Nre: Toledo



Baixar 0,59 Mb.
Página1/4
Encontro27.05.2017
Tamanho0,59 Mb.
  1   2   3   4

NRE: Toledo

Município: Toledo

Nome do Professor: Lucia Alma Muller

E-mail: irmalucia@seed.pr.gov.br

Escola: NRE

Fone: 45/ 3278-8474

Disciplina: Ensino Religioso

Série: 6ª Série

Conteúdo Estruturante: Paisagem Religiosa.




Conteúdo Específico: Vida e Morte.




Título: Como as diferentes tradições religiosas explicam a passagem da vida para a morte ou apenas pela morte.

Relação Interdisciplinar 1: História

Colaborador 1: Marlene Marques, RG: 1.176.586-6; Fone: (45)3376-1101

Relação Interdisciplinar 2: Artes

Colaborador 2: Flavio Henrique Santos, RG: 4.256.760-4, Fone: (45)3252-2930

Colaborador da disciplina do autor: Janice Z. Dieter, RG: 6.466.378-0,

Fone: (45)3252-2930




Passa-se da vida para a morte ou apenas pela morte?

A morte é uma passagem da vida ou para a vida?

O que você identifica na imagem abaixo?

Que sentimentos a mesma lhe produz?



Acervo pessoal, 2007.


  • "Estamos por um fio"

Vive-se, mas se está tão próximo da morte. “Foi por um fio que escapamos daquele acidente”; “Se tivéssemos estado um minuto antes, ou depois...”, dizem. São situações que passam e que depois se levanta as mãos aos céus dizendo: “Graças a Deus estou vivo!” Mesmo que, muitas vezes, queríamos escapar, nos esconder, fugir das dificuldades da vida, mesmo assim, na “hora H” nos espantamos com a fatalidade de um segundo de descuido.

Quantos morrem a cada segundo em acidentes de trânsito? Em acidentes de trabalho? Por causa de fenômenos da natureza? De doenças? Por erro médico? De epidemias, guerras? De idade, a chamada, morte natural? Ou ainda, como dizem: “morreu de morte morrida ou de morte matada?”.
Atividades:


  1. Pesquise no dicionário o significado das palavras: vida, viver, morte, morrer.

  2. Escreva as expressões populares (ditados) que você e seus pais conhecem sobre a morte. Quais são as curiosidades que eles apresentam?

A


Fonte: http://tbn0.google.com/images?q=tbn:xTLpL4yILTCOpM:http://www.sergeicartoons.com/Cartoons/imagens/estatistica.gif


s estatísticas, nos meios de comunicação de massa nos espantam: os 190 mortos no acidente do avião da TAM, em São Paulo, no dia 18 de julho de 2007. Os 3.278 mortos no atentado às Torres Gêmeas, no dia 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos. Espanta-nos pelos 156.060 mortos do maremoto Tsunami na Ásia, no dia 26 de dezembro de 2004;... Porém, quantos morrem diariamente de fome e das mais diferentes causas em nosso país?... Na verdade diz o ditado “para morrer basta estar vivo”. Você concorda?
Atividades:

Que tal fazer uma estatística apontando as diferentes causas de morte de sua cidade, classificando por idade, classe social, períodos do ano... Verifique também a porcentagem de natalidade e mortalidade da sua cidade dos últimos anos. Faça um comparativo com os grandes acidentes acima citados e num texto, escreva sua conclusão.





  • A morte tem outros significados?

Na história do Brasil, Dom Pedro, no dia 7 de setembro de 1822, ao declarar a independência do Brasil de Portugal, utilizou a palavra morte, quando disse: “Independência ou Morte!”. No Hino Nacional Brasileiro a palavra morte aparece duas vezes como desafio e coragem:

... Em teu seio, ó liberdade,

Desafia o nosso peito a própria morte!”

...”

Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada,

Entre outras mil,

És tu Brasil,

Ó Pátria amada!”

...”



(letra: Joaquim Osório Duque Estrada; música: Francisco Manuel da Silva)
Atividades:

Como a morte aqui é entendida? Será que é certo dizer que a História é feita de vida e morte? Quantos heróis são mortos para servir de exemplo ou causar medo ao povo? Tem um dizer da Igreja Católica que diz: “O sangue dos mártires é semente de cristãos”. Como entender isto? Isto também aconteceu com Tiradentes?



O

Fonte:


http://tbn0.google.com/images

q=tbn:UYYqx4ZP1y8pIM:http:/

/educa.fc.up.pt/ficheiros/cv_

experiencias/170/imagens/151



/germina%25E7%25E3o.jpg:
Texto Sagrado dos cristãos, no livro do Evangelho de João, capítulo 12, versículo 24, diz: “
Se o grão de trigo que cai na terra não morrer, permanecerá só; mas se morrer, produzirá muito fruto” (Jo 12,24). A morte para a semente é condição vital para continuar o curso do “crescei e multiplicai-vos” (Gênesis 1,28). É o grande ciclo da vida.


  1   2   3   4


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal