IntroduçÃo ao estudo da anatomia



Baixar 2,81 Mb.
Página1/7
Encontro27.09.2018
Tamanho2,81 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7

Página |


CETESP
Apostila de Anatomia e Fisiologia humana
Curso técnico de radiologia


Prof. Joelcy Pereira Tavares

O rio atinge seus objetivos, porque aprendeu a contornar seus obstáculos.”


INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA
Anatomia: é a ciência que estuda, macro e microscopicamente, a constituição e o desenvolvimento dos seres organizados .

A palavra Anatomia é derivada do grego anatome (ana = através de; tome = corte). Dissecação deriva do latim (dis = separar; secare = cortar) e é equivalente etimologicamente a anatomia. Contudo, atualmente, Anatomia é a ciência, enquanto dissecar é um dos métodos desta ciência.


Divisões da Anatomia
Anatomia macroscópica é o estudo das estruturas observáveis a olho nu.
Anatomia microscópica é aquela relacionada com as estruturas corporais invisíveis a olho nu e requer o uso de instrumental para ampliação.
Anatomia do desenvolvimento estuda o desenvolvimento do indivíduo a partir do ovo fertilizado até a forma adulta.
Divisão do Corpo Humano


  • Cabeça e pescoço

  • Tronco (tórax e abdômen)

  • Membros (superiores e inferiores)

Nomenclatura Anatômica
É o conjunto de termos empregados para designar e descrever o organismo como um todo ou as estruturas que formam suas partes

Como toda ciência, a Anatomia tem sua linguagem própria.

Portanto, ao designar uma estrutura do organismo, a nomenclatura procura utilizar termos que não sejam apenas sinais para a memória, mas tragam também alguma informação ou descrição sobre a referida estrutura. Os termos indicam forma, trajeto, posição, relação com o esqueleto, função etc..

Exemplos: Músculo peitoral maior; Artéria radial; Nervo mediano; Ligamento intertransversário, Flexores do punho, etc...


Normal e variação anatômica

Normal é o estatisticamente mais comum, ou seja, o que é encontrado na maioria dos casos.

Variação anatômica é qualquer fuga do padrão sem prejuízo da função. Assim, a artéria braquial mais comumente divide-se na fossa cubital (anterior ao cotovelo). Este é o padrão. Entretanto, em alguns indivíduos esta divisão ocorre ao nível da axila. Como não existe perda funcional esta é uma variação.

Anomalia é qualquer fuga do padrão, porém, quando ocorre prejuízo funcional.

Se a anomalia for tão acentuada que deforme profundamente a construção do corpo, sendo, em geral, incompatível com a vida, é uma monstruosidade.



Posição Anatômica

Para evitar o uso de termos diferentes nas descrições anatômicas, considerando-se que a posição pode ser variável, optou-se por uma posição padrão, denominada posição de descrição anatômica (posição anatômica)

Deve-se considerar a posição anatômica como a de um indivíduo em posição ereta, em pé, com o olhar para o horizonte e a linha do queixo em paralelo à linha do solo. Os braços pendentes, mãos espalmadas, dedos unidos e palmas voltadas para frente. Os pés também unidos e pendentes.

Planos Anatômicos

Na posição anatômica o corpo humano pode ser delimitado por planos tangentes à sua superfície, os quais, com suas intersecções, determinam a formação de um sólido geométrico.



Plano Sagital

Planos verticais que passam longitudinalmente através do corpo dividindo-o em direita e esquerda.



Plano Frontal ou Coronal

São planos verticais que passam através do corpo em ângulos retos com o plano mediano, dividindo-o em partes anterior (frente) e posterior (de trás).


Plano Transversal ou horizontal

Uma série de planos transversais divide o corpo em partes superior e inferior.





  1   2   3   4   5   6   7


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal