No princípio apresentaçÃO



Baixar 2,45 Mb.
Página31/32
Encontro03.05.2017
Tamanho2,45 Mb.
1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   32

The Youth's Instructor, 6 de fevereiro de 1902 | Mensagens aos Jovens {69/226/1}

Em Sua infinita misericórdia e amor, Deus nos tem dado luz em Sua Palavra, e Cristo nos diz: "De graça recebestes, de graça dai." Deixai que a luz que Deus vos tem dado, resplandeça para os que estão nas trevas. Ao assim fazerdes, tendes ao lado anjos do Céu, ajudando-vos a conquistar almas para Cristo.


[1871-3T] Testemunhos Para A Igreja, Vol.3 {82/704/3}

Foi-me apresentado todo o Céu como a contemplar e observar no decorrer do sábado aqueles que reconhecem as reivindicações do quarto mandamento, e estão observando o sábado. Os anjos estavam anotando o interesse deles e o elevado respeito que nutrem por essa divina instituição. Aqueles que santificavam o Senhor Deus no próprio coração mediante uma estrutura estritamente religiosa da mente, e que buscavam aproveitar as horas santas em observar o sábado da melhor maneira que lhes era possível, e honravam a Deus ao chamar o sábado deleitoso - a esses, beneficiavam especialmente os anjos com luz e saúde, e era-lhes comunicada força especial. Por outro lado, porém, os anjos se desviavam dos que deixavam de apreciar a santidade do dia santificado por Deus, e deles removiam sua luz e força. Vi-os obscurecidos por uma nuvem, abatidos, e freqüentemente tristes. Sentiam a falta do Espírito de Deus.


Quando os anjos se retiram, sente-se a falta do... Espírito Santo!
[1870-3T] Testemunhos Para A Igreja, Vol. 3 {82/704/3}

Se os ministros de Cristo imitassem Seu exemplo, seriam possuído por Seu espírito e os anjos os ajudariam.


[1875-3T] Testemunhos Para A Igreja, Vol. 3 {32/362/3}

Tendes todos uma influência para bem ou para mal sobre a mente e caráter dos outros. E justamente a influência que exercerdes será escrita nos livros do Céu. Tendes um anjo assistente, o qual está registrando vossas palavras e ações. Ao vos erguerdes pela manhã, acaso experimentais o senso de vossa impotência, vossa necessidade de forças vindas de Deus? e humilde e sinceramente expondes vossas necessidades ao celeste Pai? Se assim for, os anjos anotam-vos as orações, e se as mesmas não partiram de lábios fingidos, quando estiverdes em risco de errar inconscientemente, de exercer uma influência que leve outros a errar, vosso anjo de guarda estará ao vosso lado, impulsionando-vos a seguir melhor direção, escolhendo as palavras para proferirdes e influenciando-vos as ações.


Até nos impedem de cometer pecados INVOLUNTÁRIOS!! Será que Deus deu tanto poder assim para... criaturas?
[1888-GC88] The Great Controversy {37/594/1a} | O Grande Conflito {37/594/1a}

Antes de Sua crucifixão o Salvador explicou a Seus discípulos que Ele deveria ser morto, e do túmulo ressuscitar; anjos estavam presentes para gravar-lhes Suas palavras na mente e no coração.


Cristo Em Seu Santuário {5/50/1b}

Elo após elo da cadeia da verdade recompensava seus esforços, enquanto passo a passo divisava as grandes linhas proféticas. Anjos celestiais estavam a guiar-lhe o espírito e a abrir as Escrituras à sua compreensão.


Quem ensinaria e nos faria lembrar das Escrituras?
Manuscrito 53, 1909 | Evangelismo {2/38/1b}

À medida que trabalharmos com todas as forças que Deus nos concede, bem como em humildade de coração, confiando inteiramente nEle, nossos esforços não ficarão sem frutos. Nossos resolutos esforços para levar almas ao conhecimento da verdade para este tempo serão reforçados por santos anjos, e muitas almas se salvarão. O Senhor jamais abandonará Seus fiéis mensageiros. Ele envia, em seu auxílio, os agentes celestiais e acompanha suas atividades, com o poder de Seu Santo Espírito para os convencer e converter. Todo o Céu apoiará vossos apelos.


Todo o Céu: o Pai, o Filho e os anjos.
Parábolas De Jesus {24/318/1}

No Céu é dito pelos anjos ministradores: Executamos a obra para que fomos enviados. Repelimos os exércitos dos anjos maus. Enviamos luz e claridade à mente dos homens, avivando-lhes a memória do amor de Deus expresso em Jesus. Atraímos-lhes os olhares para a cruz de Cristo. Seu coração foi movido profundamente pelo sentimento do pecado, que crucificou o Filho de Deus. Foram convencidos. Viram os passos que devem ser dados na conversão; sentiram o poder do evangelho; seu coração foi sensibilizado ao verem a excelência do amor de Deus. Contemplaram a beleza do caráter de Cristo. Mas com a maioria, foi tudo em vão. Não quiseram submeter seus próprios hábitos e caráter. Não quiseram depor as vestes terrenas para serem trajados com as do Céu. Seu coração era dado à avareza. Amavam mais a companhia do mundo do que a de Deus.


Santificação {6/51/1}

Que grande honra é outorgada a Daniel pela Majestade do Céu! Conforta Seu servo tremente e lhe assegura que sua oração foi ouvida no Céu. Em resposta àquela fervorosa petição, o anjo Gabriel foi enviado para influenciar o coração do rei persa. O rei havia resistido às impressões do Espírito de Deus durante as três semanas em que Daniel estivera jejuando e orando, mas o Príncipe dos Céus, o Arcanjo Miguel, foi enviado para convencer o coração do obstinado rei, a fim de que tomasse alguma decisão para atender à oração de Daniel.


Um anjo vai conseguir o que o Espírito Santo não conseguiu? Gabriel vem acompanhado do próprio Cristo!!
Serviço Cristão {13/154/2}

Vi que a obra da presente verdade deve atrair o interesse de todos. A publicação da verdade é um plano ordenado por Deus, como meio de advertir, confortar, reprovar, exortar, ou convencer a todos cuja atenção o mensageiro silencioso e mudo vier a ser apresentado. Anjos de Deus têm sua parte a desempenhar no preparar corações para serem santificados pelas verdades publicadas, a fim de que se possam aprontar para as solenes cenas que se acham perante eles.


Eventos Finais {6/92/3}

Aqueles que se têm apartado da fé virão a nossas congregações para distrair nossa atenção da obra que Deus deseja que se faça. Não vos podeis permitir desviar os ouvidos da verdade para as fábulas. Não vos detenhais para procurar converter aquele que está proferindo palavras de reprovação contra vossa obra, mas deixai que se patenteie que sois inspirados pelo Espírito de Jesus Cristo; e anjos de Deus vos porão nos lábios palavras que toque o coração de vossos oponentes. Se esses homens persistirem em sua atitude, aqueles, na congregação, que são dotados de um espírito sensato, compreenderão que vossa norma é a mais elevada.


Isso é obra atribuída ao Espírito Santo, mas quem a cumpre... são os anjos!!
Medicina E Salvação {10/196/3}

Em vosso cuidado dos enfermos, agi terna, bondosa e fielmente, para que tenhais sobre eles uma influência convertedora. Tendes necessidade da graça de Cristo a fim de representardes convenientemente o seu serviço. E ao apresentardes a graça da verdade em serviço fiel e desinteressado, anjos estarão presentes para sustentar-vos. O Confortador estará convosco para cumprir a promessa do Salvador: "Eis que Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos." Mat. 28:20.


Atos Dos Apóstolos {11/107/3}

"E eis que um homem etíope, eunuco, mordomo-mor de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todos os seus tesouros, e tinha ido a Jerusalém para adoração, regressava, e assentado no seu carro, lia o profeta Isaías." Atos 8:27 e 28. Este etíope era homem de boa posição e grande influência. Deus viu que, quando se convertesse, proporcionaria a outros a luz que recebera, e exerceria forte influência em prol do evangelho. Anjos de Deus estavam auxiliando este inquiridor da luz, e ele estava sendo atraído para o Salvador. Pelo ministério do Espírito Santo, o Senhor o pôs em contato com quem o poderia guiar à luz.


Testemunhos Seletos, Vol. 1 {15/74/1}

Vi que alguns têm preconceitos contra nossos governantes e contra as leis; mas se não fossem as leis, este mundo estaria em condição terrível. Deus refreia nossos governantes; pois o coração de todos está em Suas mãos. Estabelecem-se limites para além dos quais não podem ir. Muitos dos governantes pertencem ao número dos dirigidos por Satanás; mas vi que Deus tem os Seus agentes, mesmo entre os governantes. E alguns deles se converterão ainda à verdade. Estão agora desempenhando a parte que Deus deseja que desempenhem. Quando Satanás opera por meio de seus agentes, fazem-se propostas que, se executadas, impediriam a obra de Deus e produziriam grande mal. Os anjos bons operam nesses agentes de Deus para que se oponham a essas propostas com razões fortes, às quais não podem resistir os agentes de Satanás. Uns poucos dos agentes de Deus terão poder para derribar grande massa de males. Assim a obra prosseguirá até que a terceira mensagem tenha realizado sua obra, e por ocasião do alto clamor do terceiro anjo, esses agentes terão oportunidade de receber a verdade, e alguns deles se converterão, e atravessarão com os santos o tempo de angústia. Quando Jesus deixar o Santíssimo, Seu Espírito refreador será retirado dos governantes e do povo. Serão deixados ao controle dos anjos maus. Então serão feitas, por conselho e direção de Satanás, leis que, se não fosse muito breve o tempo, nenhuma carne se salvaria.


Novamente a retirada dos anjos bons equivale a retirada do Espírito Santos.
Porém , os textos a seguir são mais impressionantes.
[1899-Ct] Carta 116 | Mensagens Escolhidas, Vol. 1 {10/94-97} “Os Anjos Bons são Mais Poderosos que os Anjos Maus”

É expressamente declarado que Satanás trabalha nos filhos da desobediência, não somente tendo acesso à mente deles, mas operando por meio de sua influência, consciente e inconsciente, para atrair outros à mesma desobediência. Se os anjos maus têm tal poder sobre os filhos dos homens em sua desobediência, quão maior poder têm os anjos bons sobre aqueles que estão se esforçando para serem obedientes! Quando pomos em Jesus Cristo a confiança, operando a obediência para a justiça, anjos de Deus operam em nosso coração para a justiça. ...


Anjos vieram e ministraram a nosso Senhor no deserto da tentação. Anjos celestes estiveram com Ele durante todo o período em que Ele esteve exposto aos assaltos dos instrumentos satânicos. ... Anjos do Céu se achavam na cena naquela ocasião, e mantiveram erguido o estandarte, para que Satanás não ultrapassasse seus limites e sobrepujasse a natureza humana de Cristo.
... Anjos ministraram ao Salvador. Anjos trouxeram-Lhe alimento. ...
A família humana tem todo o auxílio que teve Cristo em Seus conflitos com Satanás. Não necessitam ser vencidos. ...
Toda pessoa tem um Céu a ganhar, e um inferno a evitar. E os anjos acham-se todos prontos para vir em auxílio da alma tentada e provada. ... Todo o auxílio que Cristo recebeu, cada homem pode receber na grande prova. A cruz se ergue como um penhor de que ninguém precisa perder-se, de que é provida abundante ajuda para cada alma. É-nos possível vencer os agentes satânicos, ou podemos unir-nos aos poderes que buscam neutralizar a obra de Deus em nosso mundo! ...
Temos um Advogado pleiteando em nosso favor. O Espírito Santo está continuamente empenhado em observar nosso procedimento. Necessitamos agora viva percepção, para que, por nossa piedade prática, a verdade se mostre verdade como é em Jesus. Os agentes angélicos são mensageiros do Céu, realmente subindo e descendo, mantendo a Terra em constante ligação com o Céu. Esses mensageiros angélicos observam todo o nosso procedimento. Estão prontos a ajudar todos em sua fraqueza, guardando a todos de perigo moral e físico, segundo a providência divina. E sempre que as almas se submetem à enternecedora, subjugante influência do Espírito de Deus, sob a ministração desses anjos, há alegria no Céu; o próprio Senhor regozija-Se com cântico.
O Espírito Santo observa noss procedimento. Os Anjos... observam nosso procedimento!

O Espírito Santo, um Deus, ministrado por anjos??

Como no comentário de Zacarias, “Assim, dos santos que estão na presença de Deus, Seu Espírito é comunicado aos que são consagrados para o Seu serviço.”
Os homens tomam demasiada glória para si. É a obra dos instrumentos celestes cooperar com os instrumentos humanos segundo o plano de Deus que traz o resultado na conversão e santificação do caráter humano. Não podemos ver nem poderíamos resistir à glória das ministrações angélicas, não fosse ela velada em condescendência para com a fraqueza de nossa natureza humana. O esplendor da glória celeste, como se vê nos anjos de luz, aniquilaria os terrestres mortais. Os anjos estão operando na mente humana na proporção em que esta se entrega ao seu cuidado; trazem-lhe vivamente lembranças preciosas, como fizeram às mulheres ao redor do sepulcro.
Eis a Glória que acompanha um anjo. Aniquila como a Glória de Deus! Sim, é a Glória Divina! Satanás ainda a retém um pouco, podendo tornar-se ANJO DE LUZ!! É por isso que ele pode enganar!

Trazer à lembrança é atribuição do Espírito Santo!

Deus daria tanto poder assim a... CRIATURAS?
Um instrumento criado é empregado no organizado plano do Céu para a renovação de nossa natureza, operando nos filhos da desobediência a obediência a Deus. A guarda do exército celeste é assegurada a todos os que trabalharem pelas maneiras de Deus e Lhe seguirem os planos. Podemos, em oração fervorosa e contrita, chamar para nosso lado os auxiliares celestes. Exércitos invisíveis de luz e poder operarão juntamente com os humildes, mansos e submissos.

São criaturas! Como adorá-las??


Apocalipse 19:10 Prostrei-me ante os seus pés para adorá-lo. Ele, porém, me disse: Vê, não faças isso; sou conservo teu e dos teus irmãos que mantêm o testemunho de Jesus; adora a Deus. Pois o testemunho de Jesus é o espírito da profecia.

Apocalipse 22:9 Então, ele me disse: Vê, não faças isso; eu sou conservo teu, dos teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.


[1894-Ct] Carta 70 | Mensagens Escolhidas, Vol. 1 {10/97} “Os Anjos Bons são Mais Poderosos que os Anjos Maus”

Satanás emprega instrumentos humanos para levar a alma a ficar sob o poder da tentação, mas os anjos de Deus estão buscando instrumentos humanos por meio de quem possam cooperar para salvar os tentados. Os anjos procuram os que trabalhem segundo os métodos de Cristo, que sejam movidos pela compreensão de que a Ele pertencem. Estão à procura daqueles que sintam que as pessoas que caem em tentação, sejam elevadas ou humildes, são as necessitadas de seu trabalho especial, e que Cristo olha aos que são passados por alto, negligenciados, feridos e contundidos pelo adversário, a ponto de morrer, e é ofendido pela dureza dos homens que se recusam a exercer a fé que opera por amor e purifica a alma.


Os anjos de Deus trabalharão com os que cooperarem com os agentes celestes, e por meio deles e por eles, em benefício da salvação de uma alma da morte, e do cobrir multidão de pecados, o que os levará a considerarem a si mesmos, para que não sejam também tentados.
Com o exposto acima, não fica muito difícil entender os textos a seguir.
4 - TRINDADE, TERCEIRA PESSOA DA TRINDADE E TERCEIRA PESSOA DA DIVINDADE

[1893.06.30-Ms] Manuscript 94. "Could Christ Have Yielded to Temptation?" {1-3} / Manuscript Releases, vol. 6 {112/2} | Cristo Trinfante – MM 2002 {213/6}

Through being partakers of the divine nature we may stand pure and holy and undefiled. The Godhead was not made human, and the human was not deified by the blending together of the two natures. Christ did not possess the same sinful, corrupt, fallen disloyalty we possess, for then He could not be a perfect offering.

Sendo participantes da natureza divina, podemos permanecer puros, santos e incontaminados. A Trindade não Se tornou humana, e o humano não foi deificado pela combinação das duas naturezas. Cristo não possuía a mesma deslealdade pecaminosa, corrupta e caída que possuímos, pois nesse caso não poderia ser uma oferta perfeita.
Vejam como o termo traduzido incorretamente traz problemas. Toda a Trindade encarnou? Os Três? Não foi somente a “Segunda Pessoa da Trindade?” Se a tradução é Divindade, não há problema algum com o texto.
[1896.02.06-CT] Letter 8 “To My Brethren in America” | Testemunhos Para Obreiros e Ministros Evangélicos {54/392/1}

"Sunnyside," Cooranbong, Feb. 6, 1896.

To My Brethren in America:

The great office work of the Holy Spirit is thus distinctly specified by our Saviour, "And when He is come, He will reprove the world of sin." Christ knew that this announcement was a wonderful truth. He was nearing the close of His ministry upon this earth, and was standing in view of the cross, with a full realization of the load of guilt that must be placed upon Him as the sin-bearer. Yet His greatest anxiety

was for His disciples. He was seeking to find solace for them, and He told them, "Nevertheless I tell you the truth; It is expedient for you that I go away; for if I go not away, the Comforter will not come unto you; but if I depart, I will send Him unto you." (John 16:7)

Cooranbong, Austrália, 6 de fevereiro de 1896

Aos Meus Irmãos da América do Norte:

A grande obra oficial do Espírito Santo é assim distintamente especificada por nosso Salvador: "E, quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado." João 16:8. Cristo sabia que essa declaração era um maravilhoso legado. Aproximava-Se do fim da Sua missão na Terra, e estava à vista da cruz, com pleno conhecimento do peso de culpa que sobre Ele devia ser colocado, como portador dos pecados. Contudo Sua maior ansiedade era por Seus discípulos. Estava Ele procurando encontrar consolo para eles e lhes disse: "Todavia, digo-vos a verdade: que vos convém que Eu vá, porque, se Eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se Eu for, enviar-vo-Lo-ei." João 16:7.


[1896.02.06-CT] Letter 8 “To My Brethren in America” | Testemunhos Para Obreiros e Ministros Evangélicos {54/392/2} | Olhando Para o Alto – MM 1983 {45/3}

Evil had been accumulating for centuries, and could only be restrained and resisted by the mighty power of the Holy Spirit, the third person of the Godhead, who would come with no modified energy, but in the fulness of divine power. Another spirit must be met; for the essence of evil was working in all ways, and the submission of man to this Satanic captivity was amazing.

O mal se vinha acumulando por séculos e só poderia ser restringido e resistido pelo eficaz poder do Espírito Santo, a terceira pessoa da Trindade, que viria com não modificada energia, mas na plenitude do poder divino. Outro espírito deve ser enfrentado; pois a essência do mal estava atuando de todas as maneiras, e era de surpreender a submissão do homem a esse cativeiro satânico.

O mal vinha se acumulando por séculos e só poderia ser contido pelo inigualável poder do Espírito Santo, a terceira pessoa da Divindade, que viria sem restrições em Sua eficácia, mas em plenitude do divino poder. Outro espírito deveria ser encontrado, pois a essência do mal estava operando em todas as formas, e a submissão do homem a este cativeiro satânico era surpreendente.


A segunda tradução, a da MM, foi feita corretamente: Divindade. Quanto à Terceira Pessoa, veremos adiante.
[1896.02.06-CT] Letter 8 “To My Brethren in America” | Testemunhos Para Obreiros e Ministros Evangélicos {54/392/3}

To-day, as in Christ's day, Satan rules the minds of many. O that his terrible, fearful work could be discerned and resisted. Selfishness has perverted principles, selfishness has confused the senses and clouded the judgment. It seems so strange that notwithstanding all the light that is shining from God's blessed word, there should be such strange ideas held, such a departure from the spirit and practice of the truth. The desire to grasp large wages, with a determination to deprive others of their God-given rights, has its origin in Satan's mind; and by their obedience to his will and way men place themselves under his banner. Little dependence can be placed in these that have been taken in this snare, unless they are thoroughly converted and renovated; for they have been leavened by wrong principles, which they could not perceive were deleterious in their effect.

Hoje, como nos dias de Cristo, Satanás controla a mente de muitos. Oh, se sua temível e temerosa obra pudesse ser discernida e resistida! O egoísmo tem pervertido os princípios, tem confundido os sentidos e nublado o juízo. Parece tão estranho que, não obstante toda a luz que brilha da bendita Palavra de Deus se mantivessem tantas idéias estranhas, tal afastamento do espírito e da prática da verdade. O desejo de pegar grandes salários, com a determinação de impedir outros dos direitos que Deus lhes deu, tem sua origem no espírito de Satanás; e pela sua obediência à vontade e maneiras dele, colocam-se os homens sob sua bandeira. Pouca confiança se pode depositar nos que têm caído nessa cilada, a menos que se convertam e se renovem completamente, pois foram levedados pelos princípios maus, que não podiam perceber serem de efeito deletério.
[1898.12.01-ST] The Signs of the Times “The Outpouring of the Spirit” {1} | Minha Consagração Hoje – MM 1989 {36/2}

During the Jewish economy, the influence of God's Spirit had been seen in a marked manner, but not in full. For ages prayers had been offered for the fulfilment of God's promise to impart His Spirit, and not one of these earnest supplications had been forgotten.

Durante a economia judaica a influência do Espírito de Deus fora vista de maneira notável, mas não em sua plenitude. Durante séculos havia-se pedido o cumprimento da promessa divina de conceder o Espírito Santo, e nenhuma dessas orações fervorosas fora esquecida.
[1898.12.01-ST] The Signs of the Times “The Outpouring of the Spirit” {2} | Minha Consagração Hoje – MM 1989 {36/3}

Christ determined that when He ascended from this earth He would bestow a gift on those who had believed on Him and those who should believe on Him. What gift could He bestow rich enough to signalize and grace His ascension to the mediatorial throne? It must be worthy of His greatness and His royalty. He determined to give His representative, the third person of the Godhead. This gift could not be excelled. He would give all gifts in one, and therefore the divine Spirit, converting, enlightening, sanctifying, would be His donation.

Cristo determinou que ao subir da Terra concederia um dom aos que haviam nEle crido, e aos que haveriam de crer. Que dom bastante valioso poderia Ele conceder para assinalar e comemorar Sua ascensão ao trono mediador? Precisaria ser digno de sua grandeza e realeza. Determinou-Se a dar o Seu representante, a terceira pessoa da Divindade. Não poderia haver dádiva mais excelente. Ele concederia num único, todos os dons e, portanto, aquele poder convertedor, iluminador e sacrifical, que é o Espírito Santo, seria a Sua dádiva.
Aqui foi traduzido corretamente.
[1898.12.01-ST] The Signs of the Times “The Outpouring of the Spirit” {3}

Standing near His trial, condemnation, and crucifixion, Christ said: "I tell you the truth: It is expedient for you that I go away; for if I go not away, the Comforter will not come unto you; but if I depart, I will send Him unto you. And when He is come, He will reprove the world of sin, and of righteousness, and of judgment." "I will not leave you comfortless: I will come to you." "I will pray the Father, and He shall give you another Comforter, that He may abide with you forever; even the Spirit of truth, whom the world can not receive, because it seeth Him not, neither knoweth Him; but ye know Him; for He dwelleth with you, and shall be in you."

Estando próxima Sua prova, condenação, e crucificação, Cristo disse: " Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei. Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo." " Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros." " E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós."
[1898.12.01-ST] The Signs of the Times “The Outpouring of the Spirit” {4}

This is a wonderful announcement. Christ longed to be in a position where He could accomplish the most important work by few and simple means. The plan of redemption is comprehensive; but its parts are few, and each part depends on the other, while all work together with the utmost simplicity and in entire harmony. Christ is represented by the Holy Spirit; and when this Spirit is appreciated, when those controlled by the Spirit communicate to others the energy with which they are imbued, an invisible chord is touched which electrifies the whole. Would that we could all understand how boundless are the divine resources!

Este é um anúncio maravilhoso. Cristo desejou estar em uma posição onde Ele poderia realizar o mais importante trabalho através de poucos e simples meios. O plano da redenção é amplo; mas suas partes são poucas, e cada parte depende uma da outra, enquanto todo o trabalho é feito em conjunto com extrema simplicidade e em inteira harmonia. Cristo é representado pelo Espírito santo; e quando este Espírito é apreciado, quando os que são controlados pelo Espírito comunicam a outros a energia com que eles são imbuídos, uma corda invisível é tocada que eletrifica o todo. Pudéssemos todos entender quão ilimitado são os recursos divinos!
[1898.12.01-ST] The Signs of the Times “The Outpouring of the Spirit” {5}

But the time had now come. The Spirit had been waiting for the crucifixion, resurrection, and ascension of Christ. For ten days the disciples offered their petitions for the outpouring of the Spirit, and Christ in heaven added His intercession. This was the occasion of His ascension and inauguration, a jubilee in heaven. He had ascended on high, leading captivity captive, and He now claimed the gift of the Spirit, that He might pour it out upon His disciples.

Mas o tempo tinha agora chegado. O Espírito tinha estado esperando pela crucificação, ressurreição, e ascensão de Cristo. Por dez dias os discípulos ofereceram suas petições pela efusão do Espírito, e Cristo no céu somou Sua intercessão. Esta era a ocasião da Sua ascensão e investidura, um jubileu no céu. Ele tinha ascendido ao alto, levando cativo o cativeiro, e Ele agora reivindicou o dom do Espírito, que Ele poderia despejar sobre Seus discípulos.
[1898.12.01-ST] The Signs of the Times “The Outpouring of the Spirit” {6} | Minha Consagração Hoje – MM 1989 {36/4}

The Spirit was given as Christ had promised, and like a rushing mighty wind it fell upon those assembled, filling the whole house. It came with a fulness and power, as if for ages it had been restrained, but was now being poured forth upon the church, to be communicated to the world.

Como fora prometido por Cristo, o Espírito foi concedido e como vento impetuoso, veio sobre aqueles que estavam reunidos, enchendo toda a casa. Veio com a plenitude do poder, que durante séculos havia sido retido, mas agora estava sendo derramado sobre a Igreja, para ser comunicado ao mundo.
[1898-DA] The Desire of Ages {73/671/2} | O Desejado de Todas as Nações {73/671/2}

In describing to His disciples the office work of the Holy Spirit, Jesus sought to inspire them with the joy and hope that inspired His own heart. He rejoiced because of the abundant help He had provided for His church. The Holy Spirit was the highest of all gifts that He could solicit from His Father for the exaltation of His people. The Spirit was to be given as a regenerating agent, and without this the sacrifice of Christ would have been of no avail. The power of evil had been strengthening for centuries, and the submission of men to this satanic captivity was amazing. Sin could be resisted and overcome only through the mighty agency of the Third Person of the Godhead, who would come with no modified energy, but in the fullness of divine power. It is the Spirit that makes effectual what has been wrought out by the world's Redeemer. It is by the Spirit that the heart is made pure. Through the Spirit the believer becomes a partaker of the divine nature. Christ has given His Spirit as a divine power to overcome all hereditary and cultivated tendencies to evil, and to impress His own character upon His church.

Descrevendo aos discípulos a obra oficial do Espírito Santo, Jesus procurou inspirar-lhes a alegria e esperança que Lhe animavam o próprio coração. Regozijava-Se Ele pelas abundantes medidas que providenciara para auxílio de Sua igreja. O Espírito Santo era o mais alto dos dons que Ele podia solicitar do Pai para exaltação de Seu povo. Ia ser dado como agente de regeneração, sem o qual o sacrifício de Cristo de nenhum proveito teria sido. O poder do mal se estivera fortalecendo por séculos, e alarmante era a submissão dos homens a esse cativeiro satânico. Ao pecado só se poderia resistir e vencer por meio da poderosa operação da terceira pessoa da Trindade, a qual viria, não com energia modificada, mas na plenitude do divino poder. É o Espírito que torna eficaz o que foi realizado pelo Redentor do mundo. É por meio do Espírito que o coração é purificado. Por Ele torna-se o crente participante da natureza divina. Cristo deu Seu Espírito como um poder divino para vencer toda tendência hereditária e cultivada para o mal, e gravar Seu próprio caráter em Sua igreja.
OUTRA possiblidade: a terceira pessoa da Divindade (não Trindade, o que tornava a questão indiscutível) não ser Deus.

Primeiro uma analogia: As três pessoas do governo brasileiro. A primeira e a segunda (presidente e vice-presidente) foram eleitas juntas; formavam uma chapa só; a mesmíssima quantidade de votos que um recebeu o outro a tem por direito. A terceira pessoa do governo (presidente da câmara), não é eleito na mesma chapa que os dois primeiros. No momento atual, é de outro partido, antagônico ao governo, mas é tão representativo do governo brasileiro que se torna presidente na ausência das duas primeiras.

O OF em inglês: pode fazer parte da Divindade (ser Deus) ou VINDO DA PARTE da Divindade; enviado; fazer parte do governo Divino sem ser Deus. Lúcifer era a voz, o representante de Deus para todo o Universo.

No texto acima a terceira pessoa vem NA plenitude do divino poder. Veremos o que isso quer dizer mais a frente.


[Ev] Evangelism {18/614/1} | EVANGELISMO {614/1}

I am instructed to say, The sentiments of those who are searching for advanced scientific ideas are not to be trusted. Such representations as the following are made: "The Father is as the light invisible: the Son is as the light embodied; the Spirit is the light shed abroad." "The Father is like the dew, invisible vapor; the Son is like the dew gathered in beauteous form; the Spirit is like the dew fallen to the seat of life." Another representation: "The Father is like the invisible vapor; the Son is like the leaden cloud; the Spirit is rain fallen and working in refreshing power."

Fui instruída a dizer: Os sentimentos dos que andam em busca de avançadas idéias científicas, não são para confiar. Fazem-se definições como essas: "O Pai é como a luz invisível; o Filho é como a luz corporificada; o Espírito é a luz derramada." "O Pai é como o orvalho, vapor invisível; o Filho é como o orvalho condensado em uma bela forma; o Espírito é como o orvalho caído sobre a sede da vida." Outra apresentação: "O Pai é como o vapor invisível; o Filho como a nuvem plúmbea; o Espírito é chuva caída e operando em poder refrigerante."
[Ev] Evangelism {18/614/2} | EVANGELISMO {614/2}

All these spiritualistic representations are simply nothingness. They are imperfect, untrue. They weaken and diminish the Majesty which not earthy likeness can be compared to. God cannot be compared with the things His hands have made. These are mere earthly things, suffering under the curse of God because of the sins of man. The Father cannot be described by the things of earth. The Father is all the fullness of the Godhead bodily, and is invisible to mortal sight.

Todas essas definições espiritualistas são simplesmente nada. São imperfeitas, inverídicas. Enfraquecem e diminuem a Majestade a que não pode ser comparada nenhuma semelhança terrena. Deus não pode ser comparado a coisas feitas por Suas mãos. Estas são meras coisas terrenas, sofrendo sob a maldição de Deus por causa dos pecados do homem. O Pai não pode ser definido por coisas da Terra. O Pai é toda a plenitude da Divindade corporalmente, e invisível aos olhos mortais.
O Pai é toda a plenitude da Divindade
[Ev] Evangelism {18/614/3} | EVANGELISMO {614/3}

The Son is all the fullness of the Godhead manifested. The Word of God declares Him to be "the express image of His person." "God so loved the world, that He gave His only-begotten Son, that whosoever believeth in Him should not perish, but have everlasting life." Here is shown the personality of the Father.

O Filho é toda a plenitude da Divindade manifestada. A Palavra de Deus declara que Ele é "a expressa imagem da Sua pessoa". Heb. 1:3. "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha vida eterna." João 3:16. Aí se manifesta a personalidade do Pai.
O Filho é toda a plenitude da Divindade
[Ev] Evangelism {18/615/1} | EVANGELISMO {615/1}

The Comforter that Christ promised to send after He ascended to heaven, is the Spirit in all the fullness of the Godhead, making manifest the power of divine grace to all who receive and believe in Christ as a personal Saviour. There are three living persons of the heavenly trio; in the name of these three great powers --the Father, the Son, and the Holy Spirit--those who receive Christ by living faith are baptized, and these powers will co-operate with the obedient subjects of heaven in their efforts to live the new life in Christ.

Special Testimonies, Series B, No. 7, pp. 62, 63. (1905)



O Consolador que Cristo prometeu enviar depois de ascender ao Céu, é o Espírito em toda a plenitude da Divindade, tornando manifesto o poder da graça divina a todos quantos recebem e crêem em Cristo como um Salvador pessoal. Há três pessoas vivas pertencentes à Trindade celeste; em nome destes três grandes poderes - o Pai, o Filho e o Espírito Santo - os que recebem a Cristo por fé viva são batizados, e esses poderes cooperarão com os súditos obedientes do Céu em seus esforços para viver a nova vida em Cristo.

Special Testimonies, Série B, Nº 7, págs. 62 e 63.


O Espírito, diferentemente do Pai e do Filho, dos quais é dito “é toda a plenitude da Divindade”, é enviado “em toda a plenitude da Divindade”. Pode ser pessoa Divina (o Filho), pode ser anjo (os dois Ungidos). Pode ser... as duas classes de pessoas ao mesmo tempo!




Observe também, que o texto original em inglês diz: “existem três pessoas vivas no trio celestial”, não na “Trindade celeste”. E está tudo grafado com iniciais minúsculas.
Há um outro problema com este texto: no manuscrito original, EGW fez correções que foram ignoradas:

  • acrescentou o termo “the” logo após o início da frase;

  • inicialmente escreveu o termo “persons” – pessoas; porém, ela mesma o corrigiu: riscou a letra “s” e acrescentou o final “alities”, transformando a palavra “persons” em “personalities” - personalidades.

There are the living three persons alities of the heavenly trio in which every soul repenting of their sins believing receiving Christ by a living faith to them who are baptized.

There are the living three personalities of the heavenly trio in which every soul repenting of their sins receiving Christ by a living faith to them who are baptized.

Existem as três personalidades vivas no trio celestial no qual toda alma arrependida dos seus pecados recebendo a Cristo por meio de fé viva por eles são batizadas.
Segue a página do texto original. Dê um clique sobre a mesma, copiar, colar para outro lugar e ampliar.
Pessoas ou personalidades, existe muita diferença assim?

Quando se diz PESSOAS, a mente nos evoca logo uma IGUALDADE (pessoas do trio=trindade). PERSONALIDADES, ao contrário, dá-nos a impressão de DIFERENÇA, INDIVIDUALIDADE.

De qualquer forma foi EGW quem fez a alteração. Por que corrigi-la?
Mas... batiza-se em nome dos três. Não seriam colocados em pé de igualdade, três “Deuses”?

Esse ponto ampliaremos em uma segunda apostila, mas gostaríamos de deixar dois textos para que você já comece sua própria análise:


Apocalipse 3:12
lise:

n a ana textos para que vocnda apostila, mas gostarAo vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome.
Traremos eternamente sobre nós OS NOMES do Pai, do Filho e... da Cidade? Temos, porventura, uma deusa no Céu chamada Nova Jerusalém? É uma PESSOA?
Quanto a PESSOA, leia a seguir:
[12MR] Manuscript Releases, Vol. 12 [Ms. 41, 1897, pp. 7-11 ("Words of Comfort")] {260/2}

Before He left them, Christ gave His followers a positive promise that after His ascension He would send them the Holy Spirit. "Go ye therefore," He said, "and teach all nations, baptizing them in the name of the Father [a personal God] and of the Son [a personal Saviour], and of the Holy Ghost [sent from heaven to represent Christ]: teaching them to observe all things whatsoever I have commanded you: and, lo, I am with you alway, even unto the end of the world" [Matt. 28:19, 20].

Antes de Ele deixá-los, Cristo deu a Seus seguidores uma positiva promessa que depois de Sua ascensão Ele lhes enviaria o Espírito Santo. "Portanto, ide,” Ele disse, “e ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai [um Deus pessoal] e do Filho [um Salvador pessoal], e do Espírito Santo [enviado do Céu para representar a Cristo]: ensinando-as a guardar todas as coisas que Eu vos tenho mandado; e eis que Eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos." Mat. 28: 19 e 20.
[Ev] Evangelism {18/616/4} | EVANGELISMO {616/4}

The Eternal Dignitaries of the Trinity.

The eternal heavenly dignitaries--God, and Christ, and the Holy Spirit--arming them [the disciples] with more than mortal energy, . . . would advance with them to the work and convince the world of sin.

Manuscript 145, 1901.

Os Eternos Dignitários da Trindade

Os eternos dignitários celestes - Deus, Cristo e o Espírito Santo - munindo-os [aos discípulos] de energia sobre-humana, ... avançariam com eles para a obra e convenceriam o mundo do pecado. Manuscrito 145, 1901.


[Ev] Evangelism {18/616/5} | EVANGELISMO {616/5}

Personality of the Holy Spirit.

We need to realize that the Holy Spirit, who is as much a person as God is a person, is walking through these grounds.

Manuscript 66, 1899. (From a talk to the students at the Avondale School.)

Personalidade do Espírito Santo

Precisamos reconhecer que o Espírito Santo, que é tanto uma pessoa como o próprio Deus, está andando por esses terrenos.

Manuscrito 66, 1899.
O texto original completo diz:
The Lord says this because He knows it is for our good. He would build a wall around us, to keep us from transgression, so that His blessing and love may be bestowed on us in rich measure. This is the reason we have established a school here. The Lord instructed us that this was the place in which we should locate, and we have had every reason to think that we are in the right place. We have been brought together as a school, and we need to realize that the Holy Spirit, who is as much a person as God is a person, is walking through these grounds, that the Lord God is our keeper, and helper. He hears every word we utter and knows every thought of the mind. Manuscript Releases, Vol. 7, page 299 / Manuscript 66, 1899, p. 4 (Talk, April 15, 1899).

O Senhor diz isto porque Ele sabe que é para nosso bem. Ele construiria um muro ao redor de nós, para guardar-nos da transgressão, de forma que Sua bênção e amor possa ser dado a nós em rica medida. Esta é a razão porque estabelecemos uma escola aqui. O Senhor nos instruiu de que este era o lugar no qual deveríamos estar, e nós temos tido toda razão em pensar que nós estamos no lugar certo. Nós fomos colocados juntos como uma escola, e nós precisamos reconhecer que o Espírito Santo, que é tanto uma pessoa como Deus é uma pessoa, está andando por estes terrenos, que o Senhor Deus é nosso mantenedor e ajudador. Ele ouve toda palavra e conhece todo pensamento da mente.


No texto completo há margem para várias aplcações:

  • Nós também somos tanto pessoa como o próprio Deus é uma pessoa (ser pessoal), mas nem anjo somos, muito menos seres divinos como o próprio Deus; claramente qualquer uma das duas aplicações estariam corretas, embora o texto aponte mais para a primeira;

  • O próprio Cristo (já visto);

  • Os anjos não caídos: podem ler nossos pensamentos e até mesmo as intenções do nosso coração; relatam tudo e levam ao Céu até mesmo nossas orações!


[Ev] Evangelism {18/616/6} | EVANGELISMO {616/6}

The Holy Spirit is a person, for He beareth witness with our spirits that we are the children of God. When this witness is borne, it carries with it its own evidence. At such times we believe and are sure that we are the children of God. . . .

O Espírito Santo é uma pessoa, pois dá testemunho com o nosso espírito de que somos filhos de Deus. Uma vez dado esse testemunho, traz consigo mesmo sua própria evidência. Em tais ocasiões acreditamos e estamos certos de que somos filhos de Deus. ...
[Ev] Evangelism {18/617/1} | EVANGELISMO {617/1}

The Holy Spirit has a personality, else He could not bear witness to our spirits and with our spirits that we are the children of God. He must also be a divine person, else He could not search out the secrets which lie hidden in the mind of God. "For what man knoweth the things of a man, save the spirit of man which is in him? even so the things of God knoweth no man, but the Spirit of God."

Manuscript 20, 1906.



O Espírito Santo tem personalidade, do contrário não poderia testificar ao nosso espírito e com nosso espírito que somos filhos de Deus. Deve ser também uma pessoa divina, do contrário não poderia perscrutar os segredos que jazem ocultos na mente de Deus. "Por que qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus." I Cor. 2:11.

Manuscrito 20, 1906.


DEVE ser ou é? Alguma dúvida por não ter uma clara revelação? Ou as duas (Cristo e os anjos)?

O “espírito do homem” é algum espírito humano pessoa?

Quem é o “único ser” que entra nos conselhos do Pai?
[Ev] Evangelism {18/617/2} | EVANGELISMO {617/2}

The Power of God in the Third Person.

The prince of the power of evil can only be held in check by the power of God in the third person of the Godhead, the Holy Spirit.

Special Testimonies, Series A, No. 10, p. 37. (1897)

O Poder de Deus na Terceira Pessoa

O príncipe da potestade do mal só pode ser mantido em sujeição pelo poder de Deus na terceira pessoa da Trindade, o Espírito Santo.

Special Testimonies, Série A, nº 10, pág. 37.
Apesar da tradução incorreta (trindade/Divindade), o poder de Deus foi colocado NA terceira pessoa. Veremos esse texto completo mais adiante.
[Ev] Evangelism {18/617/3} | EVANGELISMO {617/3}

In Co-operation With the Three Highest Powers.

We are to co-operate with the three highest powers in heaven,--the Father, the Son, and the Holy Ghost, --and these powers will work through us, making us workers together with God.

Special Testimonies, Series B, No. 7, p. 51. (1905)

Em Cooperação com os Três Poderes Mais Altos

Cumpre-nos cooperar com os três poderes mais altos no Céu - o Pai, o Filho e o Espírito Santo - e esses poderes atuarão por nosso intermédio, fazendo-nos coobreiros de Deus.

Special Testimonies, Série B, nº 7, pág. 51.
Poderes mais altos” não define a divindade dos três. EGW apresentou várias vezes o Pai, o Filho e Lúcifer. E, como já vimos, quanto Poder há em um anjo bom!
[1904.05.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “The Promise of the Spirit” {2}

In the gift of the Spirit, Jesus gave to man the highest good that heaven could bestow. The Saviour looked on humanity, and saw that it was under the power of the prince of darkness; but he saw also that there was hope for human beings because there was power in the divine nature successfully to contend with evil agencies. With glad assurance he said, "Now is the judgment of this world: now shall the prince of this world be cast out. And I, if I be lifted up from the earth, will draw all men unto me."

No dom do Espírito, Jesus deu ao homem o bem mais alto que o céu poderia dar. O Salvador olhou à humanidade, e viu que ela estava sob o poder do príncipe das trevas; mas ele também viu que havia esperança para os seres humanos porque havia poder na natureza divina para contender com sucesso com as agências do mal. Com exultante certeza ele disse, " Chegou o momento de ser julgado este mundo, e agora o seu príncipe será expulso. E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo."
[1904.05.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “The Promise of the Spirit” {3}

The Spirit was given as a regenerating agency, and without this the sacrifice of Christ would have been of no avail. The power of evil had been strengthening for centuries, and the submission of man to this satanic captivity was amazing. Sin could be resisted and overcome only through the mighty agency of the third person of the Godhead, who would come with no modified energy, but in the fulness of divine power. It is the Spirit that makes effectual what has been wrought out by the world's Redeemer. It is by the Spirit that the heart is made pure. Through the Spirit the believer becomes a partaker of the divine nature. Christ has given his Spirit as a divine power to overcome all hereditary and cultivated tendencies to evil, and to impress his own character upon the church.



O Espírito foi determinado como uma agência regeneradora, e sem este o sacrifício de Cristo teria sido de nenhum proveito. O poder do mal vinha-se fortalecendo durante séculos, e a submissão de homem e este cativeiro satânico era incrível. O pecado somente poderia ser resistido e ser superado pela agência poderosa da terceira pessoa da Divindade que viria não como energia modificada mas na plenitude do poder divino. É o Espírito que torna eficaz o que fora efetuado pelo Redentor do mundo. É pelo Espírito que o coração é feito puro. Através do Espírito o crente se torna um participante da natureza divina. Cristo deu o seu Espírito como um divino poder para superar todas as tendências hereditárias e cultivadas para o mal, e impressionar o próprio seu caráter na igreja.
[1904.05.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “The Promise of the Spirit” {4}

Christ said of the Spirit, "He shall glorify me." As Christ glorified the Father by the demonstration of his love, so the Spirit was to glorify Christ by revealing to the world the riches of his grace. The very image of God is to be reproduced in humanity. The honor of God, the honor of Christ, is involved in the perfection of the character of his people.

Cristo disse do Espírito, "Ele me glorificará ". Assim como Cristo glorificou o Pai pela demonstração do seu amor, assim o Espírito veio glorificar Cristo revelando ao mundo as riquezas de sua graça. A mesma imagem de Deus será reproduzida na humanidade. A honra de Deus, a honra de Cristo, é envolvida na perfeição do caráter do seu povo.
A honra do Pai e do Filho somente. De mais ninguém!
5 – O ESPÍRITO SANTO COMO NÃO-PESSOA, PESSOA-CRISTO, PODER, INFLUÊNCIA

[1892.10.03-ST] The Signs of the Times - “Faith Brings Light” {3} | E Recebereis Poder – MM 1999 {26/2}

The Holy Spirit indites all genuine prayer. I have learned to know that in all my intercessions the Spirit intercedes for me and for all saints; but his intercessions are according to the will of God, never contrary to his will. "The Spirit also helpeth our infirmities;" and the Spirit, being God, knoweth the mind of God; therefore in every prayer of ours for the sick, or for other needs, the will of God is to be regarded. "For what man knoweth the things of a man, save the spirit of man which is in him? even so the things of God knoweth no man, but the Spirit of God." If we are taught of God, we shall pray in conformity to his revealed will, and in submission to his will which we know not. We are to make supplication according to the will of God, relying on the precious word, and believing that Christ not only gave himself for but to his disciples. The record declares, "He breathed on them, and saith unto them, Receive ye the Holy Ghost."

O Espírito Santo origina toda oração genuína. Tenho aprendido a estar ciente de que em todas as minhas intercessões o Espírito intercede por mim e por todos os santos; mas as Suas intercessões estão de acordo com a vontade de Deus, nunca em oposição a ela. "O Espírito... nos assiste em nossa fraqueza" (Rom. 8:26); e o Espírito, sendo Deus, conhece a mente de Deus; por isso, em todas as nossas orações pelos doentes, ou por outras necessidades, deve-se acatar a vontade de Deus. "Por que qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o seu próprio espírito, que nele está? Assim, também as coisas de Deus, ninguém as conhece, senão o Espírito de Deus." I Cor. 2:11. Se somos ensinados por Deus, oraremos de acordo com Sua vontade revelada, e em submissão a Sua vontade que não conhecemos. Devemos fazer nossas súplicas de acordo com a vontade de Deus, confiando na preciosa Palavra e crendo que Cristo não somente deu a Si mesmo por Seus discípulos, mas também a eles. O relato declara: "Soprou sobre eles, e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo." João 20:22.
[1892.10.03-ST] The Signs of the Times - “Faith Brings Light” {4} | E Recebereis Poder – MM 1999 {26/3}

Jesus is waiting to breathe upon all his disciples, and give them the inspiration of his sanctifying spirit, and transfuse the vital influence from himself to his people. He would have them understand that henceforth they cannot serve two masters. Their lives cannot be divided. Christ is to live in his human agents, and work through their faculties, and act through their capabilities. Their will must be submitted to his will, they must act with his spirit, that it may be no more they that live, but Christ that liveth in them. Jesus is seeking to impress upon them the thought that in giving his Holy Spirit he is giving to them the glory which the Father has given him, that he and his people may be one in God. Our way and will must be in submission to God's will, knowing that it is holy, just, and good.



Jesus está esperando para soprar sobre todos os Seus discípulos, dando-lhes a inspiração de Seu Espírito santificador e transfundindo a vital influência de Si mesmo a Seu povo. Quer que eles compreendam que doravante não podem servir a dois senhores. Sua vida não pode ser dividida. Cristo tem de viver em Seus instrumentos humanos, e operar mediante suas faculdades e agir por meio de suas aptidões. A vontade deles precisa ser submetida a Sua vontade, e devem cooperar com Seu Espírito, para que não sejam mais eles que vivam, mas Cristo vivendo neles. Jesus procura inculcar-lhes o pensamento de que, ao dar Seu Santo Espírito, está-lhes concedendo a glória que o Pai Lhe deu, para que Ele e Seu povo sejam um em Deus. Devemos submeter nossa vida e vontade à vontade de Deus, sabendo que ela é santa, justa e boa.
[1892.10.03-ST] The Signs of the Times - “Faith Brings Light” {5}

John says, "This is the confidence that we have in him, that, if we ask anything according to his will, he heareth us; and if we know that he hear us, whatsoever we ask, we know that we have the petitions that we desired of him." Let us dwell much upon these points before the people, that their ideas may be enlarged, their faith increased. They should be encouraged to ask largely, and expect without a doubt the riches of his grace; for through Jesus we can come into the audience chamber of the Most High. Through his merits we have access by one Spirit unto the Father. Oh, that we may have a deeper experience in prayer! With confidence we may come to God, knowing what it is to have the presence and power of his Holy Spirit. We may confess our sins, and right there, while asking, know that he pardons our transgressions, because he has promised to forgive. We must exercise faith, and manifest true earnestness and humility. We can never do this without the grace of the Holy Spirit. We must lie low at the feet of Jesus, and cherish no selfishness, reveal no self-uplifting, but in simplicity seek the Lord, asking for his Holy Spirit as a little child asks bread of his parents.

João diz, " E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito." Deixe-nos demorar muito nestes pontos ante as pessoas, que suas idéias podem ser ampliadas, sua fé aumentada. Elas deveriam ser encorajadas a pedir em grande escala, e esperar as riquezas da sua graça sem uma dúvida; por Jesus nós podemos entrar na câmara de audiência do Altíssimo. Por seus méritos nós temos acesso por um Espírito ao Pai. Oh, que nós possamos ter uma experiência mais profunda em oração! Com confiança nós podemos vir a Deus, sabendo o que é ter a presença e poder do seu Espírito Santo. Nós podemos confessar nossos pecados, e aí mesmo, enquanto pedindo, saber que ele perdoa nossas transgressões, porque ele prometeu perdoar. Nós temos que exercitar a fé, e manifestar verdadeira sinceridade e humildade. Nós jamais podemos fazer isto sem a graça do Espírito Santo. Nós temos que nos humilhar aos pés de Jesus, e não apreciar nenhum egoísmo, não revelar nenhuma exaltação própria, mas em simplicidade buscar o Senhor, pedindo seu Espírito santo como uma pequena criança pede pão a seus pais.
[1892.10.03-ST] The Signs of the Times - “Faith Brings Light” {6}

We should act our part, take Christ as our personal Saviour, and, standing under the cross of Calvary, "look and live." God sets his children apart for himself. And as they connect themselves with him, they have power with God, and prevail. Of ourselves we can do nothing; but through the grace of his Holy Spirit, life and light are imparted, and the soul is filled with longing, earnest desire for God, for holiness. Then it is that Christ leads us to the throne of grace, and clothes us with his righteousness; for the Lord God of heaven loves us. We would be willfully blind and stubborn to doubt that his heart is toward us. While Jesus, our Intercessor, pleads for us in heaven, the Holy Spirit works in us, to will and to do of his good pleasure. All heaven is interested in the salvation of the soul. Then what reason have we to doubt that the Lord will and does help us? We who teach the people must ourselves have a vital connection with God. In spirit and word we should be to the people as a wellspring, because Christ is in us a well of water springing up unto everlasting life. Sorrow and pain may test our patience and our faith; but the brightness of the presence of the Unseen is with us, and we must hide self behind Jesus.

Nós deveríamos fazer nossa parte, tomar a Cristo como nosso Salvador pessoal, e, colocando-se sob a cruz do Calvário, "olhar e viver." Deus separa seus filhos para ele. E como eles se conectam com ele, eles têm poder com Deus, e prevalecem. De nós mesmos nós nada podemos fazer; mas pela graça do seu Espírito Santo, são dadas vida e luz, e a alma fica cheia com ardente, sério desejo por Deus, pela santidade. Então é que Cristo nos conduz ao trono da graça, e nos veste com a sua justiça; para o Senhor Deus do céu que nos ama. Nós seríamos voluntariosamente cegos e teimosos em duvidar que seu coração está voltado para nós. Enquanto Jesus, nosso Intercessor, suplica por nós no céu, o Espírito santo trabalha em nós, para e fazer sua vontade. Todo o céu está interessado na salvação da alma. Então, que razão tem nós para duvidar que Deus vai nos ajudar? Nós que ensinamos às pessoas que devemos ter nós mesmos uma conexão vital com Deus. Em espírito e palavra nós deveríamos ir às pessoas como uma fonte, porque Cristo está em nós uma fonte de água que jorra para a vida eterna. Tristeza e dor podem testar nossa paciência e nossa fé; mas o brilho da presença do Invisível está conosco, e nós temos que nos abrigar em Jesus.
[1897.02.09-RH] Advent Review and Sabbath Herald “The Prayer That God Accepts” {7}

This prayer was the work of the Holy Spirit. It was heard in heaven. "Whiles I was speaking and praying," Daniel says, "and confessing my sin and the sin of my people Israel, and presenting my supplication before the Lord my God for the holy mountain of my God; yea, whiles I was speaking in prayer, even the man Gabriel, . . . being caused to fly swiftly, touched me about the time of the evening oblation. And he informed me, and talked with me, and said, O Daniel, I am now come forth to give thee skill and understanding. At the beginning of thy supplications the commandment came forth, and I am come to show thee; for thou art greatly beloved."



Esta oração foi o trabalho do Espírito santo. Foi ouvida no céu. " e confessava o meu pecado e o pecado do meu povo de Israel, e lançava a minha súplica perante a face do SENHOR, meu Deus, pelo monte santo do meu Deus; Falava eu, digo, falava ainda na oração, quando o homem Gabriel. . . veio rapidamente, voando, e me tocou à hora do sacrifício da tarde. Ele queria instruir-me, falou comigo e disse: Daniel, agora, saí para fazer-te entender o sentido. No princípio das tuas súplicas, saiu a ordem, e eu vim, para to declarar, porque és mui amado."
[1897.02.09-RH] Advent Review and Sabbath Herald “The Prayer That God Accepts” {8}

What a prayer was that which came forth from the lips of Daniel! What humbling of soul it reveals! The warmth of heavenly fire was recognized in the words that were going upward to God. Heaven responded to that prayer by sending its messenger to Daniel. In this our day, prayers offered in like manner will prevail with God. "The effectual fervent prayer of a righteous man availeth much." As in ancient times, when prayer was offered, fire descended from heaven, and consumed the sacrifice upon the altar, so in answer to our prayers, the heavenly fire will come into our souls. The light and power of the Holy Spirit will be ours.

Que oração essa que que veio dos lábios de Daniel! Que humilhação de alma ela revela! O calor do fogo divino foi reconhecido nas palavras que iam para cima até Deus. O Céu respondeu àquela oração enviando seu mensageiro a Daniel. Nestes nossos dias, orações oferecidas de certa forma prevalecerão com Deus. " Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo." Como antigamente, quando orações foram oferecidas, desceu fogo de céu, e consumiu o sacrifício no altar, assim em resposta as nossas orações, o fogo divino entrará em nossas almas. A luz e poder do Espírito Santo serão nossos.
[1897.02.09-RH] Advent Review and Sabbath Herald “The Prayer That God Accepts” {10} | E Recebereis Poder – MM 1999 {27/2}

We have only one channel of approach to God. Our prayers can come to him through one name only,--that of the Lord Jesus our advocate. His Spirit must inspire our petitions. No strange fire was to be used in the censers that were waved before God in the sanctuary. So the Lord himself must kindle in our hearts the burning desire, if our prayers are acceptable to him. The Holy Spirit within must make intercessions for us, with groanings that cannot be uttered.



Só temos um meio de acesso a Deus. Nossas orações só podem chegar até Ele através de um nome - o do Senhor Jesus, nosso Advogado. Seu Espírito tem de inspirar nossas petições. Nenhum fogo estranho devia ser usado nos incensários que eram movidos perante Deus, no santuário. Assim, o Senhor mesmo tem de acender em nosso coração o desejo ardente, para que nossas orações possam ser aceitas por Ele. O Espírito Santo no íntimo precisa fazer intercessões por nós, com gemidos inexprimíveis.
[1897.02.09-RH] Advent Review and Sabbath Herald “The Prayer That God Accepts” {12} | E Recebereis Poder – MM 1999 {27/4}

When we see ourselves weak, ignorant, and helpless, as we really are, we shall come before God as humble suppliants. It is ignorance of God and of Christ that makes any soul proud and self-righteous. The infallible indication that a man knows not God, is found in the fact that he feels that in himself he is great or good. Pride of heart is always associated with ignorance of God. It is the light from God that discovers our darkness and destitution. When the divine glory was revealed to Daniel, he exclaimed, "My comeliness was turned in me into corruption, and I retained no strength." The moment the humble seeker sees God as he is, that moment he will have the same view of himself that Daniel had. There will be no lifting up of the soul unto vanity, but a deep sense of the holiness of God and of the justice of his requirements. The fruit of such an experience will be manifested in a life of self-denial and self-sacrifice.

Quando vemos a nós mesmos como realmente somos: fracos, ignorantes e desamparados, comparecemos diante de Deus como humildes suplicantes. É o desconhecimento de Deus e de Cristo que torna as pessoas orgulhosas e virtuosas aos seus próprios olhos. A infalível indicação de que um homem não conhece a Deus reside no fato de achar que, por si mesmo, é grande ou bom. A altivez de coração está sempre ligada ao desconhecimento de Deus. É a luz da parte de Deus que manifesta nossa ignorância e miséria. Quando a glória divina foi revelada a Daniel, ele exclamou: "O meu rosto mudou de cor e se desfigurou, e não retive força alguma." Dan. 10:8. No momento em que vê a Deus como Ele é, o humilde investigador terá o mesmo conceito de si mesmo que Daniel teve. Não haverá nenhuma exaltação da alma para o lado da vaidade, mas profundo senso da santidade de Deus e da justiça de Seus preceitos.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {1}

Before offering himself as the sacrificial victim, Christ sought for the most essential and complete gift to bestow upon his followers, a gift that would bring within their reach the boundless resources of grace. "I will pray the Father," he said, "and he shall give you another Comforter, that he may abide with you forever; even the Spirit of truth; whom the world can not receive, because it seeth him not, neither knoweth him; but ye know him; for he dwelleth with you, and shall be in you. I will not leave you orphans: I will come to you."

Antes de se oferecer como vítima sacrifical, Cristo buscou o mais essencial e completo dom para dar aos seus seguidores, um dom que traria ao alcance deles os recursos ilimitados da graça. "Eu pedirei o Pai", ele disse, “e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós. Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros.”
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {2}

Before this the Spirit had been in the world; from the very beginning of the work of redemption he had been moving upon men's hearts. But while Christ was on earth, the disciples had desired no other helper. Not until they were deprived of his presence would they feel the need of the Spirit, and then he would come.

Antes disso o Espírito tinha estado no mundo; mesmo no começo da obra de redenção ele tinha estado se movendo nos corações dos homens. Mas enquanto Cristo estava na terra, os discípulos não tinham desejado outro ajudante. Não até que eles fossem privados da sua presença eles sentiriam a necessidade do Espírito, e então ele viria.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {3}

The Holy Spirit is Christ's representative, but divested of the personality of humanity, and independent thereof. Cumbered with humanity, Christ could not be in every place personally. Therefore it was for their interest that he should go to the Father, and send the Spirit to be his successor on earth. No one could then have any advantage because of his location or his personal contact with Christ. By the Spirit the Saviour would be accessible to all. In this sense he would be nearer to them than if he had not ascended on high.

O Espírito santo é o representante de Cristo, mas despido da personalidade da humanidade, e independente dela. Coberto com humanidade, Cristo não poderia estar em todos os lugares pessoalmente. Então era para o interesse deles que ele deveria ir para o Pai, e enviar o Espírito para ser seu sucessor na terra. Ninguém, então, poderia ter alguma vantagem por causa de sua localização ou seu contato pessoal com Cristo. Pelo Espírito o Salvador ficaria acessível a todos. Neste sentido ele estaria mais próximo deles que se ele não tivesse ascendido ao alto.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {4} | E Recebereis Poder – MM 1999 {13/2}

The Comforter is called "the Spirit of truth." His work is to define and maintain the truth. He first dwells in the heart as the Spirit of truth, and thus he becomes the Comforter. There is comfort and peace in the truth, but no real peace or comfort can be found in falsehood. It is through false theories and traditions that Satan gains his power over the mind. By directing men to false standards, he misshapes the character. Through the Scriptures the Holy Spirit speaks to the mind, and impresses truth upon the heart. Thus he exposes error, and expels it from the soul. It is by the Spirit of truth, working through the Word of God, that Christ subdues his chosen people to himself.



O Consolador é chamado "o Espírito da verdade". Sua obra é definir e manter a verdade. Ele primeiro habita no coração como o Espírito da verdade, tornando-Se assim o Consolador. Há conforto e paz na verdade, mas nenhuma paz ou conforto real se pode achar na falsidade. É por meio de falsas teorias e tradições que Satanás adquire seu domínio sobre a mente. Ele deforma o caráter dirigindo os homens a falsos padrões. O Espírito Santo fala à mente por meio das Escrituras e grava a verdade no coração. Assim expõe o erro, expelindo-o da alma. É pelo Espírito da verdade, atuando pela Palavra de Deus, que Cristo submete a Si Seu povo escolhido.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {5} | E Recebereis Poder – MM 1999 {13/3}

In describing to his disciples the office work of the Holy Spirit, Jesus sought to inspire them with the joy and hope that inspired his own heart. He rejoiced because of the abundant help he had provided for his church. The Holy Spirit was the highest of all gifts that he could solicit from his Father for the exaltation of his people. The Spirit was to be given as a regenerating agent, and without this the sacrifice of Christ would have been of no avail. The power of evil had been strengthening for centuries, and the submission of men to this satanic captivity was amazing. Sin could be resisted and overcome only through the mighty agency of the third person of the Godhead, who would come with no modified energy, but in the fulness of divine power. It is the Spirit that makes effectual what has been wrought out by the world's Redeemer. It is by the Spirit that the heart is made pure. Through the Spirit the believer becomes a partaker of the divine nature. Christ has given his Spirit as a divine power to overcome all hereditary and cultivated tendencies to evil, and to impress his own character on his church.

Descrevendo para Seus discípulos a obra oficial do Espírito Santo, Jesus procurou inspirá-los com a alegria e a esperança que Lhe animavam o próprio coração. Regozijava-Se pelas abundantes medidas que providenciara para auxílio de Sua igreja. O Espírito Santo era o mais elevado dos dons que Ele podia solicitar do Pai para exaltação de Seu povo. O Espírito ia ser dado como agente de regeneração, sem o qual o sacrifício de Cristo de nenhum proveito teria sido. O poder do mal se estivera fortalecendo por séculos, e espantosa era a submissão dos homens a esse cativeiro satânico. Ao pecado só se poderia resistir e vencer por meio da poderosa atuação da terceira pessoa da Divindade, a qual não viria com energia modificada, mas na plenitude do divino poder. É o Espírito que torna eficaz o que foi realizado pelo Redentor do mundo. É por meio do Espírito que o coração é purificado. Por Ele, o crente torna-se participante da natureza divina. Cristo deu Seu Espírito como um poder divino para vencer todas as tendências hereditárias e cultivadas para o mal, e para gravar Seu próprio caráter em Sua igreja.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {6}

Of the Spirit, Jesus said, "He shall glorify me." The Saviour came to glorify the Father by the demonstration of his love; so the Spirit was to glorify Christ by revealing his grace to the world. The very image of God is to be reproduced in humanity. The honor of God, the honor of Christ, is involved in the perfection of the character of his people.

Do Espírito, disse o Jesus, "Ele me glorificará ". O Salvador veio glorificar o Pai pela demonstração do seu amor; assim o Espírito veio para era glorificar a Cristo revelando sua graça ao mundo. A imagem de Deus será reproduzida na humanidade. A honra de Deus, a honra de Cristo, é envolvida na perfeição do caráter do seu povo.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {7}

"When he [the Spirit of truth] is come, he will reprove the world of sin, and of righteousness, and of judgment." The preaching of the Word will be of no avail without the continual presence and aid of the Holy Spirit. This is the only effectual teacher of divine truth. Only when the truth is accompanied to the heart by the Spirit, will it quicken the conscience or transform the life. One might be able to present the letter of the Word of God, he might be familiar with all its commands and promises; but unless the Holy Spirit sets home the truth, no souls will fall on the Rock and be broken. No amount of education, no advantages, however great, can make one a channel of light without the co-operation of the Spirit of God. The sowing of the gospel seed will not be a success unless the seed is quickened into life by the dew of heaven. Before one book of the New Testament was written, before one gospel sermon had been preached after Christ's ascension, the Holy Spirit came upon the praying apostles. Then the testimony of their enemies was, "Ye have filled Jerusalem with your doctrine."

"Quando ele [o Espírito de verdade] vier, ele convencerá o mundo do pecado, da justiça, e do juízo." A pregação da Palavra não será de nenhum proveito sem a presença ininterrupta e ajuda do Espírito Santo. Este é o único professor eficaz da verdade divina. Somente quando a verdade é acompanhada pelo Espírito no coração, será despertada a consciência ou transformada a vida. Uma pessoa poderia poder apresentar a letra da Palavra de Deus, ele poderia estar familiarizada com todos seus preceitos e promessas; mas a menos que o Espírito Santo fixe a verdade, nenhuma alma cairá sobre a Rocha e se quebrará. Nenhum grau de educação, nenhuma vantagem, por grande que seja, pode fazer de alguém um canal de luz sem a cooperação do Espírito de Deus. Os semeadores da semente do evangelho não terão sucesso a menos que a semente brote pelo orvalho do céu. Antes de um livro do Novo Testamento ter sido escrito, antes de um sermão do evangelho ter sido pregado depois da ascensão de Cristo, o Espírito Santo veio sobre os apóstolos que estavam orando. Então o testemunho dos seus inimigos foi, "Eles encheram Jerusalém com sua doutrina."
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {8}

Christ has promised the gift of the Holy Spirit to his church, and the promise belongs to us as much as to the first disciples. But like every other promise, it is given on conditions. There are many who believe and profess to claim the Lord's promise; they talk about Christ and the Holy Spirit, yet receive no benefit. They do not surrender the soul to be guided and controlled by divine agencies. We can not use the Holy Spirit. The Spirit is to use us. Through the Spirit God works in his people "to will and to do of his good pleasure." But many will not submit to this. They want to manage themselves. This is why they do not receive the heavenly gift. Only to those who wait humbly upon God, who watch for his guidance and grace, is the Spirit given. The power of God awaits their demand and reception. This promised blessing, claimed by faith, brings all other blessings in its train. It is given according to the riches of the grace of Christ, and he is ready to supply every soul according to the capacity to receive.

Cristo prometeu o dom do Espírito Santo para sua igreja, e a promessa pertence tanto a nós quanto aos primeiros discípulos. Mas como toda promessa, é dada sob condições. Há muitos que acreditam e professam reivindicar a promessa de Deus; eles falam sobre Cristo e o Espírito Santo, ainda que não recebam nenhum benefício. Eles não rendem a alma para ser guiada e controlada pelas agências divinas. Nós não podemos usar o Espírito Santo. O Espírito é que nos deve usar. Pelo Espírito Deus trabalha nos seus filhos “tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade”. Mas muitos não se submeterão a isso. Eles querem se auto-administrar. Esta é a razão por que eles não recebem o dom divino. Somente para aqueles que esperam confiantes em Deus, que aspiram por sua orientação e graça, é o Espírito dado. O poder de Deus espera por seus pedidos e recepção. Esta bênção prometida, reivindicada pela fé, traz em seu bojo todas as outras bênçãos. É dada de acordo com as riquezas da graça de Cristo, e ele está pronto para prover toda alma de acordo com a capacidade para receber.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {9}

When the Spirit of God takes possession of the heart, it transforms the life. Sinful thoughts are put away, evil deeds are renounced; love, humility, and peace take the place of anger, envy, and strife. Joy takes the place of sadness, and the countenance reflects the joy of heaven. No one sees the hand that lifts the burden, or beholds the light descend from the courts above. The blessing comes when by faith the soul surrenders itself to God. Then that power which no human eye can see, creates a new being in the image of God.

Quando o Espírito de Deus toma posse do coração, ele transforma a vida. Pensamentos pecaminosos são esquecidos, ações más são renunciadas; amor, humildade, e paz tomam o lugar da ira, inveja, e contenda. Alegria toma o lugar da tristeza, e o semblante reflete a alegria de céu. Ninguém vê a mão que ergue o fardo, ou vê a luz que desce das cortes de cima. A bênção vem quando pela fé a alma se rende a Deus. Então aquele poder que nenhum olho humano pode ver, cria um ser novo à imagem de Deus.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {10}

The Holy Spirit is the breath of spiritual life in the soul. The impartation of the Spirit is the impartation of the life of Christ. It imbues the receiver with the attributes of Christ. Only those who are thus taught of God, those who possess the inward working of the Spirit, and in whose life the Christ-life is manifested, are to stand as representative men, to minister in behalf of the church.

O Espírito Santo é a respiração da vida espiritual na alma. A efusão do Espírito é a efusão da vida de Cristo. Satura o receptor com os atributos de Cristo. Somente os que são ensinados assim por Deus, esses que possuem a obra do Espírito dentro de si, e em cuja vida é manifestada a vida de Cristo, podem levantar-se como homens representativos, para auxiliar no interesse da igreja.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {11}

The religion that comes from God is the only religion that will lead to God. In order to serve him aright, we must be born of the divine Spirit. This will purify the heart and renew the mind, giving us a new capacity for knowing and loving God. It will give us a willing obedience to all his requirements. This is true worship. It is the fruit of the working of the Holy Spirit. By the Spirit every sincere prayer is indited, and such prayer is acceptable to God. Wherever a soul reaches out after God, there the Spirit's working is manifest, and God will reveal himself to that soul. For such worshipers he is seeking. He waits to receive them, and to make them his sons and daughters.

A religião que vem de Deus é a única religião que conduzirá a Deus. Para servi-lo corretamente, nós devemos nascer do divino Espírito. Isto purificará o coração e renovará a mente, dando-nos uma nova capacidade para conhecer e amar a Deus. Isso nos dará uma disposição de obediência a todos os seus requerimentos. Esta é a verdadeira adoração. É o fruto do trabalho do Espírito Santo. Pelo Espírito toda oração sincera é originada, e tal oração é aceitável a Deus. Onde quer que esteja uma alma separada de Deus, lá o trabalho do Espírito é manifesto, e Deus se revelará àquela alma. Por tais adoradores ele está buscando. Ele espera recebê-los, e deles fazer seus filhos e filhas.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {12}

God takes men as they are, and educates them for his service, if they will yield themselves to him. The Spirit of God, received into the soul, will quicken all its faculties. Under the guidance of the Holy Spirit, the mind that is devoted unreservedly to God, develops harmoniously, and is strengthened to comprehend and fulfil the requirements of God. The weak, vacillating character becomes changed to one of strength and steadfastness. Continual devotion establishes so close a relation between Jesus and his disciple that the Christian becomes like him in mind and character. Through a connection with Christ he will have clearer and broader views. His discernment will be more penetrative, his judgment better balanced. He who longs to be of service to Christ is so quickened by the life-giving power of the Sun of Righteousness that he is enabled to bear much fruit to the glory of God.

Deus toma os homens como eles são, e os educa para o seu serviço, se eles se renderem a ele. O Espírito de Deus, recebido na alma, vitalizará todas suas faculdades. Sob a orientação do Espírito Santo, a mente que é dedicada sem reservas a Deus, desenvolve-se harmoniosamente, e é fortalecida para compreender e seguir plenamente os princípios de Deus. O caráter fraco e vacilante, é mudado em um caráter de força e firmeza. Devoção ininterrupta estabelece uma relação tão íntima entre Jesus e seu discípulo que o Cristão torna-se como ele na mente e no caráter. Através da conexão com Cristo ele terá vistas claras e mais amplas. Seu discernimento será mais penetrante, Seu julgamento mais equilibrado. Aquele que deseja estar a serviço de Cristo é assim vitalizado pelo poder vitalizador do Sol da Justiça e a ele é permitido produzir muito fruto para a glória de Deus.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {13}

The first disciples went forth preaching the Word. They revealed Christ in their lives. And the Lord worked with them, "confirming the word with signs following." These disciples prepared themselves for their work. Before the day of Pentecost they met together, and put away all differences. They were of one accord. They believed Christ's promise that the blessing would be given, and they prayed in faith. They did not ask for a blessing for themselves merely; they were weighted with the burden for the salvation of souls. The gospel was to be carried to the uttermost parts of the earth, and they claimed the endowment of power that Christ had promised. Then it was that the Holy Spirit was poured out, and thousands were converted in a day.

Os primeiros discípulos foram adiante pregando a Palavra. Eles revelaram a Cristo em suas vidas. E o Senhor trabalhou com eles, "confirmando a palavra por meio de sinais ". Estes discípulos prepararam-se para sua obra. Antes do dia de Pentecostes eles se encontravam juntos, e puseram de lado todas as suas dissensões. Eles estavam em harmonia. Eles acreditaram na promessa de Cristo de que a bênção seria dada, e oraram com fé. Eles não pediram uma bênção somente para eles; eles sentiam o peso do fardo pela salvação das almas. O evangelho seria levado aos confins da terra, e eles reivindicaram o dom do poder que Cristo havia prometido. Então foi que o Espírito Santo foi derramado, e foram convertidos milhares em um só dia.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {14}

So it may be now. Instead of man's speculations, let the Word of God be preached. Let Christians put away their dissensions, and give themselves to God for the saving of the lost. Let them in faith ask for the blessing, and it will come. The outpouring of the Spirit in apostolic days was the "former rain," and glorious was the result. But the latter rain will be more abundant.

Assim pode ser agora. Em lugar das especulações do homem, deixe que a Palavra de Deus seja pregada. Ponham os cristãos de lado suas dissensões, e dêem-se eles a Deus para a salvação do perdido. Dêem-se eles em fé e peçam a bênção, e ela virá. A efusão do Espírito nos dias apostólicos foi a "chuva temporã", e glorioso foi o resultado. Mas a chuva serôdia será mais abundante.
[1908.11.19-RH] Advent Review and Sabbath Herald “Christ's Most Essential Gift to His Church” {15}

All who consecrate soul, body, and spirit to God, will be constantly receiving a new endowment of physical and mental power. The inexhaustible supplies of heaven are at their command. Christ gives them the breath of his own spirit, the life of his own life. The Holy Spirit puts forth its highest energies to work in heart and mind. The grace of God enlarges and multiplies their faculties, and every perfection of the divine nature comes to their assistance in the work of saving souls. Through co-operation with Christ they are complete in him, and in their human weakness they are enabled to do the deeds of Omnipotence.

Todos os que consagram a alma, corpo, e espírito a Deus, estarão constantemente recebendo um novo dom de poder físico e mental. Os inesgotáveis recursos do céu estão sob seus comandos. Cristo lhes dá a respiração do seu próprio espírito, a vida de sua própria vida. O Espírito Santo põe avante suas mais altas energias para trabalhar no coração e na mente. A graça de Deus aumenta e multiplica suas faculdades, e toda perfeição da natureza divina vem em seu auxílio no trabalho de salvar almas. Por cooperação com Cristo eles estão completos nele, e em sua fraqueza humana eles são capacitados a fazer as obras da Onipotência.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/329/1}

We are living in the dispensation of the Spirit; we hold in our hands the promise of His Spirit, and ministers may be qualified to give the trumpet a certain sound, to arouse the sleeping people and set them at work for themselves and for others out of the fold.--Letter 15, 1889.

Nós estamos vivendo na dispensação do Espírito; nós temos em nossas mãos a promessa do Seu Espírito, e os ministros podem ser qualificados para dar para à trombeta o sonido certo, despertando as pessoas dormentes e colocando-os para trabalhar por eles mesmos e pelos outros.--Carta 15, 1889.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/329/2}

The Holy Spirit is to be presented in every discourse. What wonderful statements Christ has made concerning His representative to the world! This is the theme of encouragement to be kept before the people. In comprehending the office of the Holy Spirit, we shall bring all blessings to ourselves. He will make us complete in Christ.--Ms 8, 1898.

O Espírito Santo é para ser apresentado em todo discurso. Que declarações maravilhosas Cristo fez relativas ao seu representante para o mundo! Este é o tema de encorajamento ser mantido ante as pessoas. Compreendendo a obra do Espírito Santo, nós traremos todas as bênçãos a nós mesmos. Ele nos fará completos em Cristo.--Ms 8, 1898.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/329/3}

The promised outpouring of God's life-giving Spirit has been and is still the great hope of God's people. It is the hope and glory of Zion. In this time of spiritual declension God's ministry is to stand in dignity, efficiency, and power.--Ms. 14, 1901.

A efusão prometida do vitalizante Espírito de Deus foi e ainda é a grande esperança do povo de Deus. É a esperança e a glória de Sião. Neste tempo de declínio espiritual o ministro de Deus deve erguer-se em dignidade, eficiência, e poder.--Ms. 14, 1901.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/329/4}

He will impart His Holy Spirit in the plenitude of His reviving, and there shall not be room enough to receive it. Nothing but the baptism of the Holy Spirit can bring up the church to its right position, and prepare the people of God for the fast approaching conflict.--Letter 15, 1889.



Ele dará Seu Espírito Santo na plenitude de Seu reavivamento, e não haverá recipiente bastante para recebê-lo. Nada mais do que o batismo do Espírito Santo pode colocar a igreja em sua correta posição, e preparar o povo de Deus para o conflito que rápido se aproxima.--Carta 15, 1889.
O Espírito Santo é dado NA plenitude de outra pessoa.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/330/2}

All human effort combined is weakness without the deep moving of the Spirit of God. . . . Without His help the deep learning and restless energy of a Paul, the eloquence and talent of an Apollos, will fall infinitely short of convicting and bringing one soul to repentance. . . . While man can do nothing without God, the Lord would do nothing without the human channel.--Letter 85, 1898.

Todo o esforço humano combinado é fraqueza sem o profundo mover do Espírito de Deus. ... Sem Sua ajuda o profundo conhecimento e inquieta energia de um Paulo, a eloqüência e talento de um Apolo, falharão imensamente em convencer e trazer uma alma ao arrependimento. ... Conquanto o homem não pode fazer nada sem Deus, Deus não faria nada sem o canal humano.--Carta 85, 1898.
Assim como os anjos, também somo canais.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/330/4}

The only power that can quicken the heart into activity is the power which will give life to the dead--the Holy Spirit of God. . . . Hang your helpless soul upon your Mediator. In and through Him, and Him alone, you can come to God. . . . The Holy Spirit is your hope.--Letter 124, 1901.

O único poder que pode restaurar o coração à atividade é o poder que dará vida ao morto - o Espírito Santo de Deus. ... Dependure sua desamparada alma em seu Mediador. E por Ele, e Ele só, você pode vir a Deus. ... O Espírito Santo é sua esperança.--Carta 124, 1901.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/331/2}

The more we discover our real need, our real poverty, the more we desire the gift of the Holy Spirit. . . . It is because we do not see our need, do not realize our poverty, that we do not pour forth earnest entreaties, looking unto Jesus the author and finisher of our faith for the bestowal of the blessing.--Ms 3, 1892.

Quanto mais nós descobrimos nossa real necessidade, nossa real pobreza, mais nós desejamos o dom do Espírito Santo. ... É porque nós não vemos nossa necessidade, não percebemos nossa pobreza, que não vertemos profundas súplicas, olhando a Jesus o autor e confirmador de nossa fé pelo favor da bênção.--Ms 3, 1892.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/331/3}

The Spirit is constantly showing to the soul glimpses of the things of God. . . . The Spirit's energy is working in the heart and leading the inclinations of the will to Jesus by living faith and complete dependence on Divine power to will and to do of His good pleasure.--Letter 135, 1898.

O Espírito constantemente está mostrando à alma relances das coisas de Deus. ... A energia do Espírito está trabalhando no coração e conduzindo as inclinações da vontade a Jesus por viva fé e completa dependência do Divino poder para o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade.--Carta 135, 1898.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/331/4}

Of what avail would it have been to us that the only begotten Son of God had humbled Himself, endured the temptations of the wily foe and wrestled with him during His entire life on earth, and died the just for the unjust . . . if the Spirit had not been given as a constant, working, regenerating agent to make effectual in our cases what had been wrought out by the world's Redeemer.--Ms 1, 1892.

De que proveito teria sido para nós que o único Filho gerado de Deus tivesse se humilhado, tivesse suportado as tentações do ardiloso inimigo e tivesse lutado com ele durante sua vida inteira na terra, e morrido o justo pelo injusto... se o Espírito não tivesse sido dado como um constante, obrador, regenerador agente para tornar eficaz em nossos casos o que foi efetuado pelo Redentor do mundo.--Ms 1, 1892.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/332/2}

Subjection to the Word of God means the restoration of one's self. Let Christ work by His Holy Spirit, and awaken you as from the dead.--Letter 8, 1896.

Sujeição à Palavra de Deus é o meio de restauração da alma. Deixe Cristo trabalhar pelo Seu Espírito Santo, e despertar-te como dos mortos.--Carta 8, 1896.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/332/3}

Receiving the Spirit of Christ, every one of His followers will fulfil a divinely appointed mission not merely to be an influence among influences, but to be a special influence for God in every sense of the term.--Ms 130, 1902.

Recebendo o Espírito de Cristo, cada um dos Seus seguidores vai levar avante a missão divinamente designada não meramente para ser uma influência entre influências, mas ser uma influência especial para Deus em todo o sentido do termo.--Ms 130, 1902.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/332/5}

The influence of the Holy Spirit is the life of Christ in the soul. . . .--Ms 41, 1896.



A influência do Espírito santo é a vida de Cristo na alma. . . . --Ms 41, 1896.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/333/6}

As a people we need to seek most earnestly for the energizing power of the Holy Spirit.--Letter 200, 1902.

Como um povo nós precisamos buscar seriamente pelo energizante poder do Espírito santo.--Carta 200, 1902.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/334/1}

To those who in faith claimed this promise it was speedily fulfilled. . . . As the disciples made humble supplication to God, their differences were swept away. They became of one mind. Then the way was prepared for the Holy Spirit to enter the cleansed, consecrated soul temples. Every heart was filled with the Spirit.--Ms 21, 1900.

Para os que em fé reivindicaram esta promessa ela foi cumprido rapidamente. ... Como os discípulos fizeram súplicas humildes a Deus, suas diferenças foram eliminadas. Eles eram uma só mente. Então o caminho estava preparado para o Espírito Santo entrar nos limpos, consagrados templos da alma. Todo coração estava cheio com o Espírito.--Ms 21, 1900.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/334/2}

Let the truth take hold of the spiritual part of our own nature, and then the current of divine power will be communicated to those whom we address.--Letter 230, 1899.

Deixe a verdade tomar posse da parte espiritual de nossa própria natureza, e então a corrente do divino poder será comunicada a todos a quem nós nos dirigimos.--Carta 230, 1899.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/334/3}

The Holy Spirit invites all genuine prayer. I have learned to know that, in all my intercessions, the Spirit intercedes for me and for all saints whose intercessions are according to the will of God, we shall pray in conformity to His revealed will, and in submission to His will which we know not. . . . Jesus is waiting to breathe upon all His disciples, and give them the inspiration of His sanctifying Spirit, and transfuse the vital influence from Himself to His people. . . . Their will must be submitted to His will, they must act with His Spirit that it may be no more they that live, but Christ that liveth in them. Jesus is seeking to impress upon them the thought that in giving His Holy Spirit He is giving to them the glory which the Father hath given Him.--Letter 11b, 1892.

O Espírito santo convida a toda genuína oração. Eu aprendi a conhecer que, em todas minhas intercessões, o Espírito intercede por mim e por todos os santos cujas intercessões estão de acordo com a vontade de Deus, nós oramos em conformidade com Sua vontade revelada, e em submissão a Sua vontade que não conhecemos. . . . Jesus está esperando para soprar sobre todos os Seus discípulos, e lhes dar a inspiração do Seu santificando Espírito, e infundir influência vital dEle mesmo para Seu povo. . . . Sua vontade deve ser submetida à vontade dEle, eles têm que agir com o Seu Espírito que possa ser que nenhum deles mais viva, mas Cristo que viva neles. Jesus está buscando impressioná-los com o pensamento de que dando o Seu Espírito Santo Ele está dando a eles a glória que o Pai Lhe tem dado.--Carta 11b, 1892.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/335/3}

Pray, Oh, pray most earnestly, "Put Thy Spirit, Lord, Thy Holy Spirit, within my heart, that I may be sincere in keeping my baptismal vow."--Ms 130, 1902.

Ore, Oh, ore seriamente, "Ponha Teu Espírito, Deus, Teu Espírito santo, dentro de meu coração, que eu posso ser sincero mantendo meu voto batismal".--Ms 130, 1902.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/336/1}

Time and time again the Lord has longed to communicate His Spirit in rich measure, but there was no place for Him to rest. He was not recognized or valued. The blindness of mind, the hardness of hearts interpreted Him as something of which they should be afraid. Some hidden evil lurks in the heart to hinder the manifestation of the power of God, and His Spirit cannot descend.--Letter 43, 1890.

Várias e várias vezes Deus desejou comunicar Seu Espírito em rica medida, mas não havia nenhum lugar para Ele repousar. Ele não foi reconhecido ou valorizado. A cegueira da mente, a dureza dos corações interpretaram-nO como algo de que eles deveriam ter medo. Um pouco do mal escondido espreita no coração para impedir a manifestação do poder de Deus, e Seu Espírito não pode descer.--Carta 43, 1890.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/336/3}

When God's people will believe, when they will turn their attention to that which is true, and living, and real, the Holy Spirit, in strong heavenly currents, will be poured upon the church.--Ms 21, 1900.

Quando o povo de Deus acreditar, quando eles voltarem sua atenção ao que é verdade, e vivo, e real, o Espírito santo, em fortes correntes divinas, será vertido sobre a igreja.--Ms 21, 1900.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/337/2}

The religion of Christ means much more than forgiveness of sins. It means taking away ours, and filling the vacuum with the Holy Spirit. It means divine illumination, rejoicing in God.--Ms 2, 1899.

A religião de Cristo significa muito mais do que o perdão dos pecados. Significa tirar fora o eu, e encher o vazio com o Espírito santo. Significa iluminação divina, enquanto regozijando em Deus.--Ms 2, 1899.
[xxxx-4MR] Manuscript Releases Volume Four “The Holy Spirit” {240/338/1}

The soul who yields his heart to be worked by the Holy Spirit will be a living channel of light in the inculcation of the precepts and truth of the Word of God, winning others to obedience of the commandments of God.--Ms. 166, 1897.

A alma que rende seu coração a ser trabalhado pelo Espírito santo será um canal vivo de luz em inculcar os preceitos e verdade da Palavra de Deus, ganhando outros à obediência aos madamentos de Deus.--Ms. 166, 1897.
CONCLUSÃO

Ao que tudo indica, assim como na Bíblia existem textos que dão margem à dupla interpretação, também no EP aprouve a Deus deixar textos aparentemente dúbios: GANCHOS DA DÚVIDA!

Por isso, cavemos mais fundo, irmãos; a compreensão não é para os superficiais!




1   ...   24   25   26   27   28   29   30   31   32


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal