Novena de oração para invocar a graça da canonização do Beato Tiago Alberione



Baixar 21,95 Kb.
Encontro15.07.2018
Tamanho21,95 Kb.

Novena de oração para invocar a graça da canonização do Beato Tiago Alberione

Comissão para a Animação Espiritual:

«Por fim, eu vos exorto a que vos empenheis na fidelidade, em sintonia com a inspiração originária do Instituto. Fidelidade, em primeiro lugar, ao Evangelho, segundo o exemplo do vosso Padroeiro […]

Depois, fidelidade à Igreja, que a Primeira Carta a Timóteo (São Paulo) qualifica como “coluna e sustentáculo da verdade” (1Tm 3, 15). Para se desempenhar uma ação apostólica verdadeiramente eficaz, é necessário que o Instituto se ponha em atitude de humilde e constante docilidade para com os ensinamentos do Magistério eclesiástico e as indicações pastorais do Sucessor de São Pedro e dos bispos em comunhão com ele.

Fidelidade, finalmente, ao espírito do Fundador: somente se mantiverdes viva a herança que ele vos deixou é que podereis ser como ele semeadores da verdade e do bem, continuando a sua obra de autêntico profeta da nova evangelização.»

(Beato João Paulo II, discurso aos capitulares da Sociedade São Paulo, 13 de abril de 1992).



Durante os dias da novena que precedem a festa do Beato Tiago Alberione, rezemos para que a Família Paulista encontre na fidelidade criativa do espírito paulista os motivos para um renovamento pessoal, para um testemunho de fé cada vez mais autêntico e alegre, por um anúncio eficaz e para que na Igreja se reconheça a santidade do Beato Tiago Alberione, “profeta da nova evangelização”.

Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, Vós quisestes fazer reviver na Igreja o carisma apostólico de São Paulo, por Vós revelado na luz da Eucaristia ao beato Tiago Alberione, fundador da Família Paulista, fazei que a presença de Cristo Mestre, Caminho, Verdade e Vida, se irradie no mundo por meio de Maria, Rainha dos Apóstolos. Glorificai na vossa Igreja este apóstolo da nova evangelização, e suscitai homens e mulheres abertos aos “sinais dos tempos” que, a seu exemplo, operem com os meios modernos de comunicação a fim de levar até Vós toda a humanidade. E por intercessão do beato Tiago Alberione, concedei-me a graça que agora vos suplico…


Gloria ao Pai,…
Lembremos o nosso querido Pai- Fundador durante uma hora de adoração (cf. roteiro abaixo) que pode ser proposta na iminência ou no dia da sua festa.

O beato Alberione Pai e Mestre de vida

26 de novembro de 2012



Cântico: O beato Tiago Alberione foi um homem de Deus (ou outro hino ao beato Tiago Alberione)
Guia: Celebramos a memória do nosso Pai na fé lembrando o feliz dia em que lhe foi conferida a medalha “Pro Ecclesia et Pontífice”. Para as irmãs e os irmãos da Família Paulista ali presentes foi um momento de alegria, de confirmação do caminho iniciado, de forte comunhão entre eles, com o Fundador e com a Igreja.
Se é possível projete-se (ou então escute-se) o filme realizado na audiência de Paulo VI à Família Paulista. Ou então leia-se o texto proposto.
Do magistério do Papa Paulo VI

«Está [aqui hoje] perante Nós a Pia Sociedade S. Paulo de Alba (Piemonte) e que agora tem a sua Casa Generalícia em Roma. Não é, bem o sabemos, uma instituição simples, mas uma família, a “Família Paulista”, composta de vários Institutos religiosos, que hoje nos agrada aqui receber, e dela fazer a resenha. […]

Conhecemos todas estas atividades, todas caracterizadas por um espírito e finalidade apostólica: é vosso o apostolado das edições, o principal; é vosso o apostolado litúrgico, o apostolado paroquial, o apostolado vocacional e o de intensa vida cristã em várias categorias de pessoas.

E também, sabemos bem, como o vosso apostolado iniciou com o emprego e uso moderno daqueles instrumentos prodigiosos, que servem para as assim chamadas comunicações sociais e formam um dos traços característicos da Família Paulista; para vós servem como apostolado: a imprensa sobretudo, a seguir a rádio, o cinema e agora, dizem-nos que também tendes os discos. E cada um destes meios alarga o seu serviço com finalidades diversas: os livros, as revistas, os jornais, as edições da Sagrada Escritura, as publicações litúrgicas, os catecismos, os cursos de cultura religiosa por correspondência, e assim por diante.

A este florescimento de formas de divulgar o pensamento e a palavra cristã corresponde a difusão geográfica das vossas iniciativas: a vossa obra atinge já todos os Continentes, muitas nações; assume carácter missionário e abre por todo o lado caminhos novos de penetração apostólica. […]

Devemos ao vosso Fundador, aqui presente, ao caro e venerando padre Tiago Alberione, a construção do vosso monumental Instituto. Em nome de Cristo, nós lhe agradecemos e abençoamo-lo.

Ei-lo aqui, humilde, silencioso, incansável, sempre vigilante, sempre recolhido nos seus pensamentos, que correm da oração à obra (segundo a fórmula tradicional: “ora et labora”), sempre ocupado em perscrutar os “sinais dos tempos”, ou seja, as formas mais geniais de chegar às almas, o nosso padre Alberione deu à Igreja novos instrumentos para se exprimir, novos meios para dar vigor e amplidão ao seu apostolado, nova capacidade e nova consciência da validez e da possibilidade da sua missão no mundo moderno e com os meios modernos.

Deixe, caro padre Alberione, que o Papa goze desta longa, fiel e incansável fadiga e dos frutos por ela produzidos para a glória de Deus e para o bem da Igreja»

(PAULO VI. Audiência Pontifícia de 28 de Junho de 1969).
Cântico para a exposição do Santíssimo Sacramento
Creio meu Deus….
Guia: Com renovada admiração e gratidão estamos aqui perante Jesus Eucaristia em comunhão com as irmãs e os irmãos da Família Paulista.

Apresentamos as nossas comunidades, as necessidades da sociedade, o apostolado que realizamos na Igreja.


Tempo de silêncio
Guia: «A luz em que vi envolvido o Divino Mestre, a força da sua voz sobre aquele “quero” e “daqui” indicando com a mão prolongada sobre o sacrário foram assim entendidas: um convite a tudo tomar d’Ele, Mestre Divino vivente no sacrário; que esta é a sua vontade, que da (então) ameaçada Família devia sair muita luz. Cada um pense que é transmissor de luz, alto-falante de Jesus, secretário dos evangelistas, de São Paulo, de São Pedro…» (AD 157)..
Aleluia, aleluia

Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça. Permanecei no meu amor.

Aleluia.
Do Evangelho segundo São Mateus (Mt 28,16-20)

Os onze discípulos partiram para a Galileia, para o monte que Jesus lhes tinha indicado. Quando viram Jesus, ajoelharam-se diante d’Ele. Mesmo assim alguns duvidavam. Então Jesus aproximou-se e disse: "Toda a autoridade Me foi dada no Céu e sobre a Terra. Portanto, ide e fazei com que todos os povos se tronem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei. Eis que Eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo".


Tempo de silêncio e de adoração
Cânone: Laudate omnes gentes (Taizé)
Da segunda carta de São Paulo aos Coríntios (2Cor 2,14-17.4,5-7)

Graças sejam dadas a Deus, que nos faz participar do seu triunfo em Cristo e que, através de nós espalha o perfume do seu conhecimento no mundo inteiro. De facto, diante de Deus nós somos o bom perfume de Cristo entre aqueles que se salvam e entre aqueles que se perdem: para uns, perfume de morte para a morte; para outros perfume de vida para a vida. E quem estaria à altura de tal missão? Nós não somos como aqueles que falsificam a Palavra de Deus; pelo contrário, é com sinceridade e como enviados de Deus que falamos a respeito de Cristo na vossa presença.

Não pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, Senhor. Quanto a nós mesmos, é como vossos servos que nos apresentamos, por causa de Jesus. Pois o Deus que disse: “Do meio das trevas brilhe a luz!”, foi Ele mesmo que reluziu em nossos corações para fazer brilhar o conhecimento da glória de Deus, que resplandece na face de Cristo. Todavia, esse tesouro trazemo-lo em vasos de barro, para que todos reconheçam que esse incomparável poder pertence a Deus e não é propriedade nossa.
Tempo de silêncio e de reflexão pessoal com a Palavra
Guia: A nossa certeza é a força de Deus na nossa debilidade. Peçamos ao Pai misericórdia e um entusiasmo renovado na vida de anúncio da fé.
Perdoai-nos, Senhor, a nossa presunção, quando nos cremos infalíveis, recusando em admitir os nossos erros, as nossas fraquezas.

Ajudai-nos a compreender os nossos limites e ensinai-nos a trabalhar com humildade pelo Vosso Reino. Kyrie eleison.
Perdoai-nos pelas vezes em que Vos fomos infiéis, devido às nossas indecisões, às dúvidas e ao medo de Vos seguir e de ser Vossas testemunhas.

Concedei-nos ser profetas, testemunhas autênticas e companheiros de viagem no caminho para Vós. Christe eleison.
Perdoai-nos, Senhor, pela falta de comunhão autêntica, por usarmos lindas palavras mas depois nos desmentimos nos factos.

Construí Vós a nossa casa, indica-nos caminhos de fraternidade, de gratuidade e de colaboração sincera para o anúncio do vosso Reino. Kyrie eleison.
Guia: Renovemos a nossa confiança no Pai de misericórdia e proclamemos (ou então: cantemos) o “Pacto”, na certeza de que Ele quererá realizar também em nós e entre nós o prodígio das graças operadas com os nossos irmãos e as nossas irmãs que nos precederam na admirável Família Paulista.
Recite-se/ou cante-se o Pacto
Leitor. «Sintamos a sede divina pelas almas como a sentia Jesus Cristo: façamos conhecer a doutrina dogmática, moral e litúrgica de Jesus Cristo pegando nos meios mais rápidos e fecundos; vivamos no progresso e sintamos o progresso em Cristo e na Igreja. Sejamos almas de esperança! Não falte a ninguém, pelo que de nós dependa, a luz divina» (SP Abril 1949).
Guia: Perante Jesus Eucaristia elevemos a nossa oração de intercessão pelas necessidades da Igreja, da Família Paulista, pela canonização do Beato Tiago Alberione, nosso Fundador. O Senhor atenda a nossa súplica.

Escutai, Senhor, a nossa oração.


(intervenções espontâneas da assembleia)
Cântico do Pai Nosso
Oração de encerramento

Ó Pai, que suscitastes na Igreja o beato Tiago Alberione para anunciar ao mundo o Teu Filho Caminho, Verdade e Vida através com as múltiplas formas da comunicação, fazei que, imitando o seu exemplo, dediquemos as nossas forças para levar o evangelho a todas as Nações. Por N. S. J. C., vosso Filho, que é Deus, e vive e reina convosco na unidade do Espírito Santo, pelos séculos dos séculos. Amen



Cântico para reposição do Santíssimo



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal