Música no Pequeno Auditório, dia 15 de Fevereiro Lula Pena e Mû juntos no tmg



Baixar 18,08 Kb.
Encontro11.09.2017
Tamanho18,08 Kb.

Nota à Imprensa | sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2013


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Música no Pequeno Auditório, dia 15 de Fevereiro

Lula Pena e Mû juntos no TMG

Na próxima sexta-feira, dia 15 de Fevereiro, Lula Pena apresenta-se ao vivo no TMG acompanhada pelo músico guineense Mû. O concerto está marcado para as 21h30 no Pequeno Auditório e nele a cantora e compositora apresenta as canções do seu segundo e último trabalho discográfico, muito aclamado pela crítica nacional: “Troubadour” (2010).

Lula Pena conheceu o músico guineense Mû há quase duas décadas em Barcelona, onde ambos residiam. Mû entregou a Lula Pena a gravação de uma canção composta em sua homenagem, fruto do impacto emocional que um concerto da lisboeta lhe tinha provocado no seu íntimo. Estando a cantora então de partida para uma etapa nova da sua vida em Bruxelas, aquele gesto comovente pareceu suspenso no tempo até que um dia, volvidos anos, acidentalmente se cruzaram num estúdio em Lisboa, onde Mû gravava a convite de Jorge Cruz. Tornou-se claro para Lula Pena que o elo de ligação entre a música e a atitude de ambos a integrá-la na sua vida era notório e especial, e que uma certa poesia cósmica os tinha aproximado novamente.
Famílias ao Teatro na Sala de Ensaios, dia 16 de Fevereiro

ÁrvoreSer no Famílias ao Teatro

No sábado, dia 16 de Fevereiro, o TMG apresenta a iniciativa Famílias ao Teatro, desta vez com o “ÁrvoreSer”, de Sónia Barbosa e Catarina Fernandes. O espectáculo será apresentado em duas sessões às 11h00 e às 16h00 na Sala de Ensaios do TMG.

“ÁrvoreSer” é um espectáculo onde o teatro se cruza com a ilustração em tempo real, concebido especialmente para os mais novos.

A ilustradora e a intérprete brincam entre o desenho e a palavra. Um corpo que conta e um corpo que desenha. Um corpo que desenha num corpo que conta. Sem grandes artifícios, numa dinâmica que procura a envolvência do público através do poder de sugestão de uma imagem que se vê nascer, e de uma história onde o que parece impossível se torna real.

Este espectáculo é apresentado no âmbito da Rede 5 Sentidos, da qual fazem parte o Centro Cultural Vila Flor, o Teatro Maria Matos, o Teatro Municipal da Guarda, o Teatro Virgínia e o Teatro Viriato.
Cinema no Pequeno Auditório, dia 20 de Fevereiro

O Gebo e a sombra”, de Manoel de Oliveira

Na quarta, dia 20 de Fevereiro, o Cineclube da Guarda apresenta, com o apoio do TMG, o filme “O Gebo e a sombra”, de Manoel de Oliveira. A sessão tem lugar no Pequeno Auditório às 21h30.
Na história: «apesar de viver no limiar da pobreza, Gebo continua a sua actividade de contabilista para sustentar Doroteia, a mulher, e Sofia, a nora. A existência daquelas três pessoas é triste e monótona, girando à volta da ausência de João, o filho, que ninguém sabe onde está ou as razões por que partiu.» Baseado na peça homónima de Raul Brandão (1867-1930), escrita em 1923, a mais recente obra do mestre Manoel de Oliveira é um retrato da pobreza, da honestidade e do sacrifício.

O filme conta com a interpretação de Claudia Cardinale, Jeanne Moreau, Leonor Silveira, Ricardo Trepa e Luís Miguel Cintra.


Artes Plásticas na Galeria de Arte de 26 de Janeiro a 17 de Março

Exposição “Veias de Alcatrão”, de Baltazar Torres

Está patente na Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda até ao próximo dia 17 de Março a exposição/ instalação “Veias de Alcatrão” do artista plástico natural de Figueira de Castelo Rodrigo, Baltazar Torres.

Baltazar Torres nasceu em 1961. Vive e trabalha no Porto. Realizou a sua primeira exposição em 1988 e desde então tem mostrado regularmente a sua obra, construindo um percurso sólido tanto a nível nacional como internacional. A sua obra engloba pintura, escultura, desenho e instalação.
Expõe com regularidade na Galeria Mario Mauroner Viena e Salzburgo, na Áustria, e actualmente na Galeria Mário Sequeira, Braga, Portugal. Está representado em diversas colecções nacionais e internacionais.

“Veias de Alcatrão” será uma instalação inédita pensada para o espaço da Galeria de Arte do TMG, numa reflexão sobre a experiência da viagem, do território e da paisagem do início do Séc. XXI.

A exposição tem entrada livre e ficará patente na Galeria de Arte até 17 de Março; pode ser visitada de terça a sexta das 16h às 19h e das 21h00 às 23h00, aos sábados das 15h00 às 19h00 e das 21h00 às 23h00 e aos domingos das 15h às 19h.
Para mais informações, contactar:

Gabinete de Comunicação e Imagem

Culturguarda E.M. / Teatro Municipal da Guarda

Rua Batalha Reis, 12, 6300-668, GUARDA, PORTUGAL



Tel. 00351 271 205 240 • Fax. 00351 271 205 248

gci@tmg.com.pt

www.tmg.com.pt



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal