Estado de santa catarina



Baixar 31,52 Kb.
Encontro30.07.2017
Tamanho31,52 Kb.


ESTADO DE SANTA CATARINA
Câmara Municipal de Criciúma

PROJETO DE LEI PL/N°_______ /2015

Denomina Rua Sebastião Martinelli

Art. 1º Passa a denominar-se Rua Sebastião Martinelli, a atual Rua 1787, situada no Bairro Cristo Redentor, a qual tem seu início na Avenida 1785, prosseguindo no sentido Norte até a Avenida Dilnei Luiz Piovesan.
Art. 2° Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Sala das Sessões, 06 de novembro de 2015.



Vereador: GIOVANNI ZAPPELLINI Partido: PP

ID 1691


Excelentíssimo Senhor Presidente,

Senhoras Vereadoras,

Senhores Vereadores:
Incluso, remeto à apreciação dessa Casa Legislativa, o Projeto de Lei que denomina Rua Sebastião Martinelli, a atual Rua 1787, situada no Bairro Cristo Redentor, a qual tem seu início na Avenida 1785, prosseguindo no sentido Norte até a Avenida Dilnei Luiz Piovesan.

Sebastião Martinelli nasceu em 17 de agosto de 1910, filho dos imigrantes italianos Luiz Martinelli e Luiza Martinelli, estando estes entre os primeiros imigrantes italianos a chegarem a Criciúma. E foi em Criciúma que passou sua infância e adolescência.

Perdeu a mãe ainda criança. E na tristeza da infância começou a trabalhar, escolhendo carvão na mina. Seu pai casara novamente e a família aumentara, convivendo então com os irmãos e meio-irmãos.

Aos dezesseis anos foi morar com o irmão mais velho, Nério Martinelli, na localidade de São Jorge, hoje pertencente ao Município de Forquilhinha. Depois trabalhou no moinho de milho Scarduelli. Foi então que conheceu Francisca Brandina da Rocha. Casou-se aos vinte e dois anos. Foram então morar na localidade de Sangão. Tiveram doze filhos, dois dos quais faleceram ainda bebês.

Voltou a morar em Maracajá, onde teve uma sapataria e um bar. Mas, não nascera para o comércio. Comprou terras na localidade de Cedro. E lá criou os dez filhos. Nesse período comprou terras no Paraná, plantou dezesseis mil pés de café. A geada matou o cafezal.

Na luta por uma vida mais confortável, enviou os filhos para estudar em colégio interno. Ele continuou morando em Maracajá e cuidando das plantações no Cedro.


Na década de 70, quando todos os filhos já seguiam a vida independentes, voltou a morar em Criciúma, mais precisamente no bairro Santa Bárbara, pois ali morava seu filho mais velho, vivendo mais de vinte anos. Faleceu no dia 17 de dezembro de 1988.

Sebastião Martinelli foi um lutador pelo que sonhava. Foi um herói na sua humildade e verdadeiro sábio da vida. Suas palavras sempre encontravam eco no coração do próximo; era um líder comunitário; chamado para socorrer nas horas mais difíceis, nunca negou ajuda a quem quer que fosse.

Pertencia à Igreja Católica Apostólica Romana e assim cada vez que um sacerdote ia à comunidade, a sua casa o hospedava. Era profundamente religioso, chegando a ceder terras suas para construção da igreja e do cemitério.

Grande incentivador da alfabetização da criançada. Por isso valorizava a sublime missão dos professores dos seus filhos.

Como pai, implantou a semente da justiça e honestidade no coração dos filhos.

Seus restos mortais encontram-se, hoje, no Cemitério Municipal de Maracajá-SC.

Dada a pretensão da comunidade em prestar a respectiva homenagem, seguem anexos, os documentos exigidos no art. 207, I, do Regimento Interno.

Diante do exposto, solicito a apreciação do incluso Projeto de Lei, certo de que após o trâmite regular, será ao final deliberado e aprovado na forma regimental.


Sala das Sessões, 06 de novembro de 2015.

Vereador: GIOVANNI ZAPPELLINI Partido: PP


ID 1691

Rua Cel. Pedro Benedet, 488 – 6° Andar – Ed. Centro Profissional – C. Postal 34 – CEP 88801-250 – Criciúma – SC

Fone (48) 3431-2224 – Fax (48) 3431-2234 – E-mail: camaracriciuma@camaracriciuma.sc.gov.br



Site: www.camaracriciuma.sc.gov.br





©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal