Plano de ensino departamento



Baixar 120,65 Kb.
Encontro06.11.2017
Tamanho120,65 Kb.






Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

Centro de Ciências Humanas e da Educação – FAED


PLANO DE ENSINO






DEPARTAMENTO:


Ciências Humanas

ANO/SEMESTRE:

2012/1



CURSO:


Pedagogia

FASE:

7ª. fase




DISCIPLINA:

Conteúdos e Metodologias de Ensino de Ciências

TURNO:

Noturno




CARGA HORÁRIA:

60 horas

CRÉDITOS:

04




PROFESSOR:

Everaldo Silveira - derelst@hotmail.com



1. EMENTA


O ensino de Ciências nas séries iniciais do Ensino Fundamental: tendências, pressupostos teórico-metodológicos. Epistemologia e o ensino de Ciências: Biologia, Física e Química. Os conteúdos básicos das ciências para as séries iniciais. A unidade indissociável: ciência, tecnologia, ambiente social e natural. Educação ambiental. Processo ensino-aprendizagem de Ciências nas séries iniciais do Ensino Fundamental.




2. HORÁRIO DAS AULAS


DIA 6ª Feira

HORÁRIO 18h10 às 22h30

AULAS 04 aulas



3. OBJETIVOS



3.1 OBJETIVO GERAL
Proporcionar as/aos futuras/os educadoras/res situações e/ou informações que lhes permitam um olhar crítico e reflexivo sobre o trabalho na área do ensino de ciências nas séries iniciais do Ensino Fundamental.
3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS


  • Possibilitar aprofundamentos e discussões no entendimento sobre o conhecimento científico, por meio de um trabalho focado nos conteúdos e métodos possíveis para o ensino de ciências.



  • Refletir acerca dos problemas do ensino de ciências, por meio de um embasamento teórico mediado pelo contato com a realidade.


4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO


  • Unidade 1 – Produção da ciência, conhecimento científico e escola.




  • Unidade 2 – Ensino de ciências – objetivos, especificidades, tendências, pressupostos teórico-metodológicos e conteúdos.




  • Unidade 3 – Discussões envolvemdo Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) e suas implicações para o ensino e aprendizagem de ciências.



5. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS


  • Aulas expositivas dialogadas;

  • Trabalhos e/ou seminários em grupos temáticos;

  • Leituras orientadas e dirigidas;

  • Debates de textos previamente indicados;

  • Análises e problematização de vídeos;

  • Resenhas de textos;

  • Análise textual de materiais pedagógicos do currículo escolar;

  • Atividades extra-classe dirigidas e condicionadas ao programa da disciplina: viagens e visitas;

  • Realização de avaliação individual e Posterior discussão em classe.


6. CRONOGRAMA DAS AULAS

FEV

FEV

MAR

MAR

MAR

MAR

ABR

ABR

ABR

MAI

MAI

MAI

MAI
JUN

JUN

17

24

02

09

16

30

13

20

27

04*

11

18

25

01

08

04

aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


04

Aulas


* as aulas desse dia foram remanejadas para o dia 15/02/2012

- Haverá ainda uma atividade extra promovida pela professora Karina Rousseng Dal Pont, marcada para dia 31/03, que será aproveitada nessa disciplina.



7. AVALIAÇÃO:





ATIVIDADE

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

PESO

Participação

Assiduidade, Pontualidade, Compromisso, Interesse, Responsabilidade e Envolvimento.

15%

  1. Produção Escrita:

  2. 1 - Ressenha dos textos sugeridos com, aproximadamente, 20 linhas.

  3. 2 - Questões sobre o texto para debate durante a aula.

  4. Essa produção deverá ser entregue sempre antes de começar a aula que vai tratar sobre o texto em pauta para a aula (não serão recebidos em outro momento).

  5. É uma produção do acadêmico. Não deve ser simplesmente uma cópia de trechos do texto em questão.

Objetividade, Fundamentação, Coerência teórica, Atendimento aos critérios e as normas da ABNT.

20%

Seminário

Qualidade e criatividade das apresentações e capacidade de argumentação.

20%

Saidas a campo

Cumprimento das ações relacionadas às saidas de campo estipuladas pelo professor (relatórios, adaptações, reflexões etc.)

20%

Projeto de docência

Capacidade de propor e refletir sobre instrumentos para a Educação em Ciências da Natureza e construção de práticas de intervenção nas escolas que visem à reflexão do objetivo desta área de conhecimento.

Escrita clara, com metodologia fundamentada e embasamento teórico coerente com publicações da área.



25%


8. BIBLIOGRÁFIA:
ALVES, R. Entre a ciência e a sapiência - o dilema da educação. 13ª ed. São Paulo: Loyola, 2005.
Bizzo, N. Ciências: fácil ou difícil? 2ª ed. São Paulo: Ática, 2002.

BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnologia. Parâmetros Curriculares Nacionais: primeiro e segundo ciclos do ensino fundamental – Ciências Naturais. Brasília. MEC/SEMTEC. 1997.

CANIATO, R. Com ciência na educação. Campinas: Papirus, 1987.


CASSIANI, S. & LINSINGEN, I. V. Formação inicial de professores de ciências: perspectiva discursiva na educação CTS. In: Educar em Revista, (Impresso), v. 34, p. 127-147, 2009.
Chassot, A. I. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. Ijuí: Ed. UNIJUI, 2000.
Chassot, A. O Ensino de ciências no começo da segunda metade do século da tecnologia. In: O currículo de ciências em debate. Campinas, SP: Papirus, 2004.
DELIZOICOV, D., ANGOTTI, J. A. & PERNAMBUCO, M. M. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2007.
Dias, G. F. Educação ambiental: princípios e práticas. 9. ed. São Paulo: Gaia, 2004.
DIXON, B. Para que serve a ciência. São Paulo: Edusp, 1976.
Gil-Pérez, D.; Fernández Montoso, I.; Carrascosa Alís, J.; Cachapuz, A. & Praia, J. Para uma Imagem Não-deformada do Trabalho Científico. Ciência & Educação v. 7, n. 2, p. 125-153, 2001.
Krasilchik, M. & Marandino, M. Ensino de ciências e cidadania. São Paulo, SP: Moderna, 2004.
LIMA, M. E. C. C.; MAUÉS, E. Uma releitura do papel da professora das séries iniciais no desenvolvimento e aprendizagem de ciências das crianças. Ensaio, V 8, n. 2, p.161-175, dez. 2006.
LINSINGEN, I. V. Perspectiva educacional CTS: aspectos de um campo em consolidação na América Latina. In: Ciência & Ensino, v.01, n. especial: Educação em Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente. Campinas, SP, nov. 2007.
LORENZETTI, L. DELIZOICOV, D. Alfabetização Científica no contexto das séries iniciais. Ensaio: pesquisa em educação em ciências – v. 3, n 1. Jun. 2001.
NARDI, R. (org). Questões atuais no ensino de ciências. São Paulo: Escrituras, 2005.
SANTOS. L. P. & MORTIMER, E. F. O Ensino de CTS (Ciência, Tecnologia e Sociedade) no Contexto da educação Básica Brasileira. In: Revista Ensaio, v.02, n. 2. Belo Horizonte, 2000.
SELLES, S. E. & FERREIRA, M. S. Influências histórico culturais nas representações sobre as estações do ano em livros didáticos de ciências. In: Ciência & Educação, v. 10, n. 1. Bauru, SP, 2004.
Wortmann, M. L. C. e outros (Org.) Ensaios em Estudos Culturais Educação e Ciência: A produção cultural do corpo, da natureza, da ciência e da tecnologia, instâncias e práticas contemporâneas. Porto Alegre: UFRGS. 2007.






©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal