OrganizaçÃo curricular contendo as informaçÕes relativas à estrutura do curso



Baixar 120,52 Kb.
Encontro31.10.2018
Tamanho120,52 Kb.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR CONTENDO AS INFORMAÇÕES RELATIVAS À ESTRUTURA DO CURSO:
1. EMENTAS, CONTEÚDOS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

    1. 1.1. AUTOMAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS



EMENTA:

Conceito de instrumentação e automação de processos industriais. Critérios de instalação e seleção de instrumentos de medição de nível, temperatura, pressão, vazão e densidade, a escolha e dimensionamento de instrumentos de medição de vazão e de válvulas de controle. Tecnologias de hardware e software empregadas nos sistemas de controle de processos industriais. Dimensionamento de equipamentos para automação dos processos industriais.


CONTEÚDOS:

  • Variáveis: temperatura, pressão, vazão, pH e densidade;

  • Sondas indicadoras;

  • Controladores: sensor, transdutor e controlador;

  • Instrumentos registradores e indicadores;

  • Transdutores e conversores;

  • Sinais analógicos;

  • Conversor analógico – digital;

  • Registradores;

  • Tipos de controle: manual, automático e auto-operado;

  • Malha aberta e malha fechada;

  • Realimentação;

  • Diagrama de blocos;

  • Atrasos no processo;

  • Tempo morto;

  • Compressores de ar;

  • Preparação do ar comprimido;

  • Qualidade do ar comprimido;

  • Qualidade assegurada do ar comprimido;

  • Circuitos Pneumáticos;

  • Circuitos Eletropneumáticos;

  • Circuitos Hidráulicos;

  • Qualidade e confiabilidade e seguridade dos componentes e sistemas hidráulicos;

  • Segurança em hidráulica;

  • Normas operacionais para cilindros hidráulicos;

  • Regulagem de pressão nos sistemas hidráulicos;

  • Fluidos hidráulicos.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS:

DORF E BISHOP. Engenharia de Controle. São Paulo: FTD, 2001.



    1. 1.2. CULTURA DA CANA-DE-AÇÚCAR



EMENTA:

A cultura da cana-de-açúcar: aspectos agronômicos, econômicos e ambientais.


CONTEÚDOS:

  • Histórico da cana-de-açúcar;

  • Aspectos econômicos;

  • Clima;

  • Morfologia e fisiologia;

  • Solos e adubação;

  • Tratos e culturas;

  • Pragas e doenças;

  • Colheita;

  • Cultivares;

  • Impacto ambiental na cultura da cana-de-açúcar.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS:

APOSTILA – Botânica e Ecofisiologia da cana-de-açúcar – Sizuo Matsuoka.

MALAVOLTA, E. Adubos e Adubação.

______. Manual de Química Agrícola.

MANUAL de Entomologia.

MANUAL de Fitopatologia.

1.3. ECOLOGIA
EMENTA:

Fatores de riscos ambientais originados nos postos de trabalho; saúde dos trabalhadores; impacto ambiental; ecossistema; ciclos biogequímicos; ameaças ao equilíbrio ecológico; riscos ambientais; controle de riscos e recuperação de danos.


CONTEÚDOS:

  • Conceito de Ecossistema;

  • Os Componentes do Ecossistema;

  • Os Ciclos Biogeoquímicos;

  • Os Ciclos: Água, Carbono, Oxigênio, Nitrogênio;

  • A Poluição e os Desequilíbrios Ecológicos;

  • A Poluição: Ar, Água, Sonora, Radioativa;

  • Os novos desafios impostos pela gestão ambiental;

  • Coleta, tratamento e destinação de resíduos;

  • Reciclagem e reaproveitamento de materiais;

  • Gerenciamento de Riscos Ambientais.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BARBOSA FILHO, NUNES, A., Segurança do Trabalho e Gestão Ambiental. 1ª edição, São Paulo, Atlas, 2001.

JAMES, B., Lixo e Reciclagem. 4ª edição, São Paulo, Scipione, 1995.

LAGO, H.; VALLE, E.V., Acidentes, lições, soluções. Editora Senac, SP.

MARGULIS, S., Meio Ambiente; aspectos técnicos e econômicos. 2ª edição, Brasília, Ipea, 1996.

PINHEIRO, A. C. F. B., Ciências do ambiente; ecologia, poluição e impacto ambiental. São Paulo, Makeon Books, 1992.

Souza, M. P., Instrumentos de Gestão Ambiental - Fundamentos e Prática, 2004.

TIBOR, T., FELDMAN, I. ISO 14.000; um guia para as novas normas de gestão ambiental. São Paulo, Futura, 1996.




    1. 1.4. FUNDAMENTOS DO TRABALHO



EMENTA:

O Mundo do Trabalho nas perspectivas ontológicas e históricas; o trabalho como realização da humanidade, como produtor da sobrevivência e da cultura; o trabalho como mercadoria no industrialismo e na dinâmica capitalista. As transformações no mundo do trabalho: tecnologias, globalização, qualificação do trabalho e do trabalhador.


CONTEÚDOS:

  • Dimensões do trabalho humano;

  • Perspectiva histórica das transformações do mundo do trabalho;

  • O trabalho como mercadoria: processo de alienação;

  • Emprego, desemprego e subemprego;

  • O processo de globalização e seu impacto sobre o mundo do trabalho;

  • O impacto das novas tecnologias produtivas e organizacionais no mundo do trabalho;

  • Qualificação do trabalho e do trabalhador, perspectivas de inclusão do trabalhador na nova dinâmica do trabalho.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

FERRETTI, Celso João. et al. Novas tecnologias, trabalho e educação: um debate multidisciplinar. Petrópolis: Vozes, 1994.

FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; ‘RAMOS, Marise (Orgs.) Ensino médio integrado: concepção e contradições. São Paulo: Cortez, 2005.

KUENZER, Acácia (Org.) Ensino médio: construindo uma proposta para os que vivem do trabalho. 4ª edição, São Paulo: Cortez, 2005.


      1. LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Demerval; SANFELICE, José Luís. (Orgs). Capitalismo, trabalho e educação. Campinas: Autores Associados, HISTEDBR, 2002. – (Coleção educação contemporânea).


MANFREDI. Silvia Maria. Educação Profissional no Brasil. São Paulo: Cortez, 2002.

VÀSQUEZ, Adolfo Sánchez. Ética. Trad. de João Dell’Anna. 27ª edição, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.






  1. 1.5. HIGIENE INDUSTRIAL



EMENTA:

Conceitos de higiene, limpeza, sanitização e esterilização do ambiente de trabalho e dos equipamentos e tubulações que fazem parte dos processos industriais.


CONTEÚDOS:

  • Introdução e conceitos de higiene;

  • Características dos resíduos aderidos à superfície;

  • Qualidade da água;

  • Aspectos microbiológicos;

  • Natureza da superfície de equipamentos;

  • Métodos de higienização: manual, por imersão, por meio de máquinas lava jato tipo túnel, por equipamentos spray;

  • Procedimentos gerais da higienização: pré-lavagem, lavagem com detergentes, enxágüe e sanitização;

  • Detergentes;

  • Cloro;

  • Iodo;

  • Doenças do trabalho;

  • Manejo de pragas;

  • Controle de ratos e camundongos;

  • Controle de moscas, vespas, formigas, aves;

  • Planejamento adequado da fábrica;

  • Pisos, paredes, janelas;

  • Programas de Qualidade: 5S, BPF e HACCP.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS:

SILVA J. R., Alves da. Manual de Controle Higiênico: Sanitário em Alimentos. 5ª edição, São Paulo: Varela, 2002.



1.6. LEGISLAÇÃO E NORMAS
EMENTA:

Contextualização da aplicação das Leis: princípios jurídicos, morais e éticos, necessários para a formação de cidadãos. Enfoque jurídico dos sistemas de gestão de qualidade. Contextualização da aplicação das Leis Trabalhistas e Previdenciárias: direitos e deveres na relação de emprego. Seguridade Social. Medidas preventivas de Segurança e Medicina do Trabalho: proteção à saúde, higiene e segurança do trabalhador, prevenção das doenças profissionais e acidentes do trabalho. Conceitos de organização; comportamento humano em sociedade. Noções de Direito Comercial: enfoque jurídico na Teoria da Empresa no novo Código Civil.



CONTEÚDOS:

  • Hierarquia das leis;

  • Moral e Direito;

  • Ética profissional;

  • Sistemas de Gestão de Qualidade;

  • Seguridade Social;

  • Legislação Previdenciária;

  • Noções Básicas de Direito do Trabalho;

  • Direitos Sociais;

  • Rescisão do Contrato de Trabalho;

  • Segurança e Medicina do Trabalho;

  • Medidas Preventivas;

  • Direito Comercial e as Organizações;

  • Teoria da empresa.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS:

APOSTILAS do SEBRAE.

INTERNET.

MARANHÃO, Mauriti. ISO série 9000 versão 2000: Manual de Implementação. 7ª edição, Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.

TIBOR, T., FELDMAN, I. ISO 14.000, um guia para as novas normas de gestão ambiental. São Paulo, Futura, 1996.

APOSTILA DE GESTÃO AMBIENTAL (CEFET).





1.7. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
EMENTA:

Manutenção de instalações e de sistemas industriais; operacionalidade de equipamentos e instalações; processos de controle de qualidade.


CONTEÚDOS:

  • Alimentação elétrica;

  • Alimentação de vapor, água, ar comprimido e vácuo;

  • Alimentações especiais;

  • Ciclo operativo das máquinas;

  • Condições de operação das máquinas;

  • Capacidade de produção das máquinas;

  • Produtividade das máquinas;

  • Programa de manutenção preventiva;

  • Manutenção preditiva;

  • Componentes de segurança intrínseca;

  • Materiais construtivos;

  • Resistência de materiais;

  • Cortes;

  • Dobras;

  • Soldas;

  • Retífica;

  • Usinagem;

  • Acessórios;

  • Bombas;

  • Dimensionamento volumétrico.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

APOSTILA. Curso de Tecnologia do Açúcar de Cana. Departamento de Tecnologia Rural.

DELGADO, Afrânio Antonio. et al. E.S.A. Luiz de Queiroz.

HUGOT, E. Manual de Engenharia Açucareira.

MARAFANTE; Luciano J. Tecnologia da Fabricação do Açúcar e do Álcool. São Paulo: Ícone, 1993.


    1. 1.8. MATEMÁTICA APLICADA



EMENTA:

Formalizar novos saberes e ampliando o acervo de conhecimentos em razões e proporções, transformação de unidades, porcentagem, regra de três, noções de mercado e estatística.


CONTEÚDOS:

  • Noções Básicas de Razões e Proporções.

  • Transformação de Unidades: Unidades de Medidas, de Massa e de Capacidade.

  • Porcentagem.

  • Regra de Três Simples e Composta.

  • Noções de Mercado: Taxa, Juros e Desconto.

  • Noções de Estatística.

  • Ajuste de Equações a Dados Experimentais.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS:

BARRETO FILHO, Benigno; Silva, Cláudio Xavier da. Matemática. Vol. U.

BONJORNO, José Roberto, Giovanni Jr., José Ruy. Matemática 2 grau. São Paulo: FTD.

BUCCHI, Paulo. Matemática. Vol. U.

CRESPO, Antonio Arnot, Matemática Comercial e Financeira. 13ª edição, São Paulo: Saraiva, 2002.

DOMENICO, Luiz Carlos. Matemática 2 grau.

IEZZI, Osvaldo. et al. Dolce. Matemática. Vol. U.

LONGEN, Adilson Matemática Ensino Médio. Coleção Nova Didática. 1ª edição, Curitiba: Positivo, 2004, Vol. 1, 2 e 3.






    1. 1.9. PRÁTICA DISCURSIVA E LINGUÍSTICA



EMENTA:

A linguagem oral e escrita no cotidiano. Análise compreensiva e crítica de textos científicos, literários e jornalísticos. Análise compreensiva de textos técnicos e de instruções de uso. Utilização da norma culta da língua para a produção escrita e oral.


CONTEÚDOS:

  • Leitura, oralidade e escrita;

  • Coesão / coerência / concisão / clareza;

  • Recepção de textos: leitura ativa, analítica e crítica;

  • Produção de textos: dissertação-argumentativa, resumo, resenha descritiva e crítica;

  • Redação técnica: Ofício, Requerimento, Carta Comercial e Oficial, Ata, Parecer, Relatórios (Metodologia científica), etc.;

  • Gramática aplicada ao texto;

  • Ortografia;

  • Acentuação gráfica;

  • Pontuação;

  • Crase;

  • Paragrafação;

  • Regência verbal e nominal;

  • Concordância verbal e nominal;

  • Figuras e vícios de linguagem;

  • Ortoépia e Prosódia;

  • Leitura e interpretação de diferentes tipologias textuais;

  • Modelo de Release (notícia) – SIPAT;

  • Modelo de Release para comunicar eleições da CIPA;

  • Recursos necessários usados para redação técnica;

  • Relatórios;

  • Relatórios de inspeção;

  • Memorandos;

  • Atas da CIPA;

  • Técnicas de treinamento;

  • Recursos audiovisuais;

  • Preparação de uma aula;

  • Técnicas socializadas;

  • Formas de treinamento no local de trabalho;

  • Avaliação em treinamento.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

Apostilas de Metodologia.

CHIAVENATO, Idalberto. Treinamento e desenvolvimento de recursos humanos: como incrementar talentos na empresa. 5ª edição, São Paulo: Atlas, 2003. 170 p.
MAIA, João Domingues. Português: novo Ensino Médio. São Paulo: Ática, 2002. 455 p.

OLIVEIRA, Aristeu de. Gestão de recursos humanos: manual de procedimentos e modelos de documentos. 2ª edição, São Paulo: Atlas, 2003. 317 p.

TERRA, Ernani. Curso prático de gramática. 6ª edição, São Paulo: Scipione. 1993. 335 p.

Relatórios de Estágio.

BARROS, Saulo C. Rego. Manual de gramática e redação: para profissionais de segurança do trabalho. São Paulo: Ícone, 1997. 123 p.

LUFT, Celso Pedro; AVERBUCK, Ligia Morrone; MENEZES, João Alfredo de. Novo manual de português: gramática, ortografia oficial; literatura brasileira e portuguesa, redação, teste de vestibular. 3ª edição, São Paulo: 1996. 590 p.

SILVA, Cícero Antônio. Curso de português e técnicas de redação. 191 p.

TELLES, Venícius. Curso prático de redação e gramática aplicada. 542 p.




    1. 1.10. PROCESSOS INDUSTRIAIS



EMENTA:

A rotina da fabricação do açúcar e do álcool: planejamento e controle das diferentes operações. Equipamentos e processos.


CONTEÚDOS:

  • Moagem: preparo da cana, moendas, dispositivos de alimentação, tipos de frisos, regulagem da moenda, embebição, difusores.

  • Tamisação: tipo de peneira, objetivo.

  • Filtração: tipos de filtros, objetivos.

  • Destilação: colunas de destilação, trocadores de calor.

  • Cristalização: evaporadores.

  • Centrifugação: contínua e batelada.

  • Combustão: caldeiras.

  • Válvulas.

  • Bombas.

  • Tubulação.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

HOWARD J, Payne. Operações Unitárias na produção de Açúcar de Cana. Trad. Florenal Zarpelon. São Paulo: Editora Nobre, Stab, 1989.




    1. 1.11. QUÍMICA DE GLICIDIOS E PROCESSOS FERMENTATIVOS



EMENTA:

Funções químicas. Reações químicas. Materiais e equipamentos de laboratório. Normas de segurança em laboratório. Estudo dos processos físico-químicos: interpretação dos resultados obtidos em análises de laboratório. Conhecimento Analítico (Qualitativo e Quantitativo) e Controle de Qualidade de produtos parcial ou totalmente acabados. Termoquímica. Cinética Química. Equilíbrio Químico. Introdução a Microbiologia dos Alimentos. Microorganismos importantes em Microbiologia Alimentar: Fungos, Bactérias e Vírus. Microorganismos na Produção de Alimentos Fermentados.


CONTEÚDOS:

  • A química em nossas vidas;

  • Cadeias carbônicas;

  • Função Hidrocarboneto;

  • Função Álcool;

  • Estrutura química do álcool;

  • Reação de obtenção do álcool;

  • Carboidratos;

  • Estrutura química do açúcar;

  • Vidrarias básicas para laboratório;

  • Normas de segurança em laboratório;

  • Hidrólises e Esterificação;

  • Oxidação;

  • Redução;

  • Inversão;

  • Solubilização;

  • Cristalização;

  • Floculação;

  • Azeotrópicos;

  • Densidade;

  • Poder Calorífico;

  • Contaminantes;

  • Desidratação do Álcool;

  • Aplicações especiais do Açúcar e do Álcool;

  • Tratamento matemático dos dados;

  • Amostragem;

  • Métodos Gravimétricos;

  • Métodos Volumétricos;

  • Métodos Instrumentais;

  • Interpretação de Resultados;

  • Leis das Reações Químicas;

  • Massa Atômica, Massa Molecular e Mol;

  • Soluções;

  • Termoquímica;

  • Cinética Química;

  • Equilíbrio Químico;

  • Propriedades Coligativas das Soluções;

  • Introdução a Microbiologia dos Alimentos;

  • Microorganismos importantes em Microbiologia Alimentar: Fungos, Bactérias e Vírus;

  • Microorganismos na Produção de Alimentos Fermentados.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

CRUZ, Roque. Experimentos de química em microescala: Química Orgânica. SP. Scipione. 1995.

CRUZ, Roque. Experimentos de química em microescala: Química Geral e Inorgânica. SP. Scipione. 1995.

FONSECA. Martha Reis Marques da. Química Orgânica. SP. F.T.D. 1992.

NEHMI, Victor A. Química. SP. Ática. 1.992.

SERRANO, Juan Ferre. Química – Vol. Único – SP. Scipione. 2000.

MACEDO e CARVALHO. Química. VOL. U. São Paulo: IBEP.

PERUZZO e CANTO. Química. VOL. U. São Paulo: Moderna.



QUÍMICA / vários autores. Curitiba: SEED - PR, 2006.

SARDELLA. QUÍMICA. VOL. U. SÃO PAULO: ÁTICA.

SEED. Diretrizes Curriculares de Química para o Ensino Médio. Curitiba: ______, 2006.


    1. 1.12. SEGURANÇA DO TRABALHO



EMENTA:

Prevenção de acidentes no ambiente de trabalho. Segurança e saúde do trabalhador.


CONTEÚDOS:

  • A Segurança do Trabalho;

  • Histórico da Segurança do Trabalho;

  • Conceitos e objetivos;

  • Acidente de Trabalho: Conceito Legal;

  • Conceito Prevencionista;

  • Tipos de Acidentes de Trabalho;

  • Causas do Acidente de Trabalho;

  • Classificação dos Acidentes de Trabalho;

  • Conseqüência do Acidente de Trabalho;

  • Procedimentos legais em caso de Acidente de Trabalho (CAT, Benefícios);

  • SESMT – Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho: Composição; Dimensionamento; Atribuições / Responsabilidades;

  • Medidas de Proteção: Coletivas e Individuais;

  • Equipamentos de Proteção Individual – EPI’s;

  • Inspeção de Segurança;

  • Tipos;

  • Responsabilidade;

  • Relatórios;

  • Investigação de Acidentes;

  • CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes: NR-05;

  • Mapa de Risco;

  • Instalações Elétricas inadequadas ou defeituosas;

  • Princípios de combate a incêndios: Extinção;

  • Extintores;

  • Elementos de combate ao fogo;

  • Classes de incêndio;

  • Norma de cor na Segurança do Trabalho – NR-26;

  • Noções de Primeiros socorros – conceitos básicos.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

Agenda do SEBRAE.

Apostilas: Segurança no Trabalho – SENAC.

SENAE - Serviço móvel de assistência à empresa.

SOUNIS, Emilio. Manual de Higiene e Medicina do Trabalho. 3ª edição, São Paulo: Ícone, 1991.


    1. 1.13. SUBPRODUTOS DA CANA-DE-AÇÚCAR



EMENTA:

Aproveitamento de resíduos da cana-de-açúcar. Subprodutos da cana-de-açúcar. Operação da produção e a preservação do meio ambiente.


CONTEÚDOS:

  • Bagaço hidrolizado;

  • Bagaço “in natura”;

  • Levedura Seca;

  • Cogeração de energia elétrica;

  • Torta de filtro;

  • Vinhaça;

  • Óleo Fúseo;

  • Melaço.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

MARAFANTE; Luciano J. Tecnologia da Fabricação do Açúcar e do Álcool. São Paulo: Ícone, 1993.



1.14. TECNOLOGIA DA FABRICAÇÃO DO AÇÚCAR E DO ÁLCOOL
EMENTA:

Preparo da cana-de-açúcar para a fabricação do açúcar e do álcool na indústria açucareira e alcooleira do recebimento de matéria-prima à peneiragem. Preparo da cana-de-açúcar para a fabricação do açúcar na indústria açucareira da clarificação do caldo, sua transformação até a ensacagem. Preparo da cana-de-açúcar para a fabricação do álcool na indústria alcooleira do tratamento do caldo ao armazenamento.


CONTEÚDOS:

  • Recebimento da matéria-prima;

  • Provisionamento;

  • Coleta de amostras PCTS;

  • Preparo e moagem;

  • Peneiragem;

  • Clarificação do caldo;

  • Evaporação;

  • Cozimento;

  • Cristalização;

  • Centrifugação;

  • Secagem;

  • Armazenamento;

  • Ensacagem;

  • Tratamentos do caldo;

  • Tratamentos do melaço;

  • Preparo do mosto;

  • Preparo do pé de cuba;

  • Encubação;

  • Fermentação;

  • Controle da Fermentação;

  • Controle de Infecções;

  • Centrifugação do vinho;

  • Destilação;

  • Retificação;

  • Desidratação;

  • Armazenamento.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

APOSTILA. Curso de Tecnologia do Açúcar de Cana. Departamento de Tecnologia Rural.

DELGADO, Afrânio Antonio. et al. E.S.A. ¨Luiz de Queiroz¨

GIAWORD, Estudo Experimental do Alimento.

HARPE, H. Manual de Química Fisiológica.

HUGOT, E. Manual de Engenharia Açucareira.



MARAFANTE; Luciano J. Tecnologia da Fabricação do Açúcar e do Álcool. São Paulo: Ícone, 1993.






©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal