Nossa senhora de guadalupe



Baixar 9,34 Kb.
Encontro30.07.2018
Tamanho9,34 Kb.



Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares,
Hoje, 12 de dezembro, comemora-se o dia de Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira de toda a América Latina e protetora dos não-nascidos e dos movimentos Pró-Vida.
Em 1531, Nossa Senhora de Guadalupe apareceu no México, na colina de Tepeyac, ao índio (hoje Santo) Juan Diego, e ordenou que fosse até o bispo da cidade do México, Dom Juan Zumarraga, com o pedido de construir um santuário na referida colina.

O bispo não acreditou no índio e pediu-o para que trouxesse um sinal para provar a veracidade do que foi lhe dito.

Então, Nossa Senhora, numa outra aparição, mandou que Juan Diego levasse seu poncho cheio de rosas, numa estação que por lá, não existiam rosas, pois fazia inverno.

Ao despejar as rosas diante do bispo, apareceu uma linda pintura de Nossa Senhora no manto do índio.

Este manto, com a pintura, se conserva até hoje, e os estudiosos, da pintura não encontraram nenhuma explicação sobre tal fenômeno.

É tida, realmente, como uma imagem milagrosa.
Sr. Presidente, não podíamos deixar de lembrar este fato, especialmente por estarmos vivendo num mundo tão difícil, em uma sociedade secularizada, onde a descrença e a falta de fé estão tomando proporções alarmantes não só no Brasil, mas no mundo inteiro.

Naquela época, Nossa Senhora de Guadalupe, queria pelo menos um pequeno templo onde ela pudesse ouvir o seu povo. Ela estava preocupada com a realidade daquele tempo, especialmente com os irmãos indígenas.

A Mãe de Guadalupe que também é Nossa Senhora Aparecida, a mãe de tantos títulos, continua a escutar e manifestar-se ao seu povo, por isto, relembro neste momento, um fato que chocou todo o Brasil, especialmente os devotos de Nossa Senhora, quando em uma emissora de TV, a alguns anos atrás, o pastor Von Helde, da Igreja Universal do Reino de Deus, chutou a imagem de Nossa Senhora Aparecida.

O que muitos não sabem e foi publicado na Revista Pergunte e Respondemos de novembro de 2003, nº 497, é que depois, o pastor fora acometido de grave enfermidade, sendo internado em um hospital dos EUA onde foi tratado e se recuperou. Com o desejo de agradecer os médicos, enfermeiros e auxiliares que contribuíram para sua cura, organizou uma confraternização de agradecimento, no entanto, percebeu a ausência da senhora negra que todas as madrugadas lhe dava assistência. Tal não foi sua surpresa, quando descobriu que ninguém naquele local, conhecia a referida senhora e ele compreendeu que só podia ser a Virgem Aparecida, sendo este o fato, que o levou a converter-se o catolicismo, tornando-se um fervoroso devoto de Nossa Senhora.

Tenhamos hoje, a mesma esperança de que a Virgem Maria escute o nosso pedido de um país melhor e escute a nossa gente, especialmente o povo mais sofrido.

Entreguemos agora, nas mãos de Nossa Senhora, esta Casa, cada Parlamentar e seu Estado e façamos da oração de Pe. Zezinho, a nossa oração e homenagem à Padroeira da América Latina, Nossa Senhora de Guadalupe:


“Mãe do céu morena, Senhora do América Latina, de olhar e caridade tão divina, de cor igual à cor de tantas raças. Virgem tão serena, Senhora destes povos tão sofridos, patrona dos pequenos e oprimidos, derramai sobre nós as vossas graças. Derramai sobre os jovens vossa luz. Aos pobres vinde mostrar o vosso Jesus. Ao Mundo inteiro trazei o vosso amor de Mãe. Ensinai à quem tem tudo partilhar. Ensinai à quem tem pouco à não se cansar, e fazei o nosso povo à caminhar em paz. Derramai a esperança sobre nós. Ensinai o povo à não calar a voz. Despertai o coração de quem não acordou. Ensinai que a justiça é condição de construir um Mundo mais irmão. E fazei o nosso povo conhecer Jesus”.

Que Nossa Senhora de Guadalupe, abençoe o nosso Brasil e ilumine esta Casa.



Muito obrigado.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal