Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia ufrb



Baixar 0,9 Mb.
Página1/7
Encontro26.05.2017
Tamanho0,9 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7



Ministério da Educação

Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD

Coordenadoria de Ensino e Integração Acadêmica

Núcleo Didático-Pedagógico

Bacharelado em Artes Visuais

Comissão Técnica: Profa. Alene da Silva Lins, Prof. Ayrson Heráclito Novato Ferreira, Prof. Carlos Alberto Santos Costa, Profa. Camila Fernanda Guimarães Santiago e Prof. Danillo Silva Barata (Presidente da Comissão).



Atenção: As orientações para o preenchimento dos formulários encontram-se registradas no documento: “Orientação para criação e reestruturação dos Projetos Pedagógicos dos Cursos da UFRB”




APRESENTAÇÃO







Formulário

Nº 01





CRIAÇÃO DO CURSO DE Bacharelado em Artes VISUAIS

DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA

(CENTRO DE ARTES, HUMANIDADES E LETRAS - CAMPUS DE CACHOEIRA)

APRESENTAÇÃO

O presente documento tem por objetivo apresentar os elementos técnicos, administrativos, acadêmicos e pedagógicos para a criação do Bacharelado em Artes Visuais da UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.



Breve Histórico sobre a UFRB e o CAHL

A primeira manifestação que se tem registro sobre a vontade da sociedade do Recôncavo da Bahia para criação de uma universidade nesta Região é atribuída à Câmara de Santo Amaro, em reunião realizada no dia 14 de junho de 1822. Durante o século XX, a Escola de Agronomia, unidade da Universidade Federal da Bahia (UFBA), localizada em Cruz das Almas, constituiu o núcleo aglutinador de propostas para a criação de uma Universidade Federal na Região. Assim, no século passado, em diferentes momentos e em documentos de diversos formatos, foram encaminhadas à Presidência da República, ao Ministério da Educação e ao Congresso Nacional solicitações da sociedade do Recôncavo para o estabelecimento de uma instituição de ensino superior federal na Região.

A história da criação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) teve seu início no ano de 2002, por meio de mobilização da sociedade civil da Região, conjugada com a iniciativa do Reitor da UFBA, professor Naomar Monteiro de Almeida Filho, que no dia 7 de outubro, propôs a criação da UFRB, em reunião com a bancada de deputados federais e senadores baianos. No ano de 2003, o Conselho Universitário da UFBA em reunião extraordinária discutiu a proposição de desmembramento da Escola de Agronomia da UFBA para criar uma universidade federal no Estado da Bahia. O egrégio Conselho Universitário da UFBA deliberou, naquela ocasião, por formar uma comissão com o objetivo de realizar uma proposta de criação do que viria a ser a UFRB.

No segundo semestre do ano de 2003 realizaram-se audiências públicas nos municípios de Amargosa, Cachoeira, Castro Alves, Cruz das Almas, Maragogipe, Mutuípe, Nazaré, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Félix, Terra Nova e Valença, todos os municípios constitutivos do Recôncavo Sul da Bahia, com o objetivo de mobilizar a comunidade e criar um ideário capaz de reunir forças de todos os matizes políticos em torno da criação de uma universidade, localizada no interior do Estado da Bahia. Transposta, com sucesso, esta etapa, foi entregue ao Presidente da República, Luis Inácio Lula da Silva a proposta de criação da UFRB em outubro de 2003.

No mês de março de 2005, a Escola de Agronomia da UFBA ampliou suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, com a criação de três novos cursos de graduação: Engenharia Florestal, Engenharia da Pesca e Zootecnia. Essa iniciativa fortaleceu o propósito de criação de uma nova universidade. Naquele mesmo mês, a Presidência da República enviou o Projeto de Lei de Criação da UFRB para o Congresso Nacional. Em 06 de julho de 2005 o Projeto foi aprovado pela Câmara de Deputados Federais e, em 12 de julho do mesmo ano, também foi aprovado pelo Senado Federal.

A UFRB, com sede no município de Cruz das Almas, foi criada pela Lei 11.151, de 29 de julho de 2005, por desmembramento da Escola de Agronomia da UFBA, com o objetivo de ministrar ensino superior, desenvolver pesquisas nas diversas áreas de conhecimento e promover a extensão universitária. No ato de sua criação, passaram a integrar a UFRB os cursos de todos os níveis integrantes da Escola de Agronomia da UFBA. Os alunos regularmente matriculados nos cursos foram transferidos e passaram automaticamente a integrar o corpo discente da UFRB. Também foram redistribuídos para a UFRB os cargos ocupados e vagos do Quadro de Pessoal da UFBA, disponibilizados para funcionamento da Escola de Agronomia.

A UFRB possui atualmente 5 Centros de Ensino: Centro de Formação de Professores (Amargosa), Centro de Artes, Humanidades e Letras (Cachoeira), Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas e Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (Cruz das Almas) e Centro de Ciências da Saúde (Santo Antônio de Jesus).

O campus de Cachoeira, sede do CAHL - Centro de Artes, Humanidades e Letras - oferece desde a sua abertura, em 2006, os seguintes cursos de graduação: Cinema e Audiovisual, Comunicação, História, Museologia, Serviço Social e Ciências Sociais, além de uma Pós-Graduação Strictu Senso, nível de Mestrado, em Ciências Sociais e Desenvolvimento. A criação do Bacharelado em Artes Visuais foi proposta pelos colegiados de Cinema e Audiovisual e Museologia para expansão do Centro através do REUNI.



Histórico do curso Artes Visuais na UFRB

A UFRB ofereceu, a partir de 2008, o curso Superior de Cinema e Audiovisual com ênfase em documentário, inscrito na tabela de Áreas do Conhecimento do CNPQ em Lingüística, Letras e Arte. Tal iniciativa inaugura a área de Artes na UFRB/CAHL, promovendo os fundamentos da sua missão institucional de desenvolvimento das ciências, letras e artes. O curso de Cinema e Audiovisual foi pensado na perspectiva das novas tecnologias em vídeo, que diferem das linguagens de Televisão e Cinema, mas ao mesmo tempo as coloca em uma mesma dimensão produtiva em consonância com a criação dos Bacharelados Interdisciplinares com a terminalidade em Cinema da UFBA e do Pólo de Cinema da Bahia.

A partir de uma concepção atualizada sobre o universo das artes visuais, em diálogo direto com os novos rumos da Arte Contemporânea, em 2010 é apresentada a proposta de implementar o Bacharelado em Artes Visuais, junto ao Conselho do Centro, pensando a expansão do CAHL através do REUNI. Tendo o objetivo de preencher uma grande lacuna, considerando que no interior da Bahia não há, em universidades públicas, curso com tal especificidade.

As artes visuais oferecem um campo vasto de atuação e abrigam interfaces com diversas áreas, tais como Comunicação, Publicidade e Propaganda, Marketing, Editoração, Jornalismo, Televisão, Cinema, Teatro, Fotografia, Museologia, Arquitetura, Restauração, Engenharia, Design Gráfico, Design de Produto, Web Design, Light Design, Design de Interior, Design de Moda, Artesanato Autoral, Saúde (Arte Terapia), Educação.

O Artista Visual tradicionalmente produz trabalhos específico de escultura, pintura, desenho, gravura, fotografia, vídeoarte, web art, body art, performance, instalações a serem inseridos no mercado de exposições em galerias, museus, coleções, espaços públicos e privados.

O Recôncavo baiano, como produtor de grandes expressões artísticas e bens culturais, se encontra carente de oportunidades de formação acadêmica nas áreas de artes. As inúmeras iniciativas de descentralização das ações educacionais e culturais implementadas pelos governos Federal/Estadual legitimam tal iniciativa.




  1   2   3   4   5   6   7


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal