Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013. Entre elogios e homenagens



Baixar 31,88 Kb.
Encontro12.08.2017
Tamanho31,88 Kb.




.

Rio Grande/RS, Brasil, 23 a 25 de outubro de 2013.



ENTRE ELOGIOS E HOMENAGENS:

OS VERSOS ENCOMIÁSTICOS EM RIO GRANDE NO SÉCULO XIX

MATIAS, Ana Cristina Pinto

VAZ, Artur Emílio Alarcon (orientador)

anacristinapm@gmail.com
Evento: Encontro de Pós-Graduação

Área do conhecimento: Linguística, Letras e Artes
Palavras-chave poesia, periódico, rio-grandense.
1 INTRODUÇÃO
O presente trabalho faz parte da dissertação de mestrado em Letras, com ênfase em História da Literatura, em andamento, intitulada Francisco Xavier Ferreira: primórdios da literatura no extremo sul brasileiro, que visa ao resgate da obra literária deixada por Xavier Ferreira (1777 – 1838) e de outros autores que publicaram seus poemas no periódico O Noticiador, primeiro jornal rio-grandino e que circulou entre 1832 e 1836.

Este trabalho pretende trazer à mostra análises de poemas de autores pouco conhecidos, que publicaram poemas e hinos no jornal e expor as motivações da literatura na época. Além disso, apresentar dados biográficos coletados em fontes primárias e secundárias dos autores estudados e pouco citados em histórias da literatura sul-rio-grandense ou mesmo brasileiros.


2 MATERIAIS E MÉTODOS (ou PROCEDIMENTO METODOLÓGICO)
A metodologia utilizada foi a coleta de dados no jornal O Noticiador, transcrição e atualização ortográfica, análises e pesquisas em almanaques e outros materiais sobre a identificação da biografia dos autores pesquisados.
3 RESULTADOS e DISCUSSÃO
O resgate e estudo da literatura publicada em periódicos do século XIX possibilita o entendimento da literatura produzida pela elite intelectual da época. Além do estudo analítico de textos produzidos nesta época, deve-se investigar dados biográficos sobre os autores, refazendo sua vida e demais informações que surjam durante o trajeto da pesquisa.

Como objeto de análise literária, neste trabalho, os poemas escolhidos são: “Pátria, Patrícios meus, a iniquidade”, de José Américo Ferreira Cambuim (O Noticiador, 14 out. 1833), além de dois poemas do pelotense Mateus Gomes Viana: “Elogio recitado no Teatro Sete de Abril no faustíssimo dia 2 de dezembro de 1834” e do “Hino ao mesmo dia: Como livres respiramos” (O Noticiador, 15 dez. 1834).

Colocado junto ao caixão do padre Bernardo José Viegas, o primeiro poema tematiza o assassinato do também editor do periódico (ao lado de Francisco Xavier Ferreira), ocorrido devido às perseguições políticas da ocasião. Além da lembrança de Viegas, devido ao seu posicionamento político, há o descontentamento pelo assassinato e a exposição de sentimentos negativos, como a vingança.

Nos poemas de Mateus Gomes Viana (Pelotas, 14.09.1809 – 1839), há uma homenagem ao imperador D. Pedro II em decorrência da passagem de seu aniversário, que motivou a um recital literário na cidade de Pelotas e posteriormente fora registrado no periódico, com o intuito de elogiar o então imperador ao exaltar a liberdade existente na nação brasileira. Os textos analisados são fruto de homenagens oferecidas a personalidades da época, através do uso de formas clássicas, tais como o uso de soneto e de rimas externas, mesmo não obedecendo a um padrão de qualidade estética atualmente reconhecida.


4 CONSIDERAÇÕES FINAIS
Os poemas estudados e registrados no jornal O Noticiador, de Francisco Xavier Ferreira, possuem muitas vezes um tom de homenagem ou elogioso a alguma personalidade ilustre, sendo que era muito comum a produção de poemas encomiásticos nesta época. Assim, os estudos com periódicos possibilitam o resgate de poemas e outros textos literários que se fizeram presentes na época estudada.
REFERÊNCIAS

CARVALHO, José Murilo de. A construção da ordem: a elite política imperial. Brasília: Ed. da Unb, 1981.

CARVALHO, José Murilo de. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República que não foi. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

CARVALHO, José Murilo de. Pontos e bordados: escritos de história e política. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999.

MATIAS, Ana Cristina Pinto. Francisco Xavier Ferreira e o início da imprensa no extremo sul. Mafuá, Florianópolis, ano 7, n. 12, setembro 2009. Disponível em www.mafua.ufsc.br/numero12/ensaios/cristina.htm. Acesso em 6 out. 2009.

NEVES, Décio Vignoli das. Vultos do Rio Grande, da cidade e do município. Primeiro Tomo – 1980. Santa Maria: Pallotti, 1981.

NEVES, Gervásio Rodrigo (Org.). O Noticiador. Porto Alegre: I.H.G.R.G.S., 2008. (Coleção Recuperação e Memória da Imprensa no Rio Grande do Sul. Volume 1)



TORRES Luiz Henrique. A porta lacrada para sempre, ou: Quem matou o Padre Bernardo Viegas. Biblos, Rio Grande, v. 22, no 1, 2008. Disponível em www.seer.furg.br/ojs/index.php/biblos/article/view/860/341. Acesso em 15 out. 2009.

VAZ, Artur Emilio Alarcon. A lírica de imigrantes portugueses no Brasil Meridional. Tese (Doutorado em Literatura Comparada). Faculdade de Letras. UFMG, Belo Horizonte, 2006.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal