E para a missa "pro sponsis"



Baixar 113,97 Kb.
Encontro06.07.2017
Tamanho113,97 Kb.




TEXTOS VÁRIOS PARA A CELEBRAÇÃO

DO MATRIMÓNIO

E PARA A MISSA “PRO SPONSIS”
I

LEITURAS BÍBLICAS
Leituras do Antigo Testamento
179. Gn 1, 26-28.31a

Leitura do Livro do Gênesis

Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem e segundo a nossa semelhança, para que domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais de toda a terra, e sobre todos os répteis que rastejam sobre a terra” E Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus ele o criou: homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: “Sede fecundos e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a! dominai sobre os peixes do mar, sobre Oe pássaros do céu e sobre todos os animais que se movem na terra”. E Deus viu que tudo quanto havia feito e eis que tudo era muito bom.

Palavra do Senhor.


180. Gn 2, 18-24

Leitura do Livro do Gênesis

O Senhor Deus disse: “Não é bom que o homem esteja só. Vou dar-lhe uma auxiliar semelhante a ele” Entoa o Senhor Deus formou a terra, todos os animais selvagens e todas as aves do céu, e trouxe-os a Adão para ver como os chamaria; todo o ser vivo teria o nome que Adão lhe desse. E Adão deu nome a todos os animais domésticos, a todas as aves do céu e a todos os animais selvagens, mas Adão não encontrou uma auxiliar semelhante a ele. Então o Senhor Deus fez cair um sono profundo sobre Adão. Quando este adormeceu, tirou-lhe uma das costelas e fechou o lugar com carne. Depois, da costela tirada de adão, o Senhor Deus formou a mulher e conduziu-a a Adão. E Adão exclamou: “Desta vez sim, é osso dos meus ossos, e carne da minha carne! Ela será chamada ‘mulher’ porque foi tirada do homem”. Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à uma mulher, e eles serão uma só carne.

Palavra do Senhor.


181. Gn 24, 48-51.58-57

Leitura do Livro do Gênesis

Naqueles dias, o servo de Abraão disse a Labão: “Eu bendisse o Senhor, Deus do meu senhor Abraão, que me tinha guiado pelo caminho certo, a fim de escolher a filha do seu irmão para esposa do seu filho. Por isso, dizei-me se estais dispostos a demonstrar amizade e fidelidade ao meu senhor, a fim de que eu possa orientar-me”. Labão e Batuel responderam: “Do Senhor vêm estas palavras, e nós não podemos dizer-te outra coisa fora da sua vontade. Aí tens Rebeca diante de ti: Toma-a, parte, e que ela seja esposa do filho do teu senhor, conforme disse”. Chamaram então Rebeca e lhe perguntaram: “Queres ir com este homem?” Ela respondeu: “Quero”. Deixaram, pois, partir sua irmã Rebeca, juntamente com sua ama de leite, o servo de Abraão e seus homens. Fizeram votos pela prosperidade de sua irmã e disseram: “Tu, irmã nossa, cresce em milhares de milhares, e os teus descendentes conquistem as cidades inimigas”. Rebeca e suas servas levantaram-se, montaram nos camelos e seguiram o homem. E assim, o servo tomou Rebeca e partiu. Isaac tinha voltado da região do poço de Laai-Rói e morava na terra de Negueb. Ao cair da tarde, Isaac saiu para o campo a passear. Levantando os olhos, viu camelos que chegavam. Rebeca também, erguendo os olhos, viu Isaac. Desceu do camelo, e perguntou ao servo: “Quem é aquele homem que vem pelo campo, ao nosso encontro?” O servo respondeu: “É o meu senhor”. Ela puxou o véu e cobriu o rosto. Então o servo contou a Isaac tudo o que tinha feito. Ele introduziu Rebeca na tenda de Sara, sua mãe, e recebeu-a por esposa. Isaac amou-a, consolando-se assim da morte da mãe. Palavra do Senhor.
182. Tb 7, 6-14

Leitura do Livro de Tobias

Naqueles dias, Raquel levantou-se e beijou Tobias, chorando. E disse: “Abençoado sejas, meu filho, filho de tão nobre e excelente pai! Que desgraça, ter ficado cego um homem tão justo e tão prodigo em esmolas!” e lançou-se, chorando ao pescoço de Tobias, filho de seu irmão. Igualmente Edna, mulher, pranteou Tobias. E Sara, filha deles, também chorou. Raquel matou depois um cordeiro do rebanho e ofereceu-lhes cordial hospedagem. Depois de tomarem banho e se terem purificado, puseram-se à mesa. Tobias disse então a Rafael: “Azarias, meu irmão, dize a Raquel que me de Sara, minha Irma como esposa”. Raquel ouviu aquelas palavras e disse ao jovem “Come, bebe e passa tranquilamente esta noite. Não há ninguém com direito de receber Sara, minha filha, como esposa, senão tu, meu irmão. Do mesmo modo, também eu não tenho direito de dá-la a ninguém senão a ti, porque és meu parente mais próximo. Vou, no entanto, dizer-te toda a verdade meu filho. Dei-a a sete homens dentre nossos irmãos, e todos morreram na noite em que iam aproximar-se dela. Agora, filho, come e bebe, e o Senhor providenciará por vós”. Tobias respondeu: “Não comerei, nem beberei, antes que decidas a minha situação”. Raquel respondeu: “Está bem. É a ti que ela é dada, de acordo com a prescrição do Livro de Moisés. Assim, se o céu decreta que ela te seja dada, leva contigo tua irmã. Desde agora, tu és seu irmãos, e ela tua irmã. Desde hoje, ela te é entregue para sempre. Que o Senhor do céu vos faça felizes esta noite, meu filho e vos conceda misericórdia e paz!” Raquel chamou Sara, sua filha e ela se aproximou. Ele tomou-a pela mão e entregou-a a Tobias dizendo: “Recebe-a de acordo com a Lei e de acordo com o preceito no Livro de Moisés, pelo qual ela te deve ser dada como esposa. Toma-a e leva-a, feliz, à casa de teu pai. Que Deus do céu vos conduza em paz”. Chamou a mãe da moça e disse-lhe que trouxesse uma folha de papiro para escrever o contrato de casamento, declarando que a entregava a Tobias como esposa segundo a sentença da Lei de Moisés. E a mãe dela trouxe a folha de papiro e ele escreveu e assinou. Depois disso, começaram a comer a beber.

Palavra do Senhor.


183. Tb 8, 4b-8

Leitura do Livro de Tobias

Na noite de núpcias, disse Tobias a Sara: “Levanta-te, irmã! Oremos e imploremos ao nosso Senhor que nos conceda misericórdia e salvação”. Ela levantou-se, e ambos se puseram a orar e a suplicar que lhes fosse concedida a salvação. Ele começou a dizendo: “Tu és bendito, ó Deus de nossos pais, bendito é o teu nome, por todos os séculos e gerações! Que os céus e a todas as tuas criaturas te bendigam por todos os séculos! Foste tu quem criou Adão, e para ele criaste Eva, sua mulher, para que lhe servisse de ajuda e apoio. De ambos teve inicio a geração dos homens. Tu mesmo disseste: ‘Não é bom que o homem esteja só. Vamos fazer-lhe uma auxiliar semelhante a ele’ agora, Senhor, não é por desejo impuro que eu recebo, como esposa, esta minha irmã, mas faço-o de coração sincero. Sê misericordioso comigo e com ela e concede-nos que cheguemos juntos, a uma idade avançada” Disseram depois, a uma só voz: “Amém! Amém!”.

Palavra do Senhor.


184. Pr 31, 10-13.19-20.30-31

Leitura do Livro dos Provérbios

Uma mulher forte, quem a encontrará? Ela vale muito mais do que as jóias. Seu marido confia nela plenamente, e não terá falta de recursos. Ela lhe dá só alegria e nenhum desgosto, todos os dias de sua vida. Procura lã e linho, e com habilidade trabalham as suas mãos. Estende a Mao para a roxa e seus dedos seguram o fuso. Abre suas mão ao necessitado e estende sua mão ao pobre. O encanto é enganador e a beleza é passageira; a mulher que teme ao Senhor, esta sim, merece louvor. Proclamem o êxito de suas mãos, e na praça louvem-na as suas obras!

Palavra do Senhor.


185. Ct 2, 8-10.14.16a; 8,6-7a

Leitura do Livro do Cântico dos Cânticos.

É a voz do meu amado! Eis que ele vem saltando pelos montes, pulando sobre colinas. O meu amado parece uma gazela, ou um cervo ainda novo. Eis que ele está de pé atrás de nossa parece, espiando pelas janelas, observando através das grades. O meu amado me fala dizendo: “Levanta-te, minha amada, minha rola, formosa minha, e vem! Minha rola, que moras nas fendas da rocha, no esconderijo escarpado, mostra-me teu rosto, deixa-me ouvir tua voz! Pois a tua voz é dão doce, e gracioso o teu semblante!” O meu amado é todo meu e eu sou dele: Ele me disse: “Grava-me como um selo em teu coração, como um selo em teu braço!” Porque o amor é forte como a morte e a paixão é cruel como a morada dos mortos; suas faíscas são de fogo, uma labareda divina. Águas torrenciais jamais apagarão o amor, nem rios poderão afogá-lo.

Palavra do Senhor.


186. Eclo 26, 1-4.16-21

Leitura do Livro do Eclesiástico

Feliz o marido que tem uma boa esposa: o número de seus dias será duplicado. A mulher virtuosa é a alegria do marido, que passará em paz os anos de sua vida. Uma voa esposa é uma herança excelente, reservada aos que temem o Senhor. Rico ou pobre, seu marido tem alegria no coração e em qualquer circunstancia mostra um rosto prazenteiro. A graça da mulher é a delicia do marido e seu senso prático lhe revigora os ossos. Mulher amiga do silencio é dom do Senhor e nada é comparável à alma bem-educada. Mulher pudica é graça primorosa, e não há medida que determine o valor da alma casta. Como o sol se levanta nas alturas do Senhor, assim o canto da boa esposa na casa bem-ordenada.

Palavra do Senhor.


187. Jr 31,31-32a.33-34a

Leitura do Livro de Jeremias

Eis que virão dias, diz o Senhor, em que concluirei com a casa de Israel e a casa de Judá uma nova aliança; não como a aliança que fiz com seus pais, quando os tomei pela mão para retirá-los da terra do Egito. Esta será a aliança que concluirei com a casa de Israel, depois desses dias, diz o Senhor: imprimirei minha lei em suas entranhas, e hei de escrevê-la em seu coração; serei seu Deus e eles serão meu povo. Não será mais necessário ensinar seu próximo ou sei irmão, dizendo: ‘Conhece o Senhor!’; todos me reconhecerão, do menor ao maior deles, diz o Senhor.

Palavra do Senhor.



Leitura do Novo Testamento
188. Rm 8, 31b-35.37-39

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Irmãos: Se Deus é por nós, quem será contra nós? Deus não poupou seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós: como não nos daria tudo junto com ele? Quem acusará os escolhidos de Deus? Deus, quem os declara justos? Quem condenará? Jesus Cristo, que morreu, mas ainda, que ressuscitou, e está à direita de Deus, intercedendo por nós? Quem nos separará do amor de Cristo? Tribulações? Angústia? Perseguição? Fome? Nudez? Perigo? Espada? Mas, em tudo isso, somos mais que vencedores graças àquele que nos amou! Tenho a certeza de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os poderes celestiais, nem o presente, nem o futuro, nem as forças cósmicas, nem a altura, nem a profundeza, nem outra criatura qualquer, será capaz de nos separar do amor de Deus por nós, manifestado em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Palavra do Senhor.


189. Rm 12, 1-2.9-18 (mais longa)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Pela misericórdia de Deus, eu vos exorto, irmãos, a vos oferecerdes em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus: este é o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com o mundo, mas transformai-vos, renovando vossa maneira de pensar e de julgar, para que possais distinguir o que é da vontade de Deus, isto é, o que é bom, o que lhe agrada, o que é perfeito. O vosso amor seja sincero. Detestai o mal, apegai-vos ao bem. Que o amor fraterno vos uma uns aos outros com terna afeição, prevenindo-vos com atenções recíprocas. Sede zelos e diligentes, perseverantes na oração. Socorrei os santos em suas necessidades, persisti na pratica da hospitalidade. Abençoai os que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis. Alegrai-vos com os que se alegram, chorai com os que choram. Mantende um bom entendimento uns com os outros; não vos deixeis levar pelo gosto de grandeza, mas acomodai-vos às coisas humildes. Na presumais de vossa sabedoria. Não pagueis a ninguém o mal com o mal. Antecipai-vos na prática do bem perante todos. À medida do possível e enquanto depender de vós, vivei em paz com todo o mundo.

Palavra do Senhor.


Rm 12, 1-2.9-13 (mais breve)

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Pela misericórdia de Deus, eu vos exorto, irmãos, a vos oferecerdes em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus: este é o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com o mundo, mas transformai-vos, renovando vossa maneira de pensar e de julgar, para que possais distinguir o que é da vontade de Deus, isto é, o que é bom, o que lhe agrada, o que é perfeito. O vosso amor seja sincero. Detestai o mal, apegai-vos ao bem. Que o amor fraterno vos uma uns aos outros com terna afeição, prevenindo-vos com atenções recíprocas. Sede zelos e diligentes, perseverantes na oração. Socorrei os santos em suas necessidades, persisti na pratica da hospitalidade.

Palavra do Senhor.



190. Rm 15, 1b-3a.5-7.13

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

Irmãos: Não devemos buscar a nossa própria satisfação. Cada um de nós procure agradar ao próximo para o bem, visando à edificação. Com efeito, Cristo também não procurou a sua própria satisfação. O Deus que dá Constancia e conforto vos dê a graça da harmonia e concórdia, uns com os outros, como ensina Cristo Jesus. Assim, tendo como que um só coração e uma só voz, glorificareis o Deus e Pai do Senhor nosso, Jesus Cristo. Por isso, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo vos acolheu, para a gloria de Deis. Que o Deus da esperança voz encha da alegria e da paz, em vossa vida de fé. Assim, transbordareis de esperança, pelo poder do Espírito Santo.

Palavra do Senhor.


191. 1Cor 6, 13c-15a.17-20

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

Irmãos: O corpo não é para a imoralidade, mas para o Senhor, e o Senhor é para o corpo; e Deus, que ressuscitou o Senhor, nos ressuscitará também a nós, pelo seu poder. Porventura ignorais que vossos corpos sãos membros de Cristo? Quem adere ao Senhor torna-se com ele um só espírito. Fugi da imoralidade. Em geral, qualquer pecado que uma pessoa venha a cometer fica fora do seu corpo. Mas o fornicador peca contra o seu próprio corpo. Ou ignorais que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que mora em vós e que vos é dado por Deus? E, portanto, ignorais também que vós não pertenceis a vós mesmos? De fato, fostes comprados, e por preço muito alto. Então, glorificai a Deus com o vosso corpo.

Palavra do Senhor.


192. 1Cor 12, 31-13,8a

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios.

Irmãos: Aspirai os dons mais elevados. Eu vou ainda mostrar-vos um caminho incomparavelmente superior. Se eu falasse todas as línguas, as dos homens e as dos anjos, mas não tivesse amor, eu seria como um bronze que soa ou um címbalo que retine. Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, mas se não tivesse amor, eu não seria nada. Se eu gastasse todos os meus bens para o sustento dos pobres, se entregasse o meu corpo às chamas, mas não tivesse amor, isso de nada me serviria. O amor é paciente, é bondoso, não é invejoso, não é vaidoso, não se ensoberbece; não faz nada de inconveniente, não é interesseiro, não se encoleriza, não guarda rancor; não se alegra com a iniqüidade, mas se regozija com a verdade. Suporta tudo, crê tudo, espera tudo, desculpa tudo. O amor não acabará nunca.

Palavra do Senhor.


193. Ef 4, 1-6

Leitura da carta de São Paulo aos Efésios

Irmãos: Eu, prisioneiro no Senhor, vos exorto a caminhardes de acordo com a vocação que recebestes: com toda a humildade e mansidão, suportai-vos uns aos outros com paciência e amor. Aplicai-vos a guardar a unidade do Espírito pelo vinculo da paz. Há um só Corpo e um só Espírito, como assim é uma só a esperança à qual fostes chamados. Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos, que reina sobre todos, age por meio de todos e permanece em todos.

Palavra do Senhor.


194. Ef 5,2a.21-33 (mais longa)

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios

Irmãos: Vivei no amor, como Cristo nos amou e se entregou a si mesmo a Deus por nós. Vós que temeis a Cristo, sede solícitos uns para com os outros. As mulheres sejam submissas aos seus maridos como ao Senhor. Pois o marido é a cabeça da mulher, do mesmo modo que Cristo é a cabeça da Igreja, ele, o Salvador do Corpo. E como a Igreja é solícita por Cristo, sejam mulheres solícitas em tudo pelos seus maridos. Maridos, amai as vossas mulheres, como o Cristo amou a Igreja e se entregou por ela. Ele quis assim torná-la santa, purificando-a com o banho da água unida à Palavra. Ele quis apresentá-la a si mesmo esplendida, sem mancha nem ruga, nem defeito algum, mas santa e irrepreensível. Assim é que o marido deve amar a sua mulher, como ao seu próprio corpo. Aquele que ama a sua mulher ama-se a si mesmo. Ninguém jamais odiou a sua própria carne. Ao contrario, alimenta-a e cerca-a de cuidados, como o Cristo faz com a sua Igreja; e nós somos membros do seu corpo! Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá a sua mulher e os dois serão uma só carne. Este mistério é grande, e eu o interpreto em relação a Cristo e à Igreja. Em todo o caso, cada um, no que lhe toca, deve amar a sua mulher como a si mesmo, e a mulher deve respeitar o seu marido.

Palavra do Senhor.


Ef 5,2a.25-32

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios

Irmãos: Vivei no amor, como Cristo nos amou e se entregou a si mesmo a Deus por nós. Maridos, amai as vossas mulheres, como o Cristo amou a Igreja e se entregou por ela. Ele quis assim torná-la santa, purificando-a com o banho da água unida à Palavra. Ele quis apresentá-la a si mesmo esplendida, sem mancha nem ruga, nem defeito algum, mas santa e irrepreensível. Assim é que o marido deve amar a sua mulher, como ao seu próprio corpo. Aquele que ama a sua mulher ama-se a si mesmo. Ninguém jamais odiou a sua própria carne. Ao contrario, alimenta-a e cerca-a de cuidados, como o Cristo faz com a sua Igreja; e nós somos membros do seu corpo! Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá a sua mulher e os dois serão uma só carne. Este mistério é grande, e eu o interpreto em relação a Cristo e à Igreja.
195. Fl 4, 4-9

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses

Irmãos: Alegrai-vos sempre no Senhor; eu repito, alegrai-vos. Que a vossa bondade seja conhecida de todos os homens! O Senhor está próximo! Não vos inquieteis com coisa alguma, mas apresentai as vossas necessidades a Deus, em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças. E a paz de Deus, que ultrapassa todo entendimento, guardará os vosso corações e pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, ocupai-vos com tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável, honroso, tudo o que é virtude ou de qualquer modo mereça louvor. Praticai o que aprendestes e recebestes de mim ou que de mim vistes e ouvistes. Assim o Deus da paz estará convosco.

Palavra do Senhor.


196. Cl 3 12-17

Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses

Irmãos: Vós sois amados por Deus, sois os seus santos eleitos. Por isso, revesti-vos de sincera misericórdia, bondade, humildade, mansidão e paciência, suportando-vos mutuamente, se um tiver queixa contra o outro. Como o Senhor vos perdoou, assim perdoai-vos também. Mas, sobretudo, amai-vos uns aos outros, pois o amor é vínculo da perfeição. Que a paz de Cristo reine em vossos corações, à qual fostes chamados como membros de um só corpo. E sede agradecidos. Que a palavra de Cristo, com toda a sua riqueza, habite em vós. Ensinai e admoestai-vos uns aos outros com toda sabedoria. Do fundo dos vossos corações, cantai a Deus salmos, hinos e cânticos espirituais, em ação de graças. Tudo o que fizerdes, em palavras ou obras, seja feito em nome do Senhor Jesus Cristo. Por meio dele daí graças a Deus, o Pai.

Palavra do Senhor.


197. Hb 13, 1-4a.5-6b

Leitura da Carta aos Hebreus

Irmãos: Perseverai no amor fraterno. Não esqueçais a hospitalidade; pois, graças a ela, alguns hospedaram anjos, sem perceber. Lembrai-vos dos prisioneiros, como se estivéssemos presos com eles, e dos que são maltratados, pois também vós tendes um corpo! O matrimonio seja honrado por todos e o leito conjugal, sem mancha. Que o amor ao dinheiro não inspire a vossa conduta. Contentai-vos com o que tendes, porque ele próprio disse: “Eu nunca te deixarei, jamais te abandonarei”. De modo que podemos dizer, com ousadia: “O Senhor é meu auxilio, jamais temerei”.

Palavra do Senhor.


198. Pd 3,1-9

Leitura da Primeira Carta de São Pedro

Vós esposas, submetei-vos aos vossos maridos. Assim, os que ainda não obedecem à Palavra poderão ser conquistados, mesmo sem discursos, pelo comportamento de suas esposas, ao observarem a sua conduta casta e respeitosa. O vosso adorno não consista em coisas externas, tais como cabelos trançados, jóias de ouro, vestidos luxuosos, mas na personalidade que se esconde no vosso coração, marcada pela estabilidade de um espírito suave e sereno, coisa preciosa diante de Deus. Era assim que se adornavam, outrora, as santas mulheres que colocavam as esperança em Deus: eram submissas aos seus maridos. Deste modo, Sara obedeceu a Abraão chamando-o seu senhor. Vós vos tornareis filhas de Sara, se praticardes o bem, sem vos deixardes intimidar por ninguém. De igual modo, vós os maridos, convivei de modo sensato com vossas mulheres, tratando-as como um vaso mais frágil, e prestai-lhes a honra devida a co-herdeiras da graça da vida, para que não sejam frustradas as vossas orações. Finalmente, sede todos unânimes, compassivos, fraternos, misericordiosos e humildes. Não pagueis o mal com o mal, nem ofensa com ofensa. Ao contrário, abençoai, porque para isto fostes chamados: para serdes herdeiros da benção.

Palavra do Senhor.


199. 1Jo 3, 18-24

Leitura da Primeira Carta de São João

Filinhos, não amemos só com palavras e de boca, mas com ações e de verdade! Aí esta o critério para saber que somos da verdade e para sossegar diante de Deus o nosso coração, pois, se o nosso coração nos acusa, Deus é maior que o nosso coração e conhece todas as coisas. Caríssimos, se o nosso coração não nos acusa, temos confiança diante de Deus. E Qualquer coisa que pedimos recebemos dele, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é do seu agrado. Este é o seu mandamento: que creiamos no nome do seu Filho, Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, de acordo com o mandamento que ele nos deu. Quem guarda os seus mandamentos, permanece com Deus, e deus permanece com ele. Que ele permanece conosco, sabemo-lo pelo Espírito que ele nos deu.

Palavra do Senhor.


200. 1Jo 4, 7-12

Leitura da Primeira Carta de São João

Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece a Deus. Quem não ama, não chegou a conhecer a Deus, pois Deus é amor. Foi assim que o amor de Deus se manifestou entre nós: Deus enviou o seu Filho único ao mundo, para que tenhamos vida por meio dele. Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de reparação pelos nossos pecados. Caríssimos, se Deus nos amou assim, nós também devemos amar-nos uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus permanece conosco, e seu amor é plenamente realizado entre nós.

Palavra do Senhor.


201. Ap 19,1.5-9a

Leitura do Livro do Apocalipse de São João

Eu, João, ouvi um forte rumor de uma grande multidão no céu que clamava: “Aleluia! A salvação, a glória e o poder pertencem ao nosso Deus”. Então uma voz saiu do trono, convidando: “Louvai o nosso Deus, todos os seus servos e todos vós que o temeis, pequenos e grande”. Ouvi também o rumor de uma grande multidão. Parecia o fragor de águas torrenciais e o ribombar de fortes trovões. A multidão aclamava: “Aleluia! O Senhor, nosso Deus o Todo-poderoso passou a reinar. Fiquemos alegres e contentes, e demos glória a deus, porque chegou o tempo das núpcias do Cordeiro. Sua esposa já se preparou. Foi-lhe dado vestir-se com linho brilhante e puro” (o linho significa as obras justas dos santos). E um anjo me disse: “Escreve: Felizes os convidados para o banquete das núpcias do Cordeiro”.

Palavra do Senhor.



Salmos responsoriais
202. Sl 32 (33)

Refrão: Transborda em toda a terra a sua graça!
Feliz o povo cujo Deus é o Senhor

E a nação que escolheu por sua herança

O Senhor pousa o olhar sobre os que o temem

E que confiam esperando em seu amor.


No Senhor nós esperamos confiantes

Porque ele é nosso auxilio e proteção!

Por isso o nosso coração se alegra nele,

Seu santo nome é nossa única esperança.

Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça,

Da mesma forma que em vós nós esperamos!



203. Salmo 33 (34)

Refrão: Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo.

Ou: Provai e vede quão suave é o Senhor!


Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo,

Seu louvor estará sempre em minha boca

Minha alma se gloria no Senhor;

Que ouçam os humildes e se alegrem.


Comigo engrandecei ao Senhor Deus,

Exaltemos todos juntos o seu nome

Todas as vezes que o busquei ele me ouviu

E de todos os temores me livrou.


Contemplai a sua face e alegrai-vos

E vosso rosto não se cubra de vergonha

Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido

E o senhor o libertou de toda angústia.


O Anjo do Senhor vem acampar

Ao redor dos que o temem, e os salva

Provai e vede quão suave é o Senhor.

Feliz o homem que tem nele o seu refúgio.



204. Salmo 102 (103)

Refrão: O Senhor é indulgente, é favorável.

Ou: O amor do Senhor Deus por quem o teme é de sempre e perdura para sempre.


Bendize, ó minha alma, ao Senhor,

E todo o meu ser, seu santo nome.

Bendize, ó minha alma, ao Senhor,

Não tem esqueças de nenhum dos seus favores!


O Senhor é indulgente, é favorável,

É paciente, é bondoso e compassivo

Como um pai que se compadece de seus filhos,

O Senhor tem compaixão dos que o temem.


O amor do Senhor Deus por quem o teme

É de sempre e perdura para sempre

E também sua justa se estende

Por gerações até os filhos de seus filhos,

Aos que guardam fielmente sua Aliança.

205. Salmo 111 (112)

Refrão: Feliz de quem anda na lei do Senhor.
Feliz o homem que respeita o Senhor

E que ama com carinho a sua lei!

Sua descendência será forte sobre a terra

Abençoada a geração dos homens retos


Haverá glória e riqueza em sua casa

E permanece para sempre o bem que fez

Ele é correto, generoso e compassivo

Como luz brilha nas trevas para os justos.


Feliz o homem caridoso e prestativo,

Que resolve seus negócios com justiça

Porque jamais vacilará o homem reto

Sua lembrança permanece eternamente


Ele não teme receber noticias más.

Confiando em Deus, seu coração está seguro.

Seu coração está tranqüilo e nada teme.

E confusos há de ver seus inimigos.


Ele reparte com os pobres os seus bens

Permanece para sempre o bem que fez

E crescerão a sua gloria e seu poder.

206. Salmo 127 (128)

Refrão: Felizes os que temem o Senhor

Ou: Será assim abençoado todo aquele que teme o Senhor.


Feliz és tu se temes o Senhor

E trilhas seus caminhos

Do trabalho de tuas mãos hás de viver,

Serás feliz, tudo irá bem.


A tua esposa é uma videira bem fecunda

No coração de tua casa

Os teus filhos são rebentos de oliveira

Ao redor de tua mesa.


Será assim abençoado todo homem

Que teme o Senhor

O Senhor te abençoe de Sião

Cada dia de tua vida.



207. Salmo 144 (145)

Refrão: O Senhor é muito bom para com todos.
Misericórdia e piedade é o Senhor,

Ele é amor, é paciência, é compaixão

O Senhor é muito bom para com todos

Sua ternura abraça a toda criatura.


Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem

E os vossos santos com louvores vos bendigam!

Todos os olhos, ó Senhor, em vós esperam.

E vós lhes dais no tempo certo o alimento.


É justo o Senhor em seus caminhos,

É sano em toda obra que ele faz.

Ele está perto da pessoa que o invoca,

De todo aquele que o invoca lealmente.



208. Salmo 148

Refrão: Louvem todos o nome do Senhor.
Louvai o Senhor deus nos altos céus.

Louvai-o no excelso firmamento

Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o.

Louvai-o legiões celestes.


Louvai-o sol e lua, e bendizei-o

Louvai-o vós, estrelas reluzentes

Louvai-o, céus dos céus, e bendizei-o.

E vós, águas que estais por sobre os céus.


Montes e colinas, bendizei-o

Cedros todos e vós árvores frutíferas

Feras do mato e vós, mansos animais.

Todos os repteis e os pássaros que voam.


Reis da terra, povos todos, bendizei-o

E vós, príncipes, e todos os juízes

E vós, jovens, e vós moças e rapazes

Anciãos e criancinhas, bendizei-o

Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos.

Porque somente o seu nome é excelso.


A majestade e esplendor de sua glória

Ultrapassam em grandeza o céu e a terra.

Ele exaltou seu povo eleito em poderio.

Ele é motivo de louvor para os seus santos.



Aleluia e versículos antes do Evangelho
209. 1Jo 4, 7b

Todo aquele que ama, é nascido de Deus, e conhece a Deus.


210. 1Jo 4, 8b e 11

Deus é amor, caridade. Se Deus nos amou deste modo, também nós nos devemos amar.


211. 1Jo 4, 12

Se nós nos amarmos, irmãos, Deus fica habitando em nós, e em nós seu amor é perfeito.


212. 1Jo 4, 16

Quem permanece no amor, em Deus permanece e Deus nele.




Evangelhos

213. Mt 5, 1-12a

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.

Naquele tempo, vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se e Jesus começou a ensiná-los: “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque possuíram a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançaram misericórdia Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. Alegrai-vos e exultai porque será grande a vossa recompensa nos céus”.

Palavra da Salvação.


214. Mt 5, 13-16

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se torna insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída no alto de um monte. Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro onde ela brilha para todos os que estão na casa. Assim também brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e louvem o vosso Pai que está nos céus”.

Palavra da Salvação.


215. Mt 7, 21.24-29 (mais longo)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Nem todo que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai, que está nos Céus. Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em pratica, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram conta a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha. Por outro lado, quem ouve estas minhas palavras e não as põe em pratica, é como um homem sem juízo, que construiu sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos sopraram e deram contra a casa, e a casa caiu, e a sua ruína foi completa!” Quando Jesus acabou de dizer estas palavras, as multidões ficaram admiradas com seu ensinamento. De fato, ele as ensinava como quem tem autoridade, e não como os mestres da Lei.

Palavra da Salvação.


Mt 7, 21.24-25 (mais breve)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Nem todo que me diz: ‘Senhor, Senhor’, entrará no Reino dos Céus, mas o que põe em prática a vontade de meu Pai, que está nos Céus. Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as põe em pratica, é como um homem prudente, que construiu sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, os ventos deram conta a casa, mas a casa não caiu, porque estava construída sobre a rocha”.

Palavra da Salvação.


216. Mt 19, 3-6

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.

Naquele tempo, alguns fariseus aproximaram-se de Jesus e perguntaram, para o tentar: “É permitido ao homem despedir sua esposa por qualquer motivo?” Jesus respondeu: “Nunca lestes que o Criador, desde o inicio, os fez homem e mulher? E disse: ‘Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe, e se unirá à sua mulher, e os dois serão uma só carne’? De modo que eles já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe”.

Palavra da Salvação.


217. Mt 22, 35-40

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus.

Naquele tempo, um dos fariseus perguntou a Jesus, para experimentá-lo: “Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?”. Jesus respondeu: “‘Amarás o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento’! Esse é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a esse: ‘Amarás ao teu próximo como a ti mesmo’ Toda Lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”.

Palavra da Salvação.


218. Mc 10, 6-9

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Marcos.

Naquele tempo, disse Jesus: “Desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe, e os dois serão uma só carne. Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe!”.

Palavra da Salvação.


219. Jo 2, 1-11

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por João.

Naquele tempo, houve um casamento em Caná da Galiléia. A mãe de Jesus estava presente. Também Jesus e seus discípulos tinham sido convidados para o casamento. Como o vinho veio a faltar, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não tem mais vinho”. Jesus respondeu-lhe: “Mulher, por que dizes isso a mim? Minha hora ainda não chegou”. Sua mãe disse aos que estavam servindo: “Fazei o que ele vos disser”. Estavam seis talhas de pedra colocadas aí para a purificação que os judeus costumam fazer. Em cada uma delas cabiam mais ou menos cem litros. Jesus disse aos que estavam servindo: “Enchei as talhas de água”. Encheram-nas até a boca. Jesus disse: “Agora tirai e levai ao mestre-sala”. E eles levaram. O mestre-sala experimentou a água que se tinha transformado em vinho. Ele não sabia de onde vinha, mas os que estavam servindo sabiam, pois eram eles que tinham tirado a água. O mestre-sala chamou então o noivo e lhe disse: “Todo mundo serve primeiro o vinho melhor e, quando os convidados já estão embriagados, serve o vinho menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora!” Este foi o inicio dos sinais de Jesus. Ele o realizou em Caná da Galiléia e manifestou a sua glória, e seus discípulos creram nele.

Palavra da Salvação.


220. Jo 15, 9-12

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por João

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Como o Pai me amou, assim também eu vos amei, Permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor. Eu vos disse isso, para que a minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena. Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei”.

Palavra da Salvação.


221. Jo 15, 12-16

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por João.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor. Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer, tudo o que ouvi de meu Pai. Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes, e para que produzais fruto, e o vosso fruto permaneça. O que então pedirdes ao Pai em meu nome ele vo-lo concederá.

Palavra da Salvação.


222. Jo 17, 20-26 (mais longo)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por João.

Naquele tempo, ergue Jesus os olhos para o céu e orou, dizendo: “Pai santo, eu não te rogo somente por eles, mas também por aqueles que vão crer em mim pela sua palavra para que todos sejam um como tu, pai estás em mim e eu em ti, e para que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste. Eu dei-lhes a glória que tu me deste, para que eles sejam um, como nós somos um: eu neles e tu em mim, para que assim eles cheguem à unidade perfeita e o mundo reconheça que tu me enviaste e os amaste, como me amaste a mim. Pai, aqueles que me deste quero que estejam, comigo onde estiver, para que eles contemplem a minha glória, glória que tu me deste, porque me amaste antes da fundação do universo. Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheci e estes também conheceram que tu me enviaste. Eu lhes diz conhecer o teu nome, e os tornarei conhecido ainda mais, para que o amor com que me amaste esteja neles, e eu mesmo esteja neles”.

Palavra da Salvação.



Jo 17, 20-23 (mais breve)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por João.



Naquele tempo, ergue Jesus os olhos para o céu e orou, dizendo: “Pai santo, eu não te rogo somente por eles, mas também por aqueles que vão crer em mim pela sua palavra para que todos sejam um como tu, pai estás em mim e eu em ti, e para que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste. Eu dei-lhes a glória que tu me deste, para que eles sejam um, como nós somos um: eu neles e tu em mim, para que assim eles cheguem à unidade perfeita e o mundo reconheça que tu me enviaste e os amaste, como me amaste a mim”.

Palavra da Salvação.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal