Projeto: monitoramento em tempo real dos níveis hidrológicos do rio são francisco – posto de mediçÃO: ponte do ibó



Baixar 20,42 Kb.
Encontro10.07.2018
Tamanho20,42 Kb.


CHESF – COMPANHIA HIDROELÉTRICA DO SÃO FRANCISCO

SUPERINTENDÊNCIA DE TELECOMUNICAÇÕES E SISTEMAS DE CONTROLE - STC

DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE PROTEÇÃO E AUTOMAÇÃO DA OPERAÇÃO - DPA

DIVISÃO DE APOIO TECNOLÓGICO E LABORATÓRIOS DE

SISTEMAS DE PROTEÇÃO E AUTOMAÇÃO – DOAL

ET – DOAL 21/2011

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA :
Módulo em Estrutura Metálica para Veículo Transportador de Sensor

Radar Hidrométrico – VTSR, destinado a medição de nível de cota do Rio

São Francisco, na localidade de São Francisco-MG.

POSTO DE MEDIÇÃO: SÃO FRANCISCO - MG



  1. OBJETIVO

Confecção e modificação do local de instalação de Cabana de Medição de Cotas de forma a garantir um melhor acesso as instalações e independência dos funcionários da CHESF no momento da realização das manutenções preventivas e corretivas. Associado a esta cabana será necessário projetar e instalar uma passarela e uma escada de acesso, com toda extensão da sua lateral esquerda protegida por guarda-corpo. Esta estrutura além de suportar seu próprio peso e componentes descritos abaixo, deverá considerar ainda, a circulação de 3 (três) pessoas de peso médio de 90 kg.


As estruturas deverão interferir o mínimo possível na arquitetura existente no local e ao mesmo tempo possibilitar que qualquer manobra, acesso ou manutenção continue sendo realizada pelos funcionários da COPASA.

  1. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS


2.1 - Local de Instalação
Instalações do posto de captação de Água da Companhia de Saneamento de Minas Gerais - COPASA, na cidade de São Francisco/MG, na lateral externa do lado esquerda, no nível do piso da laje interna (nível da rua) da casa das máquinas (já existente), voltado para o lado montante da margem direita do Rio São Francisco.

2.2 - Estrutura Física e Fixação dos Equipamentos
Material e Instalação:
Cabana de medição – Deverá ser confeccionada em estrutura metálica através de cantoneiras de 1 ½” x 3/16’’, com suas paredes em chapa metálica Nº 16 e dimensões de 120cm (largura) x 120cm (comprimento) e 210cm (altura). Possuindo ainda, porta de acesso com fechadura e chave, nas seguintes dimensões: 60cm (largura) e 200cm (altura) . Toda estrutura receberá inicialmente pintura anti-corrosiva e acabamento final em tinta automotiva, em cores que possibilitam harmonia com o local de instalação, buscando sempre o menor comprometimento da arquitetura do ambiente onde será inserido, porém não abrindo mão das cores determinantes da segurança física dos funcionários que acessam o local. Para fixação dessa estrutura serão utilizados chumbadores de aço inox, capazes de suportar peso até 1.000Kg, garantindo assim, a perfeita fixação entre a peça e a estrutura de concreto do local. Na parede lateral da casas das máquinas (existe no local) é possível a instalação de mãos francesas que podem servir de ponto de sustentação para base da cabana (piso), bem como, a passarela de acesso. A parte frontal da cabana de cotas ficará o módulos VTSR, que são estruturas metálicas semelhante a um túnel em formato retangular de dimensões 40cm de largura por 60cm de altura. A extremidade do último módulo, com comprimento final aproximado de 5m, voltada para margem do rio, receberá uma sonda tipo radar – Sitrans LR 400 de fabricação Siemens, com peso aproximado 50kg.
A lateral direita estará conjugada com a parede lateral esquerda da casa das máquinas estando a lateral esquerda completamente livre. Na lateral traseira está previsto a instalação de uma porta e conjugação com uma passarela de acesso, que irá unir a cabana a uma escada metálica, proporcionando assim, total acesso aos equipamentos de medição. Dentro desta cabana será alocado um quadro elétrico de 60cm (largura), 25cm (comprimento) e 90cm (altura) com os seguintes equipamentos no seu interior: UTR – ION 7550, fabricante: Power Measupement; Modem GSM G24 Motorola; Nobreak 1 Kva; Disjutor – 2A de fabricação Siemens, uma fontes de energia DC, com peso total em torno de 50kg. O quadro elétrico poderá ser fixado em uma das paredes laterais esquerda ou direita da cabana de medição, através porcas, arruelas e parafusos.
Será exigida a instalação de mini-janelas com tela anti-inseto em duas paredes laterais como forma de manter o ambiente interno com temperatura mais próxima do ambiente externo, evitando assim, futuros problemas de condensação e prováveis falhas nos equipamentos de medição e comunicação.
Passarela de Acesso – Para acesso a cabana de medição será necessária a confecção e instalação de uma passarela, sendo sua lateral esquerda protegida por guarda corpo. A fixação será através de chumbadores em aço inox instalados na parede lateral esquerda da casa das máquinas (já existe) e auxiliadas com a utilização de mão francesa em todo comprimento de 332cm. O material usado deverá ser perfil U de 3” e chapa antiderrapante. A estrutura deverá receber pintura anti-corrosiva e pintura de acabamento automotiva na cor amarela.
Escada de Acesso – Finalizando a estrutura de acesso será confeccionada a escada de acesso, que fará a interligação física do nível do solo com a passarela de acesso. A mesma deverá ser constituída de 9 (nove) degraus com 60cm de largura, 20cm de altura, 40° de inclinação e 4m de comprimento. Também em estrutura metálica, tratamento anti-corrosivo e acabamento final com pintura automotiva na cor amarela. Quanto ao material usado sugerimos perfil em U enrijecido, chapa antiderrapante e cantoneira de 1 ½ x 3/16.
Guarda-corpo – Para proteção física de toda extensão da passarela e escada de acesso será necessário a confecção e instalação de guarda-corpo de forma a proporcionar a integridade física dos funcionários que terão acesso ao local. O mesmo será fabricado em tubos de 1 ¼ em chapa 14 que passarão pelo processo anti-corrosivo e pintura automotiva. A cor final recomenda será amarela por se tratar de área de segurança.



  1. DOCUMENTAÇÃO COMPLEMENTAR

O fornecedor deverá apresentar o catálogo do produto ofertado, compreendendo o módulo do veículo transportador e o mecanismo de recolhimento do carro. Adicionalmente, deverá comprovar através de documentação, a aplicação do produto na área de hidrometeorologia.




  1. CRONOGRAMA DE DESEMBOLSOS

O pagamento do material e serviço será realizado após a conclusão da instalação.



  1. PRAZO DE ENTREGA E MONTAGEM

30 (trinta) dias a partir da data de assinatura do Contrato.




  1. GARANTIA


12 (doze) meses a partir da data de instalação.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal