Elementais



Baixar 5,35 Mb.
Página5/9
Encontro12.07.2018
Tamanho5,35 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9




Empédocles



Filósofo grego (490 – 430 a.c.) autor da teoria dos quatro elementos. Apontado por Aristóteles como fundador da arte oratória. Inspirou-se na doutrina de Parmênides e foi o criador da primeira teoria biológica. Segundo a lenda, preciptou-se a cratera do vulcão Etna.



Dicionário Enciclopédico Brasileiro Ilustrado


Professor Magalhães


O Logos

É o princípio ativo que contém e está contido. Sua tríplece manifestação não constitui perpetuidade, pois que constrói e destrói e volta a construir. Tudo está em desenvolvimento e em queda permanente. Este é o princípio ativo de todas as coisas no Universo... Vide o Mineral? Nele reside a força e a forma; vide o Vegetal?

Nele incidi a evolução do Mineral e do Vegetal; Vide o Animal? Nele incidi a evolução do Mineral e do vegetal; Vide o Espírito? Nele incidi a evolução de toda existência material para o mundo astral.

Princípio Verde
O verde é a cor que predomina, seja nos campos, nas florestas...Quando o princípio é o mesmo, o resultado implica nas semelhanças. É assim na Natureza, é assim na natureza do homem.

Verde em vários tons, mas sempre verde; homens de diferentes raças, mas sempre homens. O verde é a cor que predomina; seja nas montanhas, no fundo dos oceanos...Quando o princípio é o mesmo, o belo compõe a uma unidade com todas as suas particularidades. É assim na Natureza, é assim na natureza do homem.

Limbo da Natureza

É no resquício da matéria inerte que se revela o princípio que sobrevém ao princípio elementar que faz brotar da terra a essência da planta, da árvore, da flor... Matéria que compõe os elementos e são princípios elementados de todos os corpos em sua forma: mineral, vegetal e animal. Na natureza, existe sempre aquilo que gera o que vai gerar e aquilo que gerou o que gera o que vai gerar.(pradhâna-sâns).

PRAKRITI X PURUCHA

Estes dois termos sânscritos contrapõem-se para interagir: Prakriti – ação produtora (Natureza – Matéria); Purucha – princípio primordial (espiritual), não produtor, porém o espírito advém à matéria e a matéria sucumbirá para advir o espírito.São ligados, porém, coexistem separadamente. Convém lembrar a máxima: “... pois pólos iguais se repelem”.Em prakriti ocorre ação e em Purucha repercute experiência e ele evoluiu. Natureza X Espírito – estão em conformidade a existência de todas as coisas animadas ou não, mas a seu tempo e modo e sob os quais o Logos se manifesta.

A Natureza manifestada


Ó mãe do Universo!

Contemplas aflita o caminho de tuas criaturas

Pois sobrevives através delas...

Revestem o grande Todo com teu manto magnífico!

És visível e eterna!

És sublime e incompreensível!

Ó mãe do universo!

És feminino do Cosmos masculino

Representado por seus elementos...

Ó grande mãe!

Teu íntimo impenetrável, não revelado,

Mostra tua face nas cores dos campos, florestas,

Rios e mares!

A natureza – Causa primária – A Quarta criação



  • A criação Mukhya (Quarta criação) – é, pois, o ponto central entre os três reinos inferiores e os três superiores, o que representa os sete reinos esotéricos do Cosmos e da Terra.

Doutrina Secreta Vol. II/ pág. 163


Quando os corpos móveis e fixos são criados: os corpos vegetais. Nasce o Reino Vegetal; organismos vivos e com Almas saltitantes; quando “... os três graus dos reinos elementais ou rudimentares são desenvolvidos neste mundo”. 1


  1. Doutrina Secreta Vol. II / pág. 162


Mukhya – sânscrito (primeira/ principal, o melhor) A criação Mukhya inicia a série de quatro.

Os deuses que habitam o insondável

Eles se mostram na fúria dos ventos e das águas; apontam e lançam raios azuis que iluminam a face do abismo ou estão dentro das tempestades e conduzem nuvens de trovões pelos céus do mundo...Sacodem a terra violentamente levando montanhas e levantando o mar abrindo fendas na terra...Não podemos decifra-los; compreender o seu tempo...São os deuses dos Elementos, senhores de mitologias antigas; senhores da Terra que pulsa viva no Cosmos.



O grande Alento


O grande Alento que podemos entender como Movimento e Tattvas (forças da natureza/ movimento vibratório), correspondem às suas variações: “Expiração e Inspiração”: respiração. Significa que um Universo aparece e desaparece da Grande Mãe; é o movimento abstrato absoluto. O Tattvas corresponde também aos cinco sentidos atuais: audição, visão, olfato, tato e paladar. Estes correspondem aos cinco elementos na Natureza:


  • Audição - Tattva do Éter

  • Tato - Tattva do Ar

  • Visão - Tattva do Fogo

  • Paladar - Tattva da Água

  • Olfato - Tattva da Terra


Bosques Sagrados

Templos das Divindades onde a obscuridade e o silêncio são fonte inspiradoras e aterrorizantes onde são celebrados cultos aos senhores que se refugiam no alto das árvores dominando-lhes a alma. Por séculos eram considerados esconderijos de juízes que acreditavam estar sob a influência dos gênios da floresta e ditavam suas sentenças.




1   2   3   4   5   6   7   8   9


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal