Pisa,15 de fevereiro de 564 — Florença, de janeiro de 1642



Baixar 52,03 Kb.
Encontro23.06.2018
Tamanho52,03 Kb.

(Pisa,15 de fevereiro de 1564Florença, 8 de janeiro de 1642)

Foi um físico, matemático, astrónomo e filósofo italiano que teve um papel prepoderante na Revolução científica. Ele desenvolveu os primeiros estudos sistemáticos do movimento uniformemente acelerado e do movimento do pêndulo. Descobriu a lei dos corpos e enunciou o princípio da Inércia e o conceito de referencial inercial, ideias percursoras da Mecânica newtoniana. Melhorou significamente o telescópio refractor e terá sido o primeiro a utilizar-lo para fazer observações astronómicas. Com ele descobriu as manchas solares, as montanhas da Lua, as fases de Vénus, quatro dos satélites de Júpiter, os anéis de Saturno, as estrelas da Via Láctea. Estas descobertas contribuiram decisivamente na defesa do Heliocentrismo. Desenvolveu ainda vários instrumentos como a balança hidrostática, um tipo de compasso geométrico que permitia medir ângulos e áreas, o termómetro de Galileu e o percursor do relógio de pêndulo. O método empírico, defendido por Galileu, constitui um corte com o método aristotélico mais abstracto utilizado nessa época, devido a este Galileu é considerado como o "pai da ciência moderna".



Estudos em Pisa

Em 1589, com o apoio de Guidobaldo del Monte, matemático e admirador da sua obra, Galileu é admitido para leccionar matemática na Universidade de Pisa. Inicia aí o estudo do movimento do pêndulo tendo determinado que o seu período não depende da massa, mas apenas do comprimento do fio. Foi o primeiro a pensar que este fenómeno permitiria fazer relógios muito mais precisos, e chegou já no final da sua vida a trabalhar no mecanismo de escapo que mais tarde originaria o relógio de pêndulo. Também em Pisa realizou as suas famosas experiências de queda de corpos em planos inclinados. Nestas demonstra que a velocidade de caida não depende do peso. Em 1590 publica o pequeno tratado "De motu", sobre o movimento dos corpos materiais.

Em 1611 foi convocado a Roma onde apresentou as suas descobertas ao Colégio Romano dos Jesuítas, onde se encontrava o futuro Papa Urbano VIIIe o cardeal Roberto Bellarmino, que reconhece as suas descobertas. No mesmo ano acede à Accademia dei Lincei.

Em 1614 estuda métodos para determinar o peso do ar, descobrindo que pesa pouco, mas não zero como se pensava até então.



Em 1616 a Inquisição (Tribunal do Santo Ofício) pronunciou-se sobre a Teoria Heliocêntrica declarando que a afirmação de que o Sol é o centro imóvel do Universo era herética e que a de que a terra se move estava "teológicamente" errada. O livro de Copérnico De revolutionibus orbium coelestium, entre outros sobre o mesmo tema, foi incluido no Index librorum prohibitorum (Indíce dos livros proibidos). Foi proibido falar do heliocentrismo como realidade física, mas era permitido referir-se a este como hipótese matemática (de acordo com esta ideia o livro de Copérnico é retirado do Index passado quatro anos com poucas alterações). Apesar de que nenhum dos livros de Galileu foi nesta altura incluido no Index, ele foi no entanto convocado a Roma. Teve assim a oportunidade de defender as suas ideias perante o Tribunal do Santo Ofício dirigido por Roberto Bellarmino, que decidiu não haver provas suficientes para concluir que a Terra se movia e que por isso admoestou Galileu a abandonar a teoria heliocêntrica excepto como ferramenta matemática conveniente para descrever o movimento dos corpos celestes. Tendo Galileu persistido em suas ideias foi então proibido de divulgar-las. Mesmo a igreja ter condenado, e proibido a divulgação do livro. Muitos exemplares ja tinham sido publicados e vendidos, a população ja teve o contato com a verdade, e eles perceberam que era verdade. Com isso a igreja não tinha o que mais esconder. Com isso o tribunal de inquisição o condenou a prisão domiciliar.

No ano de 1980, o Papa pegou o caso do Galileu Galilei, e depois de 3 anos ele o absolveu o caso dele.

Feito por:



Giulia, Thamirys, Marcela, Anne



©livred.info 2019
enviar mensagem

    Página principal