Paulina dias de oliveira



Baixar 129,59 Kb.
Encontro18.08.2017
Tamanho129,59 Kb.


QUESTÃO 6 – Santa Casa BH 2016 - IBGP



Enunciado da questão

Sobre a cirurgia no paciente com obesidade mórbida, assinale a alternativa INCORRETA:



  1. a perda de 5% a 10% de peso corporal contribui para a redução das complicações pós-operatórias

  2. os obesos apresentam maior incidência de complicações pós-operatórias quando comparados com a população em geral

  3. a causa mais comum de morte súbita em pacientes pós-operados é o tromboembolismo pulmonar

  4. a incidência de hérnia incisional pode atingir até 20% em pacientes submetidos a laparotomia exploradora

Gabarito oficial B


A questão considera a alternativa B como errada mas abaixo podemos ver que ela é correta. Assim todas estão corretas e solicito anulação da questão
Diversos artigos apresentam que as complicações pós-operatórias são mais frequentes em pacientes obesos:


  1. São inúmeras as complicações respiratórias no período pós-operatório de cirurgias abdominais altas convencionais em qualquer indivíduo, sendo mais incidentes em obesos, devido às alterações respiratórias inerentes à obesidade e à presença de outros fatores de risco.

DELGADO, Priscila Martins  and  LUNARDI, Adriana Claudia. Complicações respiratórias pós-operatórias em cirurgia bariátrica: revisão da literatura. Fisioter. Pesqui. [online]. 2011, vol.18, n.4 [cited  2015-11-23], pp. 388-392 . Available from: . ISSN 1809-2950.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-29502011000400016


  1. As variáveis pré-operatórias que aumentaram a chance de CPP nas cirurgias de tórax e abdômen alto foram: tosse com expectoração amarela; cirurgia torácica, índice de massa corporal; tabagismo e tempo cirúrgico prolongado. Nas cirurgias de tórax as variáveis encontradas foram: broncoespasmo, índice de massa corporal, tabagismo, tempo cirúrgico prolongado.

SAAD, I. A. B.  and  ZAMBOM, L.. Variáveis clínicas de risco pré-operatório. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2001, vol.47, n.2 [cited  2015-11-23], pp. 117-124 . Available from: . ISSN 1806-9282.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302001000200029

  1. certas complicações pós-operatórias como a trombose venosa profunda, infecção de sítio cirúrgico, atelectasias e a hérnia incisional nas cirurgias abertas, são mais comuns em obesos comparado com a população em geral.

Sabiston Textbook of Surgery, 19th Edition. The Biological Basis of Modern Surgical Practice. Courtney M. Townsend, Jr., MD, Courtney M. Townsend, Jr., MD, et al. Volume I Capítulo 15, págs 375-377

As alternativas C e D estão corretas segundo a referência abaixo citada:

As complicações pós-operatórias mais comuns de todas as técnicas descritas são tromboembolismo pulmonar, deiscência da sutura, fístulas, estenoses, infecções e hemorragia (mais comuns no pós-operatório precoce), hérnia e torção de alça intestinal (mais comuns no pós-operatório tardio

Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica Diretrizes brasileiras de obesidade 2009/2010 / ABESO - Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica. - 3.ed. - Itapevi, SP : AC Farmacêutica, 2009


Rua Rio Grande do Norte, 63 sala 41, 4° andar l Santa Efigênia l Belo Horizonte l MG



www.grupometa.med.br l grupometa@grupometa.med.br l (31) 3245-4025 l (31) 9737-9020




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal