Levar: Bíblia, Livro de Mórmon, Princípios do Evangelho, Ensinamentos de Joseph Smith, Doutrina e Convênios, Folheto: Três Razões



Baixar 63,99 Kb.
Encontro15.07.2018
Tamanho63,99 Kb.


7440

D ISCUSSÕES TEOLÓGICAS


Mórmons


Pr. Roberto de Oliveira

Levar: Bíblia, Livro de Mórmon, Princípios do Evangelho, Ensinamentos de Joseph Smith, Doutrina e Convênios, Folheto: Três Razões....

Introdução


Por que este assunto? Para você permanecer fiel, não é necessário conhecer o erro. Basta conhecer bem a verdade. Assim, quando alguém lhe apresentar um ensino que não condiz com a verdade bíblica, a sua mente não vai aceitar.
Mas para você ajudar a outros, é necessário saber muito da verdade e, infelizmente, um pouco do erro, para se ter condições de dialogar com a pessoa que se deseja alcançar.

Não queremos com esta palestra denegrir a religião de ninguém, pois é o bem mais precioso que alguém pode ter. Queremos, sim, debater idéias. É possível amar as pessoas e respeitar as suas religiões, mas discordar de seus ensinos.


Nós, adventistas, defendemos a Liberdade Religiosa. Ex.: Há alguns anos atrás, o Congresso Russo aprovou uma lei que bania de seu território todas as religiões com menos de 15 anos de atividade no País. A IASD não seria atingida, pois estamos há mais de 100 anos atuando na Rússia. Mesmo assim, foi a igreja que mais intercedeu junto ao presidente Vladimir Putin para que essa lei não fosse sancionada.



  1. Quem São os Mórmons?

Quantos aqui já tiveram contato com os mórmons?


Muitos membros antigos de nossa Igreja conhecem os mórmons pelo folheto ''Três Razões Por Que Não Sou Mórmon''. Este material não foi feito para ser distribuído nas ruas, mas foi isto que alguns de nossos irmãos fizeram na época. Não devemos agir assim, pois o resultado pode ser o efeito inverso: Fazer propaganda.
Mórmon é o apelido da Igreja. Seu nome verdadeiro é Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. O nome Mórmon advém do fato de se apresentarem sempre com o Livro de Mórmon, que por sua vez se chama assim porque teria sido escrito originalmente por um profeta com este nome.


  1. Os Missionários

É o meio que utilizam para evangelizar. Possuem sempre entre 18 e 20 anos de idade, período da vida em que interrompem temporariamente sua carreira estudantil ou profissional. São mantidos pelos pais, que fizeram uma poupança para isto.


Andam sempre em duplas (masculinas ou femininas) e adotam como primeiro nome Élder ou Sister. Ex.: Davi Costa  Élder Costa; Helena Silva  Sister Silva.
Ao oferecerem estudos nas casas, se apresentam sempre acompanhados da Bíblia e do Livro de Mórmon (não dos Mórmons). Obs.: É muito importante pronunciar corretamente o nome do material deles. Caso contrário, soa como se não os conhecêssemos bem. Ex.: Como você reagiria se alguém lhe dissesse: ''Conheço os adventistas. Já li o livro 'O Amado de Todas as Nações'"?



  1. Como Conheci Este Material

Através do Ney de Lucca, ex-mórmon, teologando do IAE. Ele morava em Curitiba e era um Élder. Na rua, achou um folheto adventista que explicava os Sacerdócios de Arão e Melquisedeque (os mórmons afirmam serem a continuidade destes sacerdócios). O Ney procurou explicações de um pastor adventista e se converteu. Em pouco tempo levou ao batismo 80 ex-mórmons e foi convidado a fazer teologia.





  1. Como Surgiu o Livro de Mórmon

Eles dizem que em 1823, no interior do Estado de Nova Iorque, Joseph Smith, um jovem de 17 anos, estava confuso sobre qual seria a igreja verdadeira. Em sua cidade havia três: Batista, Metodista e Presbiteriana. Enquanto orava pedindo orientação, um anjo teria surgido diante dele, se identificado com o nome de Morôni e lhe dito que não havia nenhuma igreja verdadeira no mundo. E mais: Deus o estava chamando para restaurar a igreja verdadeira, como era no tempo dos apóstolos. Morôni também lhe teria dito que na montanha de Cumorah, próximo a sua cidade, haveria umas placas de ouro escondidas, enterradas, com escritas em hieróglifo. Ele deveria traduzi-las e fazer o Livro de Mórmon.


Onde estão estas placas hoje? Smith conta que, infelizmente, após ele traduzir tudo, o anjo aparece novamente e as leva para o Céu.
Obs.: Talvez a verdadeira origem deste livro seja um romance escrito por um pastor presbiteriano alguns anos antes. Por ser uma ficção contada a partir de uma história da Bíblia, foi um total fracasso de vendas.


  1. O Enredo do Livro de Mórmon

Sabor de curiosidade, história antiga, mistério. Em cerca de 600 a.C. (época em que Jeremias profetizava a vinda de Nabucodonosor para destruir Jerusalém), o profeta Lehi e seu filho Nefi fogem com um grupo de judeus para a costa do Mar Mediterrâneo. Lá constroem um grande navio, viajam para a América do Norte e formam uma grande nação. Tempos depois, os seus descendentes são divididos em dois povos: Nefitas e lamanitas. Após guerrearem entre si, os nefitas são exterminados em 420 d.C.. Os lamanitas dão origem aos índios americanos: Shioux, Dakotas, Apaches, Navajos, Comanches, etc.


Obs.: Não existe nenhum achado arqueológico comprovando a existência de antigos povos civilizados na América do Norte, mas no Livro de Mórmon há gravuras até de palácios e grandes fortalezas!
O ponto culminante do livro está em 3Nefi 11, onde Cristo aparece ao povo nefita (na América do Norte) alguns meses após a Sua ressurreição (em Jerusalém) e os converte ao cristianismo.
Além da narrativa do Livro de Mórmon, os Élderes também contam a história do profeta Joseph Smith, que deu o seu sangue por aquilo que cria (emociona).
A pessoa é batizada em apenas 8 estudos. Portanto, corra para socorrer alguém.



  1. A Verdade Sobre o Livro de Mórmon

1) É um livro moderno:



  • 1Nefi 4:9 e 16:18  ''Aço" em 600 a.C.?

  • 3Nefi 19:4  Menciona um personagem chamado ''Timóteo''. Acontece que esse nome é grego e surgiu bem depois de 600 a.C. (331 a.C. a 168 a.C.).

  • 3Nefi 9:18  ''Alfa e Ômega". Letras gregas, numa tradução de antigos "israelitas americanos", feitas em ''egípcio" ? (1Nefi 1:2; Mosíah 1:4).

  • 3Nefi 12:41  ''Se alguém te forçar a andar uma milha, vai com ele duas". A milha foi uma medida criada pelos romanos (168 a.C. em diante). E esta frase somente teria sentido se eles estivessem morando na Palestina, subjugados pelos romanos.

  • Traz citações palavra por palavra da Bíblia King James Version (versão inglesa de 1611). Como é possível, se o Livro de Mórmon foi terminado em 420 d.C.?

2) É um livro cheio de erros:



  • Alma 7:10  Jesus nasceu em ... Jerusalém?

  • Éter 9:19  Elefantes habitando na Palestina?

  • Falsa profecia: 3Nefi 21:10  O profeta que surgiria para traduzir não seria ''ferido'' = morto.

Com o tempo, o crente mórmon é levado a desacreditar no Livro de Mórmon, pois além de possuir muitos erros, ele se contradiz com as doutrinas dos livros que estudam posteriormente, também escritos por Joseph Smith, como veremos daqui a pouco. O Livro de Mórmon é apenas um chamarisco.




  1. A Verdade Sobre Joseph Smith


1) Morreu na prisão de Carthage, Estado de Illinóis, com seu irmão Hyrum (Airon), invadida por um grupo de 200 pessoas, lideradas por maridos traídos da seita (Ensinamentos, pág. 123). Os dois foram executados com tiros de revólver, acusados de usar sexualmente as mulheres de seus missionários enviados para campos distantes.
2) Smith chegou a ter 27 mulheres e 44 filhos. Dizia ter autoridade divina para isso: DC seção 132: 52 a 54  ''Mando que a Minha serva Emma Smith [esposa de Joseph Smith] permaneça com o Meu servo Joseph, apegando-se a ele e a nenhum outro (...). Que ela receba todas as que foram dadas ao Meu servo e que são virtuosas e puras perante Mim (...). Permito que o Meu servo Joseph seja posto como governador sobre muito".
3) Joseph Smith é adorado hoje como Deus. Princípios do Evangelho, pág. 330  Hino Hoje ao Profeta Louvemos: "Hoje ao profeta rendamos louvores. / Foi ordenado por Cristo Jesus / Para trazer a verdade aos homens, / Para aos povos trazer nova luz! / É grande a glória do seu nome eterno, / Todas as chaves do reino terá, / E na mansão celestial, para sempre, / Entre profetas nomeado será".



  1. Um Resumo de sua História


Revista Veja, 30 de janeiro de 2002, por ocasião das Olimpíadas de Inverno, realizadas em Salt Lake City: ''É a capital do Estado americano de Utah. São 170.000 habitantes, a maior parte mórmons. Por mais de um século, os mórmons viveram uma relação tumultuada, muitas vezes sangrenta, com os protestantes e o governo dos EUA. Até hoje, o clero protestante e o católico não aceitam os mórmons como verdadeiros cristãos. A primeira igreja mórmon foi construída em 1836 no Estado de Ohio, no norte do país. As particularidades da religião, especialmente a poligamia, despertaram a hostilidade da população. Em 1838, conflitos explodiram em várias cidades, provocando mortes, a expulsão dos mórmons do Estado e a prisão de Joseph Smith, o fundador da igreja. Seis anos depois, Smith foi linchado e morto, junto com seu irmão. Isso não arrefeceu a fé de seus seguidores. Após tentarem se estabelecer sem sucesso no Estado de Illinóis, 17.000 fiéis iniciaram uma lendária caravana de 2.000 quilômetros rumo ao oeste. Finalmente pararam num vale desértico a 1.250 quilômetros de distância do último povoamento civilizado. Ali fundaram Salt Lake City".

O maior número de adeptos está nos EUA. Em 2001 eram 11 milhões no mundo e 600 mil no Brasil. Batizam cerca de 290 mil por ano.





  1. Os Livros Sagrados

Em Princípios do Evangelho, pág. 49 é ensinado que, além do Livro de Mórmon, a igreja possui outros três livros sagrados:




  1. Bíblia: Mas fazem a seguinte ressalva: ''Cremos ser a Bíblia a palavra de Deus, o quanto seja correta a sua tradução". Com o tempo, o crente mórmon é levado a desacreditá-la quase completamente, por estar, segundo eles, cheia de erros acrescentados pelos padres. Nos textos que concorda com Joseph Smith ainda estaria correta.

Em 2 Nefi 29:6 e 9, há um suposto diálogo de Deus com um profeta, em que Ele menciona a possibilidade de fazer surgir uma nova Bíblia: "Tu, tolo, dirás:...Temos uma Bíblia e não necessitamos mais de Bíblia! (...) Porque falei uma palavra, não suponhais que não poderei dizer outras".


No livro O Velho Testamento - Manual do Aluno, usado em classes da igreja, pág. 194, diz, sob o título "Um Acréscimo a Isaías no Livro de Mórmon" que, ao comentar o livro de Isaías, Nefi cita três versículos que não existe na versão atual da Bíblia, mas deveriam ser inseridos entre os capítulos 49 e 50.
Obs. 1: Apo. 22:18 e 19  ''Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo (...) [ou] tirar qualquer coisa... Deus tirará a sua parte da árvore da vida".

Obs. 2: Achados de Qunran em 1947 (Os Rolos do Mar Morto). Há um livro de Isaías estendido numa parede do Museu de Jerusalém, datado de 200 a.C.



  1. Doutrina e Convênios (alianças, acordos). É o mais importante.



  1. Pérola de Grande Valor. Divido em:




  1. Livro de Moisés: Palavras de Moisés que estavam ''faltando'' na Bíblia. No capítulo 1:41 Moisés prevê que, um dia, os homens modificariam as palavras da Bíblia, mas Deus suscitaria um novo profeta para escrever outra.

  2. Livro de Abraão: Escrito pelo próprio Abraão! Seriam, também, palavras que faltam na Bíblia.

  3. Escritos de Joseph Smith: Onde o próprio conta a história de sua vida.



  1. Contradições Entre os ''Livros Sagrados''



  1. Livro de Mórmon X Doutrina e Convênios


Jacó 2:24 e 27  ''Eis que Davi e Salomão, realmente, tiveram muitas mulheres e concubinas, o que foi abominável diante de Mim, diz o Senhor. (...) Nenhum homem dentre vós deve ter mais que uma esposa; e não terá nenhuma concubina".
Mas: DC seção 132: 41 a 45  Além de Smith ter tido várias mulheres, ele autorizava certos líderes e membros a fazer o mesmo.


  1. Livro de Mórmon X Ensinamentos do Profeta Joseph Smith


a. 2Nefi 16:2  Anjos têm asas.

Mas: Ensinamentos, pág. 157  ''Um anjo... jamais tem asas".


  1. Alma 34:13 e 14  ''É necessário que haja um grande e último sacrifício; ... que haja um fim para o derramamento de sangue, e assim será cumprida a lei de Moisés. (...) e aquele grande e último sacrifício será o Filho de Deus".


Mas: Ensinamentos, págs. 167 e 168  ''Em geral supõe-se que os sacrifícios foram inteiramente abolidos quando se ofereceu o Grande Sacrifício, isto é, o sacrifício do Senhor Jesus, e que no futuro não haverá necessidade da ordenança do holocausto, mas o que afirmam isto, sem dúvida alguma, não estão informados. (...) Esses sacrifícios ... serão restaurados completamente e administrados com todos os seus poderes".
Obs.: Hebreus 9 e 10 diz que o sacrifício de Cristo substituiu para sempre o sacrifício de animais, fato confirmado pelo rasgar da cortina do santuário no momento em que Cristo morreu (Mat. 27:51).
c. Mórmon 7:7  ''Louvores eternos ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, que são um Deus". Também 2Nefi 31:21; Alma 11:44 e introdução do livro.

Mas: Ensinamentos, pág. 362  Pai, Filho e Espírito Santo ''são três personagens distintos e três Deuses. ...Vede! Temos três Deuses e são uma pluralidade".


  1. Alguns Ensinamentos




  1. Igreja Verdadeira: Crêem que a igreja verdadeira só perdurou até a morte do apóstolo João (c. 100 d.C.). O período formado do ano 100 até 1830 (ano de fundação da Igreja Mórmon) é chamado ''A Grande Apostasia". Dizem que nem Lutero foi verdadeiro. Todos morreram sem salvação. Assim, a Igreja Mórmon é a única verdadeira (Doutrina e Convênios, 1:30).




  1. Batismo Pelo Mortos: Objetiva salvar pessoas do período da ''Grande Apostasia" (Martinho Lutero, Cristóvão Colombo, etc) e parentes ou amigos que morreram sem conhecer a igreja mórmon (para isso, procuram fazer sua árvore genealógica). Há crentes mórmons que já se batizaram mais de mil vezes.




  1. Sacerdócio Aarônico e de Melquisedeque: Dizem que, para restabelecer a igreja de Deus, Smith precisava recuperar o sacerdócio, ou seja, a autoridade para agir em nome de Deus. Assim, João Batista(!) teria aparecido a Smith e lhe conferido o Sacerdócio Aarônico, e mais tarde, Pedro, Tiago e João(!!!) teriam lhe conferido o Sacerdócio de Melquisedeque (Pérola de Grande Valor, Joseph Smith, 2:68-72).


A ordem do Sacerdócio Aarônico, segundo eles, inclui diáconos (meninos de 12 e 13 anos); professores (14 e 15 anos) e sacerdotes (16 e 17 anos). O sacerdócio de Melquisedeque é mais elevado. Nele estão os anciãos (élderes), os setenta e o Sumo-Sacerdote.
Obs.: Hebreus 7 diz que o Sacerdócio Aarônico apontava para Cristo e terminou, e o Sacerdócio de Melquisedeque é cumprido por Cristo no Céu.


  1. Pluralidade de deuses: No Livro de Mórmon (chamarisco) ensinam que há um só Deus: Alma 11: 26 a 31  ''E Zeezrom disse-lhe: Dizes que existe um verdadeiro Deus vivente? E Amuleque respondeu: Sim, existe um verdadeiro Deus vivente. Disse então Zeezrom: Existe mais de um Deus? E ele respondeu: Não. E perguntou-lhe Zeezrom novamente: Como sabes estas coisas? E ele me disse: Um anjo mas deu a conhecer". (também 2Nefi 31:21; Mórmon 7:7; Alma 11:44).

Porém, o mórmon aprende mais tarde que não existe um só Deus, mas uma infinidade. Dizem que nós somos filhos do Pai Celestial, que por sua vez é filho de outro pai (nosso avô), que também é filho de outro, etc. Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, pág. 362: ''Acaso o homem...está autorizado a dizer que há apenas um Deus? O que pensa ou diz tal coisa é um tolo". Pág. 365: ''De modo que, se Jesus teve um Pai, o que nos impede de crer que o Pai também teve um Pai? Desprezo a idéia de ficar atemorizado por causa dessa doutrina".


Há também a Mãe Celestial. Princípios do Evangelho, pág. 306  Hino Ó Meu Pai: ''Pelo Espírito Celeste chamar-Te Pai eu aprendi / E a doce luz do evangelho deu-me vida, paz em Ti. / Há somente um Pai Celeste? Não, pois temos mãe também. / Essa verdade tão sublime nós recebemos do além".
Os mórmons ensinam que do relacionamento entre o pai e a mãe celestial nascem espíritos. Estes espíritos se desenvolvem no Céu (criando braços, nariz, etc) até nascerem neste mundo para ganharem um corpo físico e continuar se desenvolvendo. O período em que se vive como espírito no Céu é chamado de pré-existência ou vida pré-terrena (Ver gravura no livro Princípios do Evangelho, pág. 13). É comum acontecer dois mórmons se conhecerem e um dizer para o outro: - ''Você não me é estranho. Talvez tenhamos nos conhecido na pré-existência".
Ainda segundo eles, quando alguém morre tendo aceitado a doutrina mórmon, vai para o Mundo Espiritual receber o preparo para ser deus (Princípios do Evangelho, pág. 276). O ciclo então se repete: Terá uma esposa deusa, criará um mundo, etc.
Em suma: Dizem que Deus já foi um pecador como nós, e nós chegaremos um dia a ser deuses iguais a Ele. Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, pág. 337: ''Vou contar-vos como Deus veio a ser Deus. Temos imaginado e suposto que Deus é Deus desde todo o sempre. Eu refutarei esta idéia". Pág. 336: ''O próprio Deus já foi como somos agora. Ele é um homem exaltado, entronizado em Céus distantes! Este é o grande segredo". Pág. 337: ''Tereis que aprender como vos tornar deuses vós mesmos...da mesma forma como todos os deuses fizeram antes de vós, isto é, passando de um pequeno degrau para outro, de uma capacidade menor, para outra maior".



  1. Casamento Para a Eternidade: Se um casal mórmon quiser ser deus e deusa juntos no Céu, devem ir ao templo e casarem-se para a eternidade.

Se morrerem sem esse casamento, não serão deuses, mas apenas anjos: DC seção 132:15 a 17  ''Se um homem tomar para si uma esposa no mundo, e não for casado por Mim nem por Minha palavra,... o seu convênio e casamento não serão válidos quando morrerem.(...) Portanto, quando estiverem fora deste mundo, não se casam nem são dados em casamento, mas são designados anjos nos Céus. (...) Não podem progredir, mas permanecem separados e solteiros, sem exaltação no seu estado de salvação por toda a eternidade;... não são deuses, mas anjos... para todo o sempre".


Obs.: É pecado um jovem mórmon não se casar até aos 26 anos.



  1. Salvação Diferenciada: Afirmam que, ao morrer, todo o ser humano volta a ser espírito e vai para o Mundo Espiritual - os salvos para descansar e aguardar o momento de receberem a recompensa, e os não salvos para serem evangelizados e receberem uma segunda oportunidade. Aquele que não aceitar essa segunda oportunidade será salvo da mesma forma, mas terá de passar uma temporada no inferno para sofrer e salvar-se a si mesmo, já que não aceitou o sofrimento de Cristo por ele (Princípios do Evangelho, pág. 276 a 281).

Após cumprirem suas funções, o Mundo Espiritual e o inferno deixam de existir. Todos os espíritos ganham corpos novamente e são encaminhados para um dos quatro lugares que merecem (DC seção 131:1; 76:31 a 39).


Esses quatro lugares são três Céus diferentes e mais um lugar de vida triste, conforme descritos no livro Princípios do Evangelho, a partir da pág. 285:
1º) Reino Celestial: O mais alto grau de glória. São para aqueles que se tornarão deuses. Para alcançar este grau, é necessário, hoje, entre outras coisas: Obedecer fielmente a todos os escritos do profeta Joseph Smith; ser fiel nos dízimos e ofertas; casar-se para a eternidade; fazer sua árvore genealógica e batizar-se pelos mortos; evangelizar nas ruas (élderes); freqüentar as reuniões da igreja com a máxima regularidade possível; guardar o domingo como o dia do Senhor, etc.
2º) Reino Terrestrial: É o grau médio. São para aqueles que rejeitaram a igreja mórmon na terra, mas depois se arrependeram no Mundo Espiritual. Terão que viver separados de suas famílias e eternamente solteiros.
3º) Reino Telestial: É o mais baixo grau de glória. São para aqueles que rejeitaram a igreja mórmon na terra e ainda a rejeitaram no Mundo Espiritual! Ainda assim são salvos porque pagaram os seus pecados com o próprio sofrimento no inferno.
4º) Trevas Exteriores: Estranhamente contradizendo o que é dito no mesmo livro Princípios do Evangelho, pág. 281, já mencionado acima, onde afirmam que todos enfim serão salvos, dizem na pág. 286 que haverá pessoas que por terem ''negado a verdade", ''não terão um reino de glória", mas viverão em trevas eternas com o diabo e seus anjos.


  1. Raça Negra: Apesar de concordarem que podem ser salvos, os mórmons os consideram seres humanos diferentes. Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, pág. 263: ''Se eu tivesse algo a ver com os negros, limitá-los-ia através de leis estritas à sua própria espécie". Pág. 117: ''Pergunta: Os mórmons são abolicionistas? Resposta: Não. ...Não cremos em dar a liberdade aos negros".

Obs.: Os mórmons acreditam que o presidente da igreja, ao tomar posse, também se torna um profeta. Assim, em 1978 uma nova ''revelação'' abriu as portas aos negros, atitude que permitiu a expansão da igreja no Brasil. Atualmente (ano de 2002), o presidente e profeta é Gordon B. Hinckley."



  1. Conclusão

Alguém aqui acha que um ''evangelho'' como esse vai salvar alguém? Se não, qual seria a sua função no mundo? Resposta: Atrapalhar o verdadeiro evangelho.





  1. Experiência do Nélson

Era membro da IASD do Rocha, São Gonçalo, mas não estudava a Bíblia, sendo presa fácil de dois élderes que apareceram em sua casa. Nos estudos, eles diziam: - ''O irmão sabe que tudo o que estamos lhe falando está na Bíblia, não sabe?'' E o Nélson, com vergonha de dizer que não conhecia bem a Bíblia, concordava com tudo. Ao visitar a Igreja Mórmon, foi muito bem recebido. Lá permaneceu por 5 anos.

Um dia, durante um culto, ele olhou para a Bíblia em suas mãos (por costume, nunca deixou de levá-la à igreja, juntamente com os outros ''livros sagrados'') e pensou: ''Por que eu sempre trago a Bíblia se ela quase nunca é utilizada aqui?'' E começou a lembrar-se dos cultos que freqüentava na IASD, onde a Bíblia era sempre estudada. Na sua mente houve um ''estalo'' e ele saiu dali para nunca mais voltar. Procurou a IASD e pediu ajuda. Hoje, quando dá o seu testemunho, Nélson sempre apela: - ''Irmãos, leiam a Bíblia".



  1. Como Enfrentar Um Élder


1º) É comum um Élder usar várias vezes a frase "Eu testifico". Isto é um tique psicológico que aprendem em jejum. Para combater, fale também ''Eu testifico", pois quebra o raciocínio deles.

2º) Faça-o mentir. - ''Qual o Deus que vocês adoram? Quantos deuses existem?"

3º) Mostre alguma referência à doutrina da pluralidade dos deuses. - ''Élder, por que você mentiu? Em João 8:44 Cristo diz que o diabo é o pai da mentira".
Se não tiver algum material escrito, faça-o jurar diante de Deus que ele acredita na mãe celestial, no avô, etc. Ex.: - ''Élder, você jura pela mãe celestial que ela não existe?''

Obs.: Um Élder não pode negar, sob juramento, a existência de sua família celestial, pois é pecado gravíssimo, podendo perder a condição de ser Deus.


www.4tons.com

Pr. Marcelo Augusto de Carvalho






©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal