Getúlio Vargas e o rádio – uma convergência de histórias



Baixar 88,32 Kb.
Encontro12.09.2017
Tamanho88,32 Kb.

II Encontro Nacional da Rede Alfredo de Carvalho

Florianópolis, de 15 a 17 de abril de 2004


GT História da Mídia Sonora


Coordenação: Prof. Ana Baum (UFF)

Getúlio Vargas e o rádio, uma convergência de histórias



Sonia Virgínia Moreira1

Resumo

Entre 1930, como chefe do governo provisório instalado com a Revolução de 30, e 1945, quando deixa o poder, Getúlio Vargas manteve estreita ligação com o rádio. Nesse período de 15 anos atuou sistemática e simultaneamente como o maior incentivador do meio de comunicação de massa de maior apelo e alcance naquele período. Utilizou o rádio para disseminar o seu projeto de integração nacional, para fazer a divulgação da imagem e dos produtos brasileiros no exterior e, em especial, para se fazer ouvido pelos brasileiros habitantes de todas as regiões. Com a ajuda do rádio, transformou-se em uma figura lendária. Também foi responsável pelas leis que serviram como base para toda a legislação existente no campo da radiodifusão brasileira. Mais do que Roosevelt, que nos Estados Unidos foi identificado como Presidente do Rádio, Getúlio foi ao mesmo tempo incentivador e primeiro controlador do sistema de radiodifusão.


Palavras chave: Rádio, História, Getúlio Vargas, Política, Leis



1 Professora Doutora do Curso de Jornalismo da Faculdade de Comunicação da UERJ, pesquisadora na área de rádio e presidente da INTERCOM (gestão 2002-2005).





©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal