Física o que é Física?



Baixar 1,76 Mb.
Página6/9
Encontro10.06.2018
Tamanho1,76 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9

g.h = ou para calcularmos o v:


v =



Responda: Ao descer de uma montanha russa um carrinho tem o valor da sua energia potencial gravitacional, diminuída uma vez que sua altura diminui na descida. Qual é o destino desta diferença de energia potencial do carrinho em função da descida até o solo?
POTÊNCIA MECÂNICA
Se considerarmos a variação de energia mecânica, ou seja, o Trabalho mecânico do sistema no intervalo de tempo em que é desenvolvido, terá a POTÊNCIA MECÂNICA MÉDIA envolvida no evento. Assim,
P =

Sendo o Trabalho em Joules e o intervalo de tempo em segundos, a Potência será medida em Watts.




Exemplos:
1.(UF-UberlândiaMG) Um elevador transporta 10 pessoas entre o 1º e o 10º andar de um edifício em 10s, com velocidade constante.Se executar a mesma tarefa em 20s:
a) realizará um Trabalho duas vezes maior

b) desenvolverá uma potência duas vezes maior

c) desenvolverá uma potência duas vezes menor

d) desenvolverá a mesma potência

2. Um menino de 40kg de massa sobe 25 degraus de uma escada em 20s. Se cada degrau tem 0,20m de altura e g = 10 N/kg, a potência útil dos músculos do menino nessa operação é, watts:
a) 100 c) 100

b) 50 d) 500


3.Um motor é instalado no alto de um prédio para elevar pesos e deve executar as seguintes tarefas:
I) elevar 100 kg a 40 m de altura em 20s

II) elevar 400 kg a 10 m de altura em 10s

III) elevar 300 kg a 20m de altura em 15s
A ordem decrescente de potência desenvolvida é:

a) I,II,III

b)III,I,II
4. Considerando a aceleração da gravidade g = 10N/k e desprezando a resistência do ar,ao cair da altura de 20m, a partir do repouso, um balde de massa 1kg chega ao solo com velocidade de :

a) 20m/s


b) 5m/s

c) 10m/s


d) 200m/s

CALOR E TEMPERATURA
O conceito científico de calor não é o mesmo ao qual nos referimos no cotidiano. Quando dizemos calor, muitas vezes estamos nos referindo à sensação de temperatura ambiente alta e este termo não condiz com o conceito científico. Calor é uma energia que vai do corpo de maior temperatura para o de menor temperatura.
Enquanto corpos de temperaturas diferentes trocam energia (sempre o mais quente transmite energia para o mais frio) esta energia trocada é calor. Se todos os componentes de um sistema estiverem na mesma temperatura, faz-se o equilíbrio térmico e não haverá trocas de energia térmica entre eles, e não haverá calor!
Ao ser transferido de um corpo para outro, a quantidade de calor transferida (Q) poderá provocar uma variação de temperatura ou uma mudança de estado físico naquele que recebe o calor.
Quanto à temperatura, é uma medida da energia interna média de um sistema. Quanto maior o estado de agitação das partículas que compõem o sistema maior será o valor da temperatura deste.
A unidade de medida de temperatura utilizada nos laboratórios científicos é Kelvin. A escala de temperaturas Kelvin é também chamada escala absoluta de temperatura porque não possui valores negativos. O menor de temperatura teórico seria o Zero Absoluto, zero na escala Kelvin.
Entretanto não convivemos com temperaturas desta ordem de grandeza. As temperaturas de ambiente e de outros sistemas de nosso cotidiano são dadas em graus Celsius. Isto quer dizer que utilizamos uma escala de temperatura chamada Celsius ou centígrados.
Os países de língua inglesa, como Estados Unidos e Inglaterra, utilizam outra escala de temperaturas, a escala Fahrenheit. Há muitos anos, existiam várias escalas arbitrárias, hoje ficou estabelecido a escala Celsius como a escala mundial.
Como é calibrada uma escala de temperaturas? Vamos pensar no caso da escala Celsius:
O termômetro na escala Celsius é calibrado da seguinte forma:
1º passo: introduz-se o termômetro em uma mistura de gelo e água, em equilíbrio térmico, sob pressão normal. Aguarda-se que o termômetro entre em equilíbrio e marca-se o zero grau Celsius para a altura de líquido correspondente.
2º passo: introduz-se o termômetro em uma mistura de vapor e água, a pressão normal e marca-se o 100 graus Celsius para a altura de líquido obtida.
3º passo: divide-se o intervalo entre zero e cem graus em 100 partes iguais (cada parte corresponderá a 1º Celsius.)

Faça um esquema da situação acima através de desenhos.



Pense:
1.Por que a pressão deve ser pressão normal: 1 atm ou 760 mm de Hg?
2.Como se calibra um termômetro em outra escala?

A escala Fahrenheit relaciona para os pontos de:


- fusão do gelo a pressão normal (0oC), 32 oF

- para o ponto de ebulição da água (100ºC), 212 oF


A equação de conversão entre as escalas Celsius e Fahrenheit será:









1   2   3   4   5   6   7   8   9


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal