Curso: Arquitetura da Paisagem semestre: 1º dia da semana e horário da aula



Baixar 0,5 Mb.
Página1/4
Encontro18.04.2018
Tamanho0,5 Mb.
  1   2   3   4

ANEXO 1
UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS CAMPOS DO JORDÃO
DISCIPLINA: História do urbanismo e da paisagem: da antiguidade à contemporaneidade
MODALIDADE: ( ) Graduação ( x ) Pós-graduação lato ( ) Pós-graduação stricto ( ) Extensão
CURSO: Arquitetura da Paisagem
SEMESTRE:
DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): Sábados das 9h às 17h de 29/08 a 19/09/2009
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 32 h
EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso): Analisa a discussão das cidades, desde as primeiras, construídas há cerca de dez mil anos, que não eram exatamente cidades, mas entrepostos comerciais no entroncamento de estradas, a concentração das primeiras cidades em vales de rios, os complexos sagrados cercados por pequenas aldeias. Compreende o simbolismo intrínseco dos sítios, da localização das aldeias/cidades, de seus referenciais primários, naturais ou construídos. Analisa as transformações da paisagem desde a cidade antiga, à cidade medieval e à cidade moderna até nossos dias, finalizando com ênfase nas cidades latino-americanas, e em especial do Brasil.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
LE GOFF, Jacques. Por amor às cidades: conversações com Jean Lebrun. São Paulo:

Fundação Ed. da UNESP, 1998.


MUMFORD, Lewis. A cidade na história. São Paulo: Martins Fontes, 2001.
WILLIAMS, Raymond. O campo e a cidade. São Paulo: Cia. Das Letras, 1989..

PERFIL DO CANDIDATO:



  • Especialização, Mestrado e /ou Doutorado na área, experiência em docência do ensino superior em cursos de pós-graduação Lato Sensu. Preferencialmente com atuação profissional na área de arquitetura.

PROVA DIDÁTICA:




  • Tema: Breve histórico do urbanismo no Brasil

  • Duração:20 minutos

  • Recursos necessários: Data-show

ANEXO 2
UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: Edição de Multimídia

MODALIDADE: (x) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu

( ) Extensão ( ) Tecnologia



CURSO: Bacharelado em Audiovisual

SEMESTRE:semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): 5ª e 6ª feira - 8h00 - 9h40

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 36hs para cada turma

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

Oferece conhecimentos teóricos e práticos sobre a edição de imagens de um produto audiovisual interativo. Possibilita ao aluno o desempenho autônomo das funções de um editor, com domínio dos principais equipamentos digitais e programas para edição e montagem de imagem. Apresenta os processos de digitalização de imagem: diferenças de projetos de filmes e vídeos. Apresenta os procedimentos para a compressão da imagem. Fornece subsídios para a edição e autoração do trabalho integrado às disciplinas do semestre. Proporcionar subsídios para a edição e autoração para os programas interativos interdisciplinares que serão desenvolvidos no semestre.



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"BEIGELMANN, Giselle. O livro depois do livro. Uberaba: Peirópolis, 2003.

GOSCIOLA, Vicente. Roteiro para as novas mídias. São Paulo: SENAC, 2003.

MURRAY, Janet H. Hamlet no holodeck. São Paulo: UNESP, 2003.



PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

"Graduado em Audiovisual ou em Comunicação com habilitação em Cinema, Cinema Digital ou RTV, ou ainda graduado em área afim (Design). Desejável Pós-graduação.

• Experiência acadêmica

Desejável experiência como docente em disciplinas com ementas similares. "

• Experiência profissional

"Experiência profissional na área abordada pela disciplina, comprovada com apresentação de portfólio que indique atuação na área solicitada. A seleção se dará por meio de análise do Currículo Lattes, suas respectivas comprovações e da análise do portfólio apresentado.

PROVA DIDÁTICA:

• Tema


"Atendendo aos requisitos solicitados, o candidato será convidado a preparar uma aula expositiva, com tema a ser definido e divulgado com antecedência de 48 hs ao dia marcado para a prova expositiva. Após a exposição, a banca terá mais 20 minutos para debates e entrevista com o candidato. O tema da aula expositiva será restrito à ementa da disciplina.

• Duração

20 minutos

• Recursos necessários

Recursos Disponíveis - Computador / DVD / Internet e Datashow

ANEXO 3
UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: Grafismo eletrônico

MODALIDADE: (x) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu

( ) Extensão ( ) Tecnologia



CURSO: Bacharelado em Audiovisual

SEMESTRE: 5º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): 4ª e 6ª feira - 15h30 - 18h00

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 54hs para cada turma

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

Oferece fundamentos para a criação e análise de animações 3-D. Oferece fundamentos para a utilização de softwares gráficos que criem aberturas, vinhetas e outros produtos visuais televisivos e cinematográficos. Analisa a criação e a estética destas peças. Oferece subsídios para a criação de vinhetas e outras peças que serão utilizadas nos programas interdisciplinares desenvolvidos no semestre. Prepara o aluno para que ele esteja capacitado a refletir sobre a programação visual (chamadas, vinhetas, passagens de blocos, etc.) de um programa com formato televisivo. Capacita o aluno para a criação e análise da arte gráfica eletrônica em audiovisuais.



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"ARNHEIM, Rudolf. Arte e percepção Visual: Uma Psicologia da Visão Criadora. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

CESAR, Newton. Direção de Arte em Propaganda. São Paulo: Editora Futura, 2000.

DRATE, Spencer. Motion by Design. New York: Laurence King Publishers, 2000.

AMBROSE, Gavin; HARRIS, Paul. Basic Design: Image. New York: Ava Publishing, 2005.

MEYER, Trish; MEYER, Chris. Creating motion graphics with after effects. Gilroy: CMP, 2004.

THOMAS, Frank. The Illusion of Life: Disney Animation. Los Angeles: Disney Editions, 1981."

PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

"Graduado em Audiovisual ou em Comunicação com habilitação em Cinema, Cinema Digital ou RTV, ou graduado em área afim (Design). Desejável Pós-graduação.

• Experiência acadêmica

Desejável experiência como docente em disciplinas com ementas similares. "

• Experiência profissional

"Experiência profissional na área abordada pela disciplina, comprovada com apresentação de portfólio que indique atuação na área solicitada. A seleção se dará por meio de análise do Currículo Lattes, suas respectivas comprovações e da análise do portfólio apresentado.

PROVA DIDÁTICA:

• Tema


Atendendo aos requisitos solicitados, o candidato será convidado a preparar uma aula expositiva, com tema a ser definido e divulgado com antecedência de 48 hs ao dia marcado para a prova expositiva. Após a exposição, a banca terá mais 20 minutos para debates e entrevista com o candidato. O tema da aula expositiva será restrito à ementa da disciplina.

• Duração

20 minutos

• Recursos necessários

Recursos Disponíveis - Computador / DVD / Internet e Datashow

ANEXO 4

UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: Animação

MODALIDADE: (x) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu ( ) Extensão ( ) Tecnologia

CURSO: Bacharelado em Audiovisual

SEMESTRE: 4º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): 2ª feira - 9h50 - 12h30

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 54hs

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

Estuda o cinema de animação com abordagem histórica e teórica (discursivo, narrativo e prático/experimental). Fornece uma visão de conjunto do cinema de animação, abordando aspectos originários do cinema convencional tais como estrutura dramática, noções de continuidade e busca da reprodução do movimento real e as experimentações de novas linguagens neste campo. Fornece conceitos básicos para a produção de uma animação digital, com ênfase nas novas tecnologias informatizadas.



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"LUCENA JUNIOR, Alberto. A arte da animação: técnica e estética através da história. São Paulo: Senac, São Paulo, 2002.

PERSIC, Zoran. Guia Prático do Cinema de Animação. São Paulo: Presença, 1997.

THOMAS, Frank & JOHNSTON, Ollie. Disney Animation – The illusion of Life. New York: Hyperion, 1981.

WILLIAMS, Richard. The Animator's Survival Kit. London: Faber and Faber, 2001.

PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

"Graduado em Audiovisual ou em Comunicação com habilitação em Cinema, Cinema Digital ou RTV, ou graduado em área afim (Design). Desejável Pós-graduação.

• Experiência acadêmica

Desejável experiência como docente em disciplinas com ementas similares. "

• Experiência profissional

"Experiência profissional na área abordada pela disciplina, comprovada com apresentação de portfólio que indique atuação na área solicitada. A seleção se dará por meio de análise do Currículo Lattes, suas respectivas comprovações e da análise do portfólio apresentado.

PROVA DIDÁTICA:

• Tema


Atendendo aos requisitos solicitados, o candidato será convidado a preparar uma aula expositiva, com tema a ser definido e divulgado com antecedência de 48 hs ao dia marcado para a prova expositiva. Após a exposição, a banca terá mais 20 minutos para debates e entrevista com o candidato. O tema da aula expositiva será restrito à ementa da disciplina.

• Duração

20 minutos

• Recursos necessários

Recursos Disponíveis - Computador / DVD / Internet e Datashow

ANEXO 5

UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: Imagem digital interativa

MODALIDADE: (x) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu

( ) Extensão ( ) Tecnologia



CURSO: Bacharelado em Design - Comunicação Visual

SEMESTRE: 6º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): 4ª feira e 6ªfeira das 8h às 10h30

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 54 h para cada turma

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

Estudo da tecnologia computacional instanciada em recursos de processamentos e sensoriamento sobre meios concretos e digitais. Ambientes interativos. Camadas de interação colaborativa. Objetos dinâmicos e contextuais. Tecnologias pervasivas.



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"BONSIEPE, Gui. Design: do material ao digital. Florianópolis: Fiesc / Iel. 1997.

JOHNSON, Steven. A cultura da interface. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

______. Emergência. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

PINKER, Steven. Como a mente funciona. São Paulo: Cia das Letras, 1998."

PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

"Graduação em Desenho Industrial, Comunicação Visual ou Design Gráfico.

• Experiência acadêmica

Desejável Mestrado e/ou Especialização com trabalho na área de Design

• Experiência profissional

Essencial conhecimento profissional na área de Web Design e domínio dos softwares Flash e Dreamweaver em plataforma Macintosh. Foco em animação (Motion graphics), vídeo e vídeo interativo, utilizando-se do Adobe Flash, inserindo o resultado em páginas Web (XHTML).

PROVA DIDÁTICA:

• Tema

aula sobre Motion graphics e vídeo utilizando Adobe Flash, de acordo com o perfil requerido do candidato. Construir uma pequena peça de motion graphics utilizando-se de um vídeo no formato MOV, importando para o Flash e introduzindo animação e interatividade.



• Duração

20 min de exposição e 20 min. de debates e entrevista com o candidato.

• Recursos necessários

computador Macintish/DVD/ Datashow



ANEXO 6
UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: Linguagem Interativa V

MODALIDADE: ( x ) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu ( ) Extensão ( ) Tecnologia

CURSO: Bacharelado em Design - Interface Digital

SEMESTRE: 6º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): 3ª feira – das 21h05 às 22h45

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 36hs

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

Linguagens de programação interativa voltadas para o design de interfaces digitais de caráter experimental. Linguagens alternativas e programação baseada em diagramas e objetos. Conexão e comunicação do computador com dispositivos eletrônicos alternativos.



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"DIX, Alan. FINLAY, Janet. ABOWD, Gregory et al. Human-computer interaction. New York: Prentice-Hall, 1993.

SNEIDRMAN, Ben (Autor). Designing the user interface : strategies for effective human-computer interation. 3. ed.. Massachusetts: Addison-Wesley, 1998."

PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

Graduação em Engenharia da Computação, Ciências da Computação, Engenheira Elétrica com especialização em computação, ou graduado na Área de Design.

• Experiência acadêmica

Desejável experiência como docente em uma das áreas acima citadas.

• Experiência profissional

Experiência profissional em programação de computadores, principalmente linguagens de script.

PROVA DIDÁTICA:

• Tema


Apresentação de uma linguagem de programação para a conexão e comunicação do computador com dispositivos eletrônicos alternativos.

• Duração

• Duração: 1hora/aula (50 minutos)

• Recursos necessários

Material organizado em texto acessível, projeção de imagens e/ou texto pedagógico via “datashow”.

ANEXO 7

UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

MODALIDADE: (X) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu ( ) Extensão ( ) Tecnologia

CURSO: Bacharelado em Administração - LFE Administração de Empresas

SEMESTRE: 4º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): a definir

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 36 horas

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

Desenvolve os conhecimentos básicos de informática, propiciando aos alunos a oportunidade de criação, desenvolvimento e implementação de sistemas de informação vinculados à analise ambiental. Apresenta os conceitos de pesquisa, armazenamento, localização e gerenciamento de informação, utilizando-se de bancos de dados convencionais e espaciais.



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"- FIGUEIREDO, Francisco Constant de; MACIEL, Hélio Carlos. Gerenciamento de Projetos com MS Project 2000. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2001.

- PALMISANO, Angelo; ROSSINI, Alessandro M. Administração de Sistemas de Informação e a Gestão do Conhecimento. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2003.

- SURIANI, Rogério Massaro. Excel 2003. São Paulo: Senac, 2004.



PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

Graduado em Administração, Engenharia, Ciência da Computação ou Sistemas de Informação, com Mestrado ou Doutorado relacionado à temática Tecnologia da Informação

• Experiência acadêmica

Necessária experiência docente em Cursos de nível superior.

• Experiência profissional

Necessária experiência profissional na área de Tecnologia de Infomação, com vivência na utilização e gestão de softwares de ERP e CRM. Desejavel domínio de ferramentas comerciais relevantes

PROVA DIDÁTICA:

• Tema


O papel da Tecnologia da Informação na gestão organizacional. Benefícios e Desafios de um software ERP.

• Duração

20 minutos

• Recursos necessários

É facultada a utilização de recursos multimídia para apoio à exposição.


ANEXO 8
UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO

MODALIDADE: (X) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu ( ) Extensão ( ) Tecnologia

CURSO: Bacharelado em Administração - LFE Administração de Empresas

SEMESTRE: 3º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): a definir

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 72 horas

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

Trata das diferenças de administração de produção e serviços, da influência dos novos paradigmas na AP, da sua função estratégica, dos sistemas de produção, do projeto de produtos e serviços, do projeto da cadeia produtiva, da gestão do trabalho e das pessoas, do planejamento e controle da produção, considerando o JIC, MRP, JIT, produção enxuta e a sustentabilidade, o controle da qualidade, as medidas de desempenho e a qualidade total ambiental. Adota uma visão de cadeia produtiva considerando os desafios da globalização e da sustentabilidade e utiliza algumas ferramentas da pesquisa operacional para o auxílio à tomada de decisão, tais como modelos matemáticos e estatísticos, teoria de jogos e simulação.



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"- COX, Jeff; GOLDRATT, Eliyahu. A meta. Um processo de melhoria continua. 2ª ed. São Paulo: Editora Nobel, 2003.

- DAVIS, Mark; AQUILINO Nicholas; CHASE Richard. Fundamentos da Administração da Produção. 3ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2003.

- GAITHER, Norman; FRAIZER, Greg. Administração da Produção e Operações. 8ª ed., São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.



PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

Graduado em Administração ou Engenharia, com Mestrado ou Doutorado relacionado à temática Produção .

• Experiência acadêmica

Necessária experiência docente em Cursos de nível superior.

• Experiência profissional

Necessária experiência profissional na área de Produção, preferencialmente em cargos de gestão.

PROVA DIDÁTICA:

• Tema


Mecanismos de Gestão da Produção e sustentabilidade empresarial

• Duração

20 minutos

• Recursos necessários

É facultada a utilização de recursos multimídia para apoio à exposição.
ANEXO 9
UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: Climatologia

MODALIDADE: (X ) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu ( ) Extensão ( ) Tecnologia

CURSO: Engenharia Ambiental

SEMESTRE: 6º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): a definir

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 72 h

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

"Escalas em Climatologia. Temperatura do ar; Radiação Solar e Balanço de Energia. Elementos e fatores do clima: composição e estrutura da atmosfera, Pressão e vapor de água na atmosfera; Vento de Moção e circulação atmosférica. Evaporação e Condensação. Tipos e Princípios de Precipitação. Modificações do clima. Classificações ClimátiCentro Universitário Senac - Campus Santo Amaro, Métodos e TécniCentro Universitário Senac - Campus Santo Amaro em Climatologia. Análise de dados Meteorológicos. Dados de Cartas SinótiCentro Universitário Senac - Campus Santo Amaro e satélites meteorológicos. Todos estes parâmetros visando à compreensão da Dinâmica atmosférica.

Meteorologia de Transporte e dispersão de poluentes atmosféricos; Principais tipos de plumas. Inversão térmica. O clima e o homem.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"AYOADE, J.O. Introdução à climatologia para os trópicos. 5ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998. 332p.

STERN, A.C. Air pollution. Vol.1: Air pollutants, their transformation and transport. Academic Press, New York, USA, 1976. 443 p.

DONN, W. L. Meteorologia. Ed. Reverte. Barcelona, 1978. 610p.

ZANNETTI, P. Air pollution modeling. Ed. Van Nostrand Reinhold, N.Y., USA. 1990, 717p.

ROSS, J. L. S. (Org.). Geografia do Brasil. 2. Ed. São Paulo: EDUSP, 1998.



PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

Formação em Climatologia, meteorologia ou geografia, de preferência portador de título de mestre ou doutor na área.

• Experiência acadêmica

Desejável experiência acadêmica

• Experiência profissional

Desejável experiência em análise de macro e microclima.

PROVA DIDÁTICA:

• Tema

Análise de dados metereológicos



• Duração

30 minutos

• Recursos necessários

ANEXO 10
UNIDADE: CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC - CAMPUS SANTO AMARO

DISCIPLINA: Tecnologias de Tratamento e Destinação de Resíduos Sólidos III

MODALIDADE: (X ) Bacharelado ( ) Pós-graduação lato sensu ( ) Pós-graduação stricto sensu ( ) Extensão ( ) Tecnologia

CURSO: Engenharia Ambiental

SEMESTRE: 10º semestre

DIA DA SEMANA E HORÁRIO DA AULA (início e fim): a definir

CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 54 h

EMENTA (constante do projeto pedagógico do curso):

"Tecnologias de tratamento térmico para as diversas tipologias de resíduos sólidos: incineração, autoclave, microondas, co-processamento, pirólise.

Avaliação e dimensionamento dos mecanismos de controle de poluição associados às unidades de tratamento térmico de resíduos. Apresentação de técniCentro Universitário Senac - Campus Santo Amaro de operação e monitoramento das unidades, assim como das demais operações envolvidas no processo.

Avaliação do custo de implantação e operação dos sistemas e de suas eficiências."



BIBLIOGRAFIA BÁSICA

"CETESB, SP – Incineração. SP. CETESB, 1997. Apostilas Ambientais.

NBR11175 - Incineração de resíduos sólidos perigosos - Padrões de desempenho. ABNT. Rio de Janeiro. 1990.

LIMA, L.M.Q. Lixo: Tratamento e Remediação. 3ª edição. Ed. Hemus. 2004.

"

PERFIL DO CANDIDATO:

• Titulação

Formação em Engenharia, Química ou Tecnologia de Saneamento, de preferência portador de título de mestre ou doutor na área.

• Experiência acadêmica

Desejável experiência acadêmica

• Experiência profissional

Desejável experiência prática em tecnologias de tratamentos térmicos de resíduos sólidos

PROVA DIDÁTICA:

• Tema


Controle de dioxinas e furanos em sistemas de incineração de resíduos sólidos domiciliares.

• Duração

30 minutos

• Recursos necessários

Apresentação em powerpoint



  1   2   3   4


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal