Em nome de Allah, o misericordioso, o misericordiador



Baixar 83,17 Kb.
Encontro24.06.2017
Tamanho83,17 Kb.

Em nome de Allah, O Misericordioso, O Misericordiador!
Os Louvores são para Allah, Aquele que dá a vida e a morte, Aquele que criou a vida e a morte para testar quem de nós melhor se comporta, Aquele que nos criou da terra e que a ela retornaremos, Aquele que insufla as almas nos corpos e logo as retira. E que a paz e as bênçãos de Allah estejam com seu amado Mensageiro, que nos informou acerca da morte e suas penúrias, sobre o dia da ressurreição e seus horrores, sobre o inferno e seus tormentos, sobre o paraíso e suas delícias, aquele que advertiu aos negligentes guiando-os para a senda reta. E que a paz e as bênçãos de Allah estejam com seus familiares, seus companheiros e seus seguidores, aqueles que anelam o Rosto do seu Senhor e que vivem nesse mundo mas seus corações buscam a vida eterna, e que nós estejamos entre eles, pois esses serão os triunfantes! Allahuma AMIN!
Hoje o tema da nossa aula é a Morte. Mas, o que é a morte? A morte é a mais longa viagem, é a viagem prometida, é a viagem para a outra vida. A morte é algo que ninguém pode negar, seja ele kafir ou muslim, a morte é uma certeza absoluta. A vida é um teste e a morte é o fim desse teste, e quando ela chegar terá acabado nosso tempo de completar esse teste.
Essa é uma verdade que ninguém pode fugir, por mais que nós tenhamos construído, por mais que tenhamos arrecadado, por mais que tenhamos cuidado de sua saúde... toda a alma tem um prazo pré-fixado e quando chega a hora não lhe será atrasada uma hora nem adiantada. Essa é a verdade que é esquecida pela maioria das pessoas... Allah Swt diz: “Toda a alma provará o sabor da morte, e no Dia da ressurreição sereis recompensados integralmente pelos vossos atos”(3:185)
Olhe para os ricos, olhem para os pobres, olhem para os que têm saúde e para os doentes, olhem para os pequenos e para os grandes, acaso a morte fez diferença quanto a eles? Existem pessoas que quando você os lembra sobre a morte e sobre a verdade da morte dizem: “deixe-nos aproveitar a vida não nos lembre da morte” até se depararem com ela quando menos esperavam.
O profeta SAAS disse: “Sê nesta vida como se fosses um estranho, e age como se estivesse de passagem”. Porque devemos agir como se fossemos estranhos? Porque não é essa a vida que nos interessa, o que nos importa é a outra vida, a eterna, é como se fossemos viajantes que estão de passagem por uma cidade, mas tem outro destino, o qual buscam chegar da melhor maneira possível. Nós estamos nessa vida para fazermos nossas “malas” para a grande viajem, e as únicas coisas que preencherão essas malas são nossas boas ações. Ou as encontraremos cheias para nos prover durante essa viajem e então não encontraremos dificuldade alguma, ou então elas estarão vazias, e então sofreremos as conseqüências disso. Allah SWT diz:

Expõe-lhes o exemplo da vida terrena, que se assemelha à água, que enviamos do céu, a qual se mescla com as plantas da terra, as quais se convertem em feno, que os ventos disseminam. Sabei que Allah prevalece sobre todas as coisas.” (18:45)

Que é vida terrena, senão um prazer ilusório?” (57:20)

Bom, primeiramente vejamos que existem 2 tipos de morte: a morte menor e a morte maior.

A morte menor é o sono. Durante o sono a alma da pessoa é levada e se Allah SWT desejar pode retê-la ou então retorná-la ao corpo até o dia em que Ele determinou. Allah SWT diz:

"Allah recolhe as almas, no momento da morte e, dos que não morreram, ainda, (recolhe) durante o sono. Ele retém aquelas cujas mortes tem decretadas e deixa em liberdade outras, até um término prefixado. Em verdade, nisto há sinais para os sensatos." (39ª Surata, versículo 42) 

Então conforme esse versículo Allah nos informa que ambas as almas são retiradas durante o sono. Então dormir é semelhante a morrer e acordar é semelhante a ressuscitar.

E a morte maior é a morte efetiva, o que significa que a vida da pessoa chegou ao seu fim.

A morte é inevitável a todo ser vivo, não há como escapar dela. Allah SWT disse:

Toda a alma provará o sabor da morte e, no Dia da Ressurreição, sereis recompensados integralmente pelos vossos atos; quem for afastado do fogo infernal e introduzido no Paraíso, triunfará. Que é a vida terrena, senão um prazer ilusório?”

E disse ao nosso amado Profeta SAAS:

É bem verdade que tu morrerás e eles morrerão.”(39:30)

Jamais concedemos a imortalidade a ser humano algum, anterior a ti. Porventura, se tu morresses, seriam eles imortais? Toda a alma provará o gosto da morte, e vos provaremos com o mal e com o bem, e a Nós retornareis.” (21:34-35)

Se alguém fosse salvo da morte, seria a melhor das criaturas de Allah que foi o Profeta Muhamad SAAS, e mesmo assim Allah lhe disse: “É bem verdade que tu morrerás e eles morrerão.”

Allah SWT disse:

Tudo quanto existe na terra perecerá. E só subsistirá o Rosto do teu Senhor, o Majestoso, o Honorabilíssimo” (55:26-27)

Existe uma hora em que a morte chegará, ninguém viverá mais nem menos do que o tempo em que Allah predeterminou. Allah predeterminou o tempo da vida dos Seus servos e este está escrito no Lauh al Mahfudh (Tábua Preservada). Este tempo é registrado pelos anjos quando as pessoas se encontram ainda no ventre de sua mãe. Então se uma pessoa morre assassinada, afogada, num acidente, etc, terá morrido no tempo em que Allah havia decretado. Allah SWT disse:

Não é dado a nenhum ser morrer, sem a vontade de Allah; é um destino prefixado” (3:145)

Num hadith Sahih Muslim Abdullah Ibn Mas’ud disse: “Umm Habibah, esposa do Profeta SAAS disse: “Oh Allah! Permita que eu possa desfrutar do meu esposo, o Mensageiro de Allah, de meu pai Abu Sufian e de meu irmão Mu’auyah (ou seja, não os deixe morrer antes que eu morra). O Profeta SAAS disse: “ você pediu a Allah algo que já foi determinado, dias que já foram contados e um dom que já foi repartido. Allah não apressa nem atrasa. Se houvesses pedido a Allah que te proteja do tormento do inferno e do castigo do túmulo teria sido melhor.”

A hora da nossa morte é desconhecida, só Allah conhece, pois esta é uma das chaves do oculto, que é aquilo que Allah guardou para si.

O Mensageiro de Allah disse: “As chaves do oculto são 5, e ninguém as conhece exceto Allah”. Então recitou: “Em verdade, ALLAH possui o conhecimento da Hora, faz descer a chuva e conhece o que encerram os ventres maternos Nenhum ser sabe o que ganhará amanhã tampouco nenhum ser saberá em que terra morrerá, porque (só) Allah é Sapiente, Inteiradíssimo! “(31:34) (Bukhari)

Segundo um outro hadith, o Mensageiro de Allah SAAS disse: “Quando Allah quer levar a alma de uma pessoa em um certo lugar faz com que esta tenha uma necessidade de ir até ele.” (Tirmidhi)

O Momento da Morte:

A chegada dos anjos da morte. Quando o tempo estabelecido para a morte chega e a vida da pessoa se aproxima do seu fim, Allah envia os anjos da morte para retirar a alma da pessoa, que é o que dá vida ao corpo.

Allah SWT disse: Ele é o Soberano absoluto dos Seus servos, e vos envia anjos da guarda para que, se a morte chegar a algum de vós, os Nossos mensageiros o recolham, sem negligenciarem o seu dever.”(6:61)

Com relação a esses anjos o Profeta SAAS disse: “Quando o servo crente está por abandonar esse mundo e passar para o outro, os anjos descem do céu e se apresentam ante ele com rostos brancos radiantes como o sol. Trazem com eles uma mortalha e bálsamos aromáticos do Paraíso. E se sentam ao alcance de sua vista. Então o anjo da morte aparece e se senta a altura de sua cabeça e diz: “Oh alma boa, saia ao encontro da misericórdia e complacência de Teu Senhor”. Então ela sai como uma gota de água que cai da boca de um jarro e eles a levam...

Em troca, quando servo incrédulo está por abandonar esse mundo e passar para o outro, os anjos descem do céu e se apresentam perante ele com rostos negros. Trazem com eles uma aniagem do inferno e se sentam ao alcance de sua vista. Então o anjo da morte aparece e se senta na altura de sua cabeça e diz: “Oh alma perversa! Saia ao encontro da ira e a fúria de Allah”. Então a alma se encolherá de medo dentro do corpo e será arrancada pelo anjo” (al Hakim- sahih)

Não nos é possível ver o que acontece com a pessoa na hora da morte, ou seja, os anjos arrancando a alma da pessoa, mas podemos ver os efeitos das agonias da morte sobre elas. Allah nos informou sobre o estado da pessoa na agonia da morte:

Por que, então (não intervis), quando (a alma de um moribundo) alcança a garganta? E ficais, nesse instante, a olhá-lo. E Nós, ainda que não Nos vejais, estamos mais perto dele do que vós “ 56:83-85

Com relação ao crente Allah diz:

Em verdade, quanto àqueles que dizem: Nosso Senhor é Allah, e se firmam, os anjos descerão sobre eles, os quais lhes dirão: Não temais, nem vos atribuleis; outrossim, regozijai-vos com o Paraíso que vos está prometido! Temos sido os vossos protetores na vida terrena e (o seremos) na outra vida, onde tereis tudo quanto anelam as vossas almas e onde tereis tudo quanto pretendeis. Tal é a hospedagem do Indulgente, Misericordiosíssimo!”(41:30-32)

E tu, ó alma em paz, Retorna ao teu Senhor, satisfeita (com Ele) e Ele satisfeito (contigo)! Entre no número dos Meus servos! E entra no Meu jardim!” (89:27-30)


Quem não gostaria disso? Que os anjos nos digam isso na hora da nossa morte? Mas então, onde estão as nossas lágrimas por temor a Allah? Onde está nosso choro? Onde estão as orações voluntárias pela noite? Onde estão nossos jejuns voluntários durante o dia? Onde está o nossos arrependimento e a nossa firmeza? Onde está a nossa obediência a Allah?
Sem dúvida a hora da morte é uma situação muito difícil até mesmo ao crente, pois ele teme pelo que virá e por aqueles que está deixando para trás, mas quanto ao crente Allah envia anjos para confortá-los e dar a melhor das noticias que é o Paraíso que Allah prometeu ao crente.

Quando o crente está morrendo deseja de todo o coração encontrar-se com Allah, já o incrédulo e o muçulmano pecador odeia esse encontro. O Profeta SAAS disse: “Quem ama encontrar-se com Allah, Allah ama encontrá-lo, e quem odeia encontrar-se com Allah, Allah odeia encontrá-lo.” Então uma de suas esposas disse: “Mas todos odiamos a morte”. Ele respondeu: “Não é a isso que me refiro, e sim que quando o crente está para morrer são lhe dadas as boas-novas de que Allah está satisfeito com ele, e que gozará da Misericórdia de Allah, então não existe nada que lhe seja mais amado do que lhe espera. Então ama encontrar-se com Allah, e Allah ama encontrar-se com ele. Mas quando um incrédulo está morrendo lhe são dadas as noticias acerca do castigo e tormento de Allah, por isso não existe nada mais odiado por ele do que lhe espera. Então ele odeia encontrar-se com Allah e Allah odeia encontrar-se com ele”. (Bukhari)

Por isso o Profeta SAAS disse: “quando está sendo carregado o defunto para seu tumulo, se ele for dos justos, diz: ‘Levem-me depressa!’, mas se foi um pecador diz: ‘Ai de mim!Aonde estão me levando?’ Todas as criaturas escutam sua voz gritando, exceto o ser humano, e se pudesse ouvir cairia inconsciente.” (Bukhari)

Nós seremos qual deles irmãos? A escolha está nas nossas mãos!

Com relação ao incrédulo e o pecador, os anjos descem com notícias totalmente opostas a dos crentes:

Ah, se pudesses ver os iníquos na agonia da morte quando os anjos, com mãos estendidas, lhes disserem: Entregai-nos vossas almas! Hoje, ser-vos-á infligido do castigo afrontoso, por haverdes dito inverdades acerca de Allah e por vos haverdes ensoberbecido perante os Seus versículos.” 6:93

Ah, se pudésseis ver a ocasião em que os anjos receberão os incrédulos, esbofeteando-os, açoitando-os e dizendo-lhes: Provai o suplício do fogo infernal! Isso, por tudo quanto cometeram vossas mãos, porque Allah nunca é injusto para com os Seus servos.” 8:50-51

A agonia da morte – Nos últimos momentos da vida a pessoa sente a agonia da morte, que foi denominada como embriaguez devido a intensa dor da morte. É um estado no qual a pessoa perde a razão. Allah SWT diz no Quran:

E a embriaguez da morte trará a verdade: Eis do que tentáveis escapar!” 50:19

Até o Profeta Muhamad SAAS, a melhor das criaturas de Allah, sofreu dessa embriaguez da morte, durante a sua enfermidade ele tinha um recipiente de água com a qual molhava sua mão e passava em seu rosto, e dizia: “La ilaha ila Allah, em verdade a morte contem agonias” (Bukhari)

Aisha descreveu a situação do Mensageiro de Allah dizendo: “Nunca vi dor tão severa como a que sofreu o Mensageiro de Allah SAAS”

Imaginem irmãos! O mensageiro de Allah sofreu as agonias da morte, o que será então de nós se persistimos na desobediência a Allah?

Sem dúvida que o incrédulo sofre muito mais que o crente a agonia da morte.

Amr Ibn Al ‘As (um grande companheiro do Profeta SAAS) quando estava no seu leito de morte, seu filho lhe disse: “Oh pai, você me dizia: ‘Quem dera encontrasse uma pessoa sábia e inteligente que quando esteja morrendo me descreva o que vê.’ Oh Pai tu és essa pessoa, descreva-me o que vê. Ele disse: ‘Oh filho ! Juro por Allah que é como se eu estivesse dentro de uma caixa, respirando através de um buraco do tamanho do olho de uma agulha e como se uma rama de espinhos me atravessasse dos pés a cabeça.’”

Vamos refletir irmaos. Morreremos? Sim morreremos. Se não for hoje, será em breve. E a morte está mais próxima do que imaginamos. E cada segundo que passa nos aproxima da morte, nos aproxima de nosso túmulo.. A morte está chegando a todos. Ao bom e ao ruim, ao crente e ao pecador, ao rico e ao pobre, aos jovens e aos velhos, todas as pessoas morrerão. Vamos refletir: o que nós estamos preparando para esse momento?


No momento da morte as pessoas se arrependem e querem voltar para a vida. O incrédulo deseja voltar para aceitar o islam e o muçulmano quer voltar para se arrepender e fazer mais boas ações.
...até que quando a morte chegar a algum deles, este dirá: “Oh Senhor meu faz-me voltar (à terra) ...” (23:99)
Por que nós iremos querer voltar? Veremos nossos pais e as pessoas queridas por nós chorando, nossos irmãos, nossos amigos, olharemos para todos em nossa volta mas... “...até que a morte surpreenda a algum deles, este dirá: “Oh Senhor meu fazei-me voltar (à terra), na esperança de eu praticar o bem, no que tange ao que negligenciei.” (23:99)
Oh Allah permita-me voltar a este mundo um minuto, Oh Allah uma hora, para eu rezar, para eu jejuar, para eu Lhe adorar, para eu me arrepender, para eu deixar os pecados e a desobediência, Oh Allah uma hora apenas, para eu renunciar a todos os pecados e lhe obedecer ... “Em absoluto não o farei. Por certo será uma palavra em vão que estará dizendo. E diante deles, haverá uma barreira até um dia em que eles ressuscitarão.”
Por isso irmãos jamais deixem para amanhã as boas ações e a obediência, jamais pensem: “amanhã eu começo a rezar, ah quando eu envelhecer insha Allah usarei o hijab, quando acontecer tal e tal e farei tal coisa” Quem nos garante que estaremos vivos até lá? Quem nos garante que amanhã nós não nos arrependeremos daquilo que não fizemos? Por isso devemos sempre nos apressar em fazer boas ações porque depois quem rezará por nós? Quem fará caridade por nós? Quem recitará o Quran por nós? Quem fará Dua por nós? Quem obedecerá Allah por nós? Ninguém! Allah está nos dando a chance de ainda estarmos vivos, ainda temos tempo de encher a nossa malinha, amanhã Allahu Alam, não sei se teremos.

A presença do Shaytan na hora da morte:

O Profeta SAAS disse: “Shaytan se esforça mais do que nunca para tentar o filho de Adão no momento da morte, e diz aos seus ajudantes: ‘Tratem de enganá-lo com isso, pois se ele escapar (ou seja morrer) não podereis enganá-lo nunca mais”

Durante a agonia da morte Shaytan aparece perante a pessoa na forma de seu pai ou mãe, ou então na aparência de uma pessoa querida na qual ele tem confiança e que já morreu e lhe diz: “Eu vi a verdade antes de ti, morra sendo judeu, pois é a melhor das religiões, e outro dirá morra sendo cristão que é a melhor das religiões, salve-se!”

O irmão do sheikh Al Qurtubi na hora da morte, enquanto as pessoas lhe diziam : “Diga la ilaha ila Allah” ele respondia: “Não, não”. Quando ele recuperou a consciência disseram a ele o que havia ocorrido e ele disse: “dois demônios vieram até mim um a minha direita e outro a minha esquerda. Um deles me dizia: “Morre sendo judeu, pois é a melhor das religiões” e o outro dizia: “Morre sendo cristão, pois é a melhor das religiões” e eu estava lhes dizendo: “Não, não”.

A isso se refere o versículo:

Ó Senhor nosso, não desvies os nossos corações, depois de nos teres iluminados, e agracia-nos com a Tua Misericórdia, porque Tu és o Munificiente por excelência.” (3:8)

O Profeta SAAS disse: “A última ação indica como foram as obras de um homem” (Hadith Sahih).

Coisas que indicam um bom final :

O primeiro sinal bom é que a pessoa, ainda antes da morte se manteve longe da Ira de Allah e se arrependeu dos pecados, e focalizou sua vida em fazer boas ações, e então morreu nesse estado. A indicação para isso é um hadith sahih narrado por Anas Ibn Malik que disse: “O mensageiro de Allah SAAS disse: “Quando Allah quer um bem para Seu servo Ele o usa.” Eles disseram: “Como Ele o usa?” Então o Profeta SAAS disse: “Ele o guia a fazer boas ações antes de morrer”.

O Profeta SAAS disse: “...aquele que morre de morte natural, dentro do caminho de Allah é um martir” (Muslim)

Existem sinais que indicam que a pessoa teve um bom fim, entre esses sinais temos:



  1. Proferir a shahada antes de morrer. O Profeta SAAS disse: “A pessoa cujas últimas palavras sejam la ilaha ila Allah entrará no Paraiso” (Sahih Abu Daud)

  2. Morrer com suor na testa. Al-Buraydah ibn al-Husayb disse: “Ouvi o Mensageiro de Allah SAAS dizer: “O crente morre com suor na testa” (Saheeh al-Tirmidhi)




  1. Morrer na noite ou no dia da sexta feira. O Mensageiro de Allah SAAS disse: “Todo muçulmano que morre no dia ou na noite de sexta-feira Allah o protegerá da fitna do túmulo” (al-Tirmidhi)




  1. Morrer lutando pela causa de Allah, porque Allah SWT diz no Quran Al Karim: “E não creiais que aqueles que sucumbiram pela causa de Allah estejam mortos; ao contrário, vivem, agraciados ao lado de seu Senhor. Estão jubilosos por tudo quanto Allah lhes concedeu de Sua graça, e se regozijam por aqueles que ainda não sucumbiram, porque estes não serão presas do temor, nem se atribularão. Regozijam-se com a mercê e a graça de Allah, e Allah jamais frustra a recompensa dos fieis.” (3:169)

“Abu Huraira narrou que o Mensageiro de Allah SAAS disse: “O Shahid não sente a dor da morte, sente apenas uma dor semelhante à que vocês experimentam com uma picada ou um beliscão” (Tirmidhi)



  1. Morrer em conseqüência de uma peste. O Profeta SAAS disse: “A pestilência é martírio para todo muçulmano”(Bukhari e Muslim)

  2. Morrer de uma doença no estômago. O Profeta SAAS disse: “...e quem morre de uma doença no estômago é um mártir.”

  3. Morrer por ter sido esmagado por uma parede cadente ou se afogando, porque o Profeta SAAS disse: “Existem 5 espécies de mártires: 1) O que morre de uma praga; 2) O que morre devido doenças estomacais; 3) O que morre afogado; 4) O que morre esmagado sob uma muralha; 5) E o que morre enquanto luta pela causa de Allah”(Bukhari e Muslim)

  4. Se uma mulher morrer em resultado de um parto ou quando ela estiver grávida. O Profeta SAAS disse: “Uma mulher que morre com uma crianca (no utero) é martir” (Abu Daud)

Ubaadah Ibn al-Saamit disse: “Uma mulher que morrer devido uma criança no útero atinge o martírio, e a criança dela a arrastará pelo cordão umbilical para o Paraíso.” (Saheeh Ahmad)

9) Morte causada por queimadura ou tuberculose. O Profeta (SAAS) disse: “Morrer pela causa de Allaah é martírio; a pestilência é martírio; se afogar é martírio; morrendo de uma doença de estômago é martírio; e a mulher que morre em parto, a criança dela a arrastará pelo cordao umbilical dela para Paraíso.” (Abu'l-Awaam, o guarda de Bayt al-Maqdis somou: e queimado e tuberculose). Saheeh al-Targheeb wa'l-Tarheeb, 1396.

10) Morrer defendendo sua religião, a sua riqueza ou em autodefesa. Abu Aawar Said Ibn Nufail (raa) relatou que ouviu o Profeta SAAS dizer: “Quem morre defendendo sua propriedade é um mártir; quem morre em sua própria defesa é um mártir; quem morre defendendo sua religião é um mártir; quem é morto enquanto protege sua família é um mártir” (Abu Daud e Tirmidhi)

11) Quem morre guardando as fronteiras da nação islâmica pela causa de Allah.

O Mensageiro de Allaah (SAAS) disse: “Guardar as fronteiras da nação islâmica durante um dia e uma noite é melhor que jejuar e rezar à noite durante um mês inteiro, e se ele morre (enquanto executa este dever), ele irá receber a recompensa para esta grande ação e a provisão dele (continuamente), e ele será poupado o interrogatório no tumulo” (Muslim)
12) Um dos sinais de um fim bom é morrer fazendo uma ação íntegra, porque o Profeta (SAAS) disse:

Quem diz la ilaha ila Allah, buscando o Semblante de Allaah , e isso é a última das ações dele, entrará em Paraíso. Quem dá caridade e isso é a última das ações dele entrará em Paraíso.” (Sahih Ahmad)


Algumas histórias de crentes na hora da morte:
Othman Ibn Affan (RAA) antes de morrer libertou 20 escravos e vestiu uma roupa que jamais havia vestido igual, se preparando para sua morte , morreu lendo o Quran , que Allah esteja comprazido dele, seu sangue derramou sobre o Quran. Ele viu em sonho uma noite antes de sua morte , viu o Profeta (SAAS), Abu Baker e Omar e ele queria comer junto com eles, e eles disseram a ele (em sonho): “Oh Othman não coma conosco agora, jejue e logo quebrarás teu jejum junto a nós” Então Othman jejuou e pegou o Quran e começou a ler até que foi assassinado e morreu martirizado.
Ammar Ibn Yasir enquanto morria mártir sorria e dizia: “ hoje encontrarei nosso amado Profeta Muhamad SAAS.”
Filha de Hassan Ibnu Zaid estava em jejum antes de morrer, as pessoas que estavam à sua volta lhe diziam: “Beba água, beba algo” Induzindo-a a quebrar o jejum. Disse ela sorrindo: “Que estranho é isso, que estranho é isso, 30 anos e eu implorando a Allah para encontrá-Lo em jejum, quebrarei meu jejum agora? quebrarei meu jejum agora?” Então pegou o Quran e começou a ler até que chegou no versículo:
Dize: A quem pertence tudo quando existe nos céus e na terra? Responde. A Allah! Ele impôs a Si mesmo a Misericórdia” (Anaam 12)
E então Allah levou a sua alma!
Imad al Maqdisi rezou a oração do Maghreb na mesquita e estava em jejum, foi para casa e quebrou o jejum com algo muito leve. Ele rezou o maghreb depois de estar o dia em jejum, e quem faz um dia de jejum voluntário, Allah afasta ele do inferno 70 anos. Nisso lhe sobreveio a embriaguez da morte, e antes de morrer sorrindo ele disse: “Oh Vivente, Subsistente, não há divindade além de Ti, em tua Misericórdia me socorro, Não há divindade além de Ti.” Após isso Allah levou sua alma.
Depois de alguns dias morte dele, após seu enterro, alguém lhe viu em sonho, e a visão em sonho de um crente é verdadeiro. Vem de Allah SWT. Este homem que sonhou com ele disse: “Eu o vi montando um cavalo. Eu lhe disse: “Oh Sheikh para onde estás indo, para onde vais? E ele virou a face. Eu lhe disse: Para onde estas indo Oh sheikh, para onde vais? Ele respondeu: Estou indo visitar Al Jabar SWT.
Um homem contou que estava na mesquita e então sobreveio o Adhan e então rezou a sunna (na oração de fajr) e viu um homem que estava sentado em um degrau sorrindo e olhando para eles esperando o chamamento para a oração. Então veio a chamada da oração e levantaram para a oração, mas ele não se levantou continuou sentado. Quando terminou a oração, acharam aquilo muito estranho, até pq ele não havia rezado a oração em congregação. O homem havia rezado a sunna e sentou no degrau e começou a ler o Quran e depois ficou olhando para eles e sorrindo. Ou seja, ele havia rezado a sunna do fajr, essas 2 rakaas é melhor do que o mundo e o que ele contem. E entre o Adhan e o Iqama o Du’a é aceito prontamente. E esse homem passou esse tempo lendo o Quran, e depois na hora da oração em congregação não se levantou para rezar e continuou olhando para eles e sorrindo. Ele conta: Fomos até ele e lhe dissemos: “Vc não rezou conosco!” E o homem continuou a olhar para eles e a sorrir. Eles acharam aquilo muito estranho. Então sacudiram o homem e ele caiu. Allah havia levado sua alma entre o Adhan e o Iqama.
Muhamad Ibn Ibrahim antes de sua morte dizia sorrindo para as pessoas que estavam em sua volta: “Tirem essa minha roupa!” as pessoas lhe perguntaram: “O que houve oh sheikh?” Ele disse: “Estou vendo a minha vestimenta do paraíso sendo preparada” Isso pq os anjos trazem vestimentas do paraíso para os crentes na hora de sua morte.
Queridos irmãos, se nós queremos sair desse mundo fazendo uma boa ação, então devemos trabalhar para isso, trabalhar nosso interior da mesma forma que trabalhamos o nosso exterior. Curar nosso coração, porque essa é uma parte do corpo que se estiver doente todo o corpo também estará e se estiver saudável todo o corpo estará. Certa vez Allah SWT disse ao Profeta Daud (Davi- As): “Oh Daud constrói para Mim uma casa na Terra”. Daud (AS) disse: “Oh Allah, como poderei eu construir uma cada para Ti se Teu Trono excede o tamanho dos Céus e da Terra?” Allah SWT lhe respondeu: “Oh Daud purifica teu coração pois esta é a Minha casa.”. Subhan Allah irmãos, devemos purificar nosso coração de tudo aquilo que Allah não gosta, de tudo aquilo que Allah proibiu, pois nosso coração foi criado para ser a casa de Allah SWT.
As causas de um final ruim:
Alguns daqueles que aparentam serem muçulmanos e atuam de acordo com o que diz o islam podem ter um mau fim. As vezes isso fica evidente na agonia da morte. Que Allah nos proteja disso! Existem razões para isso, e disso os crentes devem se cuidar. Entre essas razões temos:
1) A crença incorreta (‘Aqueedah): Se há algo incorreto na crença apesar de estar convencido que isso é o correto, pode ter efeito de destruir todas as outras crenças no momento da morte. Se ele morre antes de se dar conta dessa crença incorreta e voltar ao caminho reto então terá um mal final e terá partido desse mundo como um incrédulo. Allah SWT diz:
Nesse dia aparecer-lhes-á, da parte de Allah, o que jamais esperavam”. 39:47

Dize-lhes: Quereis que vos inteire de quem são os mais desmerecedores, por suas obras? São aqueles cujos esforços se desvaneceram na vida terrena, não obstante crerem haver praticado o bem.” 18:103-104


Se a pessoa tem a crença incorreta mesmo tendo boas-ações , estas de nada lhe servirão. A única coisa que faria válida essas ações é a crença correta e esta se encontra no livro de Allah e na Sunna de Seu Mensageiro.
2) A persistência no pecado: Aquele que peca continuamente se acostuma com ele e tudo aquilo que o homem se acostuma durante a vida se apresentará a sua frente no momento da agonia. Se ele se inclina mais aos atos de adoração então é o que mais ele lembrará na hora da morte, mas se ele se inclina mais ao pecado, isso será o que mais ele lembrará, ficando como uma barreira entre o agonizante e seu Senhor, convertendo-se na causa de sua condenação nos seus últimos momentos. O Profeta SAAS disse: “O pecado é o arauto da incredulidade”.

Quem se esforça em não cometer pecados e quando incorre neles se arrepende prontamente está livre desse perigo. Mas quem comete tantos pecados que excedem as suas boas ações e não se arrepende está exposto a esse perigo.

Um sábio contou que uma vez um homem que amava xadrez estava na agonia da morte, e alguém lhe disse: ‘Diga la ilaha ila Allah’ Então ele respondeu: ‘Xeque mate’ e imediatamente morreu. Audho billah.

Foi narrado também acerca de um homem que costumava sentar com pessoas que consumiam bebidas alcoólicas. Quando ele estava agonizando, disseram a ele: “Diga la ilaha ila Allah” Mas ele respondeu: “Bebam e me sirvam um pouco” e depois morreu, que Allah nos proteja de ter um final similar.

Uma pessoa na hora de sua morte foi lhe dito: “Diga la ilaha ila Allah” e ele dizia: “Eu não consigo” e lhe diziam: “Diga la ilaha ila Allah” e ele dizia: “Eu não consigo” e logo após morreu.

Algumas pessoas na hora da morte quando lhe dizem: “Diga la ilaha ila Allah” voces sabem o que ele diz? Vai até o fulano e pegue dele meu dinheiro que ele está me devendo. Vá até fulano e pega o pagamento do aluguel , vá até fulano e pegue meus bens , Subhan Allah até nessa hora estão apegados nessa vida, não pensa a não ser no seu comércio e dinheiro.


Por exemplo: Se durante a sua vida você acostumar-se a ouvir o Quran, isso é o que se apresentará perante ti na agonia da morte. Já se você se acostumar com a musica será ela que se apresentará na sua frente na agonia da morte.
Um sheikh uma vez contou que se dirigiu até uma mulher que estava na agonia da morte e disse a ela: “Diga la ilaha ila Allah” e a mulher nem sequer mexia os lábios. Disse novamente: “Diga la ilaha ila Allah!” E a mulher comecou a mexer os lábios, e o sheikh pensou: “Alhamdulilah ela dirá la ilaha ila Allah” Você sabe o que a mulher fez ? Começou a cantar, e morreu dessa forma! Audho billah!
3)Abandonar a retidão (a Istiqamah), ou seja, abandonar a continuidade de adoração e prática de boas obras. Então perder-se numa vida pecaminosa depois de ter sido uma pessoa virtuosa e praticante de boas ações é uma das causas de um fim ruim. O shaytan diz ao ser humano: “Deixa de crer!” e quando a pessoa vira incrédula, o Shaytan diz: “Não tenho nada a ver contigo, eu temo a Allah, Senhor do Universo!” Allah SWT diz:

São como Satanás, quando diz ao humano: Renega! Porém, quando este renega a Allah, diz-lhe: Sabe que não sou responsável pelo que te acontecer, porque temo a Allah, Senhor do Universo! Porém, o destino deles é serem condenados ao fogo, onde permanecerão eternamente. Tal será o castigo dos iníquos!” 59:17

4) A debilidade da fé: A existência de alguma debilidade na fé da pessoa diminui seu amor por Allah, e o amor por este mundo fica cada vez mais forte em seu coração, e no final acaba por preencher todo o coração, sem deixar lugar ao amor por Allah, exceto em alguns cantinhos que já nem fazer efeito no seu ego para refreiá-lo de cometer pecados. Quando a agonia da morte chega seu amor por Allah fica ainda mais débil. E na hora de deixar esse mundo que tanto amava se nega a abandoná-lo, nisso o ódio acaba tomando lugar do amor por Allah, e aquele amor débil se torna ódio. Então se ele partir dessa forma, terá tipo um péssimo fim, e terá sido condenado eternamente.

Foi narrado que Sulaiman Ibn Abd al Malik entrou em Madina no mês da peregrinação e disse: “Há alguém que tenha conhecido algum dos sahaba?” As pessoas disseram: “Sim, Abu Hazim” Então mandou lhe chamarem, e quando ele chegou lhe disse: “Oh Abu Hazim porque odiamos a morte?” Ele disse: “Todo vosso esforço tem sido em prol desse mundo e tens descuidado da outra vida, e odeias abandonar aquilo que você lutou para se dirigir a aquilo que não se preparou (ou seja, o dia do juízo)”. Sulaiman disse: “Disseste a verdade!” Depois disse: “Me pergunto o que será que Allah tem nos preparado?” Abu Hazim lhe disse: “Julgue suas ações segundo o livro de Allah!” Sulaiman disse: “E onde encontro?” Ele respondeu: “No seguinte versículo:

Por certo os virtuosos estarão na delícia; E por certo, os impios, estarão no inferno” (82:13 e 14)

Sulaiman disse: “E onde está a misericórdia de Allah?” Ele respondeu: “A misericórdia de Allah está perto daqueles que fazem boas ações”. Sulaiman disse: “Me pergunto como será meu encontro com Allah” Ele disse: “Quem faz boas ações se sentirá como aquele que retorna a sua família depois de haver estado ausente de seu lar, em troca o malfeitor se sentirá como um escravo fugitivo quando é devolvido ao seu amo.” Então Sulaiman começou a chorar soluçando e disse: “Aconselha-me Oh Abu Hazim!” Ele disse: “Tema que Allah te veja enquanto estiveres fazendo aquilo que Ele proibiu e de que você não se encontre onde Ele lhe ordenou estar.”



Então quem crer acerca de Allah, Seus atributos e ações algo que contradiga o que contem o Quran e a Sunna, seja por imitar aos outros ou por opinião própria, estará exposto a este perigo. Portanto a única coisa que pode salvar desse perigo é a crença correta. Por isso mais uma vez a importância de buscar sempre o conhecimento dentro do Islam.
A travessia da alma nos céus:
Segundo a sunna sahiha do Profeta SAAS é nos dito que os anjos se encontram presentes durante a agonia da pessoa, se se tratar de uma pessoa virtuosa eles dizem: “Venha até nós oh alma boa que estava nesse corpo bom, venha digna de admiração e receba as boas-novas do descanso e provisão e saiba que teu Senhor está comprazido de Ti.” Eles continuam repetindo isso até a alma sair e então a levam para os céus. Os anjos pedem para que sejam abertas as portas, e então são perguntados: “Quem é esse?” Eles dizem: “Fulano de tal” Então é dito: “Bem-Vinda sejas Oh boa alma que estava em um bom corpo. Entra digna de admiração e receba as boas-novas novas do descanso e provisão e saiba que teu Senhor está comprazido de Ti.” Eles continuam repetindo essas palavras até que chegam sétimo céu, e então Allah diz: Registrem o livro do meu servo em Illiin (Registro onde registram-se as obras dos piedosos). E os anjos registram. E então Allah diz: “Devolvam-no para a Terra, da qual o criei e a ela devolverei e dela será extraído novamente”
Mas se trata de um kafir ou um pecador os anjos dizem: “Venha Oh alma perversa que estava em um corpo maligno digna de culpa e receba a noticia de um fluido fervente e pus, e outros tormentos similares, todos juntos” Eles continuam repetindo essas palavras até que a alma sai, e sobem aos céus com a alma e pedem para que sejam abertas as portas, então lhes perguntam: “Quem é esse?” Eles respondem : “é fulano de tal” Então é lhe dito: “Não és bem vinda Oh alma perversa, regressa, digna de culpa!” E então as portas não lhe são abertas. Esse é o significado do versículo do Quran que diz: “Aqueles que desmentirem Nossos versículos e se ensoberbecerem, jamais lhe serão abertas as portas do céu, nem entrarão no paraíso, até que um camelo passe pelo buraco de uma agulha. Assim castigamos os pecadores.” (7:40)
Então Allah diz: “Registrem seu livro em Sijjin (livro que registra as más ações) na terra inferior” O sijjin se encontra na sétima terra, que é a inferior e nele estão escritas as ações dos demônios e incrédulos. Logo Allah diz: “Retornem Meu servo a terra, pois Eu lhe havia prometido que assim como dela o criei a ela retornará e dela será extraído novamente.” Então os anjos jogam a alma do céu até a terra.
Por fim irmãos, nós devemos refletir na morte, o profeta SAAS nos exortou lembrar constantemente da morte. E era costume dos virtuosos lembrar da morte, isso porque a recordação da morte previne a pessoa do pecado e de ser iludido pelos encantos desse mundo, abranda o coração com a recordação de Allah e ajuda a suportar as aflições. Um sábio disse que quem lembra constantemente da morte será honrado com 3 coisas: Será rápido em se arrepender, estará satisfeito com seus sustento e não lhe faltará vontade nem energia para adorar a Allah. Ali Ibn Abu Talib disse: “Este mundo está se afastando de nós e o mundo da outra vida está cada vez mais próximo. Cada um dos dois tem sua própria gente, assim pois, sejas das pessoas do outro mundo, e não sejas das pessoas deste mundo. O presente é tempo de esforço e não de prestar contas, mas o de amanhã será tempo de prestar contas e não de esforço.” (Bukhari)
Abu Dardah, um grande companheiro do Profeta SAAS disse: “3 coisas me fazem sorrir e 3 coisas me fazem chorar. As coisas que me fazem sorrir são: o homem que tem grandes esperanças nesta vida enquanto que a morte está o buscando, o homem que ignora a morte mas esta não o ignora, e o que ri a gargalhadas, mas não sabe se Allah está Satisfeito com ele ou Enfurecido. As coisas que me fazem chorar são: Não desfrutar mais da companhia de Muhamad SAAS e seus companheiros, os espantosos momentos que acompanham a morte e encontrar-me de pé perante Allah no dia em que todos os segredos serão conhecidos e não saber se me dirigirei ao Paraíso ou ao Inferno!”
Abu Darda também disse: “Vocês vivem para logo morrer, constróem para logo destruírem, concentram vossos esforços naquilo que é efêmero e sois negligentes com aquilo que será eterno”.
Vamos nos imaginar no momento da morte na cama e o anjo da morte aparece, as pessoas à nossa volta nos chamando. Nossa alma começa a sair pelos nossos pés, algumas pessoas relataram que a sensação é como a de 300 sopros de uma espada, outros disseram que é como se o céu e a terra lhe esmagassem, outros disseram que era como pregos que começam a arrancar a sua alma dos pés até a cabeça. Imaginem! Nossa alma começou a sair pelos nossos pés e nós sabemos disso, e olhamos para as pessoas à nossa volta chorando, e nossa alma saindo. Os anjos na nossa frente nos esperando ou com uma vestimenta do paraíso ou com uma vestimenta do inferno (audho billah). O anjo da morte sentado ao lado da nossa cabeça chamando a nossa alma ou nos dando as boas novas da Misericórdia de Allah ou da Ira de Allah. Imaginem os anjos nos elogiando ao subir a cada céu ou então fechando as portas dos céus e nos expulsando. Imaginem as pessoas nos lavando e nos amortalhando, as pessoas amadas se despedindo de nós, e rezando para que Allah tenha Misericórdia de nós, imaginem as pessoas nos carregando até nosso túmulo e nós ou felizes querendo que eles se apresse ou desesperadas gritando com medo do que virá, imaginem quando nos colocarem num buraco no chão e jogarem a terra sobre nossos rostos. Quem poderá nos ajudar nesses momentos? A nossa família, os nossos vizinhos, nossos bens, nossas riquezas, nada disso irá nos servir. E Por Allah irmãos ninguém poderá nos ajudar nesse momento, exceto a misericórdia de Allah e as nossas boas ações. Devemos refletir nisso sempre irmãos porque isso pode ocorrer daqui a uma hora, um dia, um ano, Allahu alam! Irmãos estou dizendo isso para que a gente lembre de Allah, para que a gente se arrependa dos nossos pecados, para que a gente cumpra com as nossas obrigações para com Allah. Ali narrou que o Mensageiro de Allah disse: “O Anjo Gabriel veio até mim e me disse: Oh Muhamad! Viva quanto quiseres pois morrerás. Ama a quem quiseres pois terás que abandona-lo. Faca o que quiseres pois serás chamado a prestar contas...”
Imploro a Allah swt que nos firme e nos conceda a palavra firme nessa vida e na outra. Que Allah tenha misericórdia de nós na agonia da morte. Que Allah nos conceda um bom final, que Allah permita que nossas ultimas palavras nessa vida sejam la ilaha ila Allah, e que esta seja nossa bandeira nessa vida e na outra. Que Allah esteja satisfeito conosco no momento de abandonarmos esse mundo, que Allah nos envie seus anjos nos trazendo a melhor noticia, a noticia do Paraíso e da Sua Complacência. E que Allah faça dessa aula uma luz para nossos corações para que a partir de agora mais do que nunca nossa meta seja seguir a orientação e obedecer a Allah quando Ele nos convocar para a Salvação! Allahuma Amin!
Ouçam Allah nos chamando nesse momento para a Salvação:

Dize: Ó servos meus, que se excederam contra si próprios, não desespereis da misericórdia de Allah; certamente, Ele perdoa todos os pecados, porque Ele é o Indulgente, o Misericordiosíssimo. E voltai, contritos, porque, então, não sereis socorridos. E observai o melhor do que, de vosso Senhor, vos foi revelado, antes que vos açoite o castigo, subitamente, sem o perceberdes. Antes que qualquer alma diga: Ai de mim por ter-me descuidado (das minhas obrigações) para com Allah, posto que fui um dos escarnecedores! Ou diga: Se Allah me tivesse encaminhado, contar-me-ia entre os tementes! Ou diga, quando vir o castigo: Se pudesse Ter outra chance, seria, então, um dos benfeitores! (Allah lhe replicará): Qual! Já te haviam chegado os meus versículos. Porém, tu os desmentiste e te ensoberbeceste, e foste um dos incrédulos!
Irmãos essa aula será testemunha nos do Dia do Juízo ou a nosso favor ou contra nós. Será ao nosso favor se nós nos firmarmos na orientação depois dela e será contra nós se voltarmos as costas e fecharmos os olhos para a verdade! Imploro a Allah que seja ao nosso favor, Ya Allah lhe suplico por todos os nomes que a Ti pertencem que seja ao nosso favor! Amin!
E que a paz e as bênçãos de Allah estejam com nosso amado Profeta Muhamad SAAS, e Louvado seja Allah, Senhor do Universo!



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal