Dossier de Imprensa



Baixar 203,99 Kb.
Página6/6
Encontro06.07.2017
Tamanho203,99 Kb.
1   2   3   4   5   6

Fitas na Ria 2


A ria, a água, o homem, de Manuel Matos Barbosa + Bárbara, de Alfredo Tropa

Ter 19 Nov 21h30

Cinema | M/12 | 4€

Sala Principal | 150 Min.

Fitas na Ria é um ciclo de cinema promovido pelo grupo uariadeaveiro em colaboração com o Cine-Clube de Avanca e o Teatro Aveirense. O ciclo pretende mostrar um pequeno conjunto de filmes realizados na Ria de Aveiro e promover um debate sobre os mesmos e a forma como a Ria é retratada.

Com a presença do realizador Manuel Matos Barbosa (Cine-Clube de Avanca) para um debate.

A ria, a água, o homem…

O preto e branco desenham os três elementos, animando coisas comuns num sentido poético da imagem.



Ficha Técnica:

Curta-metragem

Realizador – Manuel Matos Barbosa

Duração – 5’

Produtor – António C. Valente

Distribuidor – Cine-Clube de Avanca / Filmógrafo

Portugal
Bárbara

Bárbara, conta a história de um emigrante, cheio de ideias novas e a tensão que desenvolve em relação aos moliceiros, renitentes à mudança.



Ficha Técnica:

Longa-metragem

Realizador – Alfredo Tropa

Duração – 136’

Produtor – Jaime Campos

Actores - Afonso Praça, António Feio, Artur Semedo, Celso Sacaveno, Ellen Matt, Estrela Novais, João Enes, José Silva, Josefina Ungaro, Júlio Cardoso, Manuela de Melo, Mário Sancho

Orlando Costa

Distribuição - RTP

Portugal

O Intruso


Porque Marco Horácio ‘Não Tem Nada a Perder”

Sáb 23 Nov 22h00

Teatro | M/6 | Plateia 12€ | Balcão 10€

Sala Principal | 75 Min.
Depois de longos anos em retiro espiritual num bungalow na Reserva Naturista de Idanha‐a‐Nova, o irreverente (quase a roçar o rabino) Marco Horácio está de volta aos palcos.
‘O Intruso’ é o espetáculo que marca o regresso de Marco Horácio aos palcos do Teatro num registo de humor e representação. E porquê? Porque o país precisa. E Marco Horácio também, que isto não está fácil para ninguém. Mas a verdade é que com a crise que atravessamos, alguém tem de arranjar soluções. Alguém tem de se impor como líder e ajudar as pessoas. Enquanto essa pessoa não aparece, Marco Horácio vai tentar fazê‐lo.

Ele ou um intruso (?) vai fazer refletir. Vai descortinar maneiras de os portugueses olharem a crise de frente. Até os estrábicos. Vai mostrar pequenos truques para fazer face à falta de dinheiro, à falta de perspetivas e à falta de noção de quem usa t‐shirts de alças. Mas, mais importante, vai apresentar e explicar a grande solução para crise: o conceito de low-cost.

Nesta peça Marco Horácio ou o Intruso (?) vai demonstrar como o low‐cost pode ser aplicado nas mais pequenas e variadas coisas do quotidiano. Desde a namorada low-cost, aos sogros low‐cost, nada parece impossível aos olhos deste gentil‐homem e benfeitor comediante.

Infelizmente, como um espetáculo de stand‐up comedy tem no mínimo uma hora, também vai ter de fazer piadas! Desculpem.

‘O Intruso’, um espetáculo de humor, música, sapateado e até magia. Só comédia é que, pronto…

Para o encenar Marco Horácio convida Sónia Aragão. Uma das encenadoras de eleição daquele que considera o seu mestre de palco: António Feio.

`O Intruso` é um desafio a que o ator se propôs para a próxima temporada artística. E sobre as motivações que o trazem de regresso aos palcos a solo, Marco Horácio diz:

"-Não fui eu que decidi voltar a pisar as tábuas empoeiradas do teatro, mas sim a necessidade perante este momento difícil que se vive, de trazer um pouco de esperança para o presente e porque de facto, nenhum de nós, neste momento tem nada a perder. O importante é termos a noção de que temos tudo a ganhar e que provavelmente o precisamos está mesmo ao nosso lado. Abracem-se, brinquem mais com quem vos rodeia, oiçam mais quem vos está próximo, digam o que sentem aos que mais amam! Isto nada nem ninguém vos pode tirar o taxar. O meu convite é simples: vamos rir na cara da crise!”


Ficha Artística/ Técnica:

Texto: Sem Nada a Perder

Actor: Marco Horácio

Escrito por:

Frederico Poiares

Henrique Dias

Roberto Pereira

Co-autor: Marco Horácio

Encenação: Sónia Aragão

Produção Executiva: Ana Teresa Soares

Som: Luis Ramos/Jorge Pina

Direção de Produção: Ana Soares Produções Lda

Imagem: Apertinance

Grafismos: MUNIQUE /Mónica Santos


Links:

Descarregar Imagem: https://www.dropbox.com/s/iaus7xtdf14xpgn/sem_nada_1_HR.tif



http://youtu.be/RWGSpDpMJsg

https://www.facebook.com/pages/Intruso-Marco-Horacio/581105631950909?ref=hl
Biografia:

Marco Horácio nasceu a 6 de Janeiro de 1974 na Alemanha.

No panorama artístico nacional é: apresentador, ator, humorista, criador e intérprete do personagem Rouxinol Faduncho.

É acima de tudo um excelente entertainer que tem ao longo dos anos conquistado o público português através da televisão e de um trabalho constante de apresentações ao vivo pelos palcos de norte a sul do país.

Frequentou o curso de Teatro na Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa, e nos anos seguintes participou em várias peças teatrais, das quais se podem referir:

“Não há nada que se coma” (1995),

“Bom Dia Benjamim” (1998), com encenação de António Feio e, no mesmo ano, “As aventuras de João sem medo”, onde para além de ator foi responsável pela direção artística.

Ainda no teatro, participa em “O Quebra‐nozes” (1999), apresentado no Centro Cultural de Belém, e em “Popcorn” (2000), com encenação de António Feio, no Teatro Villaret. Dois anos depois, apresenta pela primeira vez ao público o espetáculo “Manobras de Diversão”.

No cinema participou em curtas‐metragens e em telefilmes. Alguns dos trabalhos em que Marco Horácio participou estão ainda bem vivos na memória dos portugueses como: “O Filme

Da Treta” com António Feio e José Pedro Gomes e “Arte de Roubar” um filme de Leonel Vieira.

Em televisão tem uma capacidade transversal da representação à apresentação. Desde 1995 passa por séries televisivas como: “O Lampião da Estrela” (SIC), “O Fura‐Vidas” (SIC), “O Bairro da Fonte” (SIC), “Pensão Estrela” (SIC) e “Médico de Família” (SIC), “Manobras de Diversão” (SIC), “Camera Café” (RTP), “Equador” (TVI), “Família Mata” e finalmente “Rosa Fogo”. Como apresentador esteve na frente de “Levanta-te RI” (2002 a 2005), de “Salve‐se quem Puder”(2009/2010--‐SIC), “O Formigueiro”(SIC), foi criador de diretor artístico de Notícias

em 2ªMão (SIC) com Eduardo Madeira, “Ganha Num Minuto” na novela “Rosa Fogo” e novamente como apresentador de “Formigueiro”.

No mundo da escrita estreou‐se com o livro “Como Tourear os espanhóis e Sair em ombros” e editou ainda o livro Caixilhos e Laminados com Eduardo Madeira.

Em Rádio esteve durante 3 anos na rádio comercial com a Rúbrica “Caixilhos e Laminados”.

Faz ainda as dobragens nos principais filmes de animação: PANDA DO KUNG FU, Tartarugas

Ninjas e SHARK TALE.

Com “Rouxinol Faduncho”, gravou Cd’s e DVD e idealizou uma mini série para a RTP e apresentou ainda dois musicais especiais ao Vivo (RTP /SIC). Desde 2006 dedicou-se ao vivo exclusivamente ao projeto Rouxinol Faduncho, um musical humorístico, que conta com mais de 300 espetáculos e mais de 1 milhão de espectadores.

As Sete Trompetes do Apocalipse


Banda Amizade | Coro de Santa Joana | Orfeão de Águeda | Orfeão de Bustos | Coro da Casa do Povo do Troviscal | Coro Espranjar | Coro Oásis

Dom 24 Nov 17h00

Música | M/3 | Sala Principal | 70 Min.



Preços: Plateia 7,5€ | 25€ Bilhete Família (4 entradas) | Balcão 5€ | 16€ Bilhete Família (4 entradas)
A Banda Amizade apresenta-se no concerto comemorativo do seu 179º aniversário acompanhada por diversos grupos corais.
Os mais diversos textos da bíblia, ao longo da história da música ocidental, têm servido de inspiração e de mote para a criação das mais diversas obras para quase todos os agrupamentos musicais. Com este tema como mote, a Banda Amizade, acompanhada pelos diversos grupos corais da cidade de Aveiro, um repertório originalmente escrito para Banda e Coro.

Programa:

Tantum Ergo, de Carlos Marques

Las Siete Trompetas del Apocalipsis, de Oscar Navarro
Ficha Artística:

Direção Artística: Carlos Marques

Direção Coral: Paulo Zé Neto, António Mário, Sandra Morais, Susana Milena

Hannah Arendt + Desta água


Margarethe von Trotta | Luís Diogo

Ter 26 Nov 21h30

Cinema | M/12 | 4€

Sala Principal | 123 Min.
Exibição com a presença de Luís Diogo, realizador da curta-metragem “Desta água”.
Hannah Arendt

Após assistir ao julgamento do nazi Adolf Eichmann, a filósofa política Hannah Arendt atreve-se a escrever sobre o Holocausto em termos inauditos. O seu trabalho provoca imediatamente escândalo, mas Arendt mantém-se firme ao ser atacada tanto por inimigos, quanto por amigos.



Ficha Técnica:

Longa-metragem

Realizador – Margarethe von Trotta

Duração – 113’

Actores - Axel Milberg, Barbara Sukowa, Janet McTeer, Julia Jentsch, Ulrich Noethen

Distribuição – Alambique

Alemanha
Desta água

Uma jovem mãe recorda um momento em que o comportamento agressivo do seu pai destruiu um momento de inocente felicidade infantil. Mal ela sabe que está prestes a cometer o mesmo erro com a sua própria filha…



Ficha Técnica:

Curta-metragem

Realizador – Luís Diogo

Duração – 10’

Actores - Margarida Carvalho, Leonor Ribeiro, João Seabra, Beatriz Martins.

Produção – Cine-Clube de Avanca, Filmógrafo, Cine-Clube de Válega

Distribuição – Cine-Clube de Avanca

Portugal


Links: Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=qeGg-ZwkCTA

Imdb: http://www.imdb.com/title/tt1674773



Branca de Neve no Gelo


Qui 28 + Sex 29 Nov 10h00 | 14h00 [Escolas]

Sáb 30 Nov 16h00 [Famílias]

Famílias: Plateia 12,5€ | Balcão 10€ | Escolas: 8€ | M/4

Sala Principal | 65 Min.
“Branca de Neve no Gelo” é uma criativa fusão da beleza da patinagem com diversas áreas artísticas. Um espetáculo pleno de magia, cor, luz, movimento e muita alegria, proporcionado por um talentoso conjunto de atores e patinadores profissionais.
Num reino fantástico de alegria e cor, vivia com o seu pai uma linda princesa de cabelos negros e branca como a neve. Todos eram felizes até à chegada de uma misteriosa mulher que consegue cativar o amor do Rei. A sua inveja e maldade vão levar a que Branca de Neve viva peripécias e aventuras inimagináveis na companhia de alguns novos amigos.
Links:

Descarregar Imagem: https://www.dropbox.com/s/a78ki82mn4adg6u/Branca%20Neve%20Cartaz.jpg



Aveiro Salsa


Organização Activarte

Sáb 30 Nov 21h00

Dança | M/6 | 3€

Salão Nobre | 300 Min.

Uma noite de dança ao som dos ritmos latinos.


Aveiro é uma cidade multifacetada e dinâmica que está sempre atenta às mais diversas tendências culturais.

A sua história com as culturas latino-americanas começou a sentir maior intimidade aquando das vagas de emigração para países da América do Sul. A partir de 2003, e com a proliferação do ensino das danças populares latino-americanas por toda a região, assistiu-se a uma grande procura por estes conteúdos.

O crescente interesse pela música e danças latino-americanas levaram ao aparecimento de várias escolas e locais de confraternização social que serviram de base para a formação de uma comunidade de salseros.

A iniciativa Aveiro Salsa vai ao encontro dessa comunidade tendo como principais objectivos:

- proporcionar noites de dança social;

- divulgar a música e a dança;

- promover esta forma de lazer na rotina cultural da cidade e da região.

Para além destas linhas orientadoras pretende-se continuar a fomentar o espírito de coesão entre os diversos agentes que trabalham nesta área acreditando ser esse o segredo para o sucesso.


Programa:

21h00-22h00 -> Aula Aberta / Salsa Lounge



22h00-02h00 -> Noite social com espetáculos de dança

1   2   3   4   5   6


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal