No princípio apresentaçÃO



Baixar 2,45 Mb.
Página1/32
Encontro03.05.2017
Tamanho2,45 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   32

NO PRINCÍPIO

APRESENTAÇÃO

Prezados Pastores, Anciãos e Irmãos


Estamos disponibilizando um trabalho que era para ser somente para nosso uso, mas a Verdade contida no mesmo é tão sublime e absorvente, que ficamos temerosos de escondê-la.
Nosso projeto é a compilação de dois estudos: “No Princípio”, tratando dos textos que mostram as origens, e “No Fim”, tratando dos textos desde o decreto dominical até a recriação da Terra e a eterna felicidade (deve ser chamada então de “O Recomeço”).

Os irmãos estão com o primeiro estudo em mãos. Já começamos o esboço do segundo, mas deve demorar um pouquinho. Este trabalho é o resultado de cerca de dois anos e meio e mais de mil horas de pesquisa na Bíblia e no Espírito de Profecia. Tomara que não demoremos tanto. Tomara que não terminemos: Jesus venha antes e vivamos os eventos.


SINCERIDADE E A PRÁTICA CORRETA DA VERDADE
É você sincero? Essa pergunta é até ofensiva, não é mesmo?

Sempre acreditamos que a sinceridade era tudo; que qualquer pessoa sincera seria salva; a elas Deus se revelaria na Sua plenitude e não a deixaria ser enganada. Mas a verdade é que a sinceridade é somente um início; no fundo, para a salvação, NADA! Veja o que diz a Serva do Senhor, Ellen Gould White (a partir daqui, EGW):


[1890-PP] Patriarchs and Prophets {3/55/2} | Patriarcas e Profetas {3/55/2}

Eva creu realmente nas palavras de Satanás, mas a sua crença não a salvou da pena do pecado.
Eva SINCERAMENTE creu... em uma mentira!
Em contato com uma pessoa que nos perguntou a opinão sobre determinado assunto, dissemo-lhe que nossa opinião não tinha valor algum; mas que a Palavra dizia algo contrário ao que ela cria. Demos-lhe alguns textos da Bíblia e do Espírito de Profecia para pesquisa, ao que ela respondeu: “não quero nem ler para não ter que mudar.”
Tivemos que dizer que ela estava a condenar-se e de que nada adiantaria permanecer na Igreja; perderia este mundo e o outro (essas duras palavras são do Espírito de Profecia).
Qual é a forma de Deus nos julgar? Continuando a experiência de Eva:
[1890-PP] Patriarchs and Prophets {3/55/2} | Patriarcas e Profetas {3/55/2}

Descreu das palavras de Deus, e isto foi o que a levou à queda. No Juízo, os homens não serão condenados porque conscienciosamente creram na mentira, mas porque não acreditaram na verdade, porque negligenciaram a oportunidade de aprender o que é a verdade. Apesar do sofisma de Satanás indicando o contrário, é sempre desastroso desobedecer a Deus. Devemos aplicar o coração a conhecer o que é a verdade. Todas as lições que Deus fez com que fossem registradas em Sua Palavra, são para a nossa advertência e instrução. São dadas para nos salvar do engano. Da negligência às mesmas resultará ruína a nós mesmos. O que quer que contradiga a Palavra de Deus, podemos estar certos de que procede de Satanás.
Sim, irmãos. É mais fácil um católico sincero, que não teve oportunidade de ouvir as Verdades Bíblicas que ouvimos, salvar-se (mesmo adorando imagens), do que um ASD com o “dilúvio” de Luz que temos, se este se esquivar de CAVAR FUNDO. Deus não aceitará um ASD acomodado, que vive o dia-a-dia do seu adventismo social, em Seu reino.
APRECIAÇÃO DE TODOS

Não somos detentores de “toda a Verdade”. Os conselhos que como adventistas temos é para que toda Luz seja submetida a apreciação da Igreja. Portanto, humildemente estamos enviando esta para pastores, anciãos e membros da Igreja para apreciação. Sinceramente queremos seguir a Verdade e não sermos enganados pelo inimigo das nossas almas, seja qual for o expediente que ele use. Portanto, nada de orgulho, visão fechada, preconceitos inexpugnáveis.


LER TUDO PARA PODER AJUDAR

Qualquer opinião, troca de experiência, julgamento quanto a este trabalho, honestamente só poderá ser emitido APÓS A LEITURA DO MESMO DE “CAPA A CAPA”. Por favor, não pule partes crendo que “isso já ouvi mais de mil vezes; já conheço a fundo”. Os textos seguem uma seqüência lógica e você pode perder partes importantes para a plena compreensão do assunto. Também não terá autoridade para julgar, falar ou tomar qualquer atitude acerca dos mesmos. Deixemos de lado nossas idéias pré-concebidas, pois, dessa maneira poderemos rejeitar a Verdade.


ESTÁ ESCRITO”

E o mais importante: argumentos que venham acrescentar algo, pró ou contra este trabalho, unicamente se pautados no “Assim diz o Senhor”: textos Bíblicos e do Espírito de Profecia. Sincera e humildemente os aguardamos no Espírito Manso de Cristo; mas nada além do “está Escrito”.


ASSUNTOS DESTE TRABALHO

Este trabalho trata da História da Redenção em sua origem. Apanhamos todos os textos possíveis do Espírito De Profecia (a partir daqui EP), traduzidos ou não, que tratavam das ORIGENS do universo e da Terra; do pecado no Céu e na Terra. Os resultados são surpreendentes. Quanta coisa aprendemos!


Também veremos quão sub-reptício é a obra do engano! Quanta coisa “boa” Satanás cria para enganar “se possível for, os escolhidos”! Sua obra de apostasia, a apostasia ômega, que fará com que “uma classe numerosa”, “multidões”; “a grande proporção”, “a maioria” dos ASD se perca (Eventos Finais, pág. 180)!!!
Mas o mais importante, irmãos, é o ganho espiritual. Leia com muita oração. Mergulhe no texto com imaginação santificada. Que coisas impressionantes aprendemos da verdadeira relação da Divindade entre si e com suas criaturas! O que representa realmente o fato de Jesus ser o Filho de Deus, o Plano da Redenção!! Quão grande o Amor Divino!!!
Cavemos fundo, irmãos! As bênção do estudo profundo devem falar mais poderosamente a nós que as ameaças do inferno!!

EXPLICAÇÕES TÉCNICAS PRELIMINARES

COMENTÁRIOS

Para melhor identificação, nossos comentários estarão nesta cor, “AZUL”.


INGLÊS

Como se trata de um trabalho para estudo profundo, o mesmo consta de textos em inglês e sua tradução. Com isso o tamanho da mesma é quase o dobro do que deveria ser. Portanto, se você quiser imprimir para leitura, sugerimos que faça o seguinte: Faça uma cópia preservando o arquivo original para pesquisa; na cópia você coloca o ponteiro do mouse em qualquer parte sobre o texto em inglês, dá três cliques razoavelmente rápidos e deleta. Pronto. A apostila está com a metade do tamanho para impressão.


DESTAQUE

Nos textos originais os tipos de destaque que daremos serão o negrito, o sublinhado simples e o sublinhado duplo.


A apresentação dos textos possuem um cabeçalho assim:

[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/33/1} | Patriarcas e Profetas {1/33/1}


  • Eentre colchetes: [DATA em que o texto original foi escrito por EGW ou teve sua primeira publicação - o código em inglês do livro];

  • Texto Original - o título do livro, periódico ou panfleto;

  • Entre chaves: se livro, {capítulo/página/parágrafo}; se Meditação Matinal, {página/parágrafo}; se periódico, somente {parágrafo};

  • Texto em Português - o título do livro que o texto foi publicado; nem sempre é o mesmo do original;

  • Entre chaves: o mesmo válido para o texto original


SEQÜÊNCIA DOS TEXTOS

Os textos, agrupados e separados por linhas (Tópicos), têm a seguinte seqüência:



  1. Cronológica Histórica – a própria seqüência do FATO narrado; esse é o fator gerador do Tópico;

  2. Lógica – explica a HISTÓRIA do Tópico;

  3. Cronológica Escrita – o ano em que EGW escreveu.


TEXTOS SIMILARES

Muitos textos são repetidos algumas vezes em anos posteriores: EGW os copiava.


Quando o ORIGINAL estiver repetido (com 100% de exatidão), encontrareis assim (= ao lado):

[1858-1SG] Spiritual Gifts, Vol. 1 {1/18/1e} =[1882-EW]

Isso quer dizer que o texto original acima será o mesmíssimo do abaixo; por isso, omitido.



[1882-EW] Early Writings of Ellen G. White {33/146/1e} | Primeiros Escritos {33/146/1e}

It must remain to receive its final punishment.


Mas se no ORIGINAL dois textos similares tiverem diferença de uma palavra (como o exemplo a seguir), uma letra, uma vírgula trocada por um ponto-e-vírgula ou por um ponto, iniciais maiúsculas/minúsculas, inserção de aspas, ambos serão mantidos.
Quando a TRADUÇÃO estiver repetida, encontrareis assim (= abaixo):

[1858-1SG] Spiritual Gifts, Vol. 1 {1/18/1c}

He was willing to take his proper place, or any place that might be assigned him.

=[1882-EW]

A diferença entre os originais é desprezível (uma palavra, uma letra, uma vírgula trocada por um ponto-e-vírgula ou por um ponto, iniciais maiúsculas/minúsculas). Isso quer dizer que a tradução do texto acima será a mesma do abaixo; por isso, omitida.



[1882-EW] Early Writings of Ellen G. White {33/146/1c} | Primeiros Escritos {33/146/1c}

He was willing to take his proper place, or any position that might be assigned him.

Estava disposto a ocupar o seu próprio lugar, ou qualquer posição que lhe fosse designada.

PARTE I
NO PRINCÍPIO


  • Histórico da Criação do Universo;

  • A relação do Pai, Seu Filho e os seres criados;

  • A origem do pecado no Céu;

  • A origem do pecado na Terra.



001 - DEUS, O PAI: SUA ETERNIDADE ABSOLUTA, IMUTABILIDADE E AMOR

[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/33/1} | Patriarcas e Profetas {1/33/1}

"God is love." 1 John 4:16. His nature, His law, is love. It ever has been; it ever will be. "The high and lofty One that inhabiteth eternity," whose "ways are everlasting," changeth not. With Him "is no variableness, neither shadow of turning." Isaiah 57:15; Habakkuk 3:6; James 1:17.

"Deus é amor." I João 4:8. Sua natureza, Sua lei, são amor. Assim sempre foi; assim sempre será. "O Alto e o Sublime, que habita na eternidade", "cujos caminhos são eternos", não muda. NEle "não há mudança nem sombra de variação".
O Pai habita NA eternidade; Seus caminhos SÃO eternos: Ele possui ETERNIDADE ABSOLUTA.

O que é a Eternidade Passada? Qual sua definição? É complexo para nós, finitos mortais. Mas eis um pequeno vislumbre: A eternidade passada, antes de qualquer criação não é contada em tempo como o conhecemos; não é definida como “infinitos anos para trás”; é um “tempo” em que nem o tempo ainda existia; é o INFINITO. É uma situação “continua e eternamente presente” para Deus, sem passado ou futuro. É o “HOJE”, o “AGORA”, o “É”.


[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/33/2} | Patriarcas e Profetas {1/33/2}

Every manifestation of creative power is an expression of infinite love. The sovereignty of God involves fullness of blessingto all created beings. The psalmist says:

"Strong is Thy hand, and high is Thy right hand.

Righteousness and judgment are the foundation of Thy throne:

Mercy and truth go before Thy face.

Blessed is the people that know the joyful sound:

They walk, O Lord, in the light of Thy countenance.

In Thy name do they rejoice all the day:

And in Thy righteousness are they exalted.

For Thou art the glory of their strength: . . .

or our shield belongeth unto Jehovah,

And our king to the Holy One." Psalm 89:13-18, R.V.


Toda manifestação de poder criador é uma expressão de amor infinito. A soberania de Deus compreende a plenitude de bênçãos a todos os seres criados. Diz o salmista:

"Forte é a Tua mão, e elevada a Tua destra.

Justiça e juízo são a base de Teu trono;

Misericórdia e verdade vão adiante do Teu rosto.

Bem-aventurado o povo que conhece o som festivo:

Andará, ó Senhor, na luz da Tua face.

Em Teu nome se alegrará todo o dia,

E na Tua justiça se exaltará.

Pois Tu és a glória da sua força. ...

Porque o Senhor é a nossa defesa,

E o santo de Israel o nosso Rei." Sal. 89:13-18.
[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/33/3} | Patriarcas e Profetas {1/33/3}

The history of the great conflict between good and evil, from the time it first began in heaven to the final overthrow of rebellion and the total eradication of sin, is also a demonstration of God's unchanging love.

A história do grande conflito entre o bem e o mal, desde o tempo em que a princípio se iniciou no Céu até o final da rebelião e extirpação total do pecado, é também uma demonstração do imutável amor de Deus.
002 – O FILHO DE DEUS, O UNIGÊNITO, O ÚNICO GERADO, O ÚNICO NASCIDO DE DEUS NA ETERNIDADE É TAMBÉM ESSENCIALMENTE DEUS; ETERNAMENTE EM UNIDADE COM O PAI

Salmo 2:7

Proclamarei o decreto do SENHOR: Ele me disse: Tu és meu Filho, eu, hoje, te gerei.


[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/34/1c} | Patriarcas e Profetas {1/34/1c}

"His name shall be called Wonderful, Counselor, The mighty God, The everlasting Father, The Prince of Peace." Isaiah 9:6. His "goings forth have been from of old, from everlasting." Micah 5:2.

"O Seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz." Isa. 9:6. Suas "saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade". Miq. 5:2.
O Filho possui SAÍDAS originadas NA eternidade; originadas DESDE a eternidade.
[1900.08.29-ST] The Signs of the Times {15a} | A Verdade Sobre Os Anjos {3/24/1}

In speaking of His pre-existence, Christ carries the mind back through dateless ages. He assures us that there never was a time when He was not in close fellowship with the eternal God. He to whose voice the Jews were then listening had been with God as one brought up with Him.

Ao falar de Sua preexistência, Cristo conduz a mente a eras infinitas do passado. Ele nos assegura que jamais houve um tempo em que não estivesse em íntima comunhão com o Deus eterno. Ele... tem mantido com Deus o relacionamento de um único Ser.
[1906.04.05-RH] Review and Herald {6b} | Mensagens Escolhidas, Vol. 1 {34/247/3b}

Christ was God essentially, and in the highest sense. He was with God from all eternity, God over all, blessed forevermore.

Cristo era, essencialmente e no mais alto sentido, Deus. Estava Ele com Deus desde toda a eternidade, Deus sobre todos, bendito para todo o sempre.
[1906.04.05-RH] Review and Herald {7a} | Mensagens Escolhidas, Vol. 1 {34/247/4a}

The Lord Jesus Christ, the divine Son of God, existed from eternity, a distinct person, yet one with the Father.

O Senhor Jesus Cristo, o divino Filho de Deus, existiu desde a eternidade, como pessoa distinta, mas um com o Pai.
NUNCA houve um momento em que o Unigênito de Deus não fosse UM com o Pai. Desde “Suas SAÍDAS”, NA eternidade, Ele mantém um RELACIONAMENTO de Unidade com o Pai; NUNCA operou em independência ou oposição ao Pai. É a eternidade do RELACIONAMENTO.
Como é essa Unidade entre o Filho e o Pai?
[1888-GC88] The Great Controversy {29/493/1c} | O Grande Conflito {29/493/1c}

Christ the Word, the only begotten of God, was one with the eternal Father,--one in nature, in character, and in purpose,--the only being in all the universe that could enter into all the counsels and purposes of God. By Christ, the Father wrought in the creation of all heavenly beings.

Cristo, o Verbo, o Unigênito de Deus, era um com o eterno Pai - um na natureza, no caráter e no propósito - o único Ser em todo o Universo que poderia entrar nos conselhos e propósitos de Deus.
[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/34/1b} | Patriarcas e Profetas {1/34/1b}

"In the beginning was the Word, and the Word was with God, and the Word was God. The same was in the beginning with God." John 1:1, 2. Christ, the Word, the only begotten of God, was one with the eternal Father--one in nature, in character, in purpose--the only being that could enter into all the counsels and purposes of God.

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus." João 1:1 e 2. Cristo, o Verbo, o Unigênito de Deus, era um com o eterno Pai - um em natureza, caráter, propósito - o único ser que poderia penetrar em todos os conselhos e propósitos de Deus.
”O Unigênito de Deus” é “o ÚNICO ser em todo o universo” que, em associação com o Pai, AMBOS formam o CONSELHO DIVINO. Somente os DOIS; nenhum outro, um terceiro a ser incluído nesse Conselho, como no futuro vai desejar Lúcifer!
1906.04.05-RH] Review and Herald {5b} | Exaltai-O! – MM 1992 {75/5b}

The Word existed as a divine being, even as the eternal Son of God, in union and oneness with his Father. From everlasting he was the Mediator of the covenant, the one in whom all nations of the earth, both Jews and Gentiles, if thy accepted him, were to be blessed. "The Word was with God, and the Word was God." Before men or angels were created, the Word was with God, and was God.

O Verbo existia como Ser divino, como o eterno Filho de Deus, em união e unidade com Seu Pai. Desde a eternidade, Ele era o Mediador do concerto, Aquele no qual todos os povos da Terra, tanto judeus como gentios, se O aceitassem, seriam abençoados. "O Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus." João 1:1. Antes que fossem criados os homens ou os anjos, o Verbo estava com Deus, e era Deus.
O Plano da Redenção foi originado na mente divina e planejado pelos DOIS, Pai e Filho, antes da criação de qualquer ser, como veremos mais à frente.
Que tipo de vida concedeu o Pai ao Filho na eternidade?
João 5:26

Porque assim como o Pai tem vida em si mesmo, também concedeu ao Filho ter vida em si mesmo.


[1897] Manuscript 101 | Evangelismo {18/615/3}

He was equal with God, infinite and omnipotent. . . . He is the eternal, self-existent Son.

Ele era igual a Deus, infinito e onipotente. ... É o Filho eterno, existente por si mesmo.
Uma “auto-vida”. Uma vida idêntica à vida do Pai. Esta é a definição de Vida DIVINA. Esse texto será visto completo mais à frente.
[1898-DA] The Desire of Ages {58/530/3b} | O Desejado de Todas as Nações {58/530/4b}

In Christ is life, original, unborrowed, underived.

Em Cristo há vida original, não emprestada, não derivada.
Atentar, no original, para a vírgula entre “life” e “original”, que se tivesse sido incluída na tradução mudaria o sentido da frase.

Em Cristo há vida, original, não emprestada, não derivada.


“Em Cristo há vida,” que tipo de vida? Vida DIVINA.
Quais as características da Vida DIVINA dada a Cristo que a tornam diferente da vida, também dada por Deus as Suas criaturas, mas vida não divina?

ORIGINAL – a nossa não o é. Não somos geração, somos criação.

NÃO EMPRESTADA – mesmo os anjos a têm como emprestada. A dos caídos será, inclusive, retirada.

NÃO DERIVADA – se Deus virar as costas para nós por um átimo de segundo, cairemos fulminados. Mesmo a vida de Satanás ESTÁ SENDO MANTIDA por Deus! Derivada continuamente do poder de Deus! O Filho não depende do poder e da contínua manutenção do Pai para viver.

Até o que chamamos de nossa vida eterna futura, vai depender de continuarmos a comer do fruto da Árvore da Vida!

Ao Filho foi dado ter Vida DIVINA, não vida de criatura! Foi-Lhe dado ser da mesma espécie do Pai, Deus Eterno, Bendito para todo o sempre. Amém!


003 –DEUS, PAI E FILHO, AMBOS CRIAM O UNIVERSO, O TEMPO E OS SERES VIVOS

[1906.04.05-RH] Review and Herald {6} | A Verdade Sobre Os Anjos {3/23/2}

The world was made by him, "and without him was not anything made that was made." If Christ made all things, he existed before all things. The words spoken in regard to this are so decisive that no one need be left in doubt. Christ was God essentially, and in the highest sense. He was with God from all eternity, God over all, blessed forevermore.

O mundo foi criado por Ele, "e sem Ele nada do que foi feito se fez". João 1:3. Se Cristo fez todas as coisas, existiu antes de todas elas. As palavras a este respeito são tão decisivas, que ninguém precisa ter dúvidas. Cristo era essencialmente Deus, e no mais elevado sentido. Estava com Deus desde a eternidade, Deus sobre tudo, bendito para sempre.
A partir do momento em que são criados o universo, o TEMPO e as criaturas, a ETERNIDADE PASSADA deixará de existir como situação “continua e eternamente presente”; haverá um “momento zero”, “o PRINCÍPIO”. A ETERNIDADE PASSADA que não era medida em tempo, passará a ser... “história”. A partir do “momento zero”, “O PRINCÍPIO”; haverá o PRESENTE e o FUTURO, ambos medidos por TEMPO: anos, séculos, eras, etc.
[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/34/1a} | Patriarcas e Profetas {1/34/1a}

The Sovereign of the universe was not alone in His work of beneficence. He had an associate--a co-worker who could appreciate His purposes, and could share His joy in giving happiness to created beings.

O Soberano do Universo não estava só em Sua obra de beneficência. Tinha um companheiro - um cooperador que poderia apreciar Seus propósitos, e participar de Sua alegria ao dar felicidade aos seres criados.
O Pai e mais Um. Apenas UM, o Filho; não “mais dois”. Logo, será pecaminoso o audacioso desejo futuro de Lúcifer em querer ser incluído na Divindade como o TERCEIRO, ao lado do Pai e do Filho.
[1890-PP] Patriarchs and Prophets {1/34/2a} | Patriarcas e Profetas {1/34/2a}

The Father wrought by His Son in the creation of all heavenly beings. "By Him were all things created, . . . whether they be thrones, or dominions, or principalities, or powers: all things were created by Him, and for Him." Colossians 1:16.



O Pai operou por Seu Filho na criação de todos os seres celestiais. "NEle foram criadas todas as coisas, ... sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por Ele e para Ele." Col. 1:16.
[1888-GC88] The Great Controversy {29/493/1c} | O Grande Conflito {29/493/1c}

"By him were all things created, that are in Heaven, . . . whether they be thrones, or dominions, or principalities, or powers;"[1 COL. 1:16.] and to Christ, equally with the Father, all Heaven gave allegiance.

Por Cristo, o Pai efetuou a criação de todos os seres celestiais. "NEle foram criadas todas as coisas que há nos céus ... sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades” (Col. 1:16); e tanto para com Cristo, como para com o Pai, todo o Céu mantinha lealdade.
Os DOIS trabalharam na criação.

Lealdade para com OS DOIS: o ETERNO ABSOLUTO Pai e Seu Divino Filho.
[1906.04.05-RH] Review and Herald {7b} | Mensagens Escolhidas, Vol. 1 {34/247/4b}

He was the surpassing glory of heaven. He was the commander of the heavenly intelligences, and the adoring homage of the angels was received by him as his right. This was no robbery of God.

Era Ele a excelente glória do Céu. Era o Comandante dos seres celestes, e a homenagem e adoração dos anjos era por Ele recebida como de direito. Isto não era usurpação em relação a Deus.



  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   32


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal