Rede alcar –2005



Baixar 366,38 Kb.
Página3/6
Encontro01.07.2018
Tamanho366,38 Kb.
1   2   3   4   5   6

Para uma averiguação quanto à persistência sistêmica, qualificando como Fontes do Campo Comunicacional e Fontes de Outros Campos. No primeiro, mediante a necessidade de uma subdivisão — Comunicação Interpessoal (entrevistas), Comunicação Organizacional (para público interno) e Comunicação Massiva (para público desconhecido)—, foi possível notar o predomínio da comunicação massiva (872), seguida de longe pela organizacional (96). No tocante às Fontes do Campo Comunicacional, subdividida em Artes, Ciências Humanas, Ciência Sociais Aplicadas, Lingüística e Literatura, Tecnologias e Outras Áreas do Saber., observou-se uma equalização entre o uso de fontes em Ciências Sociais (132), Humanas (120), e de outras áreas de conhecimento (121), apontando para um fortalecimento da área em sí, porém conjugando uma boa dose de interdisciplinaridade.

Na exposição comparativa entre as fases, é possível notar um avassalador aumento no uso de fontes de outras áreas, bem, como a confirmação do fortalecimento da comunicação organizacional e da área de Ciências Humanas.


Persistência sistêmica

Implantação

Reformulação

Comunicação Massiva

313

559

Comunicação Interpessoal

5

1

Comunicação Organizacional

7

89

Outros Tipos de Comunicação

-

-

Artes

-

5

Ciências Humanas

9

111

Ciências Sociais

39

93

Lingüística e Literatura

1

86

Outras Áreas do Conhecimento

1

120

TOTAL


375

1.064

No tocante à origem do conhecimento e dentro da classificação geral adotada, verificou-se que a Midiologia Persuasiva em Relações Públicas valorizou significativamente os autores de origem européia, sendo estas ampliadas na fase de reformulação. Exceção deve ser feita ao uso de fontes oriundas de Portugal que, dentro da denominação Grupos Comunicacionais Portugueses registrou uso ínfimo frente aos outros. Ao mesmo tempo observa-se um crescimento paralelo e bastante próximo do uso de fontes brasileiras e norte-americanas, ,ao passo que as oriunda do próprio Grupo de São Bernardo em vez de ampliarem foram mantidas em patamares praticamente iguais.



Persistência sistêmica

Implantação

Reformulação

Grupo de São Bernardo

34

33

Brasileiro

12

78

Português

00

02

Latino-americano

02

15

Norte-americano

16

57

Europeu

158

279

TOTAL


222

464

Quanto à temporalidade, é nítida a opção pela literatura proveniente do período que compreende a década de 70 até a de 90, sendo a desta última superior às duas décadas anteriores juntas, notadamente considerando-se comparativamente 10 anos contra 20 anos de produção. Uma explicação possível vem do fato de a década de 90 ter havido efetivamente uma explosão em termos de estudos e publicações em várias áreas. Neste campo de conhecimento, a personagem em destaque é a Profª Drª Cicília Peruzzo.



Temporalidade

Implantação

Reformulação

2000-2003

00

00

Anos 90

07

233

Anos 70 e 80

159

200

Anos 50 e 60

24

22

1901-1949

02

01

Século 19

00

00

Anteriores

00

00

TOTAL

192

456


1   2   3   4   5   6


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal