Observe a imagem a seguir. (Henri Matisse, a dança, 260 X 390 cm, óleo s/ tela, 1910.)



Baixar 3,7 Mb.
Página1/18
Encontro09.09.2017
Tamanho3,7 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   18

QUESTÃO 01

Observe a imagem a seguir.




(Henri Matisse, A dança, 260 x 390 cm, óleo s/ tela, 1910.)



Com base na pintura de Matisse e nos conhecimentos sobre as vanguardas europeias, considere as afirmativas a seguir.

I. Matisse utiliza o equilíbrio entre a cor e o traço; a aparente simplicidade reitera certo lirismo da pintura.

II. Os trabalhos de Matisse fazem parte de um contexto caracterizado por experimentações para transcendera natureza.

III. A pintura faz parte de um momento da pesquisa artística de Matisse em que buscava uma rígida estruturação formal em suas composições.

IV. Nessa imagem, Matisse expressou sentimentos dramáticos, tais como a solidão, a morte e o abandono, notados nos elementos compositivos.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.

b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.

c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.

d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.

e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

QUESTÃO 02

Leia o texto a seguir, intitulado “Minha pincelada não tem sistema”, que foi extraído de uma carta de um pintor pós-impressionista a Émile Bernard, em 1888.
“No momento, estou absorvido pela floração das árvores frutíferas, róseos pessegueiros, pereiras amarelo e branco. Minha pincelada não tem qualquer sistema. Eu ataco a tela com toques irregulares do pincel, que deixo como saem. Empastes, pontos da tela que ficam descobertos, aqui e ali pedaços absolutamente inacabados, repetições, brutalidades; em suma, estou inclinado a pensar que o resultado é demasiado intranquilizante e irritante para que isso não faça a felicidade dessas pessoas que têm ideias preconcebidas fixas sobre a técnica. [...] Trabalhando diretamente no local, procuro fixar no desenho o que é essencial – mais tarde, encho os espaços delimitados pelos contornos – expressos ou não, mas de qualquer modo, sentidos – com tons que também são simplificados, no sentido de que tudo o que vai ser solo terá o mesmo tom parecido com o violeta, que todo céu terá um tom de azul, que a vegetação verde será verde-azulada, ou verde-amarelada, exagerando deliberadamente os amarelos e azuis neste caso.”

(CHIPP, H. B. Teorias da arte moderna. 2ª. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996. p. 28.)


Com base no texto e nos conhecimentos sobre pintura moderna, identifique a autoria da carta.
a) Paul Cézanne, que foi conhecido pelo emprego da cor e da pincelada fluida em seus trabalhos.

b) Matisse, que, a princípio, foi chamado de fauvista (besta selvagem) e, posteriormente, aclamado como defensor da tradição clássica na pintura francesa.

c) Pablo Picasso, que privilegiou a aplicação simbólica das cores, em oposição a qualquer naturalismo.

d) Paul Gauguin, cujo trabalho introduziu distorções formais e alterações de perspectiva em benefício da composição ou para ressaltar o peso dos objetos.

e) Vincent van Gogh, que se interessou pelas relações de força, como atração, tensão e repulsão, no uso das cores.

QUESTÃO 03



Observe os desenhos a seguir.




Henri Matisse, Quatro auto-retratos, 1939. Desenho a crayon

(CHIPP, H. B. Teorias da arte moderna. 2ª. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996. p. 135.)


Com base nas imagens e nos conhecimentos sobre a Arte Moderna, considere as afirmativas a seguir.


I. A preocupação com a representação ideal do personagem condiz com os pressupostos clássicos da arte.

II. Nota-se a repetição de um mesmo tema em busca do aperfeiçoamento técnico do desenho de figura humana.

III. Apesar do mesmo motivo, cada desenho revela uma aparente liberdade no traço e na elaboração.

IV. Embora com diferentes elementos, cada desenho deixa evidente a descrição do mesmo homem.



  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   18


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal