Linha de raciocínio



Baixar 382,95 Kb.
Página2/3
Encontro11.09.2017
Tamanho382,95 Kb.
1   2   3

Imagens da exposição “Nanoarte: uma viagem pelo mundo da tecnologia”.



Realização CMDMC. Centro Cultural da USP (2008)

A artista Victoria Vesna, em parceria com o nano cientista Jim Gimzewski produziu obras que exploram questões instigadas pelo universo dos fenômenos invisíveis. A exposição “Nano: Poética de um Mundo Novo” (2008, MAB-FAAP), com curadoria de Anna Barros, permitiu que o público mergulhasse na escala atômica, lidando com sentimentos e idéias profundas e reveladoras. A estética que parte no mínimo para o máximo, exige ao mesmo tempo, contemplação, sensibilidade e capacidade imaginativa.

Anna Barros explica que necessitamos das metáforas poéticas para adentrarmos e compreendermos essa escala tão pequena. Ao falar sobre a exposição, ela declara que: “Na perspectiva de trabalho dos dois, a arte e a ciência estão unidas para constituir uma nova cultura, uma nova maneira de pensar e de perceber o mundo, com profundas implicações filosóficas e éticas” (BARROS, 2008, p. 1577).

O carbono é um elemento químico muito conhecido e forma parte de todos os seres vivos. A C60, nanoforma de carbono, chamada de buckyball foi projetada na parede da galeria e transposta para a escala humana. A interação proposta permitia ao visitante perceber a reação que estas moléculas apresentam diante da aproximação de outras moléculas e da presença humana.



Zerowave, Victoria Vesna e Jim Gimzewski (2008)



1   2   3


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal