Ministério da educaçÃO – mec



Baixar 364,58 Kb.
Página3/4
Encontro01.07.2018
Tamanho364,58 Kb.
1   2   3   4

Promotores da atividade:

Especificar se a atividade foi promovida pelo grupo, pela IES ou por outros.

Todas as atividades desenvolvidas coletivamente foram promovidas pelo Grupo PET Ciências Biológicas


Parceiros ou colaboradores da atividade

EMEI VILA SÃO LÚCIO




Justificativa para realização da atividade:

Na justificativa, responda às seguintes perguntas:


• Por que tomou a iniciativa de realizar a atividade?
• Qual a contribuição da atividade para o desenvolvimento de novas práticas e experiências pedagógicas no curso em que o grupo está inserido?
• Quais os benefícios acadêmicos/ culturais/ sociais da atividade para o grupo/ IES/ comunidade envolvida, etc.

As atividades de ensino desenvolvidas pelo grupo PET CBB visam semear os mais variados temas, e não somente aos estritamente ligados aos cursos de graduação aos quais o grupo está vinculado. O propósito principal das atividades referidas acima é a formação pessoal, social, política e cultural dos alunos, além da acadêmica. Assim, o grupo busca atividades que possibilitam essa troca de informações com toda a comunidade acadêmica e a sociedade. Além de ter um caráter formativo, tais atividades refletem em melhorias em sala de aula, enriquecem debates em diversas disciplinas dos cursos de graduação e formam pessoas mais informadas sobre o mundo no qual vivem.

As atividades realizadas tiveram um cunho técnico científico, porém os recursos didáticos utilizados durante a apresentação das mesmas eram livres. Assim todos os “petianos” pesquisavam e conheciam os mais variados métodos pedagógicos que podem ser utilizados durante uma atividade de tal natureza.

Os resultados obtidos foram de grande valia, na medida em que proporcionam maior conhecimento geral para a comunidade envolvida e conseqüentemente cidadãos mais conscientes, não só no âmbito de sua formação acadêmica mas também no social.




Resultados esperados com a atividade:

Desenvolver análise crítica dos alunos do grupo PET CBB, bem como dos demais participantes das atividades propostas. Esperam-se também melhorias na comunicação e postura frente a “avaliações” nos campos profissional e pessoal.

Promover a motivação dos alunos diante das mais variadas áreas do conhecimento.


Resultados alcançados com a atividade:

Cada atividade contou com a presença de aproximadamente 15 pessoas, desenvolvendo discussões produtivas e esclarecedoras. Em relação a EMEI Vila São Lúcio, que atendia em média 40 alunos por atividade , notou-se uma mudança de atitude por parte das crianças envolvidas, que se tornaram multiplicadoras do conhecimento adquirido.

Além da ampliação do conhecimento dos alunos em diversas áreas, notamos também a mudança de comportamento dos mesmos após as atividades realizadas. Observou-se o desenvolvimento de uma postura mais questionadora ao longo de todas as atividades, sejam essas relacionadas ao grupo PET CBB ou não; ou seja, sempre buscando o máximo conhecimento nos mais variados assuntos.



Comentário geral:

Utilize este espaço para:

• Relatar as circunstâncias que favoreceram ou dificultaram a execução da atividade;

• Mencionar outros aspectos que julgar pertinente


Dentre as dificuldades encontradas tivemos o horário restrito que limitava as discussões, já que foram realizadas entre o término das aulas integrais e o início das noturnas. Ou seja, das 18h às 19h. Outra dificuldade encontrada relaciona-se a restrição de dias livres para as atividades, pois a Instituição a qual pertencemos conta com outros grupos que também realizam suas atividades no período referido acima.

Contamos sempre com a colaboração de docentes e discentes que forneceram informações solicitadas pelos alunos responsáveis pelas atividades e algumas vezes até com a sua presença nas discussões que as enriqueceram imensamente.

Além das atividades destinadas ao público acadêmico o grupo PET CBB desenvolveu atividades com a comunidade, como o projeto ambiental e nutricional na EMEI Vila São Lúcio. Nesse projeto tivemos uma total indissociabilidade de ensino, pesquisa e extensão



3.2. Pesquisa

Informar as cinco atividades de pesquisa consideradas mais relevantes




Título da pesquisa/Tema de estudo: Projeto EMEI

Cronograma de Execução da Atividade:

Marque com X os meses de execução da atividade até a elaboração deste relatório

2009


Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez







X

X

X

X

X

X

X

X

X

X

2010

Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez

X

X






























Descrição da atividade de pesquisa:

Descreva de forma sucinta em que consistiu/ consiste a atividade de pesquisa.

Informe se as ações de pesquisa complementam temas tratados no âmbito do PET, previamente definidos no Plano de Trabalho do Grupo, ou tratam de temas específicos definidos pelo pesquisador.

Informe se as ações de pesquisa foram desenvolvidas no conjunto das atividades do grupo PET com o seu próprio Tutor ou em local e horário diferentes e com orientador especifico.
No ano de 2009 demos continuidade ao “Projeto EMEI Vila São Lúcio” iniciado em 2008, o qual conta com a participação dos bolsistas e não bolsistas do grupo PET-CBB, além da direção da escola e tutora do grupo. Para contribuir com este projeto foram realizadas pesquisas coletivas que auxiliaram na elaboração das atividades aplicadas na escola.
Segue o resumo do projeto:
Baseando-se nos pilares da Universidade Pública (ensino, pesquisa e extensão), o “Projeto EMEI Vila São Lúcio” foi criado em 2008, pelo Programa de Educação Tutorial (PET-CBB), com o intuito de superar o desafio de criar atividades que envolvam as três vertentes acima mencionadas.

Foram desenvolvidas atividades quinzenais, com crianças de 4 e 5 anos de idade, relacionando de forma dinâmica os seguintes temas: ciclo da água, hidratação, montagem da horta, importância da alimentação saudável, lavagem dos alimentos e higiene alimentar, poluição ambiental, higiene pessoal, 3Rs (reciclar, reduzir e reutilizar). Estas propostas, relacionadas ao meio ambiente, saúde e nutrição, visaram uma melhora da qualidade de vida das crianças e seus familiares, assim como a sustentabilidade do meio ambiente e o desenvolvimento de uma agricultura orgânica.

Foram utilizadas como metodologia, visitas quinzenais e dinâmicas de grupo. Nossa proposta se relacionou com conceitos de sustentabilidade, reciclagem, desenvolvimento de uma horta (baseadas em princípios da agricultura orgânica) e a melhoria da qualidade de vida dos alunos. Para isto, realizamos atividades que envolveram a preocupação com uma alimentação saudável, através de dinâmicas que abordem temas como: higiene pessoal e aferição de medidas corporais dos alunos.

A seguir listamos as atividades que foram desenvolvidas ao longo do ano de 2008: VISITA AO JARDIM BOTÂNICO; DINÂMICA DOS ALIMENTOS; DESENVOLVIMENTO DA HORTA; HIGIENE PESSOAL (ESCOVAÇÃO E LAVAR AS MÃOS); JOGO DE RECICLAGEM; COZINHA SAUDÁVEL -ATIVIDADE COM SANDUÍCHES; ACOMPANHAMENTO DA HORTA –HIGIENE ALIMENTAR; CICLO DA ÁGUA; RELEMBRANDO A PIRÂMIDE ALIMENTAR; ALIMENTAÇÃO E CULTURA; ATIVIDADE DAS GULOSEIMAS; A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA APÓS ATIVIDADES FÍSICAS; ELABORAÇÃO DE UM FILTRO D’ÁGUA. (Anexo VIII)

Foi promovida uma atividade em conjunto com os pais dos alunos envolvidos, em que fizemos um repasse de todas as atividades realizadas. Também desenvolvemos cartilhas que abordam o funcionamento dos eletrodomésticos utilizados na cozinha, porém com a abordagem dos aspectos científicos.”“.

Sabendo que as atividades cotidianas são mais facilmente integradas a nossa vida quando são mais cedo ensinadas, o grupo trabalha os temas de Meio Ambiente e Saúde com as crianças. Para que possamos, também, contar com a colaboração dos pais, entregamos a eles cartilhas que englobam pesquisas com a temática ‘Ciência na Cozinha’ e as atividades realizadas.

Esse projeto foi dividido em três grupos com objetivo de elucidar fenômenos e mecanismos que nos deparamos diariamente e os quais passam desapercebidos, difundindo, assim, a ciência. Um deles foi como funcionam os equipamentos domésticos: filtro, microondas, resistência elétrica, cafeteira e refrigerador; outro grupo abordou a transformação dos alimentos, tais como milho em pipoca, uva em vinho, leite em iogurte e ação do fermento químico; e o terceiro grupo retratou o modo de ação de produtos de limpeza como detergente,sabão e desengordurante multiuso.

Acrescentamos textos que enfatizam a importância de uma alimentação saudável desde cedo na vida das crianças, uma vez que é desta fase que elas formarão seus hábitos alimentares, e as conseqüências que uma má alimentação pode trazer: desnutrição, deficiência nutricional, obesidade, anorexia e cárie dentária. Outro aspecto a ser trabalhado desde a infância é o respeito ao meio ambiente.

As cartilhas ainda contêm resumos das atividades do ano praticadas na ‘EMEI Vila São Lúcio’ e instruções para a confecção de brinquedos a partir de material reciclado. (anexo XI)

Após realizada uma analise critica do projeto, nota-se importância do mesmo tanto para os alunos da EMEI quanto para os petianos, visto que houve uma intensa relação ensino-aprendizagem onde pudemos dar uma noção, mesmo que pequena, de uma educação ambiental e de uma alimentação mais saudável para essas crianças que são o futuro desse país, dessa forma os petianos também vivenciaram uma experiência nunca antes vivida por alguns membros do grupo, e por conta desse contato com crianças o grupo pode aprender a lidar com um publico diferente do encontrado no meio acadêmico.

Para o ano de 2009, a perspectiva do grupo é continuar o trabalho realizado, mas tentando sempre melhorar tanto no aspecto qualitativo como no quantitativo, pois com uma experiência pré adquirida, conseguiremos corrigir nossas falhas e aprimorar nossos acertos, pois todo o grupo tem plena consciência da importância de tal projeto e sua relevância para o PET-CBB e para a sociedade.

Adriana Mariano, mãe de um dos alunos da escola Vila São Lúcio, disse que o filho tem adquirido conhecimentos e comentado com os pais sobre o trabalho. “Estou achando excelente, meu filho está aprendendo muito. Em casa ele comenta sobre as atividades, o cultivo das plantinhas”, afirmou. Já Wilson Sodré, avô de uma das crianças, avaliou o trabalho que vem sendo realizado de forma positiva e acha que esse tipo de ação deveria ser expandido para outras escolas. “É muito bom esse trabalho. Seria importante se todas as escolas tivessem projetos como esse”.( Jornal Diário da Serra, 9 de setembro de 2008 – anexo I).

Durante todas as atividades percebemos uma grande dificuldade em prender a atenção das crianças por um longo tempo, visto que, a faixa etária de 4 a 5 anos, compreende pouco tempo de atenção. Além disso, desenvolver atividades voltadas para a nutrição e meio ambiente necessitou de um longo tempo de pesquisas para que conseguíssemos adequar as atividades propostas ao público alvo. Apesar disso, as propostas em despertar uma vida consciente e saudável, foram alcançados com sucesso.

Cartilhas

Para complementar as atividades realizadas na EMEI, ao final de cada semestre, foram desenvolvidas, com envolvendo o tutor e todos os bolsistas, cartilhas explicativas.

Sabendo que as atividades cotidianas são mais facilmente integradas a nossa vida quando são mais cedo ensinadas, o grupo trabalha os temas de Meio Ambiente e Saúde com as crianças. Para que possamos, também, contar com a colaboração dos pais, entregamos a eles cartilhas que englobam pesquisas com a temática ‘Ciência na Cozinha’ e as atividades realizadas.

Esse projeto foi dividido em três grupos com objetivo de elucidar fenômenos e mecanismos que nos deparamos diariamente e os quais passam desapercebidos, difundindo, assim, a ciência. Um deles foi como funcionam os equipamentos domésticos: filtro, microondas, resistência elétrica, cafeteira e refrigerador; outro grupo abordou a transformação dos alimentos, tais como milho em pipoca, uva em vinho, leite em iogurte e ação do fermento químico; e o terceiro grupo retratou o modo de ação de produtos de limpeza como detergente,sabão e desengordurante multiuso.

Acrescentamos textos que enfatizam a importância de uma alimentação saudável desde cedo na vida das crianças, uma vez que é desta fase que elas formarão seus hábitos alimentares, e as conseqüências que uma má alimentação pode trazer: desnutrição, deficiência nutricional, obesidade, anorexia e cárie dentária. Outro aspecto a ser trabalhado desde a infância é o respeito ao meio ambiente.

As cartilhas ainda contêm resumos das atividades do ano praticadas na ‘EMEI Vila São Lúcio’ e instruções para a confecção de brinquedos a partir de material reciclado. (anexo XI)


Para o ano de 2009, a perspectiva do grupo é continuar o trabalho realizado, mas tentando sempre melhorar tanto no aspecto qualitativo como no quantitativo, pois com uma experiência pré adquirida, conseguiremos corrigir nossas falhas e aprimorar nossos acertos, pois todo o grupo tem plena consciência da importância de tal projeto e sua relevância para o PET-CBB e para a sociedade.
Revista InterPrET

Ao elaborar a revista comemorativa, além de abordar uma vertente voltada ao ensino, com construção de um meio universitário mais crítico, o projeto teve ainda como objetivo, levar um pouco do universo da instituição para a comunidade e também o contrário, mesclando dois universos que, ao se complementarem, tendem a se enriquecer mutuamente, tornando-se, também, uma atividade extensionista. (anexoX )


Atividades Individuais
Outras atividades foram desenvolvidas pelos alunos bolsistas do Grupo PETCBB e estão listadas a seguir:
Estela Maria Rodrigues Alves Ribeiro

Estágio extracurricular: Projeto: “Avaliação e Educação Nutricional em creches e pré-escolas da rede municipal de ensino de Botucatu”. Orientadora: Luiza Cristina Godim Domingues Dias, Departamento de Educação.


Evandro Katsui Utsunomia

Estágio curricular: estágio de instrumentação biomédica em hematologia

Orientador: Prof. Newton Key Hokama. Faculdade de Medicina – Diisão Hemocentro de Botucatu: Laboratório de Hematologia. Projeto: Estágio técnico de treinamento em hematologia com ênfase em citologia, bioquímica eritrocitária, autoimunidade, pesquisa de células L.E (Lúpus eritematoso sistêmico) e técnicas de preparação de esfregaços sanguíneos.
Fábio Rafael Corte Glanso


  • Estágio Extracurricular: Estágio técnico. Orientador(a): Prof. Dr. Alcides Lopes Leão, Depto de Ciências Ambientais – UNESP/FCA. Projeto: Utilização de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos), proveniente de Aterro Sanitário localizado na cidade de Lençóis Paulista, para fabricação de briquetes e posterior análise do Poder Calorífico, como fonte alternativa de combustíveis alternativos nas indústrias.

  • Adensamento da Cadeia Produtiva (ACP), utilização de resíduos sólidos causadores de impactos ambientais, como matéria-prima para o desenvolvimento de novos materiais, denominados Compósitos.

  • Estágio Extracurricular: Estágio Técnico. Orientador(a): Prof. Dr. Alcides Lopes Leão Depto de Ciências Ambientais – FCA. Projeto: Diagnóstico inicial das condições nas Pequenas e Micro Empresas do estado de São Paulo para posterior prognóstico e implantação do SGA- Sistema de Gestão Ambiental em parceria com o SEBRAE. Visa implantar melhorias de Gestão nas empresas, proporcionar a redução de Resíduos o consumo de Energia Elétrica e Água; bem como, melhorias ocupacionais aos funcionários, conciliando assim, produtividade, desenvolvimento e preocupação ambiental, utilizando a NORMA ISO14000 como parâmetro.


Gustavo Francisco Rosalin Saraiva

  • Estágio extracurricular: Estágio de IC sem bolsa. Orientador (a): Prof. Dra. Rita de Cássia S. Maimoni-Rodella. Projeto: Aspectos da biologia reprodutiva e Fenologia de Oeceoclades maculata LINDL. (Lindl.) Orchidaceae.

Apresentação de trabalho científico no 59º Congresso Brasileiro de Botânica – 02 a 08 de Agosto de 2008, Natal-RN:

1. SARAIVA, G. F. R., MAIMONI-RODELLA, R. C. S., Guimarães E.

BIOLOGIA FLORAL E SUCESSO REPRODUTIVO DE Oeceoclades maculata (Lindl.) Lindl. (ORCHIDACEAE)

2. SARAIVA, G. F. R., MAIMONI-RODELLA, R. C. S., Guimarães E.

FENOLOGIA E ESTRUTURA POPULACIONAL DE Oeceoclades maculata (Lindl.) Lindl. (ORCHIDACEAE).

Apresentação de Trabalho Científico no XX Congresso de iniciação Científica da UNESP:

1. SARAIVA, G. F. R., Guimarães E., MAIMONI-RODELLA, R. C. S.

ASPECTOS DA BIOLOGIA FLORAL E FENOLOGIA DE Oeceoclades maculata (Lindl.) Lindl. (ORCHIDACEAE).





Jaqueline Amanda Souza Carvalho de Camargo

  • Estágio extracurricular no departamento de Ciências Florestais da Faculdade de Ciências Agronômicas – UNESP Botucatu. Orientadora: Vera Lex Engel – Laboratório de Restauração Florestal.



Juliana Ravelli Baldassarre Martins

Estágio Extra-curricular em eletroneuromiografia e potenciais evocados no Setor de Eletroneuromiografia e Potenciais Evocados da Faculdade de Medicina de Botucatu. Período: julho de 2008.

Estágio de Iniciação Científica junto ao Laboratório de Histologia do Departamento de Morfologia do Instituto de Biociências – UNESP Botucatu, sob orientação da Profa. Dra. Patrícia Aline Boer. Período: 27 de fevereiro a 30 de julho de 2008. Participação no Projeto: “Papel da angiotensina e de glicocorticóides do desenvolvimento pulmonar em um modelo de restrição protéica gestacional.”

Estágio Extra- curricular no Laboratório de Reprodução e Terapia Celular da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia – UNESP/Botucatu sob a orientação da Profa. Dra. Fernanda da Cruz Landim e Alvarenga no período de 12 de janeiro a 06 de fevereiro de 2008.


Tiago Bodê

Estágio Extracurricular: Estágio técnico no projeto: Um novo gênero e uma nova espécie de inseto da mata atlântica. Orientador: Prof. Dr. Francisco Assis G.de Mello – IBB/UNESP

Estágio Extracurricular: Estágio técnico no projeto: Georeferenciamento dos últimos 5 anos de crustáceos e animais marinhos da costa sudeste Brasileira. Orientador: Prof. Dr. Adilson Fransozo – IBB/UNESP


Apresentado por direto pela atividade de pesquisa:

Caso a atividade de pesquisa não seja orientada pelo Tutor, informe o nome e o vínculo institucional do pesquisador.

Projeto EMEI Vila São Lúcio- Grupo PET CBB

Projeto Ciência na Cozinha - Grupo PETCBB







Parceiros ou colaboradores da atividade de pesquisa:

EMEI Vila São Lúcio

Grupo de Teatro Maria Inês – IBB/UNESP



Justificativa para a realização da atividade de pesquisa:

Na justificativa, responda às seguintes perguntas:


• Por que tomou a iniciativa de realizar este tipo de pesquisa?

Qual a relação da pesquisa com as demais atividades desenvolvidas pelo grupo?

A escolha dos temas educação ambiental e nutricional decorre do fato de o grupo ser heterogêneo quanto aos cursos envolvidos e desta forma podemos realizar uma interdisciplinaridade entre as duas áreas do conhecimento.

A relação dessa atividade de pesquisa com as demais atividades desenvolvidas individualmente pelo grupo consiste na aplicação dos conhecimentos do grupo relacionados com suas respectivas áreas de atuação, proporcionando assim uma preparação das aulas usando aspectos éticos nas coletas dos dados e abordagem. Outro fator, que acreditamos ser importante, é o fato de pesquisa ter aplicações voltadas para a comunidade, abrindo espaço para as nossas atividades de extensão.

Com relação ao projeto Ciência na Cozinha – destacamos que é uma atividade que permite uma série de experimentos químicos, físicos e biológicos importantes de baixo custo e fácil aplicação e direto entendimento. Como pudemos verificar nos livros de Robert L. Wolke e na série de Hervé This divulgado na Scientific American Brasil, onde os autores descrevem os conhecimentos científicos envolvidos em eventos que vivenciamos diariamente em nossas vidas.

Um fato relevante foi o entrelaçamento dessas duas pesquisas no evento de fechamento do 1º semestre e que contou com a presença dos pais dos alunos, onde foi elaborada uma cartilha explicativa onde utilizamos as fichas de pesquisa do projeto Ciência na Cozinha e a realização de experimentos que tiveram como alvo os pais dos alunos

Ambas as pesquisas têm como principal objetivo ampliar o conhecimento da Ciência,meio ambiente e hábitos saudáveis, usando sempre como máxima que “para simplificar algo se precisa ter um profundo conhecimento sobre o assunto.”


Resultados esperados com a pesquisa:

O projeto Ciência na Cozinha tem como resultados esperados a elaboração de kits experimentais de fácil aplicação e de baixo custo.

Com a pesquisa EMEI Vila São Lucio o grupo tinha como expectativa promover o despertar de uma consciência ecológica juntamente com aquisição de hábitos saudáveis .


Resultados alcançados com a pesquisa:

Com a pesquisa EMEI Vila São Lucio elaboramos as atividades propostas e ainda fizemos dessa atividade de pesquisa um elemento de extensão e ensino.

Ficamos bastante satisfeitos com a aceitação das crianças e dos pais e notamos a preocupação dos alunos em divulgarem o que aprenderam nas aulas, com um enfoque especial a área ambiental e saúde, onde notamos sempre comentários como: “ah, minha avó faz isso, e não pode!”. Outro fato marcante foi a presença do Teatro Dona Maria Inês (IBB/UNESP) no evento realizado para os pais.

Com a presença do Teatro Dona Maria Inês foi apresentada uma pequena peça com personagens do folclore brasileiro relacionadas com a temática da preservação ambiental.





Comentário Geral:

Utilize este espaço para:

• Relatar as circunstâncias que favoreceram ou dificultaram a execução da atividade;

• Mencionar outros aspectos que julgar pertinente.


Apesar das dificuldades financeiras decorrentes da problemática do convênio UNESP/MEC, acreditamos que conseguimos executar a contento as atividades de pesquisa, onde colocamos em prática a criatividade e promovemos a interação do grupo com a escola e a comunidade. Um fato que acreditamos ser relevante é a importância que o projeto ganhou, visto que há um projeto de se tornar a EMEI Vila São Lucio uma Escola do meio ambiente.




1   2   3   4


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal