Proc. 7066. 01. 1149. 0/2016 pregão eletrônico nº. 060/7066-2016 – gilog/BR



Baixar 5,51 Mb.
Página6/22
Encontro03.02.2018
Tamanho5,51 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   22

  • Luvas e Mangas de Proteção

    1. Para trabalhos em que haja possibilidade do contato com substâncias corrosivas ou tóxicas, materiais abrasivos ou cortantes, equipamentos energizados, materiais aquecidos ou quaisquer radiações perigosas.

    2. Conforme o caso, as luvas serão de couro, lona plastificada, de borracha ou de neoprene.

  • Botas de Borracha ou de PVC

    1. Para trabalhos executados em locais molhados ou lamacentos, especialmente quando na presença de substâncias tóxicas.

  • Calçados de Couro

    1. Para trabalho em locais que apresentem riscos de lesão dos pés.

  • Uniforme

    1. Todos os funcionários deverão utilizar uniforme composto por calça comprida, camisa com identificação da CONTRATADA e calçado adequado.

    2. Tais peças deverão ser sempre repostas de forma que sejam mantidas sua características de segurança, de proteção e estética.

  • Cinto de Segurança

    1. Para trabalhos em que haja risco de queda.

  • Protetores auriculares

    1. Para trabalhos realizados em locais em que o nível do ruído seja superior ao estabelecido na NR-15, “Atividades e Operações Insalubres”.

  • Respiradores Contra Poeira

    1. Para trabalhos que impliquem produção de poeira.

  • Máscaras para jato de Areia

    1. Para trabalhos de limpeza por abrasão, através de jato de areia.

  • Respiradores e Máscaras de Filtro Químico

    1. Para trabalhos que ofereçam riscos provenientes de ocorrência de poluentes atmosféricos em concentrações prejudiciais à saúde.

  • Avental de Raspa

    1. Para trabalhos de soldagem e corte a quente e de dobragem e armação de ferros.

  • Observações

      1. A CONTRATADA deverá manter mínimo de capacetes, na cor branca, para atender as visitas da FISCALIZAÇÃO bem como da CONTRATANTE.

  • Tipo: Proteção Coletiva

    1. Aplicação:

        1. As proteções coletivas deverão estar devidamente instaladas conforme as normas pertinentes.

    2. Características Técnicas / Especificação:

      1. Bandejas salva-vidas

        1. Bandejas salva-vidas de madeira deverão ser instaladas no perímetro da edificação a cada três pavimentos, de forma a atender às normas de segurança.

        2. Deverá possuir largura mínima de 2,50m.

      2. Telamento

        1. Telas de polietileno deverão ser instaladas no perímetro da edificação, em todos os pavimentos com altura de queda igual ou superior a 2m.

        2. A tela deverá ter altura mínima de 1,20m.

  • Instalações de Canteiro de Obras

    1. Tipo: Abrigos Provisórios

          1. Os abrigos deverão ser dimensionados adequadamente para satisfazer todas as necessidades da obra, bem como atender às exigências legais.

          2. A CONTRATADA será responsável pelo estudo de distribuição e compartimentação dentro do canteiro, que deverá ser aprovado pela FISCALIZAÇÃO.

          3. É de responsabilidade da CONTRATADA o cumprimento das exigências legais referentes ao assunto.

          4. Deverá ser previsto ambiente apropriado para FISCALIZAÇÃO, que acordo com as orientações específicas.

          5. Dimensionamentos

          6. Alojamento básico: 2,47m² por cama ou beliche + circulação 1,00m = 3,4 m²/operário alojado

          7. Alojamento – assistente técnico / encarregado: 6,00 m²/pessoa + circulação

          8. Alojamento engenheiros: 12 m² / engenheiro + circul. + banheiro = 18 m² / engenheiro

          9. Guarita: mínimo de 2m²

          10. Refeitório: 1,00m²/usuário+circulação (2 turnos adotar 0,6m²/usuário) - acrescentar pessoal indireto

          11. Ambulatório: acima de 50 operários (mínimo 30 m² segundo DER)

          12. Escritório: média 10 m²/pessoa com mesa

          13. Sanitário coletivo: Sanitário (1 m²) / 1 mictório / 1 lavatório / 1 chuveiro para cada 20 operários

          14. Vestiários: 1,50m² por trabalhador (dividir por 2 turnos e descontar área dos sanitários)

          15. Almoxarifado: conforme necessidade da obra

          16. Oficina mecânica: conforme necessidade da obra

          17. Pátio de armação e carpintaria: comprimento mínimo 11,00m (comprimento do vergalhão)

          18. Depósito de explosivos: depende do porte da obra (Alvenaria / parede dupla)

      1. Barracão de madeira para obra - padrão Standard

        1. Aplicação

          1. Barracão para atender a toda demanda da CONTRATADA, inclusive prevendo ambiente (sala) exclusivo para a FISCALIZAÇÃO.

          2. Deverá ser previsto neste item todos o equipamentos de escritório (computadores, calculadoras, relógio de ponto, etc.) bem como o mobiliário necessário.

        2. Características Técnicas / Especificação

          1. Barracão em madeira apropriado para escritório provisório, almoxarifado ou depósito.

          2. Fundações: Blocos de cimento assentes com argamassa de cimento e areia.

          3. Contra piso e piso: contra piso em concreto magro e argamassa de piso alisado a colher e queimado com pó de cimento.

          4. Paredes externas: Painéis estruturais em madeira tipo pinus, com 1,22m de largura por 2,50m de altura e revestidos com chapas planas e lisas de madeira (parede dupla).

          5. Divisórias internas: Painéis em madeira com 1,22m de largura por 2,50m de altura e revestidos com chapas Duratex.

          6. Estrutura da cobertura: Tesouras em madeira de lei, com conectores de garra metálicos.

          7. Telhamento: Telhas de fibrocimento ou metálicas.

          8. Forro: Chapas de Duratex, lâminas de pinus ou em lâminas de PVC.

          9. Portas: Lisas Duradoor.

          10. Janelas: De madeira ou PVC, tipo guilhotina medindo 1,00m x 1,00m. Para sanitários, utilizar dimensões de 0,50m x 0,50m.

          11. Vidros: Lisos ou fantasias, com 3mm. Para sanitários, utilizar vidro canelado ou leitoso.

          12. Fechaduras: Externas de cilindro e internas do tipo comum.

          13. Instalações hidráulicas: Completas internamente.

          14. Instalações elétricas: Internamente aberta sobre o forro e conduzida em canaletas sistema "X" da Pial nas paredes.

          15. Pintura: As paredes externas deverão ser pintadas com duas demãos de tinta texturizada, as paredes internas e o forro com tinta a óleo na cor gelo.

          16. Observações:

          17. Deverá ser previsto ambiente exclusivo para a FISCALIZAÇÃO com área mínima de 10m², mesa, 3 cadeiras e estante, além de sanitário exclusivo e todas as instalações necessárias.

          18. O barracão aqui especificado poderá ser substituído por módulos do tipo container.

      2. Sanitário para Operários

        1. Aplicação

          1. Sanitários que deverão atender toda a demanda da obra, sendo proibida a utilização dos cômodos no interior da obra ou das edificações existentes.

        2. Características Técnicas / Especificação

          1. Paredes, forro e acabamentos deverão seguir, quando possível, as mesmas características apresentadas para o barracão.

          2. O piso deverá ser, preferencialmente, em cimentado simples desempenado, acabamento liso, de forma a ser obter uma superfície antiderrapante. O box para chuveiro deverá possuir desnível com cerca de 5cm.

          3. Cada chuveiro poderá atender ao máximo de 15 (quinze) funcionários. O mesmo critério deverá ser utilizado para dimensionar a quantidade de vasos sanitários, mictórios e lavatórios.

          4. Deverá haver divisão em paredes de alvenaria (altura mínima = 1,80m) entre os chuveiros, assim como entre os vasos sanitários.

          5. As tubulações hidráulicas (água e esgoto) deverão ser aparentes e em tubos de PVC rígido.

          6. Deverá ser previsto pelo menos uma conjunto sanitário independente para o sexo feminino.

        3. Observações

          1. O barracão aqui especificado poderá ser substituído por módulos do tipo container.

    2. Tipo: Placa de obra em Chapa Galvanizada

      1. Aplicação

          1. A Instalação de placa para identificação da obra.

      2. Características Técnicas / Especificação

          1. Executar placa de obra, nas dimensões mínimas de 300x200cm.

          2. Deverão constar os seguintes dados: descrição da obra, nome da CONTRATADA, de acordo com o seu registro no Conselho Regional; nome do Autor e Co-Autores do projeto ou projetos, de acordo com o seu registro no Conselho Regional; nome dos Responsáveis Técnicos pela execução da obra, instalações e serviços, de acordo com o seu registro no Conselho Regional; atividades específicas pelas quais os profissionais são responsáveis; Título, número da Carteira Profissional e região do registro dos profissionais.

          3. A placa deverá esta instalada, no máximo, 5 (cinco) dias após o início das obras.

          4. Será em chapa galvanizada nº 24, estruturadas em cantoneiras de ferro e pintura em esmalte sintético, de base alquídica ou aplicação de Vinil em Recorte Eletrônico. Cantoneiras de ferro, de abas iguais, de 25,40 mm (1”) x 3,17 mm (1/8”), no requadro do perímetro e, também, internamente em travessas dispostas em cruz.

      3. Observações

          1. Antes de sua execução, a CONTRATADA deverá entrar em contato com a CONTRATANTE para verificar a necessidade de se seguir algum modelo padrão para a placa.

    3. Tipo: Tapume de obra

      1. Aplicação

          1. Para todo o entorno da obra de forma a garantir que toda a área sob intervenção esteja devidamente resguardada e protegida.

      2. Características Técnicas / Especificação

          1. Altura do tapume será de 2,20m, acabada.

          2. Em caso do terreno inclinado o tapume deverá seguir a inclinação do terreno na parte inferior e na parte superior deverá ser alinhado e nivelado. A altura de 2.20m deverá ser respeitada e seguida pelo nível mais alto do terreno, conforme figura abaixo.

          3. Deverá ter afastamento de 5cm do piso, para a passagem de águas e para proteção contra a umidade.

          4. Os montantes principais – peças inteiras e maciças com 75x75mm de seção transversal, espaçado de 1,60m, serão em Peroba-Rosa ou madeira equivalente, solidamente fixado no solo, com fixação mínima de 60cm.

          5. Travessas – peças inteiras e maciças com 50x50mm de seção transversal, serão de pinho do Paraná ou madeira equivalente e obrigatoriamente deverão esta fixadas, nas duas extremidades da chapa de compensado e no centro.

          6. As chapas de vedação serão de madeira compensada laminada, de 15mm de espessura, com acabamento lixado em ambas as faces, sua superfície deverá ser completamente reta e bem fixada, em hipótese nenhuma poderá apresentar descontinuidade, emendas ou “barriga”.

          7. As placas de compensado deverão ter dimensões de 1.60 x 2.20m, a madeira compensada laminada deverá ser constituída por um numero impar de lâminas, 3, 5 ou 7, colocadas sobre pressão, com as fibras em sentido ortogonal, de forma que o movimento higroscópico transversal de uma lâmina é compensado pelas fibras ortogonais da lâmina adjacentes, considerando que no sentido longitudinal é praticamente nula a deformação de madeira.

          8. A união das lâminas de uma mesma camada será perfeita, para evitar defeitos ou ondulações nas chapas exteriores.

          9. No caso de emprego de placas em locais sujeitos a molhaduras freqüentes, o adesivo empregado será do tipo à prova d’água e o material será caracterizado com a designação de “compensado naval”.

          10. Portões, alçapões e portas, para descarga de materiais e acesso de operários, respectivamente, terão as mesmas características do tapume, com esquadrias de Peroba-Rosa, devidamente contraventadas, ferragens robustas, de ferro, com trancas de segurança.

          11. Todo o tapume, inclusive os montantes, portão e porta, serão imunizados com produto a base de naftenato de zinco e penta clorofenol, aplicado com pistola ou pincel.

          12. A superfície deve estar perfeitamente preparada e lixada, para a aplicação da pintura, nos encontros das placas de compensado deverá ser aplicada fita de poliéster 10cm, em todo o tapume deve ser aplicado massa acrílica, duas demãos, para posterior aplicação de tinta acrílica, cor branco gelo, da Suvinil ou equivalente.

          13. A construção do tapume, de acordo com as especificações acima, será executada em todo o perímetro do terreno, exceto quando já houver muros limítrofes.

          14. Fica a cargo da CONTRATADA a revisão e manutenção do tapume, para que permaneça com suas características iniciais, até o termino da Obra.

      3. Observações

          1. A CONTRATADA deverá apresentar croquis do canteiro de obras, com a indicação dos locais de instalação do tapume e dos barracões para aprovação da FISCALIZAÇÃO

    4. Tipo: Instalações (Ligações) Provisórias Água/Esgoto

          1. Execução das instalações elétricas, de telefonia, água potável, esgoto, etc, para o perfeito funcionamento do canteiro de obras.

          2. Deverão ser seguidas todas as normas e obrigatoriedades municipais e estaduais, inclusive as aprovações necessárias pelos órgãos competentes.

            1. Instalações Provisórias de Água

                1. Os reservatórios deverão ser em fibra de vidro ou PVC, tendo a sua capacidade dimensionada de forma a atender todos os pontos do canteiro de obras.

                2. As tubulações serão do tipo roscável para instalações prediais de água fria, em PVC rígido.

                3. A utilização de água de curso ou de poço só poderá ser permitida desde que a CONTRATADA apresente laudo de laboratório especializado comprovando a sua potabilidade.

            2. Instalações Provisórias de Esgotos Sanitários

                1. Quando o logradouro não possuir coletor público, a CONTRATADA instalará fossa séptica e sumidouro de acordo com as prescrições mínimas estabelecidas pela NB-41/81 (NBR 7229).

          1. Tipo: Instalações (Ligações) Provisórias Energia Elétrica

                1. Os ramais e sub-ramais internos serão executados com condutores isolados por camada termoplástica e devidamente dimensionados para atender à demanda.

                2. Os condutores aéreos serão fixados em postes de madeira com isoladores.

                3. As emendas em fios e cabos deverão ser executadas com conectores apropriados.

                4. As descidas de condutores (prumadas) deverão ser protegidas por eletrodutos.

                5. Todos os circuitos serão dotados de disjuntores termomagnéticos.

                6. Cada máquina e/ou equipamento deverá receber proteção individual, de acordo com sua potência, através de disjuntor termomagnético localizado próximo ao local de utilização.

              1. Observações

                1. As instalações das edificações existentes não poderão ser utilizadas para obra, que deverá possuir rede independente.

          2. Tipo: Locação de Obra (Gabarito e Marcação da Obra)

            1. Aplicação

                1. Gabarito necessário para a marcação perfeita da obra.

            2. Características Técnicas / Especificação

                1. A locação deverá ser executada com instrumento que garanta sua precisão.

                2. A CONTRATADA deverá aferir dimensões alinhamentos, ângulos e quaisquer outras indicações constantes no projeto.

                3. Havendo discrepância entre o levantamento elaborado pela CONTRATANTE e a aferição da CONTRATADA, a mesma deverá comunicar a ocorrência por escrito para a FISCALIZAÇÃO.

                4. A CONTRATADA deverá manter em perfeitas condições a referência de Nível (RN) durante todo o período da obra, para futuras aferições.

            3. Observações

                1. A. A ocorrência de erro na locação da obra implicará, para a CONTRATADA, a obrigação de proceder às modificações, demolições e reposições que se tornarem necessárias, por sua conta e risco.

          3. Tipo: Locação de Andaimes Metálicos

                1. Andaime metálico de encaixe para trabalho em fachadas de edifício.

                2. Para o caso de locação de equipamento, devem-se levar em consideração os tempos de montagem, desmontagem, utilização e transporte (tudo por conta do contratado).

                3. O equipamento é constituído de quadros horizontais, verticais e diagonais, guarda-corpos e escadas de acesso. Esse andaime possibilita trânsito livre em todos os níveis de trabalho, permitindo acesso a todos os pontos da fachada.

    • Andaime principal vertical, montagem e desmontagem, montado no perímetro de edificações, inclusive bandeja salva-vidas de três em três andares e balaustrada de proteção com 1m de altura.

    • Andaime para alvenaria, montagem e desmontagem.

    • Andaime para revestimento interno de forros, montagem e desmontagem.

    • Andaime para concreto armado, montagem e desmontagem.

                1. Os coeficientes de consumo devem incluir a montagem de andaime, desmontagem e carga dos componentes utilizados.

                2. Todos os procedimentos devem atender as prescrições da NR 8.

          1. Tipo: Locação de Elevador de Carga

                1. Conjunto elevador de carga para obra, não adaptado para o transporte de passageiros, ambas com sistema de freio centrífugo e limitador de velocidade com teto basculável e piso antiderrapante.

                2. Cabina com dois sistemas de freio de emergência, sendo um automático e outro manual. O freio automático centrífugo é acionado por um limitador de velocidade que entra em ação quando o limite máximo da velocidade normal de trabalho for atingida.

                3. Torre em estrutura metálica tubular constituída de elementos laterais e de contraventamento de fácil montagem, transporte e manuseio.

                4. Guias laterais deslizantes.

                5. Dimensões da cabine: (220x140x300)cm (L,C,H)

                6. Sistema de operação: operado com sistema de botoeiras e travas de segurança nas portas da cabine e na rampa estacionaria.

                7. Referência:

    • Elevador de carga, mód.: T1515, cap. de carga 800/1200kg, FAB.: Hércules ou equivalente técnico.

          1. Controles Tecnológicos e Amostras

                1. A CONTRATADA se obrigará a efetuar um rigoroso controle tecnológico dos elementos utilizados.

                2. A CONTRATADA deverá submeter à apreciação da FISCALIZAÇÃO amostras dos materiais e/ou acabamentos a serem utilizados nas Dependências, podendo ser danificadas no processo de verificação.

                3. As despesas decorrentes de tal providência correrão por conta da CONTRATADA.

        1. Outros

                1. A qualidade dos materiais utilizados nas Dependências é fundamental para a durabilidade das instalações no decorrer da utilização do prédio.

                2. Deve-se priorizar a utilização de materiais substituíveis e facilmente encontrados no mercado e que possuam certificado de garantia fornecido pelo fabricante.

                3. O desenvolvimento e acompanhamento de um programa de manutenções preventivas são essenciais para a boa conservação das dependências.

                4. Outro aspecto a ser observado é o potencial poluidor do material e de seu ciclo de fabricação, fazendo-se considerações também sobre o descarte do mesmo.

                5. Materiais de maior reciclabilidade devem ser preferidos em relação aos demais.

                6. A utilização de especificação de fabricantes com processos de fabricação limpos e ambientalmente sustentáveis deverá ser incentivada, sempre que legalmente viável.

                7. CONSIDERAM-SE INCLUÍDOS NOS ITENS, TODOS OS MATERIAIS, MÃO-DE-OBRA ESPECIALIZADA, EQUIPAMENTOS, RECONSTITUIÇÕES E OUTROS SERVIÇOS NECESSÁRIOS, MESMO QUE NÃO EXPLICITAMENTE DESCRITOS NESTA ESPECIFICAÇÃO, PORÉM INDISPENSÁVEIS PARA A PERFEITA CONCLUSÃO DO SERVIÇO.

          1. As Built

            1. Aplicação

                1. Elaboração de revisão dos projetos seguindo as modificações necessárias ocorridas posteriormente.

            2. Características Técnicas / Especificação:

                1. As pranchas deverão seguir tamanhos normatizados e seu carimbo deverá seguir modelo padrão a ser fornecido pela FISCALIZAÇÃO.

                2. Todos os desenhos/projetos deverão ser elaborados em software CAD e seus arquivos deverão ser no formato .dwg para Auto CAD 2000 ou outra versão solicitada pela FISCALIZAÇÃO.

                3. Deverão ser entregues à FISCALIZAÇÃO 1 (uma) cópia impressa de cada prancha em papel sulfite, gramatura 90, plotadas em preto, bem como CD contendo os arquivos magnéticos.

            3. Observações:

                1. O material deverá ser fornecido antes do Recebimento Provisório da obra.

          2. Consumos

                1. Todos os consumos tais como materiais de escritório, telefone, água, energia e demais consumos relativos à obra.

                2. A CONTRATADA deverá apresentar à FISCALIZAÇÃO mensalmente comprovantes de quitação dos débitos junto às concessionárias para que possa haver sua remuneração nas medições.

          3. Estadia e Alimentação de Pessoal

                1. As despesas decorrentes de estadia e alimentação de pessoal no local de realização dos serviços serão de responsabilidade da CONTRATADA.

          4. Cópias, Plotagens e Autenticações

                1. As despesas referentes a cópias heliográficas ou xerográficas, plotagens, autenticações e outras correrão por conta da CONTRATADA.

                2. A CONTRATADA deverá manter obrigatoriamente na Dependência no mínimo dois conjuntos completos dos documentos necessários a realização dos serviços, constando de Desenhos (caso sejam necessários), Caderno de Especificações Técnicas e Planilha de Quantidades.

      1. Demolições, Remoções e Remanejamentos

                1. A CAIXA definirá a destinação dos materiais e peças indicadas para demolição, remoção e retirada, consideradas reaproveitáveis.

                2. As orientações deste item referem-se às demolições de estruturas em concreto armado, em concreto não estrutural e de alvenarias em geral, com seus custos inseridos nestes itens da planilha.


  • 1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   22


    ©livred.info 2017
    enviar mensagem

        Página principal