Estúdios acusam Samsung de incentivar pirataria



Baixar 9,4 Kb.
Encontro15.12.2017
Tamanho9,4 Kb.

Estúdios acusam Samsung de incentivar pirataria
SÃO PAULO - Um grupo formado pelos maiores estúdios de cinema dos Estados Unidos anunciou que vai processar a Samsung, acusada de vender um leitor de DVD que vavoreceria a pirataria.
A notícia foi publicada nesta quarta-feira (22) por agências de notícias coreanas e informa que os produtores Paramount Pictures, 20th Century Fox, Universal Studios, Walt Disney e Time Warner lideram a ação contra a Samsung.
Segundo os estúdios, o modelo de DVD player HD841 conta com um recurso especial que escapa das encriptações implementadas pelos produtores nos discos de DVD, permitindo a mídias piratas serem executadas no aparelho sem problemas. O produto não é mais comercializado nos Estados Unidos.

No Brasil, segundo a assessoria de imprensa da Samsung, o modelo ainda pode ser encontrado em algumas lojas de varejo que o estocaram no segundo semestre de 2005.
Segundo a empresa, no entanto, desde o final de 2005 a Samsung não importa mais os leitores HD841 para o mercado nacional. A leitor HD841 foi substituído pelo modelo HD850.
A Samsung explica que a decisão de importar players HD850 ao invés de HD841 não se deveu a qualquer falha do modelo anterior, mas sim à necessidade de oferecer um produto mais moderno ao mercado brasileiro.
Segundo a empresa, o modelo HD850 tem recursos mais avançados para leitura deste tipo de mídia.
Felipe Zmoginski, do Plantão INFO



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal