Evidência que exige um veredito



Baixar 5,15 Mb.
Página8/21
Encontro03.05.2017
Tamanho5,15 Mb.
1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   21

1B. Morte
Percebe-se nos Evangelhos que Jesus não foi forçado a entregar sua vida. Conforme se vê em Mateus 26:53, 54, Ele tinha à Sua disposição o poder para fazer o que quisesse. É em João 10:18 que encontramos a resposta: "Ninguém a tira de mim (a minha vida); pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para a entregar e também para reavê-la. Este mandato recebi de meu Pai". Vemos que Cristo desejou morrer pelos pecados do homem.

W. H. Griffith Thomas expressa sua convicção a respeito: "Sua morte não foi um suicídio, pois Ele nâ"o disse: 'Eu me sacrifico por mim mesmo'. Sua morte foi totalmente voluntária. Nós temos que sofrer: Ele não precisava sofrer. Uma só palavra que pronunciasse poderia ter salvo sua vida. Também não foi uma morte acidental pela razão óbvia de que foi, de inúmeras maneiras, prevista, pré-anuncuada e antecedida de preparativos. Repetindo, com certeza não foi a morte de um criminoso, pois não se conseguiu encontrar nem mesmo duas testemunhas que concordassem nas acusações contra Ele. Pilatos declarou que nEle não encontrou crime algum, e até mesmo Herodes não pronunciou uma única palavra contra Ele. De modo que essa não foi uma execução comum". 50/61

W. C. Robinson relata um outro importante fato sobre Sua morte: "Pois em toda a história nenhum outro mero mortal chegou a ter a capacidade de, por vontade própria, entregar o seu próprio espírito, como o fez o Senhor Jesus (Lucas 23:46)... Lucas e João empregam verbos que só podem ser interpretados com o sentido de que Jesus milagrosamente... entregou o espírito a Deus após ter pago o preço total do pecado. Na sexta-feira ocorreu um milagre no Calvário, um milagre no jardim..." 38/85, 86
2B. Sepultamento
"Caindo a tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que era também discípulo de Jesus. Este foi ter com Pilatos e lhe pediu o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que Iho fosse entregue" (Mateus 27:57, 58).

José, "baixando o corpo da cruz, envolveu-o em um lençol que comprara, e o depositou em um túmulo que tinha sido aberto numa rocha; e rolou uma pedra para a entrada do túmulo. Ora, Maria Madalena e Maria, mãe de José, observaram onde ele foi posto" (Marcos 15:46,47).

"Então se retiraram para preparar aromas e bálsamos. E no sábado descansaram, segundo o mandamento" (Lucas 23:56).

"Indo eles (a guarda dos fariseus), montaram guarda ao sepulcro, selando a pedra e deixando ali a escolta" (Mateus 27:66).


3B. Ressurreição
B. F. Westcott escreve: "Aliás, levando todas as provas em consideração, não é exagero afirmar que não há acontecimento histórico que tenha um melhor e mais variado apoio do que a ressurreição de Cristo. Nada, senão a pressuposição de que deve ser falso, poderia ter dado a idéia de que as provas não são suficientes". 54/4-6

EHenry Morris quem afirma: "O fato da ressurreição é o mais importante acontecimento da história e, portanto, é com toda propriedade um dos fatos mais certos de toda a história". 30/46

Jesus não apenas predisse Sua morte, como também predisse Sua ressurreição física. Em João 2:19 ele afirma: "Destruí este santuário, e em três dias o reconstruirei". Aqui o santuário significa o Seu corpo.

Morris também diz o seguinte: "Dentre todos os homens que já viveram, só Ele conquistou a própria morte. Diante do peso das provas, pode-se considerar que Sua ressurreição física do túmulo é o fato mais bem provado de toda a história. 'Eu sou a ressurreição e a vida.' 'Porque eu vivo, vós também vivereis' (João 11:25; 14:19). 30/28

"A ressurreição de Cristo é o selo da nossa ressurreição. A cura de doentes não nos garante que Cristo irá curar cada um de nós hoje, nem a ressurreição de Lázaro é garantia de nossa imortalidade. É somente a ressurreição de Cristo, na qualidade de primeiros frutos, que antecipadamente abre o túmulo para o crente em direção à vida eterna. Porque Ele ressuscitou, nós ressuscitaremos" (Romanos 8.11) (Ramm ).36/185, 186

Depois da ressurreição de Jesus, os apóstolos foram capazesderessuscitar os mortos através do poder dEle (Atos 9:40, 41). Assim, depois de Sua morte Ele deu vida a outros. Conclui-se então que Jesus está vivo (Hebreus 13:8) e que "esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu assim virá do modo como o viste subir"(Atos 1:11).

"Mas Jesus Cristo, o Filho eterno de Deus e o Redentor prometido do mundo, conquistou a morte..." 30/46
BIBLIOGRAFIA


  1. ALLNUTT, Frank. Contact (Contato) 30 (5): maio de 1972.

  2. THE APOLOGY of Aristides (A Apologia de Aristides) Traduzido para o inglês e editado por Rendei Harris. Londres: Cambridge University Press, 1893.

3. BALLARD, Frank. TheMiracles of Unbelief (Os Milagres da Descrença). Edimburgo: T&T Clark, 1908.

4. BOX, Hubert S. Miracles and Critics (Os Milagres e os Críticos). Londres: Faith Press, 1935.

5. BROADUS, John A. Jesus of Nazareth (Jesus de Nazaré). Grand Rapids: Baker Book House, 1963.

6. CHASE, F. H. Essays on Some Theological Questions of the Day (Crônicas sobre Algumas Questões Teológicas da Atualidade). Editado por H. B. Swelt. Londres: Macmillan &Co., 1905.

7. FAIRBAIRN, A. M. Christ in Modem Theology (Cristo na Teologia Moderna). Londres: Hodder and Stoughton, 1893.

8. . Phibsophy of the Christian Religion (Filosofia da Religião Cristã). Londres: Hodder and Stoughton, 1908.



9. FULLER, Reginald H. Interpreting the Miracles (Interpretando os Milagres). Londres: SCM Press, 1963.

10. GARVIE, A. E. Handbook of Christian Apologetics (Manual de Apologética Cristã). Londres: Duckworth and Co., 1923.

11. . Studies in the Inner Life of Christ (Estudos sobre a Vida Interior de Cristo). Nova Iorque: Hodder and Stoughton, 1907. GROMACKI, Robert Glenn. The Virgin Birth (O Nascimento Virgi-nal). Nova Iorque: Thomas Nelson, 1974.

  1. GRUENLER, Royce Gordon. Jesus, Persons and the Kingdom of God (Jesus, as Pessoas e o Reino de Deus). Saint Louis: United Church Press, 1967.

14. HORT, F. J. A. Way, Truth and the Life (Caminho, Verdade e a Vida). Nova Iorque: Macmillan and Co., 1894.

15. HUNTER, A. M. The Work and Words of Jesus (A Obra e as Palavras de Jesus). Filadélfia: Westminster Press, 1950.

16. THE INCOMPARABLE Christ (O Cristo Incomparável). Oradell: American Tract Society, s.d. Usado com permissão.

17. JEFFERSON, Charles Edward. The Character of Jesus (O Caráter de Jesus). Nova Iorque: Thomas Y. Crowell Company, 1908. Copirraite renovado por Charles E. Jefferson, 1936. Usado com permissão.

18. JOHNSON, Paul H.MasterPlan (O Plano Mestre). Westchester: Good News Publishers, s.d.

19. KLAUSNER. Yeschu Hanostri. Citado por LAPIDE em ChristianCentury (revista Século Cristão) 87: out. 1970, p. 1249.

20. LATOURETTE, Kenneth Scott. American Historical Review (Revista Histórica Norte-Americana), 54: jan. 1949.

21. . A History of Christianity (Uma História do Cristianismo). Nova Iorque: Harper and Row, 1953.

22. LECKY, William Edward Hatpole. History of European Morais from Augustus to Charlemagen (História da Moral Européia de Augusto a Carlos Magno). Nova Iorque: D. Appleton and Co., 1903.

  1. LEWIS, C. S. Müagres. São Paulo: Ed. Mundo Cristão, 1983.

  2. LITTLE, Paul. Você Pode Explicar Sua Fé? São Paulo: Ed. Mundo Cristão, 1972.

25. MACHEN, J. Gresham. The Virgin Birth of Christ (O Nascimento Virginal de Cristo). Grand Rapids: Baker Book House, 1965.

26. MACLEAN, G. F. Cambridge Bible for Schools, St. Mark (A Bíblia Cambridge para Escolas — São Marcos). Londres: Cambridge University Press, 1893.

27. MARTIN, J. C. Converted Catcher (Jogador de Beisebol Convertido). Oradell: American Tract Society/Sports Division, s.d. Usado com permissão.

28. MÁRTIR, Justino. Apologies and Dialogue with Trypho, Fathers the of Church (Apologias e Diálogo com Trifo, — os Pais da Igreja). Traduzido para o inglês por Thomas Falls. Nova Iorque: Christian Heritage Inc., 1948.

29. MEAD, Frank, ed. The Encyclopedia of Religious Quotations (A Enciclopédia das Citações Religiosas). Westwood: Fleming H. Revê 11, s.d.

30. MORRIS, Henry M. The Bible Has the Answer (A Bíblia Tem a Resposta). Grand Rapids: Baker Book House, 1971.

31. MULLINS, E. Y. Why Is Christianity True? (Por que o Cristianismo é Verdadeiro?). Chicago: Christian Culture Press, 1905.

32. ORDONEZ, Rose Marie. / Was Blind But Now ISee (Eu Era Cega Mas Agora Vejo). Colorado Springs: International Students, Inc., s.d.

33. ORIGENES. Contra Celsum (Contra Celso). Traduzido para o inglês por Henry Chadwick. Londres: Cambridge University Press, 1953.

34. ORR, James. The Virgin Birth of Christ (O Nascimento Virginal de Cristo). Nova Iorque: Charles Scribner's Sons, 1907.

35. PEAKE, W. S. Christianity, Its Nature and Its Truths (O Cristianismo, Sua Natureza e Suas Verdades). Londres: Duckworth and Co., 1908.

36. RAMM, Bernard. Protestant Christian Evidences. (Provas Cristãs Protestantes). Chicago: Moody Press, 1957. Usado com permissão.

37. RICE, John R. Is Jesus God? (Jesus é Deus?). 4. ed. revista. Murfreesboro: Sword of the Lord Publishers, 1966.

38. ROBINSON, William Childs. Who Say Ye That I Am? (Quem Vós Dizeis que Eu Sou?} Grand Rapids- William B. Eerdmans Publishing Co., 1949. Usado com permissão.

39. ROGERS, Clement F. The Case for Miracles (A Defesa dos Milagres).

Londres: Society for Promoting Christian Knowledge, 1936. Usado com permissão.



40. ROMANES, G. J. Thoughts on Religion (Reflexões sobre Religião).

Chicago: Open Court Publishing Co., 1898.



41. ROSS, G. A. Johnston. The Universality of Jesus (A Universalidade de Jesus). Nova Iorque: Fleming H. Revell Co., 1906.

42. SCHAFF, Philip. History of the Christian Church (História da Igreja Cristã). Grand Rapids: William B. Eerdmans Publishing Co., 1962. Reimpressão do original de 1910. Usado com permissão,

43. . The Person of Christ (A Pessoa de Cristo). Nova Iorque: American Tract Society, 1913. Usado com permissão.

44. SCHONFIELD, Hugh. According to the Hebrews (Segundo os Hebreus). Londres: Gerald Duckworth &Co., 1937.

45. SCOTT, Martin J.Jesus as Men Saw Him (Jesus Tal Qual as Pessoas O Viam). Nova Iorque: P. J. Kennedy and Sons, 1940.

46. SMITH, Wilbur. Have You Considered Him? (Você Já Refletiu Sobre Ele?). Downers Grove: Inter-Varsity Press, 1970. Usado com permissão.

47. STAUFFER, Ethelbert. Jesus and His Story (Jesus e a Sua História). Traduzido para o inglês por Richard Winston e Clara Winston. Nova Iorque: Alfred A. Knopf, 1960.

48. STOTT, John R. W. Cristianismo Básico. São Paulo: Ed. Vida Nova, 1982.

49. TEN Scientists Look a Life (Dez Cientistas dão suas Idéias sobre a Vida). Westchester: Good News Publishers (folheto).

50. THOMAS, W. H. Griffith. Christianity Is Christ (O Cristianismo é Cristo). Chicago: Moody Press, 1965. Usado com permissão.

51. UNGER, Merrill F. Unger 's Bible Handbook (Manual Bíblico de Unger). Chicago: Moody Press, 1967. Usado com permissão.

52. WELLS, H. G OuíUne of History (Esboço de História). Garden City: Garden City Publishing Co., 1931.

53. WESTCOTT, B. F. Gospel of Life (O Evangelho de Vida). Londres: MacmillanandCo.,1903.

54 , Gospel of the Ressurrection (O Evangelho da Ressurreição). Londres: Macmillan and Co., 1868.

55. WILLIAM de Cantuária, tradutor para o inglês. Genuine Epistles of the Apostolic Fathers (Epístolas Autênticas dos Pais Apostólicos). Londres: Samuel Bagster, 1840.

56. WOLFF, Rochard. The Son ofMan, Is Jesus Christ Unique? (O Filho do Homem - É Jesus Cristo Alguém Singular?) Lincoln: Back to the Bible Broadcast, 1960.

57. YOUNG, John. Chirst of History (O Cristo da História). Londres: Strahan&Co. 1868.


capítulo 9:
As Profecias

Messiânicas do

Antigo Testamento

Cumpridas em

Jesus Cristo...
Por todo o Novo Testamento os apóstolos se basearam em duas áreas da vida de Jesus de Nazaré para provar o Seu caráter messiânico. Uma foi a ressurreição, a outra consiste nas prefecias messiânicas cumpridas. O Antigo Testamento, escrito durante um período de mais de mil anos, contém centenas de referências ao Messias que viria. Todas essas referências cumpriram-se em Jesus Cristo e fornecem uma sólida confirmação das Suas credenciais como o Messias.
1A. INTRODUÇÃO
1B. O Propósito da Profecia Messiânica
1C. DEUS É O ÚNICO DEUS VERDADEIRO, CUJO CONHECIMENTO É INFINITO E CUJA PALAVRA NÃO FALHA.
"Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? ou tendo falado, não o cumprirá?" (Números 23:19).
2C. TODAS AS COISAS ESTÃO SUJEITAS À VONTADE DE DEUS
"Lembrai-vos das cousas passadas da antigüidade;

que eu sou Deus e não há outro,

eu sou Deus e não há outro semelhante a mim;

que desde o princípio anuncio o que há de acontecer,

e desde a antigüidade as cousas que ainda não sucederam;

que digo: O meu conselho permanecerá de pé,

farei toda a minha vontade" (Isaías 46:9, 10).
3C. O MESSIAS SERÁ PLENAMENTE RECONHECIDO COM BASE EM SUAS CREDENCIAIS
"As primeiras cousas desde a antigüidade as anunciei;

sim, pronunciou-as a minha boca, e eu as fiz ouvir;

de repente agi, e elas se cumpriram.

Por isso te anunciei desde aquele tempo,

e te dei a conhecer antes que acontecesse,

para que não dissesses: O meu ídolo fez estas cousas,

ou a minha imagem de escultura e a fundição as ordenaram"

(Isaías48:3, 5).


"O qual foi por Deus outrora prometido por intermédio dos seus profetas nas Sagradas Escrituras, com respeito a seu Filho, o qual, segundo a carne, veio da descendência de Davi, e foi designado Filho de Deus com poder, segundo o espírito de santidade, pela ressurreição dos mortos, a saber, Jesus Cristo, nosso Senhor" (Romanos 1:2-4).
2B. Apelo às Profecias Messiânicas
"Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas: não vim para revogar, vim para cumprir" (Mateus 5:7).

"E, começando por Moisés, discorrendo por todos os profetas, expunha-lhes o que seu respeito constava em todas as Escrituras" (Lucas 24:27).

"A seguir Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco, que importava se tudo o que de mim está escrito cumprisse na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos" (Lucas 24:44).

"Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim. Contudo não quereis vir a mim para terdes vida. Porque se de fato crêsseis em Moisés, também creríeis em mim; porquanto ele escreveu a meu respeito. Se, porém, não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?" (João 5:39,40,46,47).

"De sorte que neles se cumpre a profecia de Isaías: 'Ouvireis com os ouvidos, e de nenhum modo entendereis; vereis com os olhos e de nenhum modo percebereis" (Mateus 13:14 - sobre as parábolas).

"Este é de quem está escrito: "Eis aí eu envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho diante de ti" (Mateus 11:10 -sobre João Batista)

"Perguntou-lhes Jesus: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular?" (Mateus 21:42).

"Tudo isto, porém, aconteceu para que se cumprissem as Escrituras dos profetas" (Mateus 26:56).



"Então verão o Filho do homem vir nas nuvens, com grande poder e glória" (Marcos 13:26 - referência a Daniel 7:13, 14).

"Tendo fechado o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e todos na sinagoga tinham os olhos fitos nele. Então passou Jesus a dizer-lhes: Hoje se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir" (Lucas 4:20, 21).

"Pois vos digo que importa que se cumpra em mim o que está escrito: Ele foi contado com os malfeitores. Porque o que a mim se refere está sendo cumprido" (Lucas 22:37).

"Isto, porém, é para que se cumpra a palavra escrita na sua lei: Odiaram-se sem motivo'" (João 15:25).
2C. OS ESCRITORES DO NOVO TESTAMENTO APELAM ÀS PROFECIAS CUMPRIDAS EM JESUS
"Mas Deus assim cumpriu o que dantes anunciara por boca de todos os profetas que o seu Cristo havia de padecer" (Atos 3:18).

"Dele todos os profetas dão testemunho de que, por meio de seu nome, todo o que nele crê recebe remissão de pecados" (Atos 10:43).



"Depois de cumprirem tudo o que a respeito dele estava escrito, tiran-do-o do madeiro, puseram-no em um túmulo" (Atos 13:29).

"Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los, e por três sábados arrazoou com eles, acerca das Escrituras, expondo e demonstrando ter sido necessário que o Cristo padecesse e ressurgisse dentre os mortos; e que este é Cristo, Jesus, que eu vos anuncio" (Atos 17:2, 3).

"Antes de tudo vos entregueis o que também recebi; que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras" (1 Coríntios 15:3,4).



"O qual foi por Deus outrora prometido por intemédio dos seus profetas nas Sagradas Escrituras" (Romanos 1:2).

"Também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo. Por isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será de modo algum envergonhado" (1 Pedro 2:5, 6).

"Então convocando todos os principais sacerdotes e escribas do povo, indagava deles onde o Cristo deveria nascer. Em Belém da Judéia, responderam eles, porque assim está escrito por intermédio do profeta: E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as principais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascenter a meu povo, Israel" (Mateus 2:4-6).

3C NA OBRA E NA PESSOA DE CRISTO CUMPREM-SE AS FESTAS LEVITICAS 13/41

A Festa (Levítico 23) O Cumprimento em Cristo
Páscoa (abril) Morte de Cristo (1 Coríntios 5:7)

Pães Ázimos (abril) O Andar Puro (1 Coríntios 5:8)

Primícias (abril) Ressurreição (1 Coríntios 15:23)

Pentecostes (junho) Derramamento do espírito (Atos 1:5; 2:4)


Trombetas (setembro) R eajuntamento de Israel (Mateus 24:31)
Expiação (setembro) Purificição por Cristo (Romanos 11:26)
Tabernáculos (setembro) Descanso e reunião com Cristo (Zacarias 14: 16:18)

3B. Significado da Profecia Preditiva
1C. CONCLUI QUE EXISTE UMA MENTE DIVINA POR DETRÁS DO ANTIGO E NOVO TESTAMENTOS
2C. CONFIRMA A REALIDADE DE DEUS
3C. CONFIRMA A DIVINDADE DE JESUS
4C. DEMONSTRA A INSPIRAÇÃO DA BÍBLIA
2A. O ANTIGO TESTAMENTO CONTÉM MAIS DE 300 REFERÊNCIAS AO MESSIAS, AS QUAIS CUMPRIRAM-SE EM JESUS
1B. Objeção
As profecias foram escritas à época de Jesus ou depois, e, portanto, cumprem-se a si mesmas.
2B. Resposta
Se você não aceita o ano de 450 a.C. como a data em que se completou a redação do Antigo Testamento, então considere o seguinte: A Septu-aginta, a tradução em grego das Escrituras Hebraicas, começou a ser feita durante o reinado de Ptolomeu Filadelfo 285-246 a.C). É obvio que, se tradução em grego começou a ser preparada em 250 a.C, então seria preciso haver um texto em hebraico do qual foi feita a tradução. Isso é suficiente para indicar que houve um intervalo de pelo menos 250 anos entre o momento das profecias serem escritas e o seu cumprimento na pessoa de Cristo. 184
3A. CREDENCIAIS DE JESUS COMO MESSIAS ESTABELECIDAS POR MEIO DE PROFECIAS CUMPRIDAS
1B. Profecias Acerca do Seu Nascimento


1. NASCIMENTO DA SEMENTE DA MULHER


PROFECIA

"Porei inimizade

entre ti e a mulher,

entre a tua descendência e o

seu descendente.

Este te ferirá a cabeça,

e tu lhe ferirás o calcanhar"

(Gênesis 3:15).


CUMPRIMENTO
"Vindo, porém, a plenitude

do tempo, Deus enviou seu Filho,

nascido de mulher,

nascido sob a lei"

(Gálatas 4:4)

(Veja também Mateus 1:20.)


Fonte judaica: sobre Gênesis 3:15 o Targum de Onkelos diz: "E eu porei inimizade entre ti e a mulher, e entre o teu filho e o filho dela. Ele te fará lembrar o que lhe fizeste desde o princípio, e tu lhe obedecerás até o fim". 10/41



Fonte judaica: sobre Gênesis 3:15 o Targum de Pseudo-Jônatas afirma: "E eu porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a semente da tua descendência e a semente da descendência dela; e será que quando a descendência da mulher guardar os mandamentos da Lei, eles se voltarão diretamente (para ti) e esmagarão a tua cabeça; mas quando abandonarem os mandamentos da Lei, tu te voltarás diretamente (para eles), e tu os ferirás no calcanhar. Contudo, para eles haverá um remédio, mas para ti não, e no futuro eles estarão em paz com o calcanhar, nos dias do rei, o Messias". 3/122

O que temos em seguida é um comentário interessante, feito por David L. Cooper: "Em Gênesis 3:15 encontramos a primeira predição relativa ao Salvador do mundo, chamado de "a semente da mulher" No oráculo original Deus predisse um prolongado conflito a ser travado entre 'a semente da mulher' e 'a semente da serpente', que seria no final ganho pela semente da mulher. Essa promessa inicial indica uma luta entre, de um lado, o Messias de Israel, o Salvador do mundo, e, de outro, Satanás, o adversário da alma humana. Prediz que no final haverá uma vitória total do Messias. Alguns comentaristas acreditam que em Gênesis 4:1 encontra-se um eco dessa promessa e a compreensão de Eva sobre o assunto, a saber, a afirmação de Eva quando Caim, seu primeiro filho, nasceu. 'Adquiri um homem, Jeová.' Ela compreendeu acertadamente essa primeira predição, mas errou ao interpretar que a predição tivesse se cumprido em Caim, o seu filho. É claro que Eva acreditava que o filho da promessa seria o próprio Jeová. Alguns antigos comentaristas judeus costumavam interpolar a palavra 'o anjo' nessa passagem e dizer que Eva havia afirmado que seu filho era 'o anjo de Jeová'. Não há base para essa afirmativa". 5/8, 9

A Edição Revista e Atualidade da Tradução de Almeida assim traduz Gênesis 4:1: "... disse: adquiri um varão com o auxilio do Senhor".

2. NASCIDO DE UMA VIRGEM


PROFECIA
"Portanto o Senhor

mesmo vos dará sinal:



Eis que a virgem conceberá

e dará à luz um filho, e lhe

chamarás Emanuel" (Isaías 7:14).


CUMPRIMENTO
"...achou-segrávidapeloEspírito

Santo. ...José... não a conheceu,

enquanto ela não deu à luz um

filho, a quem pôs o nome de

Jesus" (Mateus 1:18, 24, 25).

(Veja também Lucas 1:26-35)


A língua hebraica tem duas palavras para designar a mulher virgem:



  1. Bethulah — palavra que designa uma mulher virgem (Gênesis 24:16; Levítico 21:13; Deuteronômio 22:14,23,28; Juizes 11:37; 1 Reis 1:2). De acordo com Unger, Joel 1:8 não é uma exceção porque "diz respeito à perda do noivo, com quem não havia se casado".

  2. Almah (com véu) — mulher jovem na idade de se casar. Essa é a palavra empregada em Isaías 7:14. "Por intermédio de Isaías, o Espírito Santo não utilizou a palavra bethulah, porque tanto a idéia de virgindade como a de idade de se casar tinham de estar combinadas numa só palavra de modo a corresponder à situação histórica imediata e ao aspecto profético de um Messias nascido de uma virgem". 28/1159

Em grego a idéia de virgindade é trazida pela palavra parthenos, tendo os seguintes sentidos: uma virgem, jovem em idade de se casar ou jovem casada, virgem pura (Mateus 1:23; 25:1, 7, 11; Lucas 1:27; Atos 21:9; 1 Coríntios 7:25, 28, 33; 2 Coríntios 11:2). 28/1159

Quando os tradutores da Septuaginta traduziram Isaías 7:14 para o grego, empregaram a palavra grega parthenos. Para eles Isaías 7:14 indicava que o Messias nasceria de uma virgem.



3. FILHO DE DEUS

PROFECIA
"Proclamarei o decreto do

Senhor: Ele me disse: *Tu és

meu filho, eu hoje te gerei"

(Salmo 2.7).

(Veja também

I Crônicas 17:11-14'

II Samuel 7.12-16.')

CUMPRIMENTO


"...E eis uma voz dos céus,

que dizia: Este é o meu Filho

amado, em quem me

comprazo". (Mateus 3:17).

(Veja também Mateus 16;16;

Marcos 9:7; Lucas 9:35;

22:70; Atos 13:20-22; João

1:34,49)



Marcos 3:11 - Os demônios reconheceram Sua condição de Filho.



Mateus 26:63 — Até o sumo sacerdote reconheceu Sua condição de Filho.

E. W. Hengstemberg diz: "É um fato indubitável, reconhecido unanimemente até mesmo por aqueles que recentemente têm contestado que essa seja uma referência a Ele, que o salmo (Salmo 2) era reconhecido por todos os judeus da antigüidade como uma predição do Messsias." 15/43

"Na encarnação o Primogênito veio ao mundo (Hebreus 1:6). Mas só por ocasião e através da Sua ressurreição é que a Sua divindade, como o Unigênito do Pai, foi manifestada e claramente confirmada por Deus. 'Segundo a carne, veio da descendência de Davi', sendo então, 'designado Filho de Deus com poder, segundo o espírito de santidade, pela ressurreição dos mortos'" (Romanos 1:3,4). 11/107
4. SEMENTE DE ABRAÃO


PROFECIA
Na "tua descendência

(literalmente, semente)...

serão benditas todas as nações

da terra; porquanto obedeceste à

minha voz" (Gênesis 22:18).

(Veja também Gênesis 12:2, 3.)



CUMPRIMENTO
"Livro da genalogia de Jesus

Cristo, filho de Davi, filho

de Abraão" (Mateus 1:1).

"Ora, as promessas foram feitas

a Abraão e ao seu descendente

Não diz: 'E aos seus descenden-

tes', como se falando de muitos,

porém como de um só: E ao teu

"descendente, que é Cristo"

(Galatas 3:16).



Demonstra-se a importância do acontecimento de Gênesis 22:18 quando percebemos que essa é a única oportunidade em que Deus jura por Si mesmo no Seu relacionamento com os patriarcas.

Matthew Henry diz o seguinte acerca de Gênesis 22:18: "Através da tua Semente, que é uma pessoa específica que descenderá de ti (pois ele não fala de muitos, mas de um só, como o apóstolo comenta em Gálatas 3:16), todas as nações da terra serão abençoadas, ou abençoarão a si mesmas, como o diz Isaías 65:16". 16/82

A passagem acima determina que o Messias viria da raça hebraica.


5. FILHO DE ISAQUE


PROFECIA
"Disse, porém, Deus a Abraão...

por Isaque será chamada a tua

descendência (literalmente) a

tua semente.") (Gênesis 21:12).



CUMPRIMENTO
"Jesus... filho de Isaque"

(Lucas 3:23,24)

(Veja também Mateus 1:2).


Abraão teve dois filhos. Agora Deus elimina metade da linhagem de Abraão.


6. FILHO DE JACÓ


PROFECIA
"Ve-lo-ei, mas não agora; contemplá-lo-ei,

mas não de perto; uma estrela procederá

de Jacó, de Israel subirá um cetro que

ferirá as têmporas de Moabe e destruíra

todos os filhos de Sete." (Números 24:17)



(Veja também Gênesis 35:10-12).


CUMPRIMENTO
"Jesus... filho de Jacó..." (Lucas 3:23, 24)

(Veja também Mateus 1:2 e Lucas 1:33).




Hengstenberg, no livro Christology of the Old Testament (Cristologia do Antigo Testamento), assinala que "desde as épocas mais antigas os judeus têm entendido que esse Governante é, exclusivamente, ou principalmente, o Messias, com uma eventual referência secundária a Davi. Mas quer se mantenha sua relação exclusiva com o Messias, quer se aceite que, num primeiro caso, também se refira a Davi, tanto ele como suas vitórias temporais são considerados como tipificadores de Cristo e de Seus triunfos espirituais, os quais (de acordo com essa interpretação) o profeta tinha especialmente em vista". 15/34

Isaque teve dois filhos, Jacó e Esaú. Deus agora se desfaz de metade da linhagem de Isaque.


7. TRIBO DE JUDÁ


PROFECIA
"O cetro não se arredará de

Judá, nem o bastão de entre seus

pés, até que venha Silo; e a ele

obedecerão os povos."

(Gênesis 49:10)

(Veja também Miquéias 5:2.)




CUMPRIMENTO
"Jesus... filho de Judá..."

(Lucas 3:23,33)

(Veja também Mateus 1:2

e Hebreus 7:14).


Fonte judaica: sobre Gênesis 35:11, 12 o Targum de Jônatas diz: "E o Senhor lhe disse: Eu sou o El Shaddai: sede fecundos e multiplicai-vos; um povo santo e uma congregação de profetas e sacedotes sairão dentre teus filhos, aos quais geraste, e dois reis ainda sairão de ti. E a terra que dei a Abraão e a Isaque, darei a ti, e a darei a teus filhos depois de ti". 10/279

Fonte judaica: o Targum de Onkelos diz o seguinte sobre Números 24:17: "Vejo-o, mas não agora; contemplo-o, mas não de perto. Quando um rei proceder de Jacó e o Messias se levantar de Israel..." 10/309

Nos targum acima citados podemos notar que os judeus atribuíram um sentido messiânico a esse trechos. De modo análogo, o Midrash Bamid-bar Rabbah interpreta esse trecho messianicamente. Paul Heinisch conta que "à época de Adriano (132 A.D.) osjudeus se revoltaram contra o jugo romano, chamando seu líder de Barkochba, 'O Filho da Estrela'. Pois criam que o oráculo de Balaão acerca da estrela vinda de Jacó estava se cumprindo e que através de Barkochba Deus iria destruir completamente os romanos". 14/44, 45

Fonte judaica: o Targum de Jônatas diz o seguinte sobre Gênesis 49:10, lia: "Não deixará de surgir reis nem governantes da casa de Judá, nem deixará de existir sapherins ensinando a lei, até que venha o Rei, o Messias, o mais jovem de seus filhos; e por causa dele todos os povos estarão unidos. Como é belo o Rei, e o Messias que se levantar na casa de Ju-dál " 10/331

Fonte judaica: sobre Gênesis 49:11a o Targum de Pseudo-Jônatas afirma: "Quão magnífico é o Rei, o Messias que surgirá na casa de Judá". 3/278

Jacó teve doze filhos, dos quais surgiram as doze tribos da nação israelita. Deus agora deixa de lado onze das doze tribos de Israel. José não teve uma tribo que levasse o seu nome, mas seus dois filhos, Efraim e Manasses, se tornaram líderes de tribos.
8. LINHAGEM FAMILIAR DE JESSÉ


PROFECIA
"Do tronco de Jessé sairá

um rebento, e das suas raízes

um renovo." (Isaías 11:1)


CUMPRIMENTO
"Jesus... filho de Jessé..."

(Lucas 3:23,32)

(Veja também Mateus 1:6.)

Fonte judaica: o Targum de haias diz: "E um Rei se levantará entre os filhos de Jessé, e um Ungido (ou Messias) surgirá dentre os filhos de seus filhos. E nele repousará um espírito vindo da parte do Senhor, o espírito de sabedoria e conhecimento, o espírito de conselho e poder, o espírito de entendimento e de temor do Senhor". 26/40



Delitzsch comenta: "A partir do tronco de Jessé, isto é, a partir do remanescente da família real escolhida, a qual se reduziu à insignificância da casa de onde surgiu, surge um rebento (choter), que promete proporcionar o lugar do tronco e da copa; e bem abaixo, nas raízes cobertas pela terra, e brotando bem pouco acima dela, revela-se um netzer, isto é, um renovo verdejante (palavra oriunda de natzer, brilhar ou florescer). No registro histórico do cumprimento da profecia, observa-se até mesmo o som das palavras: o netzer, a principio tão humilde e insignificante, era um pobre e rejeitado nazareno" (Mateus 2:23). 6/281, 282

9. CASA DE DAVI


PROFECIA
"Eis que vem dias, diz o

Senhor, em que levantarei a

Davi um Renovo justo;



e, rei que é, reinará e agirá

sabiamente,

e executará o juízo e a jus

tiça na terra"

(Jeremias 23:5)

(Veja também 2 Samuel 7:12-16;

Salmo 132:11.)


CUMPRIMENTO
"Jesus... filho de Davi..."

(Lucas 3:23,31)

(Veja também Mateus 1:1;

9:27; 15:22; 20:30, 31;

21:9, 15; 22:41-46; Marcos

9:10; 10:47,48; Lucas

18:38, 39; Atos 13:22, 23;

Apocalipse 22:16.)



Fonte judaica: a referência ao Messias como o "Filho de Davi" é encontrada em toda a parte nos Talmudes.



Driver diz a respeito de 2 Samuel 7:11b: "Aqui Nata chega ao tema principal de sua profecia — a promessa não ao próprio Davi, mas à sua posteridade, e a declaração de que não é Davi que iria construir uma casa para lavé, mas que lavé iria construir uma casa (isto é, uma família) para Davi". 7/275

No livro intitulado The World of Moses Maimonides (O Mundo de Moisés Maimonides), Jacob Minkin apresenta o ponto-de-vista desse douto estudioso judeu: "Rejeitando as especulações místicas acerca do Messias, de sua origem, atividade, e dos maravilhosos poderes sobre-humanos que lhe são atribuídos, Maimonides insistiu que se devia considerar o Messias como um ser humano mortal, sendo diferente das demais pessoas apenas no fato de que ele seria maior, mais sábio e mais resplandecente do que eles. Deve ser um descendente da Casa de Davi e, à semelhança de Davi, deve-se ocupar do estudo da Tora e da observância dos seus mandamentos". 24/63



"Eis que vem dias" é uma expressão comum, empregada para designar o início da era messiânica (veja Jeremias 31:27-34). 19/189

Jessé teve pelo menos oito filhos (veja 1 Samuel 16:10, 11). Deus agora deixa de lado todos esses filhos de Jessé, com exceção de um, Davi.


10. NASCIDO EM BELÉM


PROFECIA
"E tu, Belém Efrata,

pequena demais Para figurar como

grupo de milhares de Judá,

de ti me sairá o que há de

reinar em Israel, e cujas origens

são desde os tempos antigos,

desde os dias da eternidade."

(Miquéias 5:2)


CUMPRIMENTO
"Tendo Jesus nascido em

Belém da Judéia..."

(Mateus 2:1)

(Veja também João 7:42;

Mateus 2:4-8; Lucas

2:4-7)




Em Mateus 2:6 os escribas informam Herodes com grande certeza de que o Cristo nasceria em Belém (veja João 7:42). É bem apropriado que Belém, palavra que significa "a casa do pão", seja o lugar em que nasceu aquele que é o Pão da Vida. 16/1414

Deus agora elimina todas as cidades do mundo, com exceção de uma, para a entrada de Seu Filho encarnado.

11. JESUS RECEBE PRESENTES


PROFECIA
"Paguem-lhe tributos os reis de Társis e das ilhas;

os reis de Sabá e de Sebá lhe ofereçam presentes."

(Salmos 72:10)

(Veja também Isaías 60:6).


CUMPRIMENTO
"...eis que vieram uns magos do oriente a Jerusalém... Prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas..." (Mateus 2:1,11)




A aplicação histórica do salmo 72 é a Salomão. A aplicação messiânica encontra-se desenvolvida nos versículos 12-15.

Os habitantes de Sebá e de Sabá, os sabeus, viviam na Arábia. 25/941, 1006 Matthew Henry diz, sobre Mateus 2:1, 11, que os sábios foram "homens do oriente, que eram conhecidos por suas predições (Isaías 2:6). A Arábia é chamada de terra do oriente (Gênesis 25:6) e os árabes são chamados de homens do oriente (Juizes 6:3). Os presentes que trouxeram eram os produtos daquele país..." 16/16

12. HERODES MATA CRIANÇAS

PROFECIA
"Assim diz o Senhor: Ouviu-se um



clamor em Rama, pranto e grande

lamento; era Raquel chorando por



seus filhos, e inconsolável por causa

deles, porque já não existem."

(Jeremias 31:15)


CUMPRIMENTO


"Vendo-se iludido pelos magos,

enfureceu-se Herodes grandemente,

e mandou matar todos os meninos

de Belém e de todos os seus arredores,

de dois anos para baixo, conforme o

tempo do qual com precisão se



informara dos magos." (Mateus 2:16)


Jeremias 31:17, 18 fala da dispersão e do extermínio de Israel. O que o fato de Herodes matar os recém-nascidos em Belém tem a ver com a deportação? Será que Mateus estava enganado quando interpretou a profecia de Jeremias como se cumprindo nas atrocidades de Herodes (Mateus 2:17, 18) ou o assassinato dos inocentes como um tipo da destruição de Israel ou Judá? Laetsch diz: "Não, Certamente que não. Todo o contexto do capítulo 31, começando em 30:20 e indo até 33:26, é messiânico. Os quatro capítulos falam da aproximação da salvação do Senhor, da vinda do Messias para restabelecer o Reino de Davi na forma de uma nova aliança, da qual o perdão dos pecados deve ser o fundamento (31:31-34); um reino em que cada alma fatigada e entristecida será totalmente reconfortada (31:12-14, 25). Como exemplo desse consolo, o Senhor introduz a idéia daquele consolo que seria estendido às mães que houvessem sofrido grande perda por causa de Cristo, o cruel assassinato de seus filhos recém-nascidos". 19/250



2B. Profecias Acerca da Natureza de Jesus
13. SUA PREEXISTÊNCIA


PROFECIA

"Disse o Senhor ao meu senhor:

Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés." (Salmo 110.1) (Veja também Jeremias 23:6)


CUMPRIMENTO

"É que hoje vos nasceu na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor." (Lucas 2:11)

"Replicou-lhes Jesus: Como, pois, Davi, pelo Espírito, chama-lhe Senhor, dizendo: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés? Se Davi, pois, lhe chama Senhor, como é ele seu filho?" (Mateus 22:43-45)



Fonte judaica: o Targum de Isaías diz: "O profeta diz à casa de Davi: Uma criança nos nasceu, um filho nos foi dado; e Ele tomou a lei sobre Si para guardá-la, e Seu nome tem sido chamado desde tempos antigos: Maravilhoso Conselheiro, Deus Poderoso, Aquele que vive para sempre, o Ungido (ou Messias), em cujo tempo a paz se nos aumentará (Isaías 9:6). 26/32

Fonte judaica: o Targum de Isaías diz: "Assim diz o Senhor, o Rei de Israel, e seu Salvador, o Senhor dos exércitos; Eu sou Ele, Eu sou Aquele que existe desde a eternidade; sim, a eternidade é minha, e além de mim não há Deus" (Isaías 44:6). 26/148

Hengstenberg diz o seguinte sobre Miquéias 5:2: "Afirma-se aqui a idéia geral da existência do Messias antes do seu nascimento temporal em Belém; e, então, afirma-se a sua eternidade em contraste com todo o período de tempo que é mencionado aqui". 15/573



14. ELE SERÁ CHAMADO DE SENHOR

PROFECIA
"E tu, Belém Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá,



de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade."

(Miquéias 5:2) (Veja também Isaías 9:6,7;

41:4; 44:6; 48:12; Salmo 102:25; Provérbios 8:22, 23.)



CUMPRIMENTO


"Ele é antes de todas as cou-sas. Nele tudo subsiste."

(Colossenses 1:17)

(Veja também João 1:12;

8:58; 17:5, 24;



Apocalipse 1:17; 2:2; 22:13.)



Fonte judaica: oMidrash Tehillim, comentário sobre os Salmos, escrito entre 200 e 500 A.D., diz o seguinte sobre Salmo 21:1: "Deus chama o Rei Messias pelo Seu próprio nome. E qual é o Seu nome? Resposta: Jeová é um homem de guerra" (Êxodo 15:3). 19/193

Fonte judaica: Echa Rabbathi, 200-500 A.D. (Grande Comentário sobre o Pentateuco e cinco rolos), em comentário sobre Lamentações 1:16 diz: "Qual é o nome do Messias? O rabino Abba ben Cahana (200-300 A.D) disse: Jeová é o Seu nome, e isso se prova com a afirmação 'este será o seu nome'" (Jeremias 23:6). 19/193



"O Senhor disse ao meu Senhor. 'Jeová disse a Adonai', ou, 'a meu Senhor' — isto é, ao Senhor de Davi, não apenas em seu nome pessoal, mas como representante de Israel, literal e espiritual. É porque Davi se dirige a Ele como o Senhor de Israel e da Igreja que três Evangelhos apresentam Cristo citando essa passagem. Davi diz 'meu Senhor', e não 'Senhor dEle'." 11/346

15. SERÁ CHAMADO EMANUEL (Deus Conosco)

PROFECIA
"Portanto o Senhor mesmo vos dará sinal:



eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e lhe chamará Emanuel." (Isaías 7:14)

CUMPRIMENTO


"Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco)." (Mateus 1:23) (Veja também Lucas 7:16,0)



Fonte judaica: o Targum de Isaías a respeito de Isaías 7:14 diz: "Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal. Eis que uma donzela está grávida, e terá um filho, e lhe dará o nome de Emanuel". 26/24

Sobre Isaías 9:6 Delitzsch diz o seguinte: "Não há razão por que devamos interpretar o sufixo ei neste nome do Messias com algum outro sentido do que em Emanu-el; isso para não citar o fato de que, em Isaías, El é sempre um nome de Deus, e que o profeta tinha a todo t empo uma aguda consciência da antítese entre El e Adão, conforme 31:3 (cf. Oséias 11:9) mostra claramente". 6/252





  1. SERÁ UM PROFETA



PROFECIA
"Suscitar-lhes-ei um profeta do meio de seus irmãos, semelhante a ti, em cuja boca porei as minhas palavras, e ele lhes falará tudo o que eu lhes rdenar." (Deuteronômio 18:18)



CUMPRIMENTO


"E as multidões clamavam: Este é o profeta de Jesus, de Nazaré na Galiléia." (Mateus 21:11) (Veja também Lucas 7:16; João 4:19; 6:14; 7:40.)




Fonte judaica: o erudito judeu Maimônides, numa carta à comunidade do Iêmen, denuncia alguém que se passava por Messias e escreve: "O Messias será um profeta muito grandioso, maior do que todos os profetas, com a exceção de Moisés, o nosso mestre... Sua posição será mais elevada e mais honrosa do que a dos Profetas, com a única exceção de Moisés. O Criador, bendito seja, lhe concederá características singulares que não concedeu a Moisés; pois dele está escrito: 'E seu prazer estará no temor do Senhor; e ele não julgará segundo o que virem seus olhos, nem decidirá conforme ouvirem seus ouvidos'" (Isaías 11:3). 4/221

Cristo comparado a Moisés:

1. Escapou de uma morte violenta na infância.

2. Desejou se tornar o Redentor do Seu povo (Êxodo 3:10).


  1. Agiu como mediador entre Iavé e Israel (Êxodo 19:16; 20:18).

  2. Intercedeu em favor de pessoas pecadoras (Êxodo 32:7-14, 33; Números 14:11-20).

"Senhor... vejo que tu és profeta" (João 4:19).

Kligerman diz: "O uso da palavra 'profeta' por parte dos judeus na época de Jesus revela que não apenas eles esperavam que o Messias fosse um profeta, de acordo com a promessa de Deuteronômio 18, mas também que Aquele que realizasse esses milagres fosse de fato o Profeta Prometido". 18/22,23

"Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés, a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo" (João 1:17).



  1. SACERDOTE





PROFECIA
"O Senhor jurou e não se arrependerá: tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque. (Salmo 110:4)

CUMPRIMENTO


"Por isso, santos irmãos, que participais da

vocação celestial, considerai atentamente o Apóstolo e Sumo Sacerdote da nossa confissão, Jesus."

(Hebreus3:l) "Assim, também Cristo a si mesmo não se glorificou para se tornar sumo sacerdote,



mas aquele que lhe disse: tu és meu Filho,

eu hoje te gerei; como em outro lugar também

diz: Tu és sacerdote para sempre, segundo a



ordem de melquise-deque."

(Hebreus 5:5,6)





"A vitória final do povo do Messias sobre o mundo e Satanás é... certa. A promessa de Deus não acompanhou o sacerdócio araônico, ao contrário do que fez com o nosso Sacerdote semelhante a Melquisedeque, que foi constituído, não conforme a lei de mandamento carnal, mas segundo o poder de vida indissolúvel'. 'Segundo a ordem de Melquisedeque' significa, conforme explicação de Hebreus 7:15, 'à semelhança de Melquisedeque'. A promessa da aliança, feita pelo Pai ao Filho, é para o consolo do povo do Messias. O castigo de Uzias, por ter usurpado as funções de sacerdote, mostra que Davi não pode ser o Rei-Sacerdote aqui descrito (2 Crônicas 26:16-21). A promessa extraordinária de Deus mostra que o Reinado-Sa-cerdócio desta passagem é algo sem paralelo. Davi morreu, mas esse Sacer dócio semelhante a Melquisedeque vive para sempre. Zacarias 6:9-15, especialmente o versículo 13, descreve de modo semelhante o Messias -'assentar-se-á no seu trono e dominará, e será sacerdote no seu trono'."

11/347



  1. JUIZ



PROFECIA
"Porque o Senhor é o nosso juiz; o Senhor é o nosso legislador; o Senhor é o nosso rei: ele nos salvará." (Isaí as 33:22)



CUMPRIMENTO


"Eu nada posso fazer de mim mesmo; na forma por que ouço, julgo. O meu juízo é justo porque não procuro a minha própria vontade, e, sim, a daquele que me enviou." (João 5:30)

(Veja também 2 Timóteo 4:1.)





Fonte judaica: o Targum de Isaias diz o seguinte sobre Isaías 33:22: "Porque o Senhor é nosso juiz, que nos tirou do Egito pelo seu poder; o Senhor é nosso mestre, que nos deu, no Sinai, a instrução da sua lei; o Senhor é nosso Rei, ele nos libertará, e, com justiça, nos vingará dos exércitos de Gogue" 26/110
"... Juiz... Legislador... Rei - o ideal perfeito da teocracia a se concretizar apenas sob a direção do Messias: as funções judicial, legislativa e administrativa do Rei a serem desempenhadas pessoalmente por Ele (Isaías 11:4; 32:1; Tiago 4:12)". 11/666


  1. REI



PROFECIA
"Eu, porém, constituí o meu Rei sobre o meu santo monte sião." (Salmo 2:6)



CUMPRIMENTO


"Por cima da sua cabeça puseram escrita a sua acusação: 'Este é Jesus, o Rei dos judeus.'"

(Mateus 27:37) (Veja também Mateus 21:5;

João 18:33-38).



20. UNÇÃO ESPECIAL DO ESPIRITO SANTO

PROFECIA
"Repousará sobre ele o Espírito do Senhor,



o Espírito de sabedoria e de entendimento

O Espírito de conselho e de fortaleza,



o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor." (Isaías 11:2) (Veja também

Salmo 45:7; Isaías42:l;61:l,2.)

CUMPRIMENTO


"Batizado Jesus, saiu logo

da água, e eis que se lhe abriram os céus,

e viu o Espírito de Deus descendo como

pomba, vinho sobre ele. E eis uma voz dos céus,

que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem

me comprazo." (Mateus 3:16,17)



(Veja também Mateus 12:17-21;

Marcos 1:10,11; Lucas 4:15-21, 43; João 1:32)




Fonte judaica: O Targum de Isaías sobre Isaías 11:1 -4a diz: "E um rei se levantará dentre os filhos de Jessé, e um Ungido (ou Messias) surgirá dentre os filhos de seus filhos. E repousará sobre ele um espírito da parte do Senhor, o espírito de sabedoria e entendimento, o espírito de conselho e poder, o espírito de conhecimento e de temor do Senhor: e o Senhor fará com que tenha o seu temor; e não julgará conforme aquilo que virem os seus olhos, nem exercerá juízo segundo ouvirem seus ouvidos. Mas julgará pela verdade os pobres e decidirá com fidelidade acerca dos necessitados dentre o povo". 26/40

Fonte judaica: No Talmude Babilônico, o Sanhedrim II diz: "Como está escrito sobre o Messias, o espírito do Senhor repousará sobre ele, o espírito de sabedoria e entendimento, o espírito de conselho e poder, o espírito de conhecimento do temor do Senhor. E fará com que tenha rápido entendimento (wa- harilho ) no temor do Senhor. O rabino Alexandre disse: Isso ensina que ele carregou o Messias de boas obras e sofrimento da maneira como se carrega um moinho de trabalho". 25/626, 627




  1. ZELO PELAS COISAS DE DEUS



PROFECIA
"Pois o zelo da tua casa me consumiu,



e as injúrias dos que te ultrajam caem sobre mim.'

(Salmo 69:9)


CUMPRIMENTO


"Tendo feito um azorrague de cordas, expulsou a todos do templo... e disse...: Tirai daqui estas cousas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio." (João 2:15-17)




A. R. Fausset diz: "Pois o zelo da tua casa me tem consumido — me consome tal como uma chama em toda a sua força (Salmo 119:139). Sobre a aplicação de 'por amor de ti' (69:7), cf. João 2:17 como um exemplo do zelo do Messias para com a honra da casa de Deus. E as injúrias daqueles que te injuriam caem sobre mim — em conseqüência do profundo 'zelo' que tenho para com tua honra, as injúrias lançadas contra ti caem sobre mim". 11/245

3B. Profecias Acerca do Seu Ministério
22. PRECEDIDO POR UM MENSAGEIRO

PROFECIA
"Voz do que clama no deserto:

Preparei o caminho do Senhor;

endireitai no ermo vereda a



nosso Deus." (Isaías 40:3)

(Veja também Malaquias 3:1.)

CUMPRIMENTO


"...apareceu João Batista, pregando no deserto da Judéia e dizia: Arre-pendei-vos, porque está próximo o reino dos céus." (Mateus 3:1,2) (Veja também Mateus 3:3; ll:10;João l:23;Lucas 1:17.)



23. MINISTÉRIO INICIADO NA GALILÉIA

PROFECIA
"Mas para a terra que estava aflita não continuará a obs-cundade. Deus nos primeiros tempos tornou desprezível a terra de Zebulom e a terra de Naftali; mas nos últimos tornará glorioso o caminho do mar, além do Jordão, Ga-liléia dos gentios." (Isaías 9:1)



CUMPRIMENTO


"Ouvindo, porém, Jesus que João fora preso, retirou-se para a Galiléia; e, deixando Nazaré, foi morar em Ca-farnaum, situada à beira-mar, nos confins de Zebulom e Naftali... Daí por diante passou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus" (Mateus 4:12,13,17)




24. MINISTÉRIO DE MILAGRES

PROFECIA
"Então se abrirão os olhos dos cegos, e se desimpedirão os ouvidos dos surdos; os coxos saltarão como cervos, e a língua dos mudos cantará." (Isaías 35:5 a) (Veja também Isaías 32:3,4)



CUMPRIMENTO


"E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades." (Mateus 9:35)

(Veja também Mateus 9:32,33; 11:4-6; Marcos 7:33-35; João 5:5-9; 9:6-11; 11:43.




25. MESTRE DE PARÁBOLAS

PROFECIA
"Abrirei os meus lábios em parábolas, e publicarei enigmas dos tempor antigos." (Salmo 78:2)



CUMPRIMENTO


"Todas estas cousas disse Jesus às multidões por parábolas, e sem parábolas nada lhes dizia." (Mateus 13:34)




26. DEVIA ENTRAR NO TEMPLO


PROFECIA
"De repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais." (Malaquias 3:1)


CUMPRIMENTO
"Tendo Jesus entrado no templo, expulsou a todos os que ali vendiam e compravam." (Mateus 21:12)




27. DEVIA ENTRAR EM JERUSALÉM MONTADO NUM JUMENTO

PROFECIA
"Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém: eis aí te vem o teu Rei, justo e salvador, humilde, montado em jumento, num jumentinho, cria de jumento." (Zacarias 9:9)


CUMPRIMENTO


"Então o trouxeram e, pondo as suas caminho as suas vestes. E quando se aproximava da descida do Monte das Oliveiras..." (Lucas 19:35,36,37a)

(Veja também Mateus 21:611.)






28. "PEDRA DE TROPEÇO" PARA OS JUDEUS

PROFECIA
"A pedra que os construtores rejeitaram,



essa veio a ser a principal pedra, angular."

(Salmo 118.22)



(Veja também Isaías 8:14; 28:16.)

CUMPRIMENTO


"Para vós outros, portanto, os que credes, é a preciosidade; mas para os descrentes, A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular." (1 Pedro 2:7)

(Veja também Romanos 9:32, 33.)

Fonte judaica: Sobre Isaías 8:13-15 o Targum de Isaías diz: "O Senhor dos exércitos, chamai-o de santo. E fazei com que ele seja o vosso temor e a vossa força. E se não prestardes atenção, sua Memra estará entre vós como vingança e como uma pedra de tropeço, e como uma rocha de ofensa para as duas casas dos príncipes de Israel, como destruição, e como tropeço, porque a casa de Israel tem estado separada da casa de Judá que habita em Jerusalém. E muitos tropeçarão por causa deles, e cairão, e serão destruídos, serão capturados e serão levados". 26/28



29. "LUZ" PARA OS GENTIOS


"As nações se encaminham

para a tua luz, e os reis para o resplendor

que te nasceu." (Isaías 60:3) (Veja também Isaías 49:6.)


CUMPRIMENTO

"Porque o Senhor assim no-lo determinou: Eu te constituí para luz dos gentios, a fim de que sejas para salvação até aos confins da terra. Os gentios, ouvindo isto, regozijavam-se e glorifica-vam a palavra do Senhor."




4B. Profecias Acerca de Acontecimentos após o Seu Sepultamento
30. RESSURREIÇÃO


PROFECIA

"Pois não deixarás a minha alma na morte,

nem permitirás que o teu Santo veja corrupção." (Salmo 16:10) (Veja também Salmos 30:3; 41:10; 118:17; Oséias 6:2.)




CUMPRIMENTO

"...Cristo... nem foi deixado na morte, nem o seu corpo experimentou corrupção."

(Atos 2:31) (Veja também Atos 13:33;

Lucas 24:46; Marcos 16:6;

Fonte judaica: Friedlaender diz que "Ibn Esdras freqüentemente aproveita as oportunidades para declarar sua firme convicção na ressurreição dos mortos". 12/100



Fonte judaica: No Talmude Babilônico, lemos o seguinte em Sanhe-drim II: "Mishnah. Todo o Israel participará do mundo vindouro, pois está escrito: 'Todo o teu povo é justo;ele herdará a terra para todo o sempre, o ramo do que Eu plantei, a obra de Minhas mãos, para que Eu seja glorifica-do'. Mas estes não participarão: Aquele que afirma que a ressurreição não é uma doutrina bíblica, que a Tora não foi divinamente revelada". 25/601

31. ASCENSÃO

PROFECIA
"Subiste às alturas..." (Salmo 68:18a)


CUMPRIMENTO


"...foi Jesus elevado às

alturas, à vista deles, e



uma nuvem o encobriu dos seus olhos." (Atos 1:9)




  1. ASSENTADO À DESTRA DE



PROFECIA
"Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés." (Salmo 110:1)



CUMPRIMENTO


"...depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas."

(Hebreusl:3) (Veja também Marcos 16:19;

Atos 2:34, 35.)




5B. Profecias Cumpridas num Único Dia
As 29 profecias do Antigo Testamento apresentadas a seguir, que tratam da traição, julgamento, morte e sepultamento de nosso Senhor Jesus Cristo, foram pronunciadas em diferentes oportunidades por muitas pessoas diferentes, durante os cinco séculos entre 1000 e 500 a.C, e, assim mesmo, todas elas se cumpriram literalmente em Jesus num único período de 24 horas.



  1. TRAÍDO POR UM AMIGO



PROFECIA
"Até o meu amigo íntimo, em quem eu confiava,

que comia do meu pão,

levantou contra mim o calcanhar."

(Salmo 41:9) (Veja também Salmo 55:12-14.)

CUMPRIMENTO


"...Judas Iscariotes,...

quem o traiu."



(Mateus 10:4) (Veja também Mateus 26:49, 50;

João 13:21.)






  1. VENDIDO POR 30 MOEDAS DE PRATA



PROFECIA
"Eu lhes disse: Se vos parece bem dai-me o meu salário; e se não, deixai-o. Pesaram, pois, por meu salpário trinta moedas de prata." (Zacarias 11:12)



CUMPRIMENTO


"Que me quereis dar, e eu vo-lo entregarei? E pagaram-lhe trinta moedas de prata."

(Mateus 26:15) (Veja também Mateus 27:3)






35. DINHEIRO ATIRADO NA CASA DE DEUS

PROFECIA
"...Tomei as trinta moedas de prata e as arrojei ao oleiro na casa do Senhor." (Zacarias 11:13b)



CUMPRIMENTO


“Então judas, atirando para o santuário as moedas de prata...”

(Mateus 27:5ª)






36. PREÇO DADO AO OLEIRO PELO SEU CAMPO

PROFECIA
"...tomei as trinta moedas de prata, e as arrojei



ao oleiro na casa do Senhor." (Zacarias 11:13b)

CUMPRIMENTO


"E, tendo deliberado, compraram o

campo do oleiro,



para cemitério de forasteiros."

(Mateus 27:7)






Nas quatro profecias recém-mencionadas vemos tanto a profecia como o cumprimento do seguinte:

  1. Traído

  2. Por um amigo

  3. Por 30 moedas (não 29)

  4. De prata (não de ouro)

  5. Atiradas (não colocadas)

  6. Na Casa do Senhor

  7. Dinheiro usado para comprar o campo do oleiro



37. ABANDONADO PELOS SEUS DISCÍPULOS

PROFECIA
"...fere o pastor, e as

ovelhas ficarão disperSas''

(Zacarias 13:7)



CUMPRIMENTO


"Então, deixando-o, todos

fugiram."

(Marcos 14:50)



Laetsch diz que Zacarias 13:7 é "uma clara profecia do choque sentido pelos discípulos quando Cristo foi traído. De modo que o próprio Cristo interpreta essas palavras (Mateus 26:31; Marcos 14:27), as quais se cumpriram (veja Mateus 26:56; Marcos 14:50ss.). No entanto, o Senhor não abandonaria as ovelhas. O próprio Senhor, agindo através da pessoa de Seu Pai (João 5.T9s, 30), voltará a sua mão para os seus discípulos, virá em ajuda dos pequeninos, os Seus desanimados e aterrorizados discípulos (Lucas 24:4s, 11,17ss, 37; João 20:2, lis, 19, 26). Esses enfraquecidos e desertores tornaram-se os arautos corajosos e invencíveis do reino do Messias". 20/491,492
Fonte judaica: sobre Isaías 40:3 o Targum de Isaías diz: "A voz daquele que clama: Preparai um caminho no deserto perante o povo do Senhor, trilhai caminhos no deserto perante a congregação de nosso Deus". 26/130
38. ACUSADO POR FALSAS TESTEMUNHAS

PROFECIA
Levantam-se iníquas testemunhas, e me argúem de cousas que eu não sei." (Salmos 35:11


CUMPRIMENTO


"Ora, os principais sacerdotes e todo o Sinédrio procuravam algum testemunho falso contra Jesus, a fim de o condenarem à morte. E não acharam, apesar de se terem apresentado muitas testemunhas falsas." (Mateus 27:12)



39. MUDO PERANTE OS ACUSADORES

PROFECIA
"Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca..." (Isaías 53:7)



CUMPRIMENTO


"E, sendo acusado pelos principais sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu." (Mateus 27:12)




40. FERIDO E ARRANHADO

PROFECIA
"Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniqüida-des; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados." (Isaías 53:5)

(Veja também Zacarias 13:6.)

CUMPRIMENTO


"Então "Pilatos lhes soltou Barrabás; e, após haver açoitado a Jesus, entregou-o para ser crucificado." (Mateus 27:26)


"Uma ferida física, não apenas sofrimento mental; mecholal, da raiz chalal — literalmente, traspassado; em todos os detalhes uma descrição adequada do Messias, cujas mãos, pés e o lado foram traspassados (Salmo 22:16)". 11/730

"...Mas desde a cabeça, que foi coroada com espinhos, até os pés, que foram pregados à cruz, nada mais aparecia além de feridas e arranhões". 16/826

41. ESPANCAMENTO E CUSPIDAS

PROFECIA
"Ofereci as costas aos que me feriam, e as faces aos que me arrancavam os cabelos; não escondi o meu rosto dos que me afrontavam e me cuspiam." (Isaías 50:6) (Veja também Miquéias 5:1.)



CUMPRIMENTO


"Então uns cuspiram-lhe no rosto e lhe davam murros, e outros o esbofeteavam..." (Mateus 26:67) (Veja também Lucas 22:63.)



Fonte judaica: sobre Isaías 50:6 o Targum de Isaías diz: "Ofereci as minhas costas aos espancadores, e as minhas faces aos que arrancavam o meu cabelo; não escondi o meu rosto da humilhação e das cuspidas". 26/170

Henry afirma: "Neste ato de submissão, Ele Se entregou, (1) para ser ferido... (2) para ser espancado... (3) para receber cuspidas... Tudo isto Cristo voluntariamente suportou por nós, para nos convencer de Seu desejo de nos salvar". 16/816

42. OBJETO DE ZOMBARIA


PROFECIA
"Todos os que me vêem zombam de mim;



afrouxam os lábios e me-neiama cabeça:

Confiou no Senhor! livre-o ele,

salve-os pois nele tem prazer." (Salmo 22:7,8)


CUMPRIMENTO
"depois de o terem escarnecido, despiram-lhe o manto, e o vestiram com as suas próprias vestes. Em seguida o levaram para ser crucificado." (Mateus 27:31)




43. CAIU SOB O PESO DA CRUZ

PROFECIA
"De tanto jejuar os joelhos me vacilam,



e de magreza vai mirrando a minha carne.

Tornei-me para eles objeto de opróbrio;

quando me vêem meneiam a beca." (Salmo 109:24, 25)

CUMPRIMENTO


"Tomaram eles, pois, a Jesus; e ele próprio, carregando a sua cruz..." (João 19:17) "E como o conduzissem, constrangendo um cirineu, chamado Simão, que vinha do campo, puseram-lhe a cruz sobre os ombros, para que a levasse após Jesus." (Lucas 23:26) (Veja também Mateus 27:31,32.)




Evidentemente Jesus estava tão fraco que, sob o peso da pesada cruz, Seus joelhos já não agüentavam o peso, pelo que eles deram a cruz para que outro carregasse.

44. MÃOS E PÉS TRASPASSADOS

PROFECIA
"...traspassaram-me as mãos e os pés."

(Salmo 22:16) (Veja também Zacarias

12:10.)


CUMPRIMENTO


"Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram..."

(Lucas 23:33)

(Veja também João 20:25.)




Assim, o tipo de morte descrito em Isaías 53 e Salmo 22 não veio ser praticado segundo o sistema judaico senão centenas de anos depois dessas passagens terem sido escritas.


45. CRUCIFICADO COM LADRÕES


PROFECIA

"...contudo levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu." (Isaías 53:12)

CUMPRIMENTO

"...Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem... (Lucas 23:34)

Blinzler afirma: "A crucificação era desconhecida no código penal judeu. Pendurar num poste, o que era uma pena prescrita pela lei judaica para os idolatras e blasfemadores que tivessem sido apedrejados, não era uma modalidade de pena de morte, mas uma punição adicional após a morte, cujo objetivo era estigmatizar o executado como alguém maldito por Deus, de conformidade com Deuteronômio 21:23 (Septuaginta): 'Maldito por Deus aquele que for pendurado numa árvore'. Os judeus aplicavam essas palavras também a alguém que fosse crucificado. Sendo a crucificação a mais vergonhosa e degradante forma de pena de morte, mesmo aos olhos do mundo pagão. Os judeus da época de Jesus consideravam aquele que fosse executado dessa maneira como alguém, acima de tudo, amaldiçoado por Deus". 2/247, 248



A Enciclopédia Americana registra: "A história da crucificação como um meio de punição de crimes deve ser estudada como sendo parte do sistema jurídico romano... Os hebreus, por exemplo, adotaram ou aceitaram a crucificação porque foram obrigados pelos romanos: pelo seu próprio sistema, antes que a Palestina se tornasse território romano, eles executavam as pessoas por meio de apedrejamento". 8/253

"...No ano 63 a.C. as legiões de Pompeu invadiram a capital judaica. A Palestina tornou-se uma província romana, embora uma dinastia títere judaica tenha sobrevivido". 29/262

46. INTERCEDEU EM FAVOR DE SEUS PERSEGUIDORES


PROFECIA
"...porquanto derramou a sua alma na morte; foi contado com os transgressores..." (Isaías 53:12)



CUMPRIMENTO


"E foram crucificados com ele dois ladrões, um à sua direita e outro à sua esquerda."

(Mateus 27:38) (Veja também Marcos

15:27,28.)



"Esta atividade Ele começou na cruz (Lucas 23:34), e agora continua realizando no céu..." (Hebreus 9:24; 1 João 2:1). 11/733



47. REJEITADO PELO SEU PRÓPRIO POVO

PROFECIA
"Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e como um de quem os homens



escondem o rosto, era desprezado, e dele não

fizemos caso." (Isaías 53:3) (Veja também Salmo 69:8; 118:22.)

CUMPRIMENTO


"Pois nem mesmo os seus irmãos criam nele...

Porventura creu nele alguém dentre as autoridades, ou algum dos fariseus?"

(João 7:5,48) (Veja também João 1:11;

Mateus 21:42,43.)


"Isso se cumpriu em Cristo, não acreditado pelos seus irmãos (João 7:5), o qual veio para o seu próprio povo, mas o seu povo não o recebeu (João 1:11), e foi abandonado pelos Seus discípulos, a quem tratou como se fossem Seus próprios irmãos". 16/292



48. ODIADO SEM M0TD70 ALGUM

PROFECIA
"São mais que os cabelos de minha cabeça os que, sem razão, me odeiam..." (Salmo 69:4)

(Veja também Isaías 49:7.)

CUMPRIMENTO


"Isto, porém, é para que se cumpra a palavra escrita na sua lei: Odiaram-me sem motivo."

(João 15:25)






49. AMIGOS SE MANTIVERAM À DISTÂNCIA

PROFECIA


"Os meus amigos e companheiros afastam-se da minha praga; e os meus parentes ficam de longe." (Salmo 38:11)


CUMPRIMENTO


"Entretanto todos os conhecidos de Jesus, e as mulheres que o tinham seguido desde a Galiléia, permaneceram a contemplar de longe estas cousas."

(Lucas 23:49) (Veja também Marcos 15:40;

Mateus 27:55,56.)



“Justo quando o meu sofrimento pedia que eles estivessem mais do que nunca mais perto de mim e mais firmes ao meu lado, tiveram medo do perigo que correriam, pois parecia que experimentariam o sofrimento junto comigo. Enquanto os inimigos estão perto, os amigos estão longe. Assim foi no caso do Messias" (Mateus 26:56; 27:55; Lucas 23:49; João 16:32). 11/184



50. AS PESSOAS MENEARAM A CABEÇA

PROFECIA
"Tornei-me para eles objeto de opróbrio; quando me vêem meneiam a cabeça." (Salmo 109:25) (Veja também Salmo 22:7.)



CUMPRIMENTO


"Os que iam passando, blasfemavam dele, meneando a cabeça..." (Mateus 27:39)



"Um gesto que indica que não existe qualquer esperança para aquele que sofre, e para quem olham com desprezo e orgulho" (Jó 16:4; Salmo 44:14). 10/148

"Como se tudo tivesse acabado para mim, e eu e a minha causa estivéssemos irremediavelmente arruinados" (Salmo 22:7; Mateus 27:39). 10/345

51. OBSERVADO PELAS PESSOAS


"Posso contar todos os meus ossos;

eles me estão olhando e encarando em mim." (Salmo 22:17)


"O povo estava ali e a tudo observava..." (Lucas 23:35)



52. ROUPAS REPARTIDAS E SORTEADAS

PROFECIA
"Repartem entre si as minhas

vestes, e sobre a minha túnica deitam

sortes."


(Salmo 22:18)

CUMPRIMENTO


"Os soldados, pois, quando crucificaram a Jesus, tomaram-lhe as vestes e fizeram quatro partes, para cada soldado uma parte; e a túnica. A túnica, porém, era sem costura, toda tecida de alto a baixo. Disseram...: Não a rasguemos, mas lancemos sorte sobre ela para ver a quem caberá..." (João 19:23,24)



A afirmação do Antigo Testamento no livro de Salmos quase parece uma contradição até que examinemos o relato da cena da crucificação. As vestes foram repartidas entre os soldados, mas a capa ficou com um deles por meio de sorteio.
53. SOFREU SEDE

PROFECIA
"...na minha sede me deram a beber vinagre."

(Salmo 69:21)

(Veja também Salmo 22:15.)





CUMPRIMENTO
"Depois... Jesus... disse: Tenho sede!" (João 19:28)





1   ...   4   5   6   7   8   9   10   11   ...   21


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal