rea dos Assuntos Sociais e Cultura



Baixar 415,14 Kb.
Página11/14
Encontro27.09.2018
Tamanho415,14 Kb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   14

3.1.1 Atendendo à situação de vida dos indivíduos com baixos rendimentos, ir-se-á prestar serviços adequados, no sentido de assegurar-lhes as condições básicas de vida.




3.1.2 Criar uma linha aberta de aconselhamento, tendo por finalidade libertar os utentes da perturbação emocional ou aconselhá-los a ter uma entrevista de aconselhamento.




3.1.3 A fim de apoiar os novos imigrantes de Macau a melhor se integrarem na comunidade, colaboraremos com as instituições particulares para a promoção de educação de vida familiar, prestando também apoio e serviço de encaminhamento relacionado com o emprego, o acesso à escolaridade e a adaptação à vida.




3.1.4 Continuaremos a promover o Plano de Apoio Comunitário ao Emprego "Trabalho Sim, Caridade Não", no sentido de apoiar os desempregados a reintegrarem-se no mercado de trabalho e a estimular a sua participação social.

3.2 Preocupação com a crise social, fomentando os mecanismos de prevenção.


O rápido desenvolvimento da sociedade é acompanhado de vários problemas sociais, suscitando muitas preocupações. Os respectivos serviços da área de serviço social irão dedicar mais esforços na prevenção e no tratamento dos casos sobre a crise social, por forma a poder atingir o objectivo de assegurar os benefícios para a população. Estes vão adoptar medidas de prevenção diversificadas e através de acções de tratamento, melhorar o mecanismo e as condições de defesa dos diferentes sectores da sociedade.

3.2.1 Em relação aos problemas de difícil controlo provenientes do jogo, vão ser criados serviços de reabilitação para os viciados em jogos, fornecendo terapia e linha aberta de aconselhamento aos visados deste serviço e seus familiares. Além disso, vamos dinamizar os trabalhos de sensibilização e educação preventiva a nível comunitário.




3.2.2 Promover o desenvolvimento da "Equipa de Serviço para Jovens Extensivo ao Exterior", introduzindo o modelo de serviço polivalente da "Equipa de Serviço para Jovens dos Bairros Comunitários", de modo a fornecer serviço de apoio profissional diversificado, como o serviço extensivo ao exterior, projecto de vida, etc., aos jovens em risco que não querem nem aceitam serviços institucionalizados.




3.2.3 Reforçar o contacto extensivo ao exterior com toxicodependentes, especialmente o contacto com jovens com comportamentos de alto risco e através do método de intervenção que provoca menos prejuízos, estimulando os toxicodependentes de rua a receberem o serviço de desintoxicação e de reabilitação o mais breve possível.




3.2.4 Continuar a reforçar os serviços do Centro "Educação de Vida Sadia", compilando e organizando os materiais didácticos sobre a prevenção contra o tabagismo, o alcoolismo e o consumo de drogas leves, concentrando os recursos, no sentido de consolidar e desenvolver a educação de prevenção sistemática contra o abuso de medicamentos destinada aos alunos do ensino primário e ensino secundário. A par disso, vai ser reforçada a cooperação com as escolas superiores, bem como desenvolvido um projecto elaborado especialmente para os alunos do ensino superior.




3.2.5 Através da implementação do mecanismo de cooperação entre Cantão, Hong Kong e Macau, reforçaremos o desenvolvimento das acções de combate à droga a nível regional, adoptando em conjunto medidas preventivas eficazes, com vista a reduzir as situações de abuso de medicamentos entre as regiões, bem como estudaremos estratégias que visem reprimir o tráfico transfronteiriço de medicamentos. Em simultâneo, vamos continuar a promover junto da população que abusa de medicamentos, a educação sobre a prevenção das doenças infecto-contagiosas e acções de divulgação.




3.2.6 No âmbito da divulgação das acções de prevenção, vamos cooperar com as instituições cívicas no desenvolvimento de um projecto de educação sobre a saúde mental, no sentido de despertar maior atenção da população no que diz respeito à saúde mental, por forma a melhorar a capacidade da mesma na resolução e prevenção dos problemas emocionais. Igualmente, para que os idosos possam melhor adaptar a vida das pessoas idosas, vamos promover uma série de projectos, tais como acções de divulgação sobre a saúde mental, preparação para a reforma, bem como projecto sobre idoso saudável, etc.. E através da rede de serviços de apoio a idosos e das acções de educação junto da comunidade, promoveremos activamente as acções relacionadas com o planeamento da vida saudável para todos e da reforma.

3.3 Alteração de métodos de trabalho, destacando a importância de servir a comunidade


Divulgaremos e promoveremos gradualmente os serviços de acção social em prol da comunidade, alterando métodos de trabalho tradicionais e, em especial, dando particular atenção ao complemento mútuo entre a rede formal e a informal, distribuindo de forma activa os diferentes recursos existentes na comunidade, por forma a que entre os mesmos possa haver complementaridade, planeando e prestando serviços de diferentes tipos, reforçando a participação e a harmonia da comunidade, reduzindo os efeitos de sinalização aos grupos vulneráveis, bem como desenvolvendo o espírito tradicional de entre-ajuda.

3.3.1 No âmbito da promoção das acções de aconselhamento aos jovens e adolescentes, vai ser criado um centro, no qual vão ser introduzidos modelos de trabalho profissionais e inovadores que tenham em consideração conceitos tais como "os jovens são o mais importante", "a importância da família" e "servir os vizinhos", e também serão prestados diferentes tipos de serviço dotados simultaneamente de carácter preventivo e de carácter terapêutico.




3.3.2 No âmbito da consolidação dos serviços de cuidado aos idosos isolados e de saúde débil, ajustaremos os actuais serviços de apoio comunitário, de modo a criar uma equipa dotada de funções de prestação contínua do serviço de apoio domiciliário e da capacidade de apoio comunitário, que permite concretizar linhas de orientação como "permitir aos idosos passar tranquilamente a sua vida na própria residência" e a “prestação de cuidados pela comunidade" através de um modelo que abrange um complexo sistema de serviços. Por outro lado, introduziremos a terapia ocupacional nos equipamentos e nos serviços de apoio comunitário, fornecendo treino de reabilitação aos idosos.






1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   14


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal