O modelo Relacional



Baixar 9,17 Kb.
Encontro29.05.2017
Tamanho9,17 Kb.

O Modelo Relacional

Os Bancos de dados relacionais (BDR) surgiram em meados da década de 1970 passando a ser utilizado no lugar do bancos hierarquicos.

Todos os dados são representados como tabelas os resultados de qualquer consulta são apenas mais uma tabela que são formadas por linhas e colunas. Linhas e colunas são (oficialmente) desordenadas (isto é, a ordem com que as linhas e colunas são referenciadas não importa). Linhas são ordenadas apenas sob solicitação ,caso contrário, a sua ordem é arbitrária e pode mudar para um banco de dados dinâmico. Cada tabela possui uma chave primária, um identificador único constituído por uma ou mais colunas. Uma tabela é ligada (conectada) à outra incluindo-se a chave primária da outra tabela. Esta coluna incluída é chamada uma chave estrangeira são os conceitos mais importantes no projeto de banco de dados.

Os Bancos de Dados Relacionais foram desenvolvidos para prover acesso facilitado aos dados, possibilitando que os usuários utilizassem uma grande variedade de abordagens no tratamento das informações.

Em 1985, Edgar Frank Codd, criador do modelo relacional, publicou um artigo onde definia 12 regras para que um Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) fosse considerado relacional:

Abaixo algumas dessa regras.



Regra Fundamental:

Regra da informação:

Regra da garantia de acesso:

Tratamento sistemático de valores nulos:

    • Os valores nulos (diferente do zero, da string vazia, da string de caracteres em brancos e outros valores não nulos) existem para representar dados não existentes de forma sistemática e independente do tipo de dado.

Catálogo dinâmico on-line baseado no modelo relacional:

    • A descrição do banco de dados é representada no nível lógico como dados ordinários (isso é, em tabelas), permitindo que usuários autorizados apliquem as mesmas formas de manipular dados aplicada aos dados comuns ao consultá-las.

Regra da sub-linguagem compreensiva:

    • Um sistema relacional pode suportar várias linguagens e formas de uso, porém deve possuir ao menos uma linguagem com sintaxe bem definida para definição de dados, a manipulação de dados, as restrições de integridade, a autorização e a fronteira de transações.

Inserção, atualização e eliminação de alto nível:

    • A capacidade de manipular a relação base ou relações derivadas como um operador único não se aplica apenas a recuperação de




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal