Curriculum vitae christian caselli



Baixar 41,62 Kb.
Encontro26.11.2017
Tamanho41,62 Kb.

CURRICULUM VITAE

CHRISTIAN CASELLI

Diretor de curtas-metragens

(ficções, documentários, experimentais, animações e clips)

Jornalista e crítico de cinema

Curador de mostras de filmes


Editor de vídeo

Contato:

Rua Riachuelo, 159 / 1107 - Centro

Rio de Janeiro – RJ / CEP: 20230-010

Tel: 55 21 2252-7178 / 9944-9417

WSet Multimídia: 55 21 2539-7016

chriskzl@gmail.com ou chriskzl@hotmail.com
FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA:

- Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

- Cinema e Vídeo pela Universidade Federal Fluminense (UFF) - incompleto.

CINEMA E VÍDEO

- Atualmente cineasta e editor da produtora WSet e editor da TV Alerj.

- Documentarista da Rede Nacional de Artes Visuais, da Funarte, registrando artistas plásticos em São Luís do Maranhão.

- Diretor e editor do vídeo sobre a revitalização do Hospital Naval Marcílio Dias.

- Produção, câmera e making of da Oficina de Produção de Filmes do Ateliê da Imagem.

- Coordenador da “Oficina de Livre Realização Digital” da Mostra do Filme Livre 2005, realizado no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro, onde foi feito o vídeo “Vendo o Brasil”.


JORNALISMO:

- Atualmente colaborador do site Curta o Curta.

- Repórter cultural e crítico de cinema do jornal Tribuna da Imprensa.

- Colaborador das revistas Outracoisa, Rockpress, International Magazine e 40 Graus.

- Colaborador dos sites Contracampo e Cliquemusic.

- Estágio na Fundação Roquete Pinto - TV Educativa.


PRÊMIOS EM FILMES (ver mais em FILMOGRAFIA):

- TESTÍCULOS – Prêmio de júri popular do Festival de Taguatinga (DF) em 2002.

- ESTE DOCUMENTÁRIO – Prêmio Estímulo do Júri do XI Gramado Cine Vídeo 2003.

- AUTOMUSIC – Melhor Edição no FAM (Florianópolis Audiovisual Mercosul) 2005.

- O PÁSSARO – Melhor animação no Festival de Foz do Iguaçu.
RETROSPECTIVAS:

- II CURTA SANTOS (SP) – Sessão “Curta o Caselli” (8 filmes).

- SANTA MARIA DA FEIRA (PORTUGAL) – “À Meia-Noite com Christian Caselli” (10 filmes)

- CINECLUBE BECO DO RATO (RJ) – Com 9 filmes.

- FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO 2006 – Sessão “Prata da Casa”, junto com a artista Fernanda Ramos.



ORGANIZAÇÃO EM MOSTRAS DE FILMES:

- Realizador da mostra F para Falso – Mostra Internacional de Pseudodocumentários, exibida em janeiro de 2004 nos CCBBs do Rio e de Brasília.

- Realizador da mostra O Cinema sem Palavras, exibida entre abril e maio de 2004 no CCBB do Rio de Janeiro e em agosto de 2004 no CCBB de Brasília.

- Apoio de produção, revisão do catálogo e realização de vinhetas para a Mostra do Filme Livre 2005, realizada no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro.

- Curadoria da Mostra do Filme Livre 2006.
PRINCIPAIS ENTREVISTAS PARA JORNAIS E TVS (como crítico e/ou realizador):

- Matéria “Cinema Novíssimo”, da Revista Veja Rio, onde aparece na capa junto a outros cineastas independentes do Rio de Janeiro.

- Várias participações no programa Revista do Cinema Brasileiro.

- 3 vezes no programa Cadernos de Cinema (TVE), comentando filmes brasileiros.

- 2 vezes no programa Curta Brasil (TVE), sendo entrevistado após a exibição de seus vídeos “Este Documentário” e “Baiestorf: Filmes de Sangueira e Mulher Pelada”.

- Entrevista no programa Arquivo N (Globo News), sobre o cineasta Orson Welles.

- Entrevistas nos programas Atitude Ponto Com (sobre animação), Supertudo (sobre distribuição de curtas) e Zoom (sobre o curta “Baiestorf”), todos da TVE / TV Cultura.
CURSOS:

- Animação 2-D ministrado pelo animador gaúcho Otto Guerra.

- Oficina de Produção Videodigital da Mostra do Filme Livre (janeiro / 2003), quando foi realizado o vídeo “Este Documentário”.

- Workshop com o cineasta franco-chileno Raoul Ruiz (mesmo autor de “Genealogias de um Crime”, “O Tempo Redescoberto”, entre outros) no CCBB.

- I Workshop de Roteiro para Curtas-Metragens no CCBB, ministrado por Jorge Furtado, Tata Amaral e uma representante da BBC de Londres.

- II Workshop de Roteiro para Curtas-Metragens, ministrado por Ruy Guerra, Paulo Halm e Giba Assis Brasil.

- Workshop sobre D.W. Griffith com o crítico americano Tom Gunning.
INFORMÁTICA:

- Adobe Première, Final Cut, Photoshop, Word, DVD Architect, After Effects (noções) etc.



FILMOGRAFIA1
VIDEOCLIPS:

- Direção, produção, edição e roteiro das músicas POTINHO DE ANHANHA (sic), ZUMBI DO MATO e TIROTEIO DO ESQUELETO SEM CABEÇA, da banda Zumbi do Mato; os dois primeiros já exibidos na MTv, no CCBB (RJ), no MAM (RJ), 2ª Mostra Goiana de Vídeo Independente (GO) e Sopão dos Filmes (SC).

- Produção, co-direção e co-roteirista de O ALIEN QUE VEIO PRO ESPAÇO (sic), também do Zumbi do Mato, junto com Pepa. Selecionado para o Festival Mumia (MG).

- Co-direção, co-produção e co-direção de EU TE AMO, da banda mim (sic), junto com Matias Maxx. Selecionado para o Angra Cine (RJ).

- Direção, produção e co-roteirista de NUNCA MAIS, da banda Jason. Selecionado para o Festival Guanicê (MA).
CURTAS:

  1. TESTÍCULOS – Ficção em 16mm, 2001. Direção, roteiro e co-produção. Produtora: UFF. Selecionado para 7 festivais: de SP, CineEsquemaNovo (RS), Universitário, Vide Vídeo, Araribóia Cine (RJ), de Taguatinga (DF – onde venceu o prêmio de público) e Brasilian View Film Fest 2005 (Londres).

  2. ESTE DOCUMENTÁRIO – Mini-DV, 2003. Direção, produção, câmera, atuação, argumento e edição. Realizado na Oficina Videodigital da Mostra do Filme Livre (CCBB/RJ). Selecionado para 4 festivais: CineEsquemaNovo (PoA - RS), Gramado Cine Vídeo (RS – Prêmio Estímulo do Júri), Cinema Universitário (RJ) e Curta Santos (SP).

  3. ESTE ESTE DOCUMENTÁRIO – Digital-8, 2003. Direção, produção, câmera, atuação, argumento e edição. Selecionado para o Festival de Santos.

  4. AUTOCONHECIMENTO – Digital-8, 2004. Direção, produção, câmera, roteiro, edição e o único ator. Selecionado para 4 festivais: de Londrina, de Foz do Iguaçu (ambos PR), Vitória Cine Vídeo e Chico (Palmas – TO)

  5. FILME LIVRE – EPISÓDIO 1: UMA NOITE COM ADERBAL LACERDA (SEU CRIADO) – Mini-DV, 2004. Direção, edição e ator principal.

  6. AUTOMUSIC – Digital-8, 2004. Direção, produção, câmera, roteiro, trilha sonora, edição e performance. Selecionado para 6 festivais: de Tiradentes (MG), de Mogi Guaçu (SP), de Londrina (PR), Vitória Cine Vídeo (ES), FAM – Florianópolis Audiovisual Mercosul (SC – Prêmio de Melhor Edição) e Brasilian View Film Fest 2005 (Londres).

  7. DOIS ARGUMENTOS PARA UM FILME VERDADEIRAMENTE LIVRE – Ficção / Documentário em Hi-8 Digital, 2004. Direção, argumentos, edição e atuação.

  8. BAIESTORF: FILMES, SANGUEIRA E MULHER PELADA – Documentário em Digital-8, 2004. Direção, argumento, atuação e edição. Selecionado para 5 mostras: Atacadão dos Filmes (RJ), Sinema Transgressor e Experimental (São Leopoldo – RS), 2ª Mostra Goiana de Vídeo Independente (GO), Sopão dos Filmes (SC) e na mostra paralela do Festival de Santa Maria (RS). Selecionado para o festival de Taquary (PE) e pelo cineasta Carlos Reichenbach para a Sessão Comodoro do Festival de Curtas de SP.

  9. O PÁSSARO – Animação 2D baseada em uma HQ de Georges Wolinski, 2005. Animação, direção, edição, narração, som e roteiro. Selecionado para 6 festivais: de Santo André, de Mogi Guaçu (ambos SP), Múmia (MG), Cinesul (RJ / DF), FAM – Florianópolis Audiovisual Mercosul (SC) e de Foz do Iguaçu (PR – Melhor animação).

  10. MONDEGO – Documentário em Mini-DV, 2005. Direção, câmera e edição. Selecionado para o Festival Guarnicê (MA).

  11. CUIDADO COM A ARTE CONTEMPORÂNEA – Documentário em Hi-8, 2005. Direção, câmera e edição.

  12. ANTES / DEPOIS – Ficção em 16mm e finalizado em digital, 2005. Direção, roteiro, atuação e produção. Selecionado para 3 festivais: Vitória Cine Vídeo (ES), CineEsquemaNovo (RS) e Cineport (Portugal).

  13. ISTO NÃO É UM TÍTULO – Experimental em digital, 2005. Direção, roteiro, edição, narração e produção. Feito para o evento A Organização.

  14. O QUE É UM FILME LIVRE – Animação experimental em digital, 2006. Direção, roteiro, animação, edição e produção.

  15. POEMINHA BIOLÓGICO PARA JB – Animação experimental filmada em 16mm, terminada em digital, 2006. Direção, roteiro, narração, edição e produção.


COMO ORIENTADOR DE OFICINA:

  1. VENDO O BRASIL – Documentário em Mini-DV, 2005. Orientação, entrevistas e edição. Realizado na Oficina de Livre Realização Digital, da Mostra do Filme Livre 2005. Selecionado para 4 festivais: de SP, Guarnicê (MA), de Santo André (SP) e de Foz do Iguaçu.




1 Até 28 de maio de 2006.




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal