E do Inferno por Pastor Yong-Doo Kim



Baixar 1,15 Mb.
Página10/10
Encontro13.05.2017
Tamanho1,15 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10

Satanás toma vingança contra minha família

Quando o rei dos espíritos malignos ouviu a nossa conversa, ficou muito bravo. Ele ficou especialmente irritado quando ouviu a palavra evangelizar. "O quê! Evangelizar quem? O que você está falando? Você não tem idéia da dor que eu sinto por causa de você! Eu estive esperando por este momento! Vou tomar isso como um motivo para fazer sua família sofrer ainda mais. Comecem o tormento!", ordenou. Ao seu comando, um demônio subordinado respondeu: "Sim, senhor! Satanás Rei!" O demônio foi em direção a minha mãe, meu sobrinho e meu irmão.

Minha mãe estava vestida de branco e meu irmão e meu sobrinho estavam vestidos de preto. A criatura lançou meus familiares no chão, um ao lado do outro e começou a perfurar o corpo da minha mãe, a partir dos seus pés. O prego era pontiagudo, muito comprido e grosso. "Ahh! Bong Nyu! Salve-me! Por favor, me ajude!" Sua pele estava sendo arrancada da sua carne, enquanto o sangue espalhava-se por todo o seu corpo. Seus gritos e choro eram ouvidos em todo o lugar. Meus ouvidos tiniam como se estivessem prestes a explodir, ante tantos gemidos.

As cenas do inferno não são criadas pela minha imaginação, não são fictícias. O inferno é um lugar real. Em tudo o que testemunhei, os eventos foram acontecendo na minha frente. As cenas e sons de tormento são reais. Como eu poderia criar uma imaginação de tal miséria? Minha paciência limitada expirou e eu gritei como uma pessoa insana: "Senhor! Por favor, faça alguma coisa, por favor! Depressa! Eu não aguento mais ver isso. Por favor! Por que o Senhor não pune o bastardo maligno que está atormentando a minha mãe?", eu gritei histericamente.

Em lágrimas, clamei: "Mãe! Minha pobre mãe! Ela estava em tal tormento, porque eu havia irritado a Satanás. É minha culpa que a minha família esteja em maior tormento. O que devo fazer? Mãe, por favor, me perdoe! É minha culpa! "Satanás ordenou a seus subordinados para continuar a perfuração do corpo da minha mãe. As criaturas perfuravam seu estômago, peito, pescoço e cabeça. Eles não mostravam misericórdia. Minha mãe desmaiava de vez em quando e também gritava. Sangue e pedaços de pele estavam por toda parte. Ela não parecia mais humana.

Meu irmão e meu sobrinho sofriam terrivelmente ao testemunhar o tormento da minha mãe. Eles tremiam incontrolavelmente. Depois de terem acabado com a minha mãe, eles correram em direção ao meu irmão e meu sobrinho. Eles começaram a furar seus corpos com os pregos da mesma forma que fizeram com minha mãe. "Ah! Irmã Bong Nyu! Salve-me! Por favor, ajude-me! "Tia, me ajude! Titia! Por favor, peça ao Senhor, depressa!" As criaturas malignas continuaram a perfurar sem piedade. Os gritos do meu irmão e meu sobrinho ecoavam nos ares do inferno.

Satanás gritou em voz alta: "Olha, como você se sente? Não é legal? Como você tem contribuído para a minha dor, eu vou deixar você sentir dor pelo tormento de sua família. Vou deixar que você testemunhe em primeira mão!" Tentei ignorar Satanás. Olhei para minha mãe e gritei: "Mãe! Minha pobre mãe! Quando eu visitei pela última vez o inferno, você estava no fogo do inferno. Quando eu te vi no fogo, meu coração doeu muito. Tentei vingar você atacando o rei dos espíritos malignos. Entretanto, o ato de minha vingança resultou em maior tormento para você. Sinto muito. Mãe, me perdoe! O que devo fazer? " Eu chorava e chorava. Tornei-me irritante e comecei a xingar o rei dos espíritos malignos.

"Satanás! Você, diabo! O Deus trino vive em mim! Eu sou filha de Deus! Vou destruir este lugar. Eu te prometo. Eu não posso, então, meu Deus fará justiça por mim. Você vai ser destruído. Você será lançado no lago de fogo. Vou esperar pacientemente até aquele dia. Espírito maligno imundo e velhaco! Satanás imundo! Quem você pensa que é? Como se atreve a seduzir as pessoas sobre a terra, fazê-las pecar e levá-los para o inferno. Bastardo! Você é maldito! Satanás e todos os seus inferiores sob o seu comando serão amaldiçoados por Deus Pai!"

O Senhor me viu ficar mais agitada e então rapidamente segurou a minha mão. Eu estava no inferno, mas de imediato, uma luz brilhante apareceu diante dos meus olhos. Eu já estava no céu. Depois de estar na escuridão do inferno, a deslumbrante luz do céu esvaziou minha mente. A mudança súbita de ambiente havia me confundido.

Jesus gentilmente explicou: "Bong Nyu, ainda que eu quisesse ajudá-la, seria impossível. Uma vez que alguém vai para o inferno, jamais pode sair. É impossível mudar isso. Alguém só pode ser salvo enquanto estiver vivo na terra. Após a morte, não há nenhuma chance de se arrepender. É tarde demais. Tudo o que posso fazer por você é chorar com você ou te levar ao céu. Seus familiares estão no inferno e eu não posso fazer qualquer coisa. Está fora da minha mão. Ninguém pode ajudá-los." O Senhor estava muito triste pela situação.

Embora eu estivesse no céu, a lembrança da minha família no inferno trouxe lágrimas aos meus olhos. Eu não conseguia parar de pensar em minha família atormentada no inferno. Eu estava sentindo uma dor insuportável. Não havia nenhum conforto para o meu coração partido. O Senhor me levou ao ponto mais alto do céu. Eu vi uma nuvem especial, em forma de uma ponte. Enquanto o Senhor e eu atravessávamos a nuvem, ele segurou minha mão. No entanto, meus pensamentos ainda estavam na minha família em tormento.

Eu continuei a chorar como uma criança. Fiquei envergonhada enquanto chorava na frente de Jesus: "Senhor, eu sinto muito. Aprendi que não choramos no céu. O que devo fazer? Eu não posso controlar isso .... ". O Senhor, então, chamou três anjos e lhes disse: "A santa Baek Bong Nyu vai voltar à Igreja do Senhor. Vocês vão guardá-la e vigiá-la cuidadosamente." Os anjos e eu regressamos a terra. Toda vez que retorno de uma visita ao inferno, todo o meu corpo fica dolorido. Minhas costas normalmente doem muito. Orei e pedi ao Senhor: "Senhor, eu tenho muita dor nas costas. É muito difícil, para mim, orar de joelhos.

Posso orar deitada no banco da igreja? O Senhor respondeu graciosamente: "Isso seria bom." Deus Pai também respondeu: "Tudo bem quanto a orar deitada."

Então continuei minha oração, deitada no banco da igreja. Jesus voltou e me levou para as montanhas do céu. Lá, vi muitos pilares de pedras brilhantes. Eram tremendamente brilhantes. Aproximei-me deles. Eram como cristais transparentes e refletiam luzes em todas as direções. Eram tão bonitos que não há palavras para expressar a sua glória. Estava diante de um cenário maravilhoso e fantástico. O Senhor sabia que eu estava deprimida e por isso Ele me levou para mostrar esses lugares bonitos. Ele me confortou e me animou, fazendo todos os esforços para me fazer feliz: "Bong Nyu, pare de chorar!" Eu não conseguia me controlar e, com muita dificuldade, tentava parar de chorar.



Voluntários para visitar o inferno

Depois de retornar à igreja, comecei a orar, mas logo depois adormeci. Durante o meu sono, meu anjo de proteção, junto com três outros anjos, vigiavam-me e protegiam-me. Depois de haver acordado, perguntei aos anjos onde o Senhor havia ido. O Senhor permaneceu comigo até antes de eu cair no sono. Os anjos responderam: "Não se preocupe, o Senhor estará de volta em breve". Logo depois de me responderem, o Senhor apareceu. Então eu lhe disse: "Senhor, nosso rali de 30 dias de oração termina amanhã. Eu não vou ter a oportunidade de visitar o inferno novamente. Eu gostaria de ir lá pela última vez."

O Senhor disse: "Você realmente quer fazer isso? Você ainda não está fisicamente recuperada de sua última visita. Ainda está em choque. Bong Nyu, por que você decidiu voltar? Por que você quer visitar o inferno novamente? "O Senhor estava preocupado. Então lhe respondi: "Eu aprendi muitas coisas nesse rali.” No meio do sermão, o pastor disse muitas palavras estranhas. Eu acho que seu objetivo era incentivar e fortalecer a nossa fé. Repeti ao Senhor as palavras que o pastor havia pregado. O Senhor, então, em voz alta riu e disse: "Oh, eu já ouvi essas palavras." Eu respondi: "Eu aprendi uma coisa importante: é somente pela fé! Além disso, aprendi a orar persistentemente em relação a todos os pedidos, principalmente, sobre o despertamento espiritual. Talvez os outros membros da equipe de oração estejam pensando o mesmo que eu.

Jesus me disse: "Bong Nyu, eu entendo suas intenções, mas se você visitar o inferno mais uma vez, você provavelmente verá seus pais de novo. Você vai ser emocionalmente ferida mais uma vez. Meu coração dói sabendo que não posso te ajudar. Por que você está persistentemente pedindo para visitar o inferno mais uma vez? "Eu respondi prontamente: "Senhor, nosso pastor está escrevendo um livro que revela a verdade e a identidade do diabo e do inferno. Portanto, se eu visitar o inferno mais uma vez, posso testemunhá-lo e experimentá-lo com mais detalhes. Podemos, portanto, ter um relato com mais precisão sobre os fatos e assim publicá-los. Temos que descrever minuciosamente o inferno e os espíritos malignos." Enquanto eu manifestava a minha devoção, Jesus parecia estar impressionado comigo. Fiquei ereta de joelhos enquanto orava. O Senhor disse então: "Tudo bem, quanto a orar deitada de costas." Nesse caso, eu pedi a Haak Sung para me trazer um travesseiro. Ao deitar, comecei a orar.

O Senhor me levou de volta ao inferno, mas ele foi embora, deixando-me sozinha. Comecei a caminhar através da escuridão. O caminho era estreito, então eu tinha que passar com cuidado. Reconheci o caminho e fui capaz de seguir em frente. Continuei a caminhar, mas não podia ver ou sentir nada. Sem saber, de repente eu estava presa em uma cela. Tentei descobrir onde eu estava presa, mas não conseguia ver nada. Além disso, eu mal era capaz de me mover.

Experimentando o tormento, sem sentir dor

Após alguns instantes, apareceu um grupo de espíritos malignos que logo foram retirando todas as minhas roupas, deixando-me nua. Eu estava presa em uma pequena célula ou câmara. Senti objetos estranhos e pegajosos no chão, os quais começaram a subir por minhas pernas e no meu corpo. Eles continuaram a subir mais e mais pelo meu corpo. Enquanto eles grudavam em meu corpo, senti como se alguém tivesse espalhado uma cola super grudenta sobre todo o meu corpo. Imediatamente reagi e gritei aos espíritos malignos: "Vocês, criaturas malignas! O Deus Trino está me protegendo e eu não tenho medo de vocês! O meu Senhor me protege! Todas vocês, criaturas malignas do inferno, ouçam-me! Não vai demorar muitos dias até que Deus destrua o inferno! Apenas esperem até aquele dia terrível!" Eu inadvertidamente disse também algumas palavras abusivas.

Enquanto eu gritava, os objetos pegajosos continuaram a subir no meu peito, pescoço e em direção a minha boca. Parecia que eles estavam tentando grudar na minha boca e fechá-la. Gritei mais alto: Eu os amaldiçôo, criaturas malignas! Vocês serão destruídos em breve!" Enquanto eu gritava, todo o meu corpo tremia.

Logo depois, criaturas estranhas começaram a sair dos objetos pegajosos. As criaturas pequenas pareciam estar balançando enquanto se moviam. Quando eu descobri o que eles eram, fiquei chocada. Eram centopéias de cor escura que rastejavam por todo o meu corpo. Havia muitas delas. Elas então começaram a se partir e penetrar em minha pele. Felizmente, como eu estava protegida por Deus, eu não sentia nenhuma dor. Assim, eu ri e ridicularizei-as de forma indiferente.

O rei das criaturas malignas estava irritado com a minha indiferença. Eu não estava sentindo nenhuma dor. O diabo fez um sinal e logo inúmeras cobras apareceram e enrolaram-se com força em volta do meu corpo. Enquanto elas se enrolavam em meu corpo, também me mordiam.

Confiantemente em fé, gritei: "Sim, isso parece bastante agradável. Por favor, mordam-me mais! Vocês estão aliviando as minhas coceiras". Enquanto eu ria e ridicularizava as criaturas e insetos, um grupo de cobras naja ficou em pé e continuou a morder-me de forma incessante.

Não importa quantas vezes elas me mordiam ou aumentavam sua pressão em torno de mim, eu não sentia nenhuma dor. De repente, meu quarto estava cheio de cobras. Então orei ao Senhor: "Senhor, por favor, me ajude! Onde está o Senhor? Por favor, venha depressa! "Eu continuei a invocar o seu nome, mas não adiantou. Ele não apareceu.

Eu não sabia quanto tempo havia passado enquanto eu orava em línguas, mas foi um bom tempo. Eu podia ver o Senhor surgindo no meio de uma luz brilhante. Rapidamente eu o gritei: "Senhor, Senhor!" Fiquei muito contente em vê-Lo. Quando Jesus acenou com a mão, a cela e o inferno desapareceram e eu estava usando um vestido brilhante, com asas. Não importa onde eu estivesse, se Jesus não estivesse comigo, seria o inferno.

Parecia que eu havia estado no inferno por meio ano. O inferno é inimaginável. É um lugar de dor e tormento. Um dia no inferno é como mil anos, ou mesmo dez mil anos. Eu não quero pensar no inferno, nem por um segundo. É a casa de desespero eterno, de gritos eternos e lamentações eternas. Ao me levar de volta para a igreja, Jesus tocou o meu corpo onde eu havia experimentado dor. Ele então me consolou com palavras gentis: "Bong Nyu, santa Bong Nyu. Todos vocês são as minhas ovelhinhas. Você tem se dedicado a orar por 30 dias. Continue estudando a Palavra e freqüentando a igreja com entusiasmo. Diga ao seu Pastor para registrar diligentemente todas as suas experiências.

O Pastor Kim Yong Doo expulsa demônios

Ontem, mais uma vez, um grupo de espíritos malignos entrou na irmã Baek Bong Nyu. A batalha de expulsar os espíritos malignos levou toda a noite. Era domingo e eu também fui atacado por espíritos malignos. Num momento de fraqueza, enquanto a minha mente vagava, eu fui ferido fisicamente.

Durante outro culto noturno, a irmã Baek Bong Nyu foi novamente atacada e os espíritos malignos entraram nela. Hordas diferentes de espíritos assediaram-na e provocaram uma dor terrível nela. Felizmente, os espíritos malignos não entraram em sua cabeça. Contudo, devido à dor insuportável que aumentava a cada minuto em todo seu corpo, ela caiu no chão em agonia. Como isso aconteceu na noite anterior, saímos inquietos da igreja e, chegando em casa, ainda tivemos uma noite agitada. Amanhã completaremos o período de 30 dias de oração e não nos importamos se formos atacados novamente. Os espíritos malignos são persistentes em seus ataques. Eles não desistem. Estou francamente ficando doente e cansado de seus ataques.

Lutar com os espíritos malignos e expulsá-los exige espiritualmente de nós muito sacrifício e enfraquece nosso corpo físico. Toda a equipe de oração ficou esgotada. Entretanto, o Senhor gradualmente nos fortaleceu. "Eu vou lutar até a morte, mesmo que me custe a vida! Um por um, expulsei os espíritos malignos com um foco intenso. Então, de repente, a esposa do pastor caiu no chão. Enquanto ela estava expulsando os espíritos malignos junto com o Pastor, eles a atacaram e entraram em seu corpo. Ela ficou suscetível devido a seu estado debilitado, tanto física como espiritualmente.

Os espíritos malignos alternam seus ataques à esposa do Pastor e à irmã Baek Bong Nyu. Parecia que eles estavam intencionalmente tentando nos enganar com seus alvos. Eles estavam zombando de nós. A batalha continuou até pela manhã e os espíritos malignos continuaram a resistir aos nossos comandos. Então o Senhor interveio. No começo, ele apenas observou as nossas ações, mesmo que clamássemos a ele. O Senhor não ordenou aos espíritos malignos para se afastar. Ao observar a nossa batalha, Ele ponderou a nossa capacidade persistente e nossa fé para expulsar os espíritos malignos. Estávamos expulsando os espíritos malignos numa só fé. Ele continuou a observar.

Até me pareceu que éramos um grupo de lunáticos insanos. Um estranho poderia ter dito que estávamos todos mentalmente perturbados. Eu não conseguia entender como chegamos a tal situação. Eu não estava sonhando. Era tudo real e eu não sabia quanto tempo essa situação continuaria. Minha mente estava fraca e duvidosa. Mas eu sabia que se eu julgasse as situações espirituais com base em uma conclusão física, eu estaria pecando terrivelmente diante do Senhor. Assim eu me recompus e concentrei minha mente. Continuei a expulsar os espíritos malignos em nome do Senhor. Isso requeria a assistência do Senhor. Eu costumava acreditar que expulsar espíritos malignos exigiria apenas simples palavras instruídas pela Bíblia. No entanto, no rali de oração e vivenciando as batalhas mais meticulosamente, tive que me arrepender diante de Deus em relação à natureza da guerra espiritual. Fiquei indiferente quando ele veio expulsar os espíritos malignos. Como de costume, enfrentávamos os espíritos malignos durante toda a noite, até à oração da manhã. Depois que a batalha terminava, podíamos orar individualmente. Como sempre, Deus me dava o movimento das mãos para curar. Sem controle da minha parte, minhas mãos se moviam em direções diferentes. Esses movimentos da mão eram movimentos de cura.

Há 15 dias, fui severamente atacado por violentos espíritos malignos. Fui mordido, ficando com uma marca na minha pele. Eu estava com dores terríveis. A marca da mordida não desaparecia e a dor era contínua. Agora eu entendo a lógica do ataque: os espíritos malignos sabem sobre o livro que estou escrevendo. Eu escrevo com minha mão direita. O ataque foi principalmente no lado direito do meu corpo. Minha mão direita, pulso direito, o lado direito do meu ombro, o lado direito das minhas costas e meus nervos estavam todos doloridos. Os espíritos malignos tentaram me impedir de prosseguir com o livro.

Antes do ataque, eu pregava livremente, como também adorava e orava tanto quanto eu desejasse. Mas agora, toda vez que eu falo ou me movimento, sinto uma dor insuportável. Portanto, não posso me mover ou funcionar corretamente. Tudo isso é o resultado da minha negligência. O Senhor ordenou-me a manter em segredo o que eu havia testemunhado e experimentado até que o livro fosse publicado. No entanto, fui desobediente e minha negligência trouxe-me resultados terríveis. Agora, sou mais cauteloso em todos os assuntos. Tenho cuidado quando me encontro com pessoas. Até que os livros fossem concluídos e liberados, deixei de mencionar qualquer parte das experiências a alguém. Na verdade, tentei evitar conversas até com minha família. Estou pagando o preço pela desobediência. Percebi, através do meu tormento físico, quão terrível pode ser a desobediência aos Seus mandamentos. Como eu me arrependo todos os dias, espero ser curado o mais rápido possível.



==== DIA 30 ( Tessalonicenses 5:14-23 )

Diaconisa Shin Sung Kyung: Iniciando as experiências espirituais

"Jesus, por favor, unge-me com o teu Espírito para que eu também possa dançar no Espírito, como a Sra. Kang Hyun Ja e a irmã Baek Bang Nyu! Estou te pedindo! Eu desejo tanto!" Enquanto eu orava fervorosamente, senti minhas mãos se tornando quentes. O calor era extremo. Era como tocar em uma bola de fogo. Experimentei isso anteriormente, mas foi de curta duração. Entretanto, hoje, todo o meu corpo ficou quente e minhas mãos elevaram-se involuntariamente. Parecia alguém invisível estava segurando minhas mãos, determinando se elas seriam erguidas ou abaixadas. Meus braços e mãos erguiam-se e abaixavam-se continuamente. Foi realmente fenomenal. Na verdade, meus braços e mãos estavam se movendo em todas as direções, com movimentos diferentes. Meu coração se encheu de alegria abundante. Eu estava em lágrimas de arrependimento. As lágrimas corriam pelo meu rosto. Senti minhas orações estavam espiritualmente mais profundas. Eu estava voando pelo céu noturno. Fiquei impressionada com a maravilhosa noite.



Kim, Joo EunQuatro anjos de guerra

Durante o rali de oração, Jesus me deu um dom santo e o dom de profetizar. Foram suas dádivas para mim. Eu amo muito a Jesus. Toda vez que eu fecho meus olhos e invoco o seu nome, ele, imediatamente, se faz presente. Ele me chama pelo meu apelido "Sardenta". Ele diz: "Sardenta, o que você precisa? Você tem alguma pergunta?" Ele, então, suave e gentilmente responde as minhas perguntas.

No entanto, muitas vezes, apareciam espíritos imundos disfarçados do Senhor. Eles também sabiam que eu freqüentemente invoco o Senhor e faço perguntas. No começo, eu não poderia diferenciar entre o Senhor e os espíritos malignos. Eu fui enganada várias vezes. Mas agora, eu testo os espíritos que aparecem. Testando os espíritos, é possível diferenciar entre o Senhor e os espíritos malignos. Estes não podem derramar o seu sangue. Também não podem tomar a cruz. São todos mentirosos. Eles mentem cada vez que aparecem. O Senhor deu-me sabedoria para identificá-los instantaneamente.

Quando faço perguntas que dizem respeito aos meus desejos físicos, ganância, ou coisas banais, o Senhor vira as costas para mim e fica em silêncio. Como eu sou uma jovem imatura, o Senhor responde minhas perguntas de uma forma que eu possa entender. Eu sou muito grata ao Senhor por Sua bondade. O Senhor é muito sensível e com um lindo coração. Ele é mais belo que tecidos de seda. Ele também é caloroso, suave e sensível Na verdade, Ele é muito meticuloso em tudo. Ele é onisciente, sabe o que está no fundo de todos os corações. Às vezes, Jesus revelava alguma informação a respeito de minha mãe e meu pai para mim. Não posso dizer como os meus pais se sentem ou pensam a partir de sua aparência exterior. No entanto, Jesus me dava uma mensagem que somente eles sabiam e que estava no fundo de seus corações. Ao dar a mensagem para meus pais, eles ficavam surpresos. A mensagem do Senhor levava-os a se render em arrependimento.

Eu também posso conversar com os anjos de proteção da minha família. Há quatro anjos, um para cada membro da nossa família. Quando tentava conversar com os anjos, o Senhor intervinha, dizendo: "Sardenta, eu sou o Senhor! Se você quer conversar ou discutir quaisquer questões, você deve me chamar e discutir qualquer assunto comigo. Por que você quer falar continuamente com os anjos?" Quando o Senhor fica com ciúmes, sinto-me realmente feliz, sabendo que Ele me ama.

Eu pude participar de todo esse rali, pois estava nas férias de inverno. Ao participar, eu orava fervorosamente, até deixando de lado lições de piano e outras atividades para que eu pudesse orar. Como resultado, Jesus me abençoou muito. Por outro lado, eu estava apreensiva quanto a minha escola. Eu sabia que, com o reinício das aulas, a minha oportunidade de orar ficaria limitada. Já se passaram nove meses que eu não assistia televisão ou utilizava o computador. No início, era muito difícil resistir a essas atividades. No entanto, agora, eu realmente desfruto da comunhão com o Senhor. Agora, o tempo que eu passava na televisão e no computador é utilizado para orar e estudar a Palavra. Eu dou toda a glória a Jesus.



Sobre as asas dos anjos

Após a oração, fui para casa e vi que os anjos de proteção da minha família estavam a nossa espera. O anjo de proteção do Pastor havia progredido em seus pares de asas de 01 para 02 e agora para 03 pares. Eu perguntei ao Senhor: "Jesus, o Senhor me disse uma vez que muitos dos os anjos de proteção das mega-igrejas tinham três pares de asas. Por que o anjo do nosso Pastor tem três pares de asas, sendo nossa igreja tão pequena? Ainda ontem, o anjo tinha dois pares de asas, agora ele tem três!" O Senhor respondeu: "Muitos pastores oram fervorosamente com toda sua força quando começam seu ministério. Entretanto, quando a igreja começa a crescer, eles já não oram como antes. Estou decepcionado e me sinto muito triste. Mas o pastor Kim está orando fervorosamente muitas vezes. Ele também está dirigindo seu ministério de acordo com a vontade de Deus. Portanto, eu dei a este anjo mais um par de asas." O anjo da minha mãe possui apenas um par.



Kim, Joseph: Olhos espirituais semi-abertos

Como hoje é o último dia do nosso rali de 30 dias de oração, preparei-me para orar com fervor. Orarei com dedicação e com todo meu coração. Eu segurei com minha mão direita na mão do irmão Haak Sung, entrelaçando nossos dedos. Ergui minha mão esquerda bem alto e comecei a orar em línguas. Enquanto eu estava orando com os olhos fechados, percebi e senti como se alguém estivesse segurando a minha mão esquerda com os dedos entrelaçados. Uma faísca de eletricidade passou pela minha mão esquerda e por todo o meu corpo. Muito assustado, tentei descobrir o que era. Senti o toque muito forte de alguém, como se estivesse segurando a minha mão. Como eu ainda estava orando, não abri os olhos de jeito nenhum. Todavia, decidi perguntar ao irmão Haak Sung: "Irmão Haak Sung! Sinto alguém segurando a minha mão esquerda. Você sabe quem é? Você poderia checar para mim? Por favor, me avise." Ele respondeu: "Irmão Joseph, Jesus está segurando sua mão, neste momento e Ele está voando em direção ao céu. Não abra os olhos e continue a orar!"

Enquanto eu continuava a orar, senti como se estivesse voando por algum espaço escuro. De repente, uma luz azul começou a brilhar diante de meus olhos. Ela se aproximou de mim e passou por mim muito rapidamente. Em seguida, outra luz azul passou por mim, mas desta vez era muito maior. Enquanto eu continuava a voar para mais longe, encontrei incontáveis estrelas que passavam por mim. Gritei: "Uau! Que visão maravilhosa! Isso é lindo!" Enquanto minha oração aprofundava, continuei a ver muitas estrelas passarem por mim à velocidade da luz e eu podia ouvir o estrondo ao romper a velocidade do som. Eu pensei: 'Talvez eu esteja sonhando. "Decidi beliscar-me. Sim, o meu corpo físico ainda estava na igreja orando. Entretanto, ao tocar o meu corpo físico, eu também estava no mundo espiritual, ao mesmo tempo.

Meu corpo físico estava orando em línguas, porém, espiritualmente eu estava voando muito rapidamente. De repente, um objeto que parecia uma moeda apareceu na minha visão. O objeto arredondado era parcialmente coberto com um material preto. Ele se tornou como uma lua cheia, mas era um eclipse o que eu estava presenciando. O eclipse criou uma lua crescente. A lua brilhava com raios de luz dourados. A luz dourada era tão brilhante que eu não podia olhar diretamente para ela. Eu nunca havia presenciado tal brilho. A luz balançava como um pêndulo, para trás e para frente, num ângulo de até 120 graus, produzindo as cores do arco-íris.

Imediatamente, pensei: 'Uau! Talvez esse lugar seja o céu de doze portas de pérolas! Achei que hoje seria o dia que eu entraria no céu. Como o meu coração ansiava, comecei a orar com mais fervor, mas, por alguma razão, minhas orações não me levaram adiante. Não importava o quão alto eu orava, eu não seguia em frente. Eu não estava voando como antes em alta velocidade. Fiquei estagnado, depois de haver testemunhado o arco-íris e as cores da luz. Parecia que o tempo havia parado.

Eu estava tão perto. Fiquei tão frustrado. Que vergonha! Eu não fui capaz de ir mais longe, porque olhei para trás. O meu coração desmaiou e senti-me vazio. Eu esperava ter outra experiência onde eu pudesse passar pelo pêndulo. Quando terminou o rali de oração, eram 07h da manhã.



Joseph se torna o alvo do diabo

Depois de terminarmos a nossa reunião de oração, o irmão Haak Sung e eu tivemos uma conversa. Enquanto estávamos conversando, o pastor e a diaconisa Shin deram uma carona a Jung Min até sua casa. O irmão Haak Sung e eu discutíamos nossas experiências durante o tempo de oração. Então, de repente, um objeto preto apareceu e se moveu a minha volta com grande velocidade. O objeto voava a minha volta e continuava a acelerar em uma velocidade tão rápida como um furacão. Naquele momento, tudo escureceu ao meu redor e eu me senti tonto. Tentei ficar atento e agarrar-me a algo, mas perdi o equilíbrio e caí no chão de concreto, batendo a cabeça no chão. Fiquei desmaiado, ao tempo em que a irmã Baek Bong Nyu e minha mãe correram até mim, assustadas e apreensivas com a minha situação. Descobri mais tarde, por um dos membros da igreja que eram espiritualmente despertados, o que havia ocorrido. Suas explicações foram as mesmas.

Embora eu estivesse espiritualmente despertado, minha espiritualidade era imatura. Se eu orasse um pouco mais, eu visitaria o céu e o inferno e poderia receber o dom de profetizar. Sendo tais fatos do conhecimento dos espíritos malignos, tornei-me o centro de seus ataques. O objetivo deles é evitar que eu seja totalmente despertado espiritualmente. Eles estão interrompendo e atacando em todos os sentidos. Os membros da igreja que haviam presenciado a minha queda afirmaram que viram um espírito maligno disfarçado de um anjo. O espírito pairou silenciosamente ao meu redor, circulando rapidamente para levar-me ao chão. Depois que eu caí, vi o espírito maligno com dois outros entrarem em minha cabeça. Eles foram a causa da minha dor de cabeça.

Os membros da igreja me ajudaram a ficar de pé. Eu fiquei com enxaqueca. Tudo o que eu lembrava era a explicação que me deram. Os membros espiritualmente despertados reuniram-se em torno de mim e começaram a expulsar os espíritos malignos. Mas, apesar de seus esforços, minha cabeça ficou pior.

Todos aguardavam ansiosamente o pastor. Tive dores de cabeça anteriormente, mas foram suportáveis. Desta vez, entretanto, com os espíritos malignos causando tal enxaqueca, era dolorosamente insuportável. Senti-me como se estivesse ficando louco. A dor ficou tão ruim que eu gritava alto. Enquanto eu gritava de dor, o pastor chegou e me viu no chão implorando por ajuda. Ele me perguntou o que havia acontecido. Os membros da igreja a uma só voz explicaram o que havia ocorrido. Depois que o pastor foi informado, ele gritou ruidosamente: "Malditos espíritos malignos, no poderoso nome de Jesus, sejam amarrados e partam!" Assim que o pastor ordenou, os espíritos malignos fugiram gritando. Depois disso, pude respirar e me acalmar e a dor de cabeça começou a passar.

Irmã Baek Bong Nyu: O pastor é muito popular no Céu

Depois de terminarmos a nossa reunião de oração noturna, o pastor pregou cedo pela manhã. Enquanto pregava, o Senhor falou por atrás do pastor, no meio do sermão: "Bong Nyu, os 30 dias de rali de oração me alegraram muito! Foram agradáveis!" O Senhor disse repetidas vezes que Ele só podia sorrir e se alegrar no céu quando Ele pensa em nós.

O Senhor nos disse que quando Ele se alegra e sorri no céu, os anjos e os santos sabem a razão pela qual ele está tão feliz. Os anjos e os santos estão ansiosos para ouvir qualquer notícia recente. Os santos haviam insistido com Jesus para lhes dizerem o motivo por que Ele estava em um estado de espírito tão alegre.

O Senhor disse que o pastor Kim Yong-Doo, da Igreja do Senhor, havia se tornado muito popular no céu. Logo que o pastor for despertado espiritualmente, ele será capaz de visitar o céu com o Senhor. Eu não posso esperar até esse dia. O Pastor dirige uma pequena e empobrecida igreja na terra, mas o Senhor reconhece o seu valor. Portanto, estou muito grato por isso.

O pastor considera toda a minha família como sua. Ele nos trata com respeito e dignidade. O Pastor nos dá sem esperar nada em troca. Quando eu visitei o inferno e lutei com o Satanás, o Senhor aumentou o meu galardão. O galardão do Pastor e sua futura casa foram aumentados e se tornaram maiores. Na verdade, sua casa era maior que a minha. Quando eu visitei o céu e tive a oportunidade de ver a minha futura casa, também vi a casa do pastor, que já estava com 514 andares.

A discussão entre a Sra. Kang, Hyun Ja e Joo-Eun causou a redução do tamanho de suas futuras casas. A casa da Sra. Kang Hyun Ja, que possuía 319 andares antes da discussão, ficou com 318 andares. A casa de Joo-Eun, que possuía 31 andares antes da discussão, ficou com 28. A casa de Joseph possui 22 andares e a de Haak Sung, 28 andares. Como a Yoo Kyung freqüentemente discute com Haak Sung, sua casa caiu de 20 para 17 andares. A casa da diaconisa Kyung Shin Sung possui 6 andares de altura e carece de materiais de construção, devido a sua falta de boas obras. Cada pessoa tem um depósito de tesouros para a construção contínua de suas casas, mas a quantidade de materiais depende de suas obras. A construção da casa da diaconisa Shin Sung Kyung acabou sendo interrompida. Minha casa possui 70 andares. A do irmão Lee Haak Hee tem mais de 300 andares. Entretanto, houve uma coisa que eu não consegui entender e por isso perguntei ao Senhor: "Jesus, o irmão Lee Haak Hee só freqüenta os cultos aos domingos. Como é que sua casa é tão alta? O Senhor respondeu: "Como você sabe, o irmão Lee Haak Hee é maior de 70 anos e, apesar da sua idade, ele nunca perde um culto aos domingos. Se está nevando, chovendo ou caindo tempestades, ele nunca perde um culto de domingo. Ele monta em sua motocicleta e percorre uma distância longa, da cidade de Haak Dong até a cidade de Suk Nam Dong. Além disso, quando ele tem algum dinheiro adicional , ele oferta na igreja. Estas são as razões por que sua casa possui muitos andares.

Eu sou um membro novo nesta igreja e eu não sei muito sobre o irmão Lee Haak Hee. Eu não sei o quanto é o seu dízimo para a igreja, mas depois que o pastor explicou sobre o seu caráter, agora estou mais bem informada sobre ele. Como o pastor afirmou, o irmão Lee Haak Hee é maior de 70 anos de idade e é fisicamente limitado. Devido a sua idade, ele sucumbiu a problemas de saúde. Além disso, ele tem problemas com sua perna, dificultando o seu caminhar. Contudo, apesar de todas essas limitações, ele frequenta fielmente à igreja e desempenha sua função como porteiro.

Outros jovens adultos vêm e vão da nossa igreja. Os motivos das saídas são diferentes. Alguns saíram alegando que não há avivamento, alguns cederam a tentações e alguns saíram por suas próprias razões. No entanto, o irmão Lee Haak Hee tem permanecido e perseverado, não importando as circunstâncias ou provações. Ele sempre ajudou e apoiou o pastor. Até hoje, eu o vejo na igreja, não importa o quão ruim o tempo esteja lá fora. Ele utiliza todos os seus esforços para ir à igreja. Ele é também reconhecido por sua pontualidade em ir à igreja. Ele nunca chegou atrasado aos cultos.

O Senhor reconheceu e disse que o culto e a adoração da nossa Igreja são muito agradáveis e satisfatórios. É muito raro haver igrejas na terra que agradem muito ao Senhor. Em seguida, ele elogiou o culto da nossa Igreja. O Senhor declarou que havia muitos pastores levando seus ministérios com base em suas próprias paixões e visões. E eram poucos os pastores que estavam levando seus ministérios com base nos mandamentos da Bíblia. Por isso, perguntei ao Senhor sobre o nosso pastor. O Senhor disse que nosso pastor está tentando fazer conforme as ordens do Senhor e de acordo com Sua vontade. Quando eu disse ao meu pastor como o Senhor o reconhecia, ele ficou muito agradecido.

O Senhor havia nos dito que não tinha pensado em abrir nossos olhos espirituais. Mas depois de nossas fiéis orações diárias, durante toda a noite, como guerreiros de oração, e das batalhas espirituais com os demônios, nós atraímos sua atenção. O Senhor verificou que não havíamos desistido após algumas tentativas. No entanto, ao ver-nos fielmente orando sem cessar, Ele ficou muito impressionado e decidiu abrir nossos olhos espirituais. Ele começou a abri-los um de cada vez.

O Senhor nos pediu para que cuidássemos de nossos corpos físicos, já que ficaram enfraquecidos pelos longos períodos de oração. Como estávamos terminando nosso rali de oração, o pastor nos disse: "A partir deste ponto, vamos manter os cultos de oração durante toda a noite somente nas quartas-feiras, sextas-feiras e aos domingos. Nos demais dias, vamos manter os cultos apenas pela manhã. Quando o pastor revelou sua agenda, o Senhor aplaudiu e disse: "Este é um bom plano! Também concordo com ele! Como você sabia que eu estava pensando exatamente como você planejou?" O Senhor estava muito satisfeito. Então cantamos e adoramos "Louve, Oh minha alma". Em seguida, agradecemos ao Senhor em oração e voltamos para casa.

Sra. Kang Hyun Ja: incríveis momentos ao experimentar o batismo de fogo

A conclusão do nosso rali de 30 dias de oração fez-me sentir muito insatisfeita e eu estava relutante em que ele acabasse, pois eu não havia sido espiritualmente despertada. Portanto, fiz um pedido ao pastor para que o prolongasse e continuássemos a orar por mais alguns dias. Entretanto, o Senhor ordenou-me que obedecesse à decisão do pastor. Na verdade, o Senhor havia dito a nós que Ele já havia diagnosticado os membros da congregação. Mas fiquei aliviada em saber que teremos pelo menos três reuniões de oração por semana. Eu estava esperando receber o despertamento espiritual na continuação das reuniões de oração.

Eu tenho vivido como esposa de pastor por mais de 10 anos. Durante o nosso ministério, provoquei muitas dificuldades, fazendo o pastor passar por muitas provações difíceis. Portanto, eu tinha que me arrepender completamente.

Desde o início do nosso relacionamento, o pastor e eu tínhamos diferenças em nossa fé. Mesmo na juventude, o pastor tinha uma fé inabalável e forte. Sempre que havia um problema, ele orava e confiava no Senhor. Ele ficava em total dependência do Senhor. Comparando nossa fé, a minha era repleta de dúvidas e isso se mostrou no decorrer de nossas orações.

Apesar de o pastor descansar totalmente no Senhor, pareceu-me que ele era falho em capacidade financeira para sustentar sua própria família. No entanto, com o passar dos anos e o fortalecimento das minhas orações, percebi, pela experiência com o Senhor, que Deus amava e valorizava o meu marido como um servo fiel. O amor de Deus para com o meu marido era muito profundo. Eu nunca havia orado por longos períodos, agradando ao Senhor. No ano passado, em julho, comecei a orar com mais disciplina. Ao passar mais tempo com o Senhor em oração, no ano de 2005, as coisas começaram a clarear.

Quais são o ministério e o papel da esposa do Pastor? Qual é a minha função? Eu costumava ir a casas de oração na Coréia do Sul para encontrar respostas às minhas perguntas. Mas minha busca foi em vão. Durante o dia, o pastor e eu evangelizávamos de lugar em lugar e orávamos continuamente a cada noite, durante toda a noite. Tornei-me, então, fraca e minha doença piorou. Minha saúde se deteriorou e fiquei muito doente. Tive tuberculose pulmonar, lutando com a doença por um longo tempo. Eu estava constantemente tomando remédios. No entanto, quando me encontrei com Jesus, fui curada dramaticamente dessa doença. Agora, estou em perfeita saúde.

Devido ao nosso ministério fraco e ineficaz, não encontrávamos meios eficazes para fazer nossa igreja crescer. As rotinas e rituais da nossa igreja eram estagnantes. Um dia, o Senhor concedeu-nos uma oportunidade especial. Orei por muitas horas, mas parecia inútil. Minhas orações não foram eficazes ou respondidas. Parecia que o nosso ministério era ineficaz e nosso trabalho era em vão. No ano de 2005, o pastor decidiu sair da estagnação e mudar o status quo. Nosso culto começou com adoração e, em seguida, uma oração de arrependimento. Logo depois, o Pastor continuou com um poderoso sermão. Ele costumava pregar por apenas uma hora, mas agora seus sermões duravam de 2 a 3 horas. Embora o culto durasse 2 ou 3 horas, a congregação queria mais. Os membros da congregação, que participaram do rali de 30 dias de oração, ainda se sentiam insatisfeitos e queriam mais. Enquanto nossos períodos de adoração tornavam-se mais longos, a fome de Deus aumentava ainda mais. Quando eles participavam do rali de oração, eles adoravam, oravam e anotavam o sermão, enquanto se deleitavam. O tempo não era mais um fator de preocupação. A adoração durava de três a quatro horas e o sermão prolongava-se pelo menos até às três horas. As orações iam diariamente até às cinco horas. Os sermões do pastor eram ungidos pelo Espírito Santo e vivificados com a Palavra de Deus e penetravam profundamente nos corações e espíritos da congregação. O Senhor Jesus me disse que eu teria um ministério de cura através do ministério de dança no Espírito.

Quando fiquei sabendo disso, fiquei curiosa e perguntei ao Senhor especificamente sobre o ministério de cura. O Senhor respondeu à minha pergunta através da irmã Baek, Bong Nyu, explicando gentilmente através de um exemplo. Há certos níveis espirituais a fim de realizar curas através do ministério de dança no Espírito.

Por exemplo: se eu fosse iniciante no ensino fundamental, eu não seria elegível ou capaz de compreender. Contudo, se eu estivesse no segundo ano ou no último ano da faculdade, eu seria elegível para realizar o ministério de cura pela dança no Espírito. A irmã Baek Bong Nyu ficou apenas no nível iniciante do ensino fundamental. Mas quando chegamos ao ensino médio, começamos a galgar uma posição superior e então podemos começar a executar lentamente. A dança no Espírito Santo não é algo que se pode praticar ou ser ensinado. Não se pode criá-la por conta própria. É algo que só pode ser realizado pela graça do Senhor.

Pastor Kim Yong Doo: Atravessando a ponte sem volta

O Senhor nos advertiu muitas vezes: "Os guerreiros de oração da igreja do Senhor experimentaram uma consciência espiritual profunda. Vocês nunca mais terão uma vida cristã normal. Vocês atravessaram uma ponte pela qual jamais se pode voltar atrás!"

Estou muito grato pela intervenção especial do Senhor. Eu estava preocupado em como pastorear minha frágil igreja de acordo com a vontade do Senhor. Minha confiança era baixa e os meus medos, altos. Testemunhei membros da igreja serem derrotados por espíritos malignos e percebi que a minha base de pensamento era ignorante e meu conhecimento bíblico, muito limitado. Com uma mente ignorante e um conhecimento limitado, não me sentia preparado para a batalha no mundo espiritual. Quando percebi isso, fiquei muito envergonhado.

Muitos pastores coreanos utilizam seu próprio método de ensino e ministério, com base em suas próprias filosofias. Uma forma externa de santidade é retratada e prevalece uma religião organizada, sem a presença do Senhor nos cultos. Eu culpo a mim mesmo de haver participado de uma religião organizada. Sempre que ouço "Conforme a vontade do Senhor" (As The Lord’s Will), meu coração fica em completa reverência. Sinto muito temor pelo fato de o Senhor ter me mostrado as condições de muitos pastores coreanos e suas congregações. Portanto não vou julgá-los, mas estou esperando no Senhor para lidar com tais questões. Somente guardo essas questões dentro do meu próprio coração.

O Senhor tem resolvido alguns dos meus problemas comuns, que eu não poderia resolver sozinho. Esses problemas têm a ver com o que outros pastores estão enfrentando hoje. O Senhor tem nos ajudado com esses problemas e me deu a perfeita solução para todos eles. Temos escolhido viver toda a nossa vida para o Senhor.

Os pastores e suas congregações serão julgados segundo as suas obras. Suas vidas, esforços e pensamentos serão todos avaliados. Não importa se pertencem a mega ou pequenas igrejas, todos eles vão estar diante do Senhor. Todas as nossas ações serão julgadas nesse dia.

Antes, eu costumava participar de seminários ou ler propagandas de igrejas que se gabavam de seus prédios recém-construídos. Eu ficava com inveja de tais igrejas serem construídas tão rapidamente e possuírem congregações enormes. Algumas dessas igrejas cresceram de forma muito rápida, afirmando que tudo se deu em decorrência de avivamento. A intenção delas era clara e eu me sentia inferior por causa de todo seu sucesso, tornando-me estressado e sentindo-me um fracasso. No entanto, isso não me incomoda mais.

Isso não quer dizer que meu ministério deve ser realizado de forma passiva ou sem um coração apaixonado. Com freqüência, muitos pastores e santos iniciam sua caminhada de fé com motivos puros e motivação boa. Entretanto, com o passar do tempo, eles se tornam amigos do mundo, sem perceberem. Isso irrita o Senhor e Ele irá julgá-los. ( Tiago 4:4 )

Cada pessoa vive sua vida de acordo com seus próprios valores e padrão. Seus pensamentos e conclusões também são todos diferentesb. Muitos membros da nossa igreja disseram-me que as pessoas ao seu redor estão afirmando que nossa igreja é uma seita.

Deixem-me citar uma declaração típica: "Que tipo de igreja teria um novo convertido que fala em línguas? Que tipo de igreja profetisa, luta com espíritos malignos e tem revelações do céu e do inferno? Só se pode ir ao céu e ao inferno após a morte. Talvez haja a possibilidade de visitar o céu e o inferno em um sonho. Mas só uma ou duas vezes isso poderia ocorrer. No entanto, ir ao céu e ao inferno diariamente é impossível. Não faz sentido!" Então eles tentam levar os membros da minha congregação para suas igrejas.

Eu disse ousadamente: "Eles estão certos. Nós vamos para o céu ou para o inferno quando morremos. Mas é com o poder onipotente de Deus que somos capazes de experimentar o céu e o inferno enquanto ainda estamos vivos." Eu, pessoalmente, tenho sido ridicularizado e insultado pelos meus parentes próximos e acusado de misticismo por não levar em conta o que dizem. Os céus e o nosso Senhor são um grande mistério. Embora o período determinado para o nosso rali de oração tenha terminado, vamos continuar a orar sem cessar. As experiências divinas que tivemos e registramos foram condensadas para o propósito deste livro. Se eu tivesse registrado todas as experiências, a quantidade de informação e a literatura seriam esmagadoras para conter em um livro. Por isso, vou relatar as demais experiências nos próximos livros. O Senhor ainda continua a nos visitar e realizar suas obras após o tempo dedicado ao rali de oração. O Senhor intervém em todas as nossas atividades diárias. Haak Sung e Yoo Kyung tornaram-se muito inteligentes e sábios através de suas experiências.

O Senhor havia me dito que vai me dar a oportunidade de escrever mais livros além destes sobre céu e inferno. Em nosso primeiro livro, estávamos com falta de papel e não pudemos registrar algumas cenas incríveis, mas o Senhor adiou o registro desses eventos para o próximo livro. O próximo livro conterá muitos assuntos incríveis e chocantes e, portanto, serei muito cauteloso.







1   2   3   4   5   6   7   8   9   10


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal