O natal é quando comemoramos o nascimento de Jesus Cristo



Baixar 9,32 Kb.
Encontro30.07.2018
Tamanho9,32 Kb.

O Sr. Pastor Frankembergen,

Pronuncia em plenário o seguinte discurso:

A celebração do Natal

Senhor Presidente,

Senhoras e Senhores Deputados,
O Natal é uma dada especial, é quando comemoramos o nascimento de Jesus Cristo. Aquele que, como diz a Bíblia: veio ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.

Atualmente, essa data é comemorada no dia 25 de dezembro. Em Roma, desde o ano de 336 D.C., essa data foi escolhida como o dia da celebração do nascimento de Cristo. Há ainda certa incerteza sobre quando e por que essa data foi escolhida. Nas páginas do Novo Testamento não há informes que nos ajudam a determinar o tempo certo, embora os pastores e seus rebanhos no campo, à noite, não falem sobre o período do inverno. Historicamente falando, parece ter havido pouco interesse entre os primeiros cristãos pela celebração do nascimento de Cristo, através de alguma data separada com essa finalidade, embora, desde o começo, a sua ressurreição tenha sido celebrada semanalmente, ou seja a cada primeiro dia da semana, que atualmente denominamos domingo.

O importante é não nos esqueçamos nunca para que veio Jesus Cristo, símbolo do Amor e da Vida. Deus, nosso Pai, o enviou para que salvasse o mundo dos pecados, para nos ensinar a Amar o Próximo, a ser fiel, a querer bem a todos os irmãos. É com alegria que comemoramos o seu nascimento, pois Jesus Cristo é Eterno e o Amor dele nos uniu e nos faz querer lutar contra o ódio, a injustiça e o sofrimento. Assim Ele nos ensinou: “Amai a vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus. Ele faz o que o seu sol se levante sobre maus e bons, e envia chuva sobre justos e injustos.”

Em Mateus, está assim descrito o nascimento de Jesus: “Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: estando Maria, sua mãe, desposada de José, antes que coabitassem, achou-se grávida pelo Espírito Santo.

José, seu marido, sendo justo e não querendo difamá-la, resolveu deixá-la secretamente.

Projetando ele isto, em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo.

Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles.

Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta: "A virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamarão pelo nome de Emanuel, que quer dizer: Deus conosco".

José, despertando do sonho, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher.

Infelizmente, para muita gente, o Natal não passa de uma festa comercial ou de uma simples data comemorativa. É triste constatar que o Natal, para muitos, é apenas dia de reunir a família e os amigos para trocar presentes, cantar, beber e dançar.

O Natal virou uma data especulativa, fala-se apenas do crescimento do comércio, da economia. O mês de dezembro é um mês de empregos, de aquecimento da economia, de ir às compras. Não se fala mais nos ensinamentos de Jesus Cristo, que deveriam ser lembrados todos dias, especialmente no dia que celebramos o seu nascimento. Não podemos permitir que a Palavra de Deus seja esquecida, precisamos semeá-la, recuperá-la e fortalece-la.

Vamos nos despertar nesse Natal e descobrir o verdadeiro sentido da Palavra de Deus.



Desejo a todos um Feliz Natal, repleto de graça e que o ano de 2005 seja abençoado por Deus.
Era o que eu tinha a dizer.

Obrigado.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal