Parlamento Europeu Gabinete em Portugal



Baixar 59,08 Kb.
Encontro27.10.2018
Tamanho59,08 Kb.


Parlamento Europeu
Gabinete em Portugal


Lisboa, 31 de Julho de 2009



Eleições Europeias: As razões da abstenção em Portugal
O primeiro Eurobarómetro realizado depois das Eleições Europeias revela que quase um terço (28%) dos portugueses não votou por falta de confiança ou por insatisfação em relação à política, acompanhando assim a opinião geral na Europa. O desinteresse pela política em geral foi o motivo apontado por 23%, seguido da opinião de que o voto não tem consequências e não muda nada (11%). Isto apesar de quase metade dos inquiridos (48%) considerar que o Parlamento Europeu (PE) se preocupa com os cidadãos.
O primeiro inquérito pós-Eleições Europeias foi realizado nos 27 Estados-membros da União Europeia (UE) entre 12 de Junho e 6 de Julho de 2009 e aborda os motivos pelos quais os eleitores foram ou não votar, o nível de confiança dos cidadãos no Parlamento Europeu e o impacto da campanha.

Quanto às razões que levaram os portugueses às urnas, 43% responde ser um dever como cidadão, a mesma percentagem que refere votar sempre nos escrutínios. Apenas 15% acredita que "as coisas podem mudar com o voto". Mais de dois terços dos inquiridos recorda-se da campanha de apelo ao voto.

Ao mesmo tempo, o desemprego e a economia estão no topo da lista das preocupações que levaram os portugueses às urnas.

No que respeita às instituições europeias, quase dois terços dos portugueses manifesta-se confiante (superior à media europeia), 70% sente-se cidadão europeu e 48% considera que o PE tem em conta as preocupações dos cidadãos.

A nível europeu, o inquérito permitiu aferir que há mais homens do que mulheres a votar, que os mais jovens votam menos e que é nas aldeias onde a participação é maior.

As Eleições Europeias realizaram-se nos 27 Estados-membros da UE entre 4 e 7 de Junho de 2009. Em Portugal, as eleições tiveram lugar a 7 de Junho, tendo-se registado 63,2% de abstenção. Eslováquia (80,4%), Letónia (79%) e Polónia (75,5%) foram os países que registaram as taxas de abstenção mais elevadas.

Para mais informação: Teresa Coutinho

Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal


Tel: (+351) 21 350 4913 / (+351) 91 768 3430
teresa.coutinho@europarl.europa.eu



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal