Jornal eletrônico da associaçÃo dos ex-alunos do instituto benjamin constant



Baixar 231,58 Kb.
Página5/5
Encontro07.11.2018
Tamanho231,58 Kb.
1   2   3   4   5

quanto sufocava-o aquela verdade: ele que já fora alguém festejado por sua franqueza que soava, em princípio, como a chuva que faltava num campo árido, se via hoje num deserto pelo mesmo motivo. Como aquele jogador.
Leniro Alves(RJ setembro de 2010)

*Minha Última Prece para a tua Partida

(Homenagem ao professor Adilson Ventura, falecido em 04/10/2010)
Fico me perguntando quantas palavras cabem nessa hora de dizer adeus.

Adeus solitário, feito dessa saudade, chegada à pressa, para ficar, por muito tempo.

Adeus que se abre nessa espécie de velório, por onde desfilam as lembranças das nossas vivências, nossas batalhas feitas de idéias, nossas boêmias noites de canções alegres, como aquela no Luar de Prata, em Olinda,onde desmenti um céu cheio de estrelas e cantei, “estrela solitária essas horas da manhã”.

Por que será que me lembro agora dessa música?Foi quando a manhã esmoreceu,

no pino do meio dia, que teu coração destemido decidiu parar de bater.

Posso mesmo imaginar a tua valentia, a tua luta por ficar e por fim o sorriso vencido de te deixares ir, um pequeno desaforo guardado no fundo da garganta, um pontapé na próxima trilha do teu caminho. Estivesse aí, e cantaria em voz baixa o verso daquela canção de que mais gosto: “De pedra é o caminho, tão velho quanto o tempo; mais velho que a noite, que qualquer canção”...

E imaginaria uma espécie de janela, por onde contemplaria a tua partida, pensando que não houve tempo para uma outra longa conversa, não houve tempo para um último copo de vinho, não houve tempo para um daqueles teus sermões entremeados por esse teu sotaque de “manezin da ilha”, não houve tempo para assinarmos juntos mais um manifesto, uma moção de apoio, saudarmos uma lei conquistada à força do teu verbo,não houve tempo para mais uma vez, testemunharmos a tua luta de pequenos e grandes gestos,em favor da causa que abraçaste.

Tivesse eu tido tempo, e te diria quanto admirei a tua ousadia, a tua simplicidade, a tua coragem. Não houve tempo. Finda a manhã, na calma da ilha, teu coração decidiu-se pelo repouso eterno.

Sequer houve tempo para me emprestares o teu lenço e por isso deixo que o pranto flua, suave como as sílabas da canção, que canto, ao modo de prece, minha prece para a tua partida.
Joana Belarmino

OBS.: Nesta coluna, editamos "escritos"(prosa/verso) de companheiros cegos

(ex- alunos/alunos ou não) do IBC.

Para participar: mande o "escrito" de sua lavra para a redação (contraponto@exaluibc.org.br)...

#16. BENGALA DE FOGO
O Cego versus o Imaginário Popular (coluna livre)
* Uma veneranda senhora e sua super muleta
Uma aposentada de 86 anos que encontrou um ladrão em sua cozinha o atacou com sua muleta e o manteve detido até a chegada da polícia, na Grã-Bretanha.

Gwyneth Davies, da cidade de Treharris, no País de Gales, deu quatro pancadas nas costas do homem com a muleta de metal, que ela usa desde que sofreu uma fratura

na bacia.

"Ele ficou inclinado sobre o mármore da cozinha, com o rosto sobre as mãos", disse ela à BBC. "Ele não sabia o que o havia atingido."

O homem de 26 anos está preso, sob acusação de roubo.

"Ele me viu e deve ter pensado que eu não era páreo para ele", afirmou Davies. "Mas eu estava com minha muleta e ela se transformou em uma arma muito útil."

"Ele tomou um susto e depois ficou fingindo que estava chorando - foi melhor do que ir ao cinema."

"Eu mandei ele se sentar em um banquinho e não sair dali", contou.

Davies então chamou a polícia.

"Quando eles chegaram, não acreditaram no que eu tinha feito. Os policiais ficavam me perguntando se estava tudo bem comigo, mas eu disse: 'Vocês estão perguntando

para a pessoa errada'."

Davies recentemente se recuperou de uma pneumonia dupla e de uma queda na qual fraturou algumas costelas e a bacia.

Durante a Segunda Guerra Mundial, ela trabalhou em uma fábrica de armamentos em Londres, onde se familiarizou com minas terrestres, fuzis e detonadores. Depois,

transferiu-se para uma empresa de munições no interior do País de Gales.

Ela está viúva há 20 anos.

Segundo Davies, foi o fato de ter crescido com seis irmãos homens que a deu coragem de enfrentar o ladrão.

"Eu gostava de colocar luvas de boxe e lutar com meus irmãos. Eu também jogava futebol e dardos", disse. "Eu praticamente não tenho medo de nada - sempre me virei

sozinha."

OBS.: Os fatos, por uma questão, meramente didática/pedagógica/cultural, foram tornados públicos... (Colunista titular: Duda Chapeleta)

PS.: se você tem histórias, causos, experiências próprias, do gênero, mande para nossa redação, sua privacidade será rigorosamente preservada.

#17. SAÚDE OCULAR
Colunista: HOB — Hospital Oftalmológico de Brasília ( atfdf@uol.com.br)
*Piora a visão de crianças em idade escolar após as férias de verão
Taipei, set/2010 (CNA) - Quase 90% das crianças em idade escolar que visitaram clínicas oftalmológicas recentemente em Taiwan foram diagnosticadas com uma piora na miopia devido ao esforço excessivo sofrido durante as férias de verão, segundo informou o oftalmologista taiwanês, Liao Chang-bin. Ele atribui a culpa à televisão e aos jogos de computador.

A maioria dos estudantes prefere atividades internas durante as férias de verão, o que tende a causar uma piora em quaisquer problemas oculares, disse o diretor da Clínica Shu-tien de Oftalmologia, em Taipei.

Um paciente de 12 anos de idade, que passou os dois últimos meses jogando videogames em casa, foi diagnosticado com um aumento de 3 graus em sua visão para perto, disse Liao.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Ministério da Educação de Taiwan, em 2007, 45% de estudantes da escola elementar tinham problemas de miopia, um número que aumentou para 69% entre os estudantes do primeiro grau. O problema tem piorado nos últimos anos e Taiwan já figura nos levantamentos de mais altas taxas de miopia entre estudantes.


"Evitar olhar objetos muito próximos é fundamental para a prevenção da miopia", declarou oftalmologista.

É essencial que os olhos estejam relaxados ao olhar periodicamente objetos distantes, a uma distância de mais de seis metros e que os olhos descansem por cinco ou dez minutos depois de olhar para uma televisão ou tela de computador por 30 minutos, orientou.


Síndrome do computador - No Brasil, especialistas atestam que até 70% dos pacientes que procuram os consultórios oftalmológicos com queixas de desconforto ocular dentro do conjunto de sintomas que inclui cansaço visual, olho seco e visão turva, são portadores da síndrome do computador. É como se chama a falta de lubrificação do olho decorrente do não piscar o necessário. Essas pessoas invariavelmente passam mais de três horas diárias em frente ao computador.
Há problemas que surgiram em consequência do comportamento e dos processos que vivenciamos atualmente. Há menos de 20 anos, não tínhamos esse diagnóstico, diz o oftalmologista Canrobert Oliveira, especializado em cirurgia refrativa e diretor do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB).
Fadiga - A síndrome do computador não é a única disfunção decorrente do modo como vivemos. A fadiga ocular está cada vez mais comum nos consultórios oftalmológicos, e decorre do esforço repetitivo de ler e escrever. Acomete cerca de 60% da população na melhor fase produtiva, de 18 a 45 anos de idade, segundo estudo realizado por uma indústria de lentes multinacional.

A síndrome do computador faz o seu portador queixar-se de cansaço visual, olho seco, visão turva e astenopia (dor e irritação) e, no consultório, não raro, é confundido e diagnosticado como presbiopia, erro refrativo ou hipermetropia latente, que devem ser descartados, alerta Canrobert.

A fadiga ocular leva o paciente a queixar-se de náuseas, cefaléia, enjôo, e redução da competência para a leitura. Seu aparecimento pode ser favorecido por alguns fatores como olhos com graus mal corrigidos, óculos vencidos, má iluminação no ambiente

de estudo, trabalho e lazer ou excesso de iluminação e de carga de exposição frente ao computador.


Dica - O ideal é seguir a risca uma receita simples e eficiente que acompanha a orientação do oftalmologista taiwanês. Segundo o médico brasileiro, para cada 50 minutos de atividade em frente ao computador, parar pelo menos três minutos, aproximar-se de uma janela e olhar para longe para que a musculatura intrínseca do olho (ciliar) descanse e exerça com mais disposição sua função fisiológica.
(Por Chen Li-ting e Maia Huang, com informações da ATF Comunicação)
Mais informações:
ATF Comunicação Empresarial

Assessoria de imprensa do HOB

Contato: Teresa Cristina Machado

Telefones: (61) 3225 1452 / 9983 9395


HOB
#18. CLASSIFICADOS CONTRAPONTO
COLUNA LIVRE:
* Curso de Espanhol pela Internet
Pra você, adulto ou criança que gosta e tem vontade de aprender o idioma espanhol, agora pode aprender a falar espanhol estando na sua casa ou nos institutos de cego, com o curso de espanhol pela internet, com professora da Argentina, seja simplesmente para aprender a falar ou para adquirir certificação internacional, esta é sua oportunidade.

Este curso tem como objetivo preparar o aluno para o diploma de espanhol como língua estrangeira, nos níveis básico, intermediário e avançado, englobando as quatro habilidades fundamentais do aprendizado de um idioma como língua estrangeira: a compreensão e a produção escrita, a compreensão auditiva e a pronunciação oral.

Para os alunos cegos, será ensinada também a grafia Braille da língua espanhola, incluindo o Braille contraído e seriado.

O curso contará com um conteúdo programático e material didático que serão entregues por e-mail, além de avaliações de nivelamento ao longo do curso. Além disto, serão utilizados filmes com audiodescrição em espanhol, músicas, rádio e televisão para trabalhos de compreensão auditiva.

É importante ressaltar que este curso não emite certificação, pois como nenhum diploma de cursinho de idiomas brasileiro tem valor internacional, é muito mais importante, darmos uma boa formação do aluno na língua espanhola, preparando-o para a realização do teste de proficiência internacional que lhe concederá o diploma de espanhol como língua estrangeira, que tem validade em qualquer parte do mundo.

Pretende-se que o aluno adquira as habilidades necessárias para cada nível da certificação internacional num prazo médio de um semestre, mas este tempo pode ser variável dependendo da dedicação de cada aluno.

O aluno poderá optar por fazer aulas em grupo, duas vezes por semana, com duração de uma hora por dia, com a mensalidade no valor de R$ 50,00, ou aulas individuais para aprendizado acelerado, por R$ 20,00 a hora aula.

As aulas do curso serão ministradas por professora argentina, que possui o espanhol como língua nativa, o que possibilita ao aluno ter um contato real com o idioma em tempo integral, pois as aulas serão ministradas completamente em espanhol, baseando-se nas regras do espanhol neutro, mas ensinando suas distintas variantes e modismos da língua falada colocando o aluno em contato com pessoas de distintos países de língua

espanhola.

Aproveitem a oportunidade de poder aprender com quem só sabe falar o próprio idioma espanhol e pode inclusive ajudar a tirar dúvidas idiomáticas a quem estude espanhol em

escolas, cursinhos ou faculdades, além de poder entrar em contato com gente de muitos países de língua espanhola e até mesmo fazer intercâmbio de até 3 meses fora do Brasil.

Para mais informações e inscrições escreva um e-mail para

cursos@audiogames.com.br#
* Teamspeak, o batepapo por voz para cegos pela internet
Desde 2007, existe um batepapo de voz para cegos pela internet, através do programa Teamspeak, que possibilita o encontro dos cegos de todo o Brasil e dos países de língua espanhola da América Latina, onde é possível trocar experiências e aprender muito com a troca de informações das distintas regiões, além de conhecer novos amigos, novos lugares, e até mesmo novos idiomas. Um espaço perfeito para os alunos dos

institutos de cegos de diversos lugares do Brasil se encontrarem, e por ser de operação muito simples, pressionando apenas uma tecla quando for falar, possibilita até mesmo que pessoas que não saibam informática possam conversar, e assim sentirem-se mais motivadas no estudo da informática, a partir do momento que podem transmitir e receber novos conhecimentos, e melhor, de forma completamente gratuita e sem ter que

gastar telefone, pois utiliza a conexão via internet. O bate-papo permite a criação de salas privativas ou então existe também as salas públicas, e é possível passear entre as salas. No bate-papo também são realizados cursos de informática, curso de inglês, espanhol, alemão, além da realização de grupos de estudos para concursos públicos entre os deficientes visuais, e também se encontram para organizar corridas de

carro pelo jogo top speed, dentre outros jogos.

Para conhecer mais informações e instalar o programa teamspeak para participar do bate-papo de voz, visite

www.audiogames.com.br e entre no link chat por voz.

#

Wagner Maia


* Super Exame ao alcance
Planos de saúde contratados a partir de 1999 passaram a cobrir, desde junho, o PET-CT, um dos exames mais precisos — e caros — no diagnóstico do câncer. Uma única avaliação chega a custar 5000 reais

As vantagens do exame: a tecnologia combina a tomografia por emissão de pósitrons (PET, na sigla em inglês) com a tomografia computadorizada. Com isso, o médico consegue avaliar a extensão de um tumor e o efeito do tratamento”, explica o oncologista Paulo Hoff, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.


Quem pode usufruir do benefício: por determinação da Agência Nacional de Saúde (ANS), por enquanto, os planos de saúde são obrigados a cobrir o exame apenas de pacientes com câncer de pulmão ou linfoma
Onde ele é feito gratuitamente: o PET-CT já é realizado sem custos em pacientes do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp) e do Instituto Nacional de Câncer (Inca), no Rio de Janeiro.
A doença e a dívida

O financiamento de um imóvel pode ser quitado integralmente se, no meio do caminho, uma doença como a de Parkinson ou complicações decorrentes do diabetes, por exemplo, deixarem o contratante inválido para exercer uma atividade profissional. A quitação da dívida é garantida por um seguro obrigatório feito na assinatura do contrato.


O pedido: a comprovação da invalidez pode ser feita por meio de laudos, exames e perícia médica. Se o contratante se aposentar por esse motivo, a própria carta de concessão serve como prova.
Situações em que ele é aceito: a quitação só se refere à parte feita pelo inválido. Se o imóvel for de propriedade de um casal, por exemplo, a outra metade da dívida permanecerá. No caso de doença preexistente, como um câncer aparentemente curado, mas que volta durante a vigência do contrato, a quitação é questionável — e o caso costuma ser decidido judicialmente.
O leite é caro...mas pode ser pago pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Estima-se que entre 7% e 9% das crianças com até 3 anos tenham alergia ao leite de vaca. A substituição é custosa: uma única lata do similar, suficiente para três dias, fica entre 110 e 400 reais.


Como é o leite especial: uma fórmula à base de aminoácidos ou de proteína hidrolisada, com os principais nutrientes do leite. Quebradas, as moléculas são digeridas mais facilmente pela criança.
Como obtê-lo gratuitamente: com o diagnóstico e um relatório médico em mãos, pais de crianças alérgicas com até 2 anos podem solicitar o alimento pelo SUS.
Fontes consultadas: a pediatra Neusa Wandalsen, da Faculdade de Medicina do ABC, e as empresas Auto-escola Javoratti e Névia Isenções.

Com reportagem de Gabriella Sandoval


* Ambulância Solidária
Confirmei essa notícia e acrescento o telefone para contato que foi informado pelo quartel do Corpo de Bombeiros:

0800 285 0192


Gostaria que esse e mail fosse repassado . Descobri esse serviço que é gratuito, basta apenas ligar e fazer o cadastro do paciente que precisa fazer hemodiálise , quimioterapia e radioterapia.

A ambulância pega o paciente em casa, leva até o hospital para o tratamento e retorna para casa.

O telefone é do quartel de Bombeiros do Maracanã - (21) 2334 - 2234.

Vamos repassar para que as pessoas que precisam possam utilizar este serviço.


* Curso
Olá pessoal, Gostaria de compartilhar com vocês esta iniciativa, assim como gostaria da ajuda de vocês para divulgá-la, sobretudo em ambientes educacionais (virtuais ou não).

Em 2011, ministrarei um curso de capacitação para professores, e as inscrições já estão abertas! Esta experiência será um fruto da pesquisa que eu tenho desenvolvido, e, por meio dela, eu pretendo contribuir com educadores que atuem na área da educação musical, e também, com aqueles que trabalham com Educação Inclusiva. Assim,

pretendo criar, com essa iniciativa, um espaço de formação importante!

Seguem os dados, bem como divulgação em anexo.

Abraços,

Fabi.
CURSO

Leitura e escrita musical em Braille: Capacitação para professores

Dra. Fabiana Fator Gouvêa Bonilha


Fabiana Bonilha: Doutora e Mestre em Musica pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes pelo Programa de Pós-Graduação do Instituto de Artes da Unicamp (pesquisa financiada pela FAPESP). Pesquisadora na Área do Ensino e Aprendizagem da Musicografia Braille. Graduada em Piano Erudito(Bacharelado) pela Unicamp, e em Psicologia (Bacharelado e Licenciatura) pela Puccamp.
Abertura em 18/01/2011 - 15:00 Hs

Inscrições até 10/12/2010

Oficina Musical e Recital de Piano

Curso-1º Semestre de 2011(Vagas Limitadas)

Espaço Mousikêarte

Informações:

(19) 3242.7343

PS. Anuncie aqui: materiais, equipamentos, prestação de serviços...

Para isto, contacte a redação...

#19. FALE COM O CONTRAPONTO


CARTAS DOS LEITORES:
De: "Wilian de Bem - PU5ASW"
Olá pessoal, boa tarde!
É com grande tristeza que informamos o falecimento do professor Adilson Ventura, idealizador da Associação Catarinense para Integração do Cego e responsável por

muitas conquistas no movimento brasileiro das pessoas com deficiência. Será velado no auditório de nossa associação.


Um homem que desafia e que aceita desafios Esta sempre foi, com certeza, a característica da trajetória do profissional Adilson Ventura.

Sua vida, marcada pela superação de obstáculos, buscava continuamente conquistar a cidadania integral das pessoas com deficiência visual.

Seu trabalho sempre foi pautado pela palavra "acreditar": acreditar em si e nos seus pares, valorizar as pessoas que, como ele, não tinham medo de sonhar. Cedo, deu-se conta de que um sonho que se sonha sozinho, é apenas um sonho, mas um sonho que se sonha junto, é algo que pode tornar-se realidade.

Tudo começou quando teve seu primeiro emprego: operário em uma fábrica de bordados. E, a partir daí, foi tecendo os fios que fariam dele, não um cidadão brasileiro,

mas um cidadão do mundo, pois sua história passa pela transformação nas vidas de deficientes visuais de diversos países.

Podemos compará-lo, no que diz respeito aos seus vôos profissionais com a águia: pássaro ousado, que voa alto, buscando as montanhas mais difíceis. Foi assim, num

desses seus constantes momentos de águia, que surgiu a Associação Catarinense para Integração do Cego, a qual para estar no estágio em que encontra-se atualmente,

percorreu caminhos bastante tortuosos.

Segundo Vygotski, " a palavra vence a cegueira". Esta foi, certamente, a maior arma do profissional Adilson: a palavra. Através de seus argumentos, de sua vivacidade

e poder de convencimento, mediou a mudança na vida de uma grande parcela das pessoas com deficiência visual.

Uma longa jornada foi trilhada, mas ele deixou-nos com a missão de continuar sua luta. Com certeza, grandes desafios serão lançados para nós, seus aprendizes. Mas ele deu-nos uma lição durante toda a sua trajetória de mestre:

A de que o movimento de mudança na vida das pessoas deficientes visuais dos vários cantos deste planeta vai ser sempre constante, de que a marcha precisa continuar,

pois a história, da qual foi grande protagonista, não pode mais recuar!.
É isso, professor Adilson, que o senhor continue dando-nos sua força para que possamos continuar a levar em frente seus sonhos!
Wilian de Bem
***
A equipe do Contraponto registra seu pesar pela partida deste companheiro, que teve sua vida marcada pelo empenho em prol do segmento...
Valdenito de Souza
---
* Cadastro de Leitores: Se você deseja ser um leitor assíduo de nosso jornal, envie uma mensagem (solicitando inscrição no cadastro de leitores), para:

contraponto@exaluibc.org.br


* Todas as edições do Contraponto, estão disponibilizadas, no site da Associação dos

Ex-alunos do IBC

(exaluibc.org.br), -- entre no link " contraponto"
* Participe (com criticas e sugestões), ajudem-nos aprimorá-lo, para que, se transforme realmente num canal consistente do nosso segmento.
* Venha fazer parte da nossa entidade:

ASSOCIAÇÃO DOS EX-ALUNOS DO INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT (existem vários desafios esperando por todos nós).

Lutamos pela difusão e socialização ampliada de atividades, eventos e ações voltadas para Defesa dos Direitos dos Deficientes Visuais.
*Conheça a rádio Contraponto(exaluibc.org.br) uma web-rádio criada e dirigida por

ex-alunos do Instituto Benjamin Constant.


* Solicitamos a difusão deste material na Internet: pode vir a ser útil para pessoas que você sequer conhece...
*Redator Chefe:
Valdenito de Souza, o nacionalista místico

Rio de Janeiro/RJ


**********

1   2   3   4   5


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal