FunçÕes dos coordenadores de ecafo: Do Conselho Particular



Baixar 21,29 Kb.
Encontro12.10.2018
Tamanho21,29 Kb.

FUNÇÕES DOS COORDENADORES DE ECAFO:
Do Conselho Particular:


  • Conhecer as funções da ECAFO.

  • O coordenador de CP é o mediador do coordenador do Central em sua área de atuação ;

  • Orientar as conferências quanto: a vivência da espiritualidade vicentina, a visita aos assistidos; a prática da Mudança de Estrutura etc; a promoção das famílias; a participação ativa nas reuniões mensais do CP e nas Festas Regulamentares, bem como nos eventos promovidos pela SSVP.

  • Acompanhar e monitorar a formação das conferências;

  • Cuidar para que os novos confrades e consócias façam o Módulo de Formação Básica, antes da proclamação;

  • Participar da ECAFO do Conselho Central e da reunião mensal do Conselho Particular;

  • Colaborar com o conselho Particular no comprimento da Regra;

  • Assegurar para que as diretorias de Conferências façam Módulo de Capacitação para Novas Diretorias antes da posse.

  • Colaborar com o coordenador do Conselho Central no preenchimento do relatório das atividades da ECAFO;

  • Participar efetivamente da diretoria do Conselho Particular;

  • Orientar quanto à leitura e a reflexão do Ano Temático



Do Conselho Central:


  • Estudar e conhecer os Módulos;

  • Conhecer as funções da ECAFO.

  • Aplicar os Módulos e outros eventos de formação em sua área de atuação;

  • Definir a equipe de trabalho da ECAFO: corpo docente (palestrantes/professores) , equipe auxiliar(recepção, canto,decoração) de serviço(preparação de alimentos, lanche, limpeza etc.);

  • Auxiliar no planejamento anual do conselho central ;

  • Fazer com que as orientações do Conselho Metropolitano cheguem até as bases (CP);

  • Executar o trabalho de formação em todas as suas dimensões;

  • Participar efetivamente da diretoria do Conselho Central;

  • Participar das reuniões da ECAFO do CM;

  • Fazer reunião mensal para planejar e avaliar os encontros, as visitas, etc;

  • Participar dos eventos promovidos pela ECAFO do CM e/ou Regional; quando solicitado;

  • Cuidar para que nenhuma conferência e Conselho Particular tomem posse sem passar pelo Módulo de Capacitação para novas Diretorias;

  • Cuidar para que o Livro do Ano Temático chegue até às bases e que as conferências o utilizem como leitura reflexiva.

  • Incentivar projetos de mudança de estruturas nas conferências;


Conselho Metropolitano:

  • Estudar e conhecer os Módulos;

  • Conhecer as funções das ECAFOs de todos os Escalões.

  • Aplicar os módulos que são de sua responsabilidade;

  • Ser parceiro e Colaborador dos representantes da ECAFO na Hierarquia superior;

  • Dar formação de acordo com as necessidades encontradas;

  • Dar suporte as ECAFOs dos conselhos centrais;

  • Enviar relatórios para a ECAFO Regional;

  • Participar efetivamente da diretoria do Conselho Metropolitano;

  • Trabalhar em junto com outros departamentos; CCA, CJ, DENOR, DECOM;

  • Participar dos eventos promovidos pela regional e nacional;

  • Auxiliar na aplicação do Módulo de capacitação para as Novas diretorias nos CCs e nas OUs;

  • Ajudar o presidente do CM na elaboração do planejamento anual;

  • Fazer reuniões com os coordenadores de ECAFO dos CCs;

  • Orientar os coordenadores de ECAFOs dos CCs, e colaborar em seus eventos;

  • Cuidar para que as formações estejam em acordo com o carisma e com a espiritualidade vicentina;

  • Orientar quanto ao tema de trabalho proposto pelo CNB: Mudança de Estruturas etc;

  • Orientar quanto ao uso dos Livros dos Anos Temáticos;


Regional:

O(a) coordenador(a) regional da ECAFO é o representante da ECAFO do CNB na região, portanto precisa estar atento e executando as funções abaixo:


  • Estudar e conhecer os Módulos;

  • Conhecer as funções das ECAFOs de todos os Escalões.

  • Visitar os Conselhos metropolitanos e reunir com a ECAFO;

  • Trabalhar em equipe com os coordenadores de CJ e CCA;

  • Orientar e formar as ECAFOs dos CMs e estar junto apoiando e auxiliando no que for necessário;

  • Colaborar na aplicação do módulo de Capacitação para Novas Diretorias no CMs (e/ou aplicá-lo);

  • Participar da reunião da regional e aproveitar para reunir com os coordenadores de ECAFOs dos CMs;

  • Participar de eventos e reuniões do CNB, quando solicitado;

  • Certificar se as orientações e as informações estão chegando às bases;

  • Manter sempre em contato com os coordenadores dos CMs, orientando e passando informações;

  • Colaborar com os encontros dos CMS;

  • Cobrar dos coordenadores de CMs quanto à aplicação dos Módulos e demais subsídios de formação;

  • Certificar sempre se todos CMs tem ECAFO;

  • Estar atentos quanto às funções dos coordenadores dos CMs;

  • Sempre que reportar aos coordenadores, seja através de cartas, telefones, e-mails, deverá comunicar também ao presidente do CM;

  • Conhecer a organização das ECAFOs em sua região e fazer um levantamento de como está a situação das ECAFOs realizadas;

  • Monitoramento periódico das ECAFOs, através de relatórios;

  • Repassar material de formação e de informação;

  • Manter um bom relacionamento com os coordenadores de ECAFO;

  • Ser apoio para os coordenadores de ECAFO e manter uma “biblioteca” de materiais manual e virtual para atender aos coordenadores.

  • - Enfim, a ECAFO regional precisa manter o foco na formação, e cuidar para o bom funcionamento das ECAFOs dos demais escalões.




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal