Escola estadual padre anchieta ensino fundamental



Baixar 0,93 Mb.
Página7/7
Encontro10.06.2018
Tamanho0,93 Mb.
1   2   3   4   5   6   7

9.1 - APRESENTAÇÃO GERAL DA DISCIPLINA

O Ensino da Língua Estrangeira Moderna tem como finalidade a consolidação e aprofundamento dos conhecimentos básicos numa perspectiva discursiva, necessária a todo e qualquer processo de comunicação.

A LDB nº 4.024, promulgada em 1961, criou Conselhos Estaduais aos quais cabia decidir acerca da inclusão ou não da Língua Estrangeira nos currículos.

Em 1996, a LDB nº 9394 determinou a oferta obrigatória de pelo menos uma Língua Estrangeira Moderna no Ensino Fundamental, a partir da 5ª Série (artigo 26, parágrafo 5). Para o Ensino Médio, a lei determina uma Língua Estrangeira Moderna obrigatória e outra em caráter optativo.

Qualquer concepção não pode ocorrer sem uma reflexão sobre a linguagem, através da qual os homens se socializam, incorporam normas e valores, articulam percepções e conseguem ter acesso ao mundo dos símbolos e das operações cognitivas.

No entanto, o trabalho com a Língua Estrangeira Moderna não deve ser entendido apenas como um instrumento para que o aluno tenha acesso a novas informações, mas como uma nova possibilidade de ver e entender o mundo e de construir significados.

Na medida em que se aproxima de outra língua, de outras culturas, o aluno percebe a língua como algo que se constrói e é construído por uma determinada comunidade, colaborando assim para a elaboração da consciência da própria identidade.

Mais especificamente, pretende-se aperfeiçoar o caráter produtivo da língua, preocupando-se com o desenvolvimento das habilidades linguísticas como um todo: ouvir, falar, ler e escrever.

Nesta perspectiva, também propomos a produção de conhecimentos, a formação de atitudes, posturas e valores que reconheçam e respeitem a cultura étnico-racial, descendentes de europeus, e de asiáticos em que igualmente, tenham seus direitos garantidos e sua identidade valorizada.

A Educação Fiscal ainda como um tema multidisciplinar, poderá ser trabalhado no contexto de nossas práticas educativas contribuindo na aplicação da produção do exercício da cidadania, onde a igualdade de direitos, a participação e a co-responsabilidade são os fundamentos para o exercício do controle social sobre as ações do poder público.

O ensino da Língua Estrangeira Moderna nas escolas públicas deve contribuir para a formação de um sujeito crítico, capaz de interagir com o mundo a sua volta. Para isso, é fundamental que o aluno seja capaz de fazer uso da LEM como instrumento de acesso a informações de outras culturas e grupos sociais, de comunicar-se de maneira satisfatória entendendo e se fazendo entender, e de conhecer e compreender a diversidade linguística e cultural, bem como seus benefícios para o desenvolvimento cultural do país.

Observamos que a ação pedagógica será desenvolvida a partir de textos diversos, ou seja, diferentes gêneros, contemplando a oralidade, a escrita, leitura e a compreensão auditiva. Assim sendo, os conteúdos foram organizados da seguinte forma:



  1. 9.2 – CONTEÚDOS:



CONTEÚDO ESTRUTURANTE

  • Discurso como prática



CONTEÚDOS BÁSICOS

  • Gêneros discursivos e seus elementos composicionais


Caberá ao professor a seleção de gêneros, nas diferentes esferas sociais de circulação, de acordo com a Proposta Pedagógica Curricular e com o Plano de Trabalho Docente, adequando o nível de complexidade a cada série.

Sendo trabalhado no 6º ano diálogos para melhorar a oralidade, conferir sentido e significação aos textos.

No 7º e 8º ano diálogo e descrição que englobam os conteúdos nesta série que estabelece relações entre o sujeito e texto.

Nas séries concluintes gêneros diversificados(narrativa, crônica, fábula), por terem melhor compreensão na língua em estudo.


LEITURA

Identificação do tema;

Intertextualidade;

Intencionalidade;

Léxico;

Coesão e coerência;



Funções das classes gramaticais no texto;

Elementos semânticos;

Recursos estilísticos(figuras de linguagem)

Marcas linguísticas: particularidades da língua, pontuação, recursos gráficos( aspas, travessão, negrito);

Variedade linguística;

Acentuação gráfica;

Ortografia.
ESCRITA

Tema do texto;

Interlocutor;

Finalidade do texto;

Intencionalidade do texto;

Intertextualidade;

Condições de produção;

Informatividade (informações necessárias para a coerência do texto);

Léxico;

Coesão e coerência;



Funções das classes gramaticais no texto;

Elementos semânticos;

Recursos estilísticos (figuras de linguagem);

Marcas linguísticas: particularidades da língua, pontuação ; recursos gráficos(como aspas, travessão, negrito);

Variedade linguística;

Acentuação gráfica;

Ortografia.
ORALIDADE

Elementos extralinguísticos: entonação, pausas, gestos, etc;

Adequação do discurso ao gênero;

Turnos de fala;

Variações linguísticas;

Marcas linguísticas: coesão, coerência, gírias, repetição;

Pronúncia.
9.3 – ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS:
Para que os objetivos possam ser atingidos com êxito, propõe-se uma metodologia que ultrapasse os conteúdos para, por meio deles, construir um referencial de Língua Estrangeira Moderna rica de conhecimento, de emoções e de práticas sociais.

A metodologia utilizará como recursos a observação, a reflexão, os conhecimentos culturais através da música, da poesia, de filmes, de textos diversos, da produção oral e escrita, bem como de jogos, brincadeiras e recursos tecnológicos (TV multimídia).

As atividades deverão ser adequadas às necessidades do aluno e desenvolvidas em aulas diversificadas, atrativas, motivadoras e prazerosas, buscando desenvolver os aspectos necessários à aquisição do idioma.

De todas as atividades desenvolvidas no cotidiano do estudo e do trabalho, a prática da leitura é a mais solicitada. Para tanto, atividades que visem o bom desempenho na compreensão e interpretação de texto são fundamentais. Desta forma, toda prática educacional é desenvolvida através de textos que expressam as vivências sociais, material vivo e efetivamente presente nas interações dos alunos.

Trabalhando a interdisciplinaridade serão abordados temas como: Desafios Educacionais Contemporâneos( Prevenção do uso indevido de drogas e violência, Cidadania, Educação Ambiental e Educação Fiscal, Direitos Humanos), Cultura Afro e Indígena, Gênero e Diversidade Sexual. Sendo utilizado recursos didáticos e tecnológicos como: textos informativos, TV multimídia, slides de filmes, música, gravuras, para que o aluno possa interagir com os conteúdos propostos.

A recuperação paralela, como o próprio nome explicita, deve acontecer paralelamente ao desenvolvimento do conteúdo, quando o professor detectar a dificuldade de compreensão de determinado assunto, é o momento de retomar com metodologia diferenciada, bem como exercícios de fixação para o aprendizado.


9.4 – AVALIAÇÃO:

O objetivo maior da educação é a formação para a cidadania, base fundamental da sociedade democrática. Sendo assim, o erro deve ser visto como fundamental para a produção de conhecimento pelo ser humano, como um passo para que a aprendizagem se efetive e não como um entrave no processo que não é linear, não acontece da mesma forma e ao mesmo tempo para diferentes pessoas. Precisa de acompanhamento da aprendizagem indicando um processo contínuo e cumulativo que venha incorporar todos os resultados obtidos: participação, interesse e desenvolvimento das atividades.

Não se trata apenas de testar conhecimentos linguísticos, de ordem gramatical, mas sim, verificar a construção dos significados na interação com os textos.

O processo de avaliação servirá, também, para o professor levar em conta os resultados obtidos, repensar as suas práticas pedagógicas e fazer as devidas correções e reajustes no seu plano de trabalho docente.

A recuperação paralela será ofertada a todos os alunos, sempre que o professor perceber que os conteúdos não foram assimilados. Para isso serão utilizados recursos como: exercícios estruturais, diversificação de práticas de leituras e compreensão através de metodologias diferenciadas durante todo o processo ensino e aprendizagem.
9.5 – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
Departamento de ensino Médio. Orientações Curriculares. Língua Estrangeira Moderna. SEED, 2006.
PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. DIRETRIZES CURRICULARES DE LINGUA ESTRANGEIRA MODERNA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL Curitiba: SEED/PR, 2008.

PPP - PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA ESCOLA – CONSTRUÇÃO COLETIVA, Equipe Pedagógica e Professores. Escola Estadual Padre Anchieta – Ensino Fundamental . Barracão – PR, 2008.



REGIMENTO ESCOLAR. Escola Estadual Padre Anchieta – Ensino Fundamental . Barracão – PR, 2008.
Vários autores. Língua Estrangeira Moderna: Espanhol - Inglês, Ensino Médio. Curitiba: SEED - PR, 2006.

VILLALB, Teurmi K.B. Picanço, Deise de L. El Arte de leer espanhol. Curitiba: Base Editora, 2005.



10 – Atividade Permanente

De acordo com a Instrução nº007/2012 – SEED/SUED a qual dispõe sobre o Programa de Atividades Complementares Curriculares em Contraturno, nas instituições de ensino da Rede Estadual. Assim, ficou estabelecido que a Atividade Permanente da Escola Estadual Padre Anchieta – Ensino Fundamental é sobre Esporte e Lazer com ênfase no esporte Voleibol.



A atividade funciona em período contrário ao turno, à tarde, uma vez por semana.

10.1 – CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO

Como critérios para a participação da atividade, os alunos deverão estar devidamente matriculados do 6º ao 9º ano na Escola Estadual Padre Anchieta – Ensino Fundamental.

1   2   3   4   5   6   7


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal