Curso: Comunicação Social – Habilitação Jornalismo



Baixar 177,95 Kb.
Encontro10.09.2017
Tamanho177,95 Kb.


PLANO DE CURSO 2008.1

CURSO: Comunicação Social – Habilitação Jornalismo

DISCIPLINA: Teorias do jornalismo

CARGA HORÁRIA: 72h

PROFESSORA: Mônica Celestino

PRÉ-REQUISITO(S):

EMENTA:

Fundamentos epistemológicos para uma teoria do Jornalismo. Conceitos de jornalismo. Princípios do jornalismo. A produção da notícia. Os gêneros na teoria do discurso e a especificidade do jornalismo. Verificação Empírica das Teorias do Jornalismo.




OBJETIVOS:

Apresentar, em perspectiva histórica, as principais teorias do jornalismo e como elas podem ser utilizadas para a análise do jornalismo contemporâneo.

Introduzir o acadêmico no universo dos estudos sobre o jornalismo.


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

I Unidade

Por que as notícias são como são? - o que é, como surge e para que serve a teoria

O jornalismo como técnica e como forma de conhecimento

Origens e características do jornalismo moderno

O acontecimento

Objetividade jornalística

A produção da notícia: teorias da ação organizacional e da ação política
II Unidade

A produção da notícia: teorias do gatekeeper ou ação pessoal, construcionista, estruturalista e interacionista

Os efeitos do jornalismo sobre a sociedade: teorias do agendamento e enquadramento

Critérios de noticiabilidade, rotinas produtivas e cultura profissional dos jornalistas

Genro Filho e a teoria brasileira do jornalismo


METODOLOGIA:
Aula expositiva-participativa, discussão de textos de leitura obrigatória, estudo de caso, estudo dirigido, análise de produtos jornalísticos, e produção de texto acadêmico.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
Prova, participação em sala de aula e trabalho em grupo.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BARROS FILHO, Clóvis. Ética na Comunicação: da informação ao receptor. São Paulo: Moderna, 1995. p. 169-206
COLLING, Leandro. 2002. A economia no JN nas eleições de 1998. Diálogos possíveis, Salvador, ano 1, número 0, julho/dezembro, p. 113 a 132

ERBOLATO, Mário. Técnicas de Codificação em Jornalismo – redação captação e edição em jornal diário. 5ª edição, 6ª reimpressão. São Paulo: Ática, 2004.

GENRO FILHO, Adelmo. O Segredo da Pirâmide – para uma teoria marxista do jornalismo. Porto Alegre (RS), 1999. Disponível em www.adelmo.com.br , acesso em 22 de dezembro de 2007. Cap. O segredo da pirâmide.

GOMIS, Lorenzo. Do Importante ao Interessante - ensaio sobre critérios para a noticiabilidade no jornalismo. In: MACHADO, Elias; TEIXEIRA, Tattiana (org.). Pauta Geral – revista de jornalismo. Salvador, Editora Calandra. Ano 9, nº 4, 2002.


GUERRA, Josenildo Luiz. O Nascimento do Jornalismo Moderno - uma discussão sobre as competências profissionais, a função e os usos da informação jornalística. Anais do 26. Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Belo Horizonte-MG, setembro de 2003. São Paulo: Intercom, 2003. Disponível em reposcom.portcom.intercom.org.br/bitstream/1904/4406/1/NP2GUERRA.pdf , acesso em 05 de fevereiro de 2008.
KUCINSKI, Bernardo. O ataque articulado dos barões da imprensa: a mídia na campanha presidencial de 1989. In: A síndrome da antena parabólica – ética no jornalismo brasileiro. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 1998. p. 105-114
LAGO, Cláudia e BENETTI, Márcia. Metodologia de pesquisa em jornalismo. Petrópolis: Vozes, 2007.

MEDITSCH, Eduardo. O Jornalismo é uma Forma de Conhecimento? Beira Interior, Portugal: Setembro de 1997. Disponível em http://bocc.ubi.pt/pag/_texto.php/html2=meditsch-eduardo-jornalismo-conhecimento.html , acesso em 01 de junho de 2007.

PENA, Felipe. Teoria do jornalismo. São Paulo: Contexto, 2005.

TRAQUINA, Nelson. (Org.). Jornalismo. Questões, Teorias e “Estórias”. Lisboa: Vega, 1993.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do jornalismo: porque as notícias são como são. Vol. 1, Florianópolis: Insular/Pósjor UFSC, 2004.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do Jornalismo: a tribo jornalística. Vol. 2, Florianópolis: Insular Pósjor UFSC, 2005.


WOLF, Mauro. Teorias da comunicação. Lisboa: Presença, 1987.


BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

FRANCISCATO, Carlos. A Fabricação do presente. Como o jornalismo reformulou a experiência do tempo nas sociedades ocidentais . Aracaju: Fundação Oviedo Teixeira/Editora da Universidade Federal de Sergipe. 2005.

RUBIM, Antonio Albino Canelas. Comunicação e política. Conceitos e abordagens. São Paulo, Editora Unesp, 2004. Capítulo agenda-setting e enquadramento.

TRAQUINA, Nelson. O Estudo do jornalismo no século XX. São Leopoldo: Editora da Unisinos. 2001.




BIBLIOGRAFIA SUGERIDA:

ALSINA, Miquel Rodrigo. La construcción de la noticia . Barcelona: Paidós, 1987. 2ª ed.

COLLING, Leandro. 2000. Agendamento, enquadramento e silêncio no Jornal Nacional nas eleições presidenciais de 1998. Salvador, Facom – UFBA (dissertação de mestrado).

COLLING, Leandro. Agenda-setting e framing: reafirmando os efeitos limitados. Revista da Famecos, número 17, Porto Alegre, abril de 2002, p. 88 a 101. Disponível em http://www.pucrs.br/famecos/pos/revfamecos/17/a07v1n17.pdf , acesso em 24 de janeiro de 2008.

DINES, Alberto. O papel do jornal. Uma releitura . 4ª ed. São Paulo: Summus, 1986.

LAGE, Nilson. Ideologia e Técnica da Notícia . Rio de Janeiro. Vozes, 1979.

LAGE, Nilson. A Teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística . Rio de Janeiro: Record. 2001.

LAGE, Nilson. Teoria e técnica do texto jornalístico . Rio de Janeiro: Campus. 2005.

MARCONDES FILHO, Ciro. O Capital da notícia. O jornalismo como produção social de segunda natureza. São Paulo: Ática, 1986.

MARCONDES FILHO, Ciro. Jornalismo e comunicação. A Saga dos cães perdidos . São Paulo: Hacker Editores, 2000.

MEDITSCH, Eduardo. O conhecimento do jornalismo. Florianópolis: UFSC, 1992.

MELO, José Marques de. Teoria do jornalismo. São Paulo: Paulus Editora, 2006.

PORTO, Mauro, VASCONCELOS, Rodrigo e BASTOS, Bruna Barreto. A televisão e o primeiro turno das eleições presidenciais de 2002: análise do Jornal Nacional e do horário eleitoral. In: RUBIM, Antonio Albino Canelas (org.) Eleições presidenciais em 2002: ensaios sobre mídia, cultura e política. São Paulo, Hacker Editores, 2004, p.68 a 90.

SOUSA, Jorge Pedro. Por que as notícias são como são: construindo uma teoria da notícia. In: Pauta Geral, ano 10, número 5, Salvador, Calandra, 2003, p. 11-22.




Av. Oceânica, nº 2717, Ondina CEP 40.140-130 Salvador – BA - TEL: (71) 203-3666

www.fsba.edu.br / fsba@fsba.edu.br




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal