi debatido sobre dieta, saudável e não saudável na visão dos estudantes, assim como os grupos alimentares, nutrientes e suas funções no organismo. Após foi organizada a festa junina e cada estudante escolheu o alimento que levaria. No dia da festa foi realizada a observação do comportamento e atitudes dos estudantes perante a preferência alimentar. Após foi feita a apresentação de slides sobre o assunto e a reflexão junto aos estudantes sobre suas ações na referida festa com as seguintes perguntas: 1. Quais alimentos foram mais consumidos na festa junina? Em sua opinião, por que houve esta preferência? 2. De acordo com os alimentos disponíveis, para você, quais eram mais saudáveis? E a que grupo alimentar pertencem? 3. Agora que já sabemos que uma dieta precisa ser balanceada, como seria seu comportamento alimentar, não somente festas juninas, mas em outras festas?. Cada estudante respondeu em uma folha individualmente e entregou. Após a entrega de todas as folhas, as respostas foram analisadas e comparadas, e foi observada a frequência nas respostas.
4 RESULTADOS e DISCUSSÃO
A partir da festa junina foi possível observar, o que já imaginávamos a preferência dos alunos por alimentos doces, com cobertura e refrigerantes. Após uma investigação através do questionário, podemos observar que em relação a primeira questão, as comidas da festa junina preferidas pelos estudantes foram os doces em geral, destacando-se a pipoca doce e bolos, principalmente aqueles que continham cobertura. As justificativas dos estudantes para esta preferência, além da melhor aparência, é que são mais atrativos e tem melhor paladar. Em relação a segunda questão as comidas da festa que foram consideradas mais saudáveis, foram o pinhão, amendoim, cuca de frutas cristalizadas e bolo de milho que são alimentos ricos em carboidratos e lipídios. Esses alimentos foram considerados saudáveis devido a sua origem natural (amendoim e pinhão) ou de alguns de seus ingredientes (bolo de milho e cuca de frutas cristalizadas). Em relação a questão três a maioria das respostas dos estudantes foi que comeriam de tudo um pouco, tendo uma dieta mais balanceada. Alguns responderam que após a atividade mudariam seus hábitos alimentares, comendo menos alimentos não saudáveis e comendo mais alimentos saudáveis, outros não mudariam por dificuldade de resistir a ingestão em excesso de certos alimentos.
5 CONSIDERAÇÕES FINAIS
Os estudantes perceberam que mesmo sendo oferecida a eles uma alimentação saudável, abrem mão desta e consomem a não saudável tendo o conhecimento da atitude errada que estão cometendo. Com o trabalho desenvolvido a maioria dos estudantes se propôs a mudar seus hábitos alimentares. Comprometeram-se de realizar um café colonial saudável na escola e degusta-lo.
REFERÊNCIAS
BRASIL. Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Naturais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

1 Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência

2 Graduação em Ciências Biológicas – Licenciatura

3 E. M. E. F. Cipriano Porto Alegre

4 Instituto de Ciências Biológicas – ICB - FURG





©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal