Há um contentamento constante, uma alegria como raios de luz, vinda de todos os anglos, inspirações como uma água que jorra, de uma fonte que nunca seca



Baixar 11,8 Kb.
Encontro09.07.2018
Tamanho11,8 Kb.

A arte de viver

Maria Helena Santos de Souza – 28.08.2007
Há um contentamento constante, uma alegria como raios de luz, vindos dos quatros cantos, inspirações como água que jorra, de uma fonte que nunca seca. Tudo isso vem como um desejo de compartilhar com o mundo, desse sentimento mágico que toma conta do meu ser, que faz crescer a cada instante. É preciso ter coragem e focalizar o bem como fonte energética para continuar sonhando, sem perder o ânimo. Doar um sorriso, um aperto de mão, um abraço quente nas noites frias.

O mundo precisa urgente de cuidados, tal como um passarinho com a asa quebrada também precisa. Se cada um de nós contribuirmos com uma pequena parte, para torná-lo melhor, com certeza, transformaremos o nosso planeta em um lugar melhor para viver, em paz e harmonia com a natureza.

Não acredito em felicidade plena, mas numa felicidade consciente e capaz de saber lidar em cada momento, com sensibilidade, inteligência, espiritualidade, sensatez, justiça e amor no coração.

Se focalizarmos nossos pensamentos em tragédias, divulgadas pela mídia no Brasil e no mundo, e nas que acontecem bem próximas a nós, nos sentiremos tristes, desanimados e sem coragem de continuar lutando. Será que está certo agirmos assim? Impotentes e achando que tudo está perdido? Com certeza, morremos aos poucos, como covardes que desiste de lutar com medo de perder.

Viver é um prêmio que Deus nos deu. Abra todos os dias sua janela, respire e dê bom dia para a vida. O seu dia será maravilhoso, nada de ruim acontecerá, porque Deus é amor, é força, energia, saúde. A Alegria o acompanhará o dia inteiro, quando a noite chegar só terá mais e mais motivos para agradecer a Esse Deus maravilhoso e misericordioso que nos ama muito e deseja que sejamos sempre felizes.

O mundo dá muitas voltas e em cada uma de suas voltas, acontecem fatos que nos deixam, alegres e tristes.

Quantas e quantas vezes, já sorri de tanta alegria, contentamento. Houve também, muitos momentos em que chorei por inúmeros motivos. Por dor de dente, dor de barriga, dor de cabeça etc. Chorei de emoção, que lindo! Não? Mas também chorei a perda dos meus pais. Garanto-lhes, não há dor igual. Doeu demais, por um bom tempo, achei que não passaria. Faz parte da vida, nascer e morrer. Estamos aqui de passagem, enquanto vivermos, resta-nos viver cada dia com intensidade como se fosse o último dia. Que a nossa vida seja marcada por boas ações, dignidade, respeito, humildade e humanidade. Hoje sinto saudades, muitas saudades dos meus queridos pais, por terem sido maravilhosos e inesquecíveis. Mas já não me sinto mais triste. O tempo se encarrega de cicatrizar as feridas.

Viver é uma arte, é preciso saber viver, cultivando bons sentimentos, procurando vencer os obstáculos que deparamos em nossa caminhada, seja de ordem emocional, financeira, doenças, sucesso, fracasso e perdas.

“Sejas forte,  não como o vento que a tudo destrói, mas como a rocha que a tudo suporta.”

Todos nós já sofremos a perda de um ente querido. Não é fácil. A dor é tão grande que chegamos a achar que não iremos suportar tal situação. Embora seja triste, a vida continua.



pouco tempo, sofremos a perda de um grande amigo, o Jônatas. Ele agora é mais uma estrelinha no infinito. Deixou-nos muita saudade e guardaremos essas boas lembranças. Fico feliz por ter escrito um depoimento para ele em agosto de 2006, vejam:






Jônatas: Uma pessoa admirável, culta e de um coração imenso e bondoso. Um amigo de verdade que sempre deu-me a maior força incentivo para que continuasse escrevendo.
Pessoas que Passam
em Nossas Vidas

Pessoas entram na sua vida por uma "Razão",


uma "Estação" ou uma "Vida Inteira".

Quando você percebe qual deles é,


você vai saber o que fazer por cada pessoa.

Quando alguém está em sua vida por uma "Razão"... é,


geralmente, para suprir uma necessidade que você demonstrou.
Elas vêm para auxiliá-lo numa dificuldade,
te fornecer orientação e apoio, ajudá-lo física,
emocional ou espiritualmente.
Elas poderão parecer como uma dádiva de Deus, e são!
Elas estão lá pela razão que você precisa que eles estejam lá.
Então, sem nenhuma atitude errada de sua parte,
ou em uma hora inconveniente,
esta pessoa vai dizer ou fazer alguma coisa
para levar essa relação a um fim.
Ás vezes, essas pessoas morrem.
Ás vezes, eles simplesmente se vão.
Ás vezes, eles agem e te forçam a tomar uma posição. (05/08/2006)




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal