Pró-reitoria de pós-graduaçÃo e pesquisa divisão Especial de Registro e Controle Acadêmico



Baixar 40,26 Kb.
Encontro15.11.2017
Tamanho40,26 Kb.


PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA

Divisão Especial de Registro e Controle Acadêmico




PROGRAMA DE DISCIPLINA


Identificação da disciplina

Código




Nome

Midiatização e práticas sociais

Carga horária

24


Ementa

Da sociedade dos meios para a sociedade das mídias. Centralidades das mídias em diferentes práticas sociais. Conceito de midiatização, ethos midiatizado e suas implicações sociais.




Objetivo

Proporcionar ao aluno um ambiente teórico-reflexivo sobre as teorias emergentes do campo da comunicação, com ênfase no processo de midiatização da sociedade.



Programa

Título e discriminação das unidades de ensino


  1. A teoria dos campos sociais

  2. O dispositivo: de enunciação e o midiático

  3. O processo de midiatização da sociedade

  4. A teoria dos sistemas sociais e o processo autorreferencial

  5. A midiatização das práticas sociais





Bibliografia básica

LUHMANN, Niklas. A realidade dos meios de comunicação. São Paulo: Paulus, 2005.

MORAES, Denis de. (org.). Sociedade midiatizada. Rio de Janeiro, RJ: Mauad, 2006.


SODRÉ, Muniz. Antropológica do espelho: uma teoria da comunicação linear e em rede.
Rio de Janeiro, RJ: Vozes, 2002.



Bibliografia complementar

BERGER, Christa. Campos em confronto: a terra e o texto. Porto Alegre: editora da UFRGS, 2003. Também disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/berger-christa-campos-1.html. Consulta em 24 de julho de 2009.


BIANCHI, Graziela Soares. A participação do rádio nas construções e sentidos do rural vivido e midiatizado. Biblioteca On Line de de Ciências da Comunicação. Portugal, 2004. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/bianchi-graziella-radio-sentido-rural.pdf. Acesso em 13 de maio de 2009.
BORELLI, Viviane (org.). Mídia e religião: entre o mundo da fé e o do fiel. Rio de Janeiro: E-Papers, 2010.

BOURDIEU, Pierre. Sobre a televisão. Rio de Janeiro: Zahar, 1997.


DUARTE, Elizabeth Bastos. Quando e como a TV fala de si. Biblioteca On Line de de Ciências da Comunicação. Portugal, 2005. Disponível em:

Elizabeth http://www.bocc.ubi.pt/pag/duarte-elizabeth-bastos-quando-como-tv-fala-de-si.pdf. Acesso em 13 de maio de 2009.


FAUSTO NETO, Antonio. Fragmentos de uma ‘analítica’ da midiatização”. Revista Matrizes. São Paulo: ECA/USP, ano 1, nº 1, 2007, pp. 89-105. Disponível em: http://www.usp.br/matrizes/img/02/Dossie5_fau.pdf. Acesso em: 13/07/2008.
___. Mutações nos discursos jornalísticos: ‘da construção da realidade’ a ‘realidade da construção’. Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, 2006. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2006/resumos/R1804-1.pdf . Acesso em 25 de julho de 2009.
___. Dispositivos de tele-cura e contratos da salvação. “Você que disse que Deus fazia isso só antigamente, Deus continua fazendo hoje pela televisão” (Missa de Cura e de Libertação, TV Canção Nova, 16.01.05). Unirevista, Unisinos, Vol. 3, n° 1: , julho de 2006.
FERREIRA, Jairo. Uma abordagem triádica dos dispositivos midiáticos. Líbero, Ano IX, nº 17. Junho de 2006.
GASPARETTO, Paulo Roque. “Midiatização da Religião: processos midiáticos e a construção de novas comunidades de pertencimento: Estudo sobre a recepção da TV Canção Nova”. Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação. Compós, 2010. PUC-RJ, 2010.

GOMES, Pedro Gilberto. A midiatização no processo social. A Filosofia e a ética da comunicação na midiatização da sociedade. São Leopoldo: Unisinos, 2006.


GOMES, Ana Ângela Farias.Tematizando a realidade brasileira. Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, 2007. Anais, Santos, 2007.
KLEIN, Otavio José. A midiatização do tema caingangue no telejornalismo da RBS TV. Encontro da Rede Prosul – Midiatização, sociedade e sentido. Anais. São Leopoldo, RS, outubro de 2007.
MARTÍN-BARBERO, Jesús. Razón técnica y razón política: espacios/tiempos no pensados. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, Año I, Numero 1, Julio/Diciembre 2004. São Paulo: ALAIC,2004.
MATA, Maria Cristina. De la cultura masiva a la cultura midiática. Diálogos de la comunicación, Lima: Felafacs, n.56, 1999.
MOUILLAUD, Maurice. Sérgio Dayrell Porto (org.). O Jornal: da forma ao sentido. Brasília: Paralelo 15, 1997.
MARTINS, Marcel Neves. Do Gramado à Fábrica Simbólica: a Apresentação de Paulo Autuori pelo Grupo RBS. Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom, 2009. Anais, Curitiba, 2009.
RODRIGUES, Adriano Duarte. Experiência, modernidade e campo dos media. Biblioteca On Line de de Ciências da Comunicação. Portugal, 1999. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/rodrigues-adriano-expcampmedia.pdf . Consulta em 25 de julho de 2009.
SILVERSTONE, Roger. Por que estudar a mídia? São Paulo: Loyola, 2002.
VERÓN, Eliseo. Esquema para el análisis de la mediatización. In Revista Diálogos de la Comunicación, n.48, Lima: Felafacs,1997. Texto avulso.
WEBER, Maria Helena. A CIDADE TRAÍDA (os recortes da mídia e do governo). Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação. UNESP-Bauru, 2006. In: http://www.compos.org.br/data/biblioteca_445.pdf. Acesso em 13 de maio de 2010.
___. o espetáculo político-midiático e a partição de poderes. Encontro da Rede Prosul – Midiatização, sociedade e sentido. Anais. São Leopoldo, RS, outubro de 2007.





©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal