Proposta de um momento de Adoração Eucarística para crianças



Baixar 19,95 Kb.
Encontro13.07.2018
Tamanho19,95 Kb.

Adoração eucarística para crianças
Depois de um cântico apropriado para o momento e da saudação inicial, uma criança dirige-se ao presidente da celebração. As crianças estão sentadas durante este momento de diálogo.

Diálogo inicial
Criança: Senhor padre, convidaram-nos para estarmos hoje na igreja para um momento de Adoração Eucarística. O que é isso, pode explicar-nos?
Padre: Antes de mais quero saudar todas as crianças que estão neste tempo de Adoração, e dizer-vos que é com muita alegria que vos temos esta noite connosco.

Num encontro que o Papa teve com crianças como vocês, fizeram-lhe a mesma pergunta, e ele respondeu-lhes que a «adoração é reconhecer que Jesus é meu Senhor, que Jesus me mostra o caminho a seguir, me faz entender que só vivo bem se conheço a estrada indicada por Ele, somente se sigo a via que Ele me mostra. Portanto, adorar é dizer: "Jesus, eu sou teu e sigo-te na minha vida, nunca gostaria de perder esta amizade, esta comunhão contigo". Poderia também dizer que a adoração na sua essência é um abraço com Jesus, no qual eu digo: "Eu sou teu e peço-te que estejas também tu sempre comigo".» (Bento XVI, Encontro de catequese e oração com as crianças da primeira comunhão, Praça de São Pedro, 15 de Outubro de 2005)


Criança: E como é que nós podemos dar esse abraço a Jesus?
Padre: É o que vamos procurar fazer de seguida com as orações, os cânticos e os gestos que vamos fazer... Tudo isso nos vai ajudar a dizer a Jesus que acreditamos que Ele está presente no meio de nós no Pão da Eucaristia que vamos trazer para o altar.
Porque Jesus gosta tanto de nós é que quis ficar connosco. Por isso, vamos acolher Jesus com alegria, cantando.
Cântico: Eu gosto de Ti, ó Jesus,

P’ra mim Tu vieste ao altar;

No pão consagrado és a vida

De quem Te vier comungar (ou outro)


Exposição do Santíssimo

De seguida, e enquanto se canta, faz-se a exposição do Santíssimo. Quanto possível, faz-se uma procissão até ao altar, acompanhada dos acólitos com as velas. Durante a procissão as crianças estão de pé. No momento da exposição todos se podem ajoelhar.


Adoração

Catequista: Jesus está aqui presente. Como gostava de dizer o Francisco Marto, pastorinho de Fátima, é o «Jesus escondido». Vamos rezar-lhe, dizer-lhe que sabemos o quanto Ele gosta de nós, agradecer-lhe por querer ser nosso Amigo, e por nos indicar o caminho a seguir na nossa vida. Vamos dizer-lhe também que pode contar connosco, que também nós queremos ser seus amigos.


Breve momento de silêncio.
Padre: Rezemos a Jesus:

Ó Jesus, nós Te agradecemos por ficares connosco no Pão da Eucaristia. Tu, que és tão nosso amigo que queres ser para nós alimento que nos dá força para a nossa vida, ajuda-nos a sermos cada vez mais teus amigos de verdade, e a viver como Tu nos ensinas. Tu que és Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.


Todos: Amen.


Escuta da Palavra



As crianças são convidadas a pôr-se de pé para escutar o Evangelho.
Cântico: Eu vim para escutar,

Tua Palavra, Tua Palavra, Tua Palavra de Amor. (ou outro)

Leitura do Evangelho de São Lucas 22, 14-20.

As crianças sentam-se.

Pode seguir-se uma breve reflexão.


Resposta à Palavra

Todos de pé.


Padre: Vamos rezar a Jesus, pedindo-lhe que aumente em nós a fé na sua presença entre no Pão da Eucaristia, e cantamos:

Todos: Creio, Senhor, mas aumenta a minha fé

Criança: Jesus, Tu quando estavas com os teus discípulos na última ceia, tomaste o Pão e disseste: «isto é o meu corpo que vai ser entregue por vós». Ajuda-nos a entender que queres ser o alimento para a nossa vida, e aumenta a nossa fé.


Todos: Creio, Senhor, mas aumenta a minha fé

Criança: Jesus, que entregaste o cálice aos discípulos dizendo: «Tomai todos o bebei», ajuda-nos a perceber que sempre que comungamos nos aproximamos mais de Ti e de todos os cristãos, e aumenta a nossa fé.



Todos: Creio, Senhor, mas aumenta a minha fé

Criança: Jesus, que pediste aos discípulos que fizessem o mesmo que Tu fizeste na última ceia, em Tua memória, ajuda-nos a compreender cada vez mais que quando celebramos a Missa estamos a fazer o que nos pediste que fizéssemos, e aumenta a nossa fé.



Todos: Creio, Senhor, mas aumenta a minha fé

Padre: Senhor Jesus, aumenta sempre a nossa fé na Tua presença entre nós, e que nos possamos alimentar de Ti na Eucaristia para que te levemos connosco em todas as acções do nosso dia. Tu que és Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo.


Todos: Amén


Gesto final e saída das crianças

Catequista: É tão bom sabermos que Jesus gosta tanto de nós que fica connosco no Pão da Eucaristia. Nós vamos ter um dia em que somos convidados a agradecer a Jesus este presente maravilhoso, é o dia do Corpo de Deus.

Mas sempre que celebramos a Missa podemos e devemos agradecer a Jesus por querer ficar assim connosco.

Padre: Vamos terminar este momento de oração. E como gesto final, que é também de compromisso com Jesus, dizendo-lhe que O queremos adorar muitas vezes para sentir o abraço que Ele nos quer dar. Cada um, antes de sair, vai dirigir-se ao centro da igreja e, voltado para Jesus, fazer a genuflexão. Depois saímos enquanto cantamos.


Cântico final: Quando Te encontro descanso,

Tu reconfortas minha alma.



Cristo Jesus és o guia,

o bom pastor que me conduz,

minha vida, minha luz. (ou outro)



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal